Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 31 março 2010

Nada de virada de mesa, por favor!

31 de março de 2010 13

Nos últimos dias o festival da boataria tem concentrado forças na possibilidade de uma vergonhosa virada de mesa no Catarinense.

Sinceramente, não acredito, mas coloco o assunto em discussão.

Consistiria no seguinte: aumento de 10 para 12 times no próximo estadual. Ou seja, esse ano não cairia ninguém e subiriam os dois melhores da Divisão Especial. A proposta surgiu em um texto assinado pelo principal patrocinador do Brusque e, segundo consta, teria encontrado apoio pelos lados de Chapecó.

Se for verdade, é uma vergonha. Só isso, vergonha, ponto final. Para início de conversa, pessoas envolvidas com os times que brigam contra o rebaixamento deveriam ter a sensibilidade de não levantarem discussões do tipo, nas quais são os principais (ou seria únicos?) beneficiados.

Se a Federação tiver a falta de noção de aceitar algo do tipo, qualquer pessoa com dois neurônios e um pouco de boa intenção vai à Justiça e derruba isso, baseado no Estatuto do Torcedor, que veda alterações em regulamentos de campeonatos que não tenham sido usados pelo menos por dois anos seguidos (esse ano mudou, lembram?). Ou seja, se der corda, o máximo que a FCF conseguirá será uma bela dor de cabeça judicial.

Além disso, esse aí é o tamanho do Catarinense: 10 times. E ainda assim aparecem algumas podreiras. Com 12, teríamos problemas com datas e uma queda desnecessária de qualidade no campeonato. Os times que vão cair precisam ter a grandeza de aceitar os erros, corrigir o ano ruim e voltar com dignidade e a casa arrumada em 2012, após garantir o acesso na Segundona de forma limpa. No Brasil, graças ao bom Deus, ficou lá atrás o tempo das viradas de mesa comemoradas com estouro de champagne.

Tenho certeza que os torcedores de Juventus, Brusque e Chapecoense, diretamente interessados, concordarão comigo. Virada de mesa pode até parecer bom no curto prazo, mas no fim das contas só serve para manchar a história dos clubes.