Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Minha seleção do Catarinense 2010

03 de maio de 2010 32

Fim de campeonato, é tempo das famosas listas. A oficial será premiada nesta terça-feira, numa festa para os melhores do Catarinense 2010 em Floripa. Este blogueiro também entrou no clima e publica agora a seleção própria do Catarinense 2010. O critério é simples: foram esses que eu achei os melhores (ou, em alguns casos, os menos piores). Quem quiser, pode comentar, concordar, malhar o pau ou apenas mandar a sua. Espaço aberto.

Seleção do Catarinense 2010

Goleiro: João Paulo (Metropolitano) - Jogou demais, com todo respeito aos demais. Seria injusto não premiá-lo.

Lateral-direito: Patric (Avaí) – Correu por fora e tomou o lugar do Tesser na reta final. Cresceu na hora certa.

Zagueiros: Emerson e Rafael (Avaí) – A dupla campeã. Foi importantíssima na campanha do time, então nada mais justo. Mas aqui cabe uma “menção honrosa” ao Amaral Rosa, do Metropolitano.

Lateral-esquerdo: João Paulo (Figueirense) – Uma das boas revelações do campeonato. Tem futuro.

Volantes: Rodrigo Thiesen (Avaí) e Carlinhos Santos (Joinville) – Outra belíssima revelação esse Thiesen. E o Carlinhos não foi lá grandes coisas, prêmio pela regularidade.

Meias: Ricardinho (Joinville) e Sávio (Avaí) – Aqui cabe uma explicação. Sávio não jogou tudo que sabe, mas ainda assim ficou acima da média do campeonato. E o Ricardinho jogou muito no turno, mas daí em diante se apagou, como boa parte do time do JEC. Mas é bom jogador e só por isso ficou à frente de outra revelação alvinegra: o bom Roberto Firmino (fica com outra menção honrosa do blog).

Atacantes: Felipe Oliveira (Imbituba) e Pantico (Brusque) - Foi um campeonato de bons ataques, mas esses dois aí se destacaram. Felipe Oliveira, quem diria, ressurgiu das cinzas como artilheiro do campeonato. E o Pantico chegou quietinho e reergueu o Brusque, que estava fadado ao rebaixamento nas mãos (no caso nos pés) do falastrão Viola. A dupla do JEC, Chris e Lima, decepcionou na reta final e por isso não ganha nem menção.Já o argentino Trípodi foi muito bem no Metrô e merece ao menos ser citado aqui. (Atualização – Lembrado pelos leitores, corrijo uma injustiça: Willian, do Figueirense, também fez um bom campeonato e merece registro).

Técnico: Péricles Chamusca (Avaí) – Seria injusto não premiá-lo. Tinha a ingrata missão de fazer a torcida esquecer o ídolo Silas. Reconstruiu o time e cumpriu com o dever de justificar o favoritismo avaiano. Um belo trabalho, mas que agora precisará ser validado de vez no Brasileiro. Mas aqui valeu o prêmio. Últimas menções aqui para os bons trabalhos do Márcio Goiano (botou o Figueira nos trilhos), Roberval Davino (até onde foi possível fez o milagre com o Metropolitano) e Joceli dos Santos (fez ainda mais milagre no Imbituba).

Árbitro: Nenhum – Não vou fazer média, todos foram péssimos. Nem “menos pior” teve.

Revelação: Thiesen (Avaí) e Roberto Firmino (Figueirense)

Craque do campeonato: Não que eu ache que tenha havido um, mas pelo conjunto da obra quem merece o prêmio é o Felipe Oliveira (Imbituba).

Comentários (32)

  • Thiago diz: 3 de maio de 2010

    Quanto aos goleiros vi pouco desse João Paulo. Do restante colocaria o Ricardo (da Chapecoense, único que se salvou) ou o Zé Carlos (do Avaí).

  • Renato diz: 3 de maio de 2010

    Ou tu é cego ou tu é avaiano, dizer que o Patric jogou mais do que o Lucas (Fig) ou Tesser e Eduardo (Joi) você tá de brincadeira ne? No ataque, até concordo que o Pantico é um bom jogador, mas colocar ele na seleção e não colocar o Willian (Fig), artilheiro da competição, nem se quer uma resalva foi feita…E também dizer que o Rafael foi melhor do que o João Felipe na zaga… Acho que vi outro campeonato.

    Do blogueiro: Vai ver que viu mesmo. Mas de tudo isso concordo que o Willian também foi muito bem e merecia mesmo ao menos uma citação. foi esquecimento, admito. Abraço

  • Castiel » Arquivo » Seleção do campeonato diz: 3 de maio de 2010

    [...] o Top da Bola , amanhã, e na esteira da seleção do meu colega Braga (clique aqui e confira), mando minha Seleção do Catarinense [...]

  • Ted Love diz: 3 de maio de 2010

    Savio é sacanagem, né Braga? O cara tava mais no DM do que em campo…

    Do blogueiro: Cara, pior é que concordo contigo. Foi meio contrariada essa escolha, mas quando ele jogou foi bem. E não vi outros meias que merecessem mais (talvez até o Caio ou o Davi merecessem). Opinião, né, fazer o quê? Abraço

  • emerson diz: 3 de maio de 2010

    O Eduardo do JEC jogou muita bola, merecia estar na lista. E o Carlinhos Santos foi lá essas coisas, sim. Foi o único que “comeu grama” em todos os jogos pelo time. O resto só decepção… Lima apagado (só “brilha” em copa SC) e Ricardinho é apenas esforçado. O Tesser jogou mal na final porque o time estava desesperado atrás de um milagre. Mas Tesser e Eduardo poderiam entrar na lista.

  • Willyan diz: 3 de maio de 2010

    És louco. Ainda bem que é só uma opinião sem valor…

  • Michel Bion Gâma diz: 3 de maio de 2010

    Superou o Castiel…Braga, acompanhou o campeonato ou só os jogos da TV??

    Do blogueiro: Não entendi. Acompanhei o suficiente.

  • Fernando Avaiano diz: 3 de maio de 2010

    Goleiro: Sem dúvida o Zé Carlos (Avai), o melhor disparado da posição;
    Lateral Direito: Lucas (Figueira)
    Zagueiro Central: Emerson;
    Quarto Zagueiro: Rafael;
    Lateral Direito: Uendel, por falta de Opção/ João Paulo (Fig);
    1º Volante: Marcinho Guerreiro;
    2º Volante: Thiesen/Carlinhos Santos, sou mais o primeiro.
    Meio: Ricardinho (Jec)
    Meio: David – Importantíssimo nas finais, resolveu o assunto.
    Atacantes: Willian (Figueira)
    Lima (Jec), Menção honrosa: Roberto (Avai), também resolveu nas finais.

    No resto, Sávio, mais ou menos, Vandinho, poucos jogos, Leonardo (Idem), Firmino, pipocou nas finais, Pantico (dá-licença né, típico jogador de time pequeno).

    Revelação: Willian (Figueira), Laércio (Avai).

    Do blogueiro: Boas escolhas também, Fernando. Mas não achei o Pantico jogador de time pequeno, não. Estás enganado nessa. Abraço

  • Issame Canello diz: 3 de maio de 2010

    Tesser merecia uma vaga…

  • Fernando Avaiano diz: 3 de maio de 2010

    Na direito poderia citar ainda o Patrick e o Tesser, o primeiro muito inconstante, bons e maus jogos, o segundo, desaparecido no 2º turno e finais, voltando por alguns instantes no jogo com o Figueira nas semi-finais do 2º turno. O Eduardo também foi um bom jogador, tão ou mais inconstante que o Patrick. Mais em relação ao João Paulo do Metro como goleiro, poxa, você é um gozador, o Zé Carlos fez um campeonato muito melhor do que ele, nos momentos que o Avai precisou dele, o homem estava lá para salvar.

    Do blogueiro: É porque tu não viu a sucessão de milagres do João Paulo a cada jogo do Metropolitano. É goleiro pra Série A ou B, sem medo de errar.

  • Maurício Gil – Floripa (SC) diz: 3 de maio de 2010

    Zé Carlos
    Lucas
    Rafael
    Emerson
    João Paulo
    Rodrigo Thiesen
    Jeovânio
    Roberto Firmino
    Sávio
    William
    Felipe Oliveira

    E “zé fini, tá na boca do Brasi”.

  • emerson diz: 3 de maio de 2010

    O Pantico poderia jogar um Brasileiro pelo JEC ou Metropolitano, tranquilamente. Eu colocaria ele no meu time. O Lima com certeza vai vazar do JEC, o Pantico seria o substituto ideal aqui na equipe. Ou o próprio Felipe Oliveira, que eu acho que você não é muito fã, poderia jogar na equipe de Joinville ou do Metropolitano. Se tiver uma chance, pode fazer bonito.

  • Zezinho diz: 3 de maio de 2010

    MELHORES DO CAMPEONATO:
    Zé Carlos (Avai) – sem duvida tem sim o maior potencial entre os goleiros.
    Patrick (Avaí) – cresceu demais nas decisoes, enquanto tesser e lucas nao foram decisivos
    Rafael (Avaí) – junto com o emerson que defesa tem o avai
    Emerson (Avai) – melhor zagueiro do estado, tem vaga em qualquer time do brasil
    Eduardo (joinville) – foi bem tanto na direita, quanto no meio e na esquerda, dificil o JEC segurar
    Carlinhos Santos (joinville) – grande volante, outro que dificilmente o Jec conseguira manter para serie D
    Rodrigo Thiesen (Avai) – Otimo volante e grande revelacao
    Roberto Firmino (Figueirense) – acho que e o jogador com mais chances de virar craque
    Ricardinho (joinville) – bom meia, bom nas bolas paradas, e foi bem nos jogos decisivos
    William Gomes (Figuirense) – para mim o melhor do campeonato, artilheiro e muito rapido.
    Felipe Oliveira (Imbituba) – muito bem merece estar entre os melhores e merece um time grande em SC ou fora.
    Técnico – Chamusca (avaí) – com simplicidade conquistou o campeonato de forma incontestavel.
    revelação – Roberto Firmino (Figueirense)
    Craque – William Gomes (Figueirense).

  • Alessandro – JEC diz: 3 de maio de 2010

    Caro Braga.
    Leio sempre o seu blog e te acho uma pessoa muito coerente nos comentários feitos, mas dessa vez discordo de você em vários aspectos.
    Como você mesmo postou “Minha Seleção do Catarinense”. Opinião é opinião e a minha seleção seria a seguinte:
    Zé Carlos (AVA) – Pela regularidade e pelo título.
    Rafael Tesser (JEC) – Apesar de não ter jogado bem a final por estar sem ritmo de jogo, foi disparado o melhor lateral direito do campeonato.
    Emerson (AVA)
    Rafael (AVA) – Não nenhuma novidade se João Filipe (FIG) ficasse com o prêmio.
    Eduardo (JEC) – Um ótimo jogador, driblador, bons cruzamentos, polivalente, raçudo, merece ser o melhor lateral esquerdo da competição.
    Rodrigo Thiesen (AVA)
    Carlinhos Santos (JEC) – “não foi lá grandes coisas” é um demérito com o grande jogador que foi o campeonato inteiro.
    Ricardinho (JEC)
    Davi (AVA) – por ser decisivo nas partidas finais, senão daria meu voto para Roberto Firmino (FIG)
    Willian (FIG)
    Felipe Oliveira (IMB)
    Péricles Chamusca (AVA) – Pelo conjunto da obra.
    Abraços Braga.

    Do blogueiro: É isso aí, Alessandro. Opinião é isso aí, o legal é debatermos aqui. Não quis desmerecer o Carlinhos Santos, não. O acho bom jogador, por isso o escalei, mas é que tenho uma sisma com volantes, pra explicar aqui seria uma longa história. Abraço

  • emerson diz: 3 de maio de 2010

    Zezinho, o Joinville já renovou com o Carlinhos Santos. Espero que consiga o mesmo com o Tesser. O Tesser na série D seria “espetaculoso” hehe

  • Edson (JEC) diz: 3 de maio de 2010

    Opiniao é opiniao, mas eu vou botar um pitaco nos seus melhores, nao acho que o Ricardinho deveria esta na seleçao, ele vive do gol que marcou contra o Avai na final do primeiro turno, e claro o Carlinhos Santos, ele esteve em quase todas as listas de melhores de cada rodada do campeonato escolhida pelos Jornalistas (alias acho que foi o que mais apareceu), alias voce poderia trazer para nós esta relaçao dos jogadores que mais vezes apareceram na seleçao de cada rodada.

  • Rafael JEC diz: 3 de maio de 2010

    Seleção do campeonato:
    Wilson – goleiro para time grande,
    Patrick – não amarelou nas finais, ao contrario do Tesser que entregou o ouro,
    Rafel e Emerson – dois grandes zagueiros do Avai, fizeram a diferença neutralizado o ataque lento do JEC. Fora a final os dois fizeram um campeonato perfeito.
    Eduardo – O jogador mais jovem do JEC, e o que mais tentou jogadas, tanto individuais quanto chutes a gol, não se intimidou ao contrário dos mais experientes, fez um grande campeonato.
    Carlinhos Santos – fez muita falta na final, mais foi muito bem durante todo o campeonato, se tivesse jogado a final, com certeza teria se esforçado em campo, assim como o Eduardo e o Ricardinho.
    Rodrigo Thiesen – Não entendo com ele é banco, um baita volante, junto com o Firmino os dois com o futuro mais promissor que jogaram neste estadual.
    Davi – Foi muito bem nos jogos decisivos e isto conta muito, pois na Copa de 98 e 2006 o Zidane foi mal na primeiora fase, mais quando valia de verdade decidiu e o Davi fez isso no campeonato.
    Roberto Firmino – A Tombense vai ganhar muitos milhões com este jogador, pode ter certeza.
    William – Artilheiro e muito rápido, só não acho o craque do campeonato porque seu time não chegou nem na final.
    ROberto – Eu não entendo como pode ter ficado no banco o campeonato inteiro, jogador com rara velocidade e ainda sabe fazer gols, e mais, cresceu muito na decisão.
    Técnico – Marcio Goiano, deu uma boa recuperada no figueirense.
    revelação – Roberto Firmino – O dono da Tombense ta rindo a toa.
    CRAQUE – Emerson, zagueiro do Avai – Será que ele não vai para algum time grande do Brasil, não é possível, fora o São Paulo que tem Miranda e Alex Silva, ele joga em qualquer time.
    OS PIORES DO CATARINENSE:
    1 – BBB (juventus), 2- Cesar Prates (jec), 3- Rodrigo (criciuma), 4- Morisco (chapecoense), 6- Chiquinho (JEC), 5- Basilio (chapecoense), 8- Luis Andre (Chapecoense), 10- William (JEC), 11- Nenem (Chapecoense), 7- Ronaldo Capixaba (criciuma), Viola (brusque). Técnico: Mauro Ovelha – rebaixou a Chapecoense e tirou as chances de titulo do JEC.

  • Alessandro diz: 3 de maio de 2010

    Ovelha deixa o Joinville ((Já foi Tarde))
    3 de maio de 2010

    A diretoria do Joinville convocou uma entrevista coletiva, nesta segunda-feira, às 17h30, na Arena, para comunicar oficialmente a saída do técnico Mauro Ovelha. O treinador foi apresentado no JEC logo após a terceira rodada do returno para recuperar o bom futebol do time. Não conseguiu.
    Pelo contrário. O Joinville, nesses jogos finais, mostrou-se mais frágil do que aquele treinado por Sergio Ramírez.
    Existe a possibilidade de, nesta tarde, a diretoria tricolor anunciar o novo treinador. Que seja alguém com um pouco mais de experiência.
    Além de Ovelha, mais alguns jogadores devem ser dispensados

  • Mario L. Nascimento diz: 3 de maio de 2010

    Goleiro: Zé Carlos apareceu mais (mídia da capital, claro). Mas o melhor foi o João Paulo do Metropolitano. Você tem razão, Braga. Goleiro para série A. Aliás, para que os avaianos não chorem, o Zé Carlos também é. Também gostei dos garotos Renan (Avaí) e Ricardo (Chap).

    Lateral Direito: Tesser, sem dúvida. Perdeu um pouco o ritmo no final, mas foi importante em toda a campanha do JEC. Patrick e Lucas também foram bem, mas o Tesser ficou um pouco acima. (Braga, se você escolheu o Sávio, por coerência deveria escolher também o Tesser. hehehe)

    Zagueiros: escolhe dois do Avaí. Podem ser até reservas que são melhores que os outros. Emerson e Rafael.

    Lateral esquerdo: Eduardo. Mesmo no amontoado que o JEC foi em muitos jogos, mostrou qualidade do início ao fim. Uendel não é mau jogador, mas deixou a defesa meio a pé com frequência.

    Volantes: aí não tem nem graça. Carlinhos Santos e Rodrigo Thiesen. Jogaram muito o campeonato todo.

    Meias: Roberto Firmino e Davi. Vale citar também o Caio. O melhor posicionamento tático do Avaí fez com que seus meias aparecessem sempre bem. Ricardinho até vai porque foi bem no primeiro turno. Mas Sávio não dá, Braga. O Avaí sempre jogou melhor sem ele. Poderia ter sido, mas não foi…

    Atacantes: William e Felipe Oliveira. Os dois que mais marcaram. Nem precisa explicação. A dupla do JEC se perdeu completamente. Em parte porque o time não os municiou. Em parte porque o Lima é instável e a certa altura queria ser o artilheiro e andou deixando de passar bolas importantes para o Chris por conta disso. Vale a menção ao Tripodi também.

    Técnico: com o material humano que tem em mãos, o Chamusca não fez mais do que a obrigação. Não ganha meu voto porque é um chorão arrogante e desrepeitoso. Quando o time dele levou um passeio na Arena, a culpa foi do gramado. Em condições semelhantes o Avaí ganhou a primeira decisão porque foi melhor. Não custava reconhecer que o adversário foi melhor quando ele perdeu. Para mim o melhor foi o Joceli dos Santos. Com elenco limitado, incomodou os grandes e deixou para trás equipes tradicionais como Criciúma, Chapecoense, CAHA e Brusque.

    Árbitro: não tem o que escrever. Mas a menção honrosa vai parao TJD. Não puniu o JEC pela invasão no final do primeiro turno. Fez a maior lambança para não tirar mando de campo do Avaí por conta da confusão no clássico. E, para acabar de vez com quem poderia achar que existia alguma esperança, marcou o julgamento em que finalmente puniu (????) o time da capital para uma data em que a pena não o prejudicaria em nada. Pararatim-bum-bum-bum… Fomos feitos todos de palhaços. Antes que digam que é choro: mesmo que perdesse o mando de campo o Avaí seria campeão e mereceria. Mas não quiseram correr risco, isso é verdade.

    Revelação: Roberto Firmino. Com menção para o Rodrigo Thiesen.

    Craque do campeonato: Carlinhos Santos. Além de ter sido fundamental para a campanha do JEC, foi dos poucos que mostrou raça do primeiro ao último minuto em todos os jogos.

    Dirigente: O Zunino mececia por ter conseguido manter o padrão do time do ano passado para este, com chance de repetir o sucesso na série A. Só não leva porque ele e uma corja de avaianos que ocupava o camarote na Arena desrespeitaram a torcida do Joinville na primeira final. Rasgaram bandeiras do tricolor e jogaram sobre a torcida quando o JEC fez o gol. Comportamento inaceitável de quem acha que o time tem que ser o melhor por decreto. É o melhor, não há dúvida. Provou em campo. Só que fora dele ainda se comportam como um time de várzea. Meu voto vai para o Roberto, do Imbituba. Muitos acreditaram que o Imbituba voltava para a segundona. Foi o quarto. Deus sabe a dificuldade que tem para manter o time. Cito também o Delfim. Pela expressão de desapontamento com o penalti inventado pelo Bezerra para o Avaí. Não me pareceu que ele estivesse por trás dessas lambanças todas.

  • Micael diz: 3 de maio de 2010

    Eu acho que tem muito jogador ganhando a vaga só com o nome. Ou então por eliminação.
    Rafael, por exemplo. O capitão do time campeão… Pois Émerson Nunes e até mesmo Gabriel fizeram um campeonato melhor que ele. Isso só no Avaí. Teve outros zagueiros que jogaram melhor, mas não vou citar, são de outros clubes… O Rafael só não saiu do time devido ao moral acumulado com o grupo, com o clube e, principalmente, com a torcida. É um “intocável” no Leão.

    E o Patric também. Acho-o um jogador de enorme potencial, e que jogou muito bem em alguns jogos – o Joinville que o diga, sofreu 3 dos seus 4 gols, fora as assistências. Mas na reta final, ao contrário do que dizes, decaiu. Jogou menos do que em seus primeiros jogos. Daí entra o critério “eliminação” de candidatos. Tesser ficou devendo no final e Lucas comprometeu quando não podia. E ninguém mais habilitado à vaga…

    Sobre a escolha do goleiro, confesso não ter acompanhado os jogos do Metrô, mas acho que o Zé Carlos fez um campeonato no mínimo irrepreensível.

    E o Davi, mesmo não enchendo os olhos de ninguém, foi o nome da decisão, e foi absolutamente fundamental no título. Tem que estar na seleção.

    Abs.

  • emerson diz: 3 de maio de 2010

    Espero que o Luis André saia da lista dos piores num breve futuro. Nós temos que subir, e ele estará no time.

  • Alecsandro diz: 3 de maio de 2010

    Braga, se o goleiro do metropolitano é tão bom assim “goleiro de serie A ou B” porque o Roberval Davino veio buscar o Ricardo da Chapecoense para disputar a serie B pelo Guaratinguetá?

    Do blogueiro: Sei lá, pergunta pra ele. Mas o Ricardo também é um goleiro de bom nível, não me admiro que o Roberval tenha vindo buscá-lo. Abraço

  • José diz: 3 de maio de 2010

    Braga, esse pantico deve ser muito bom mesmo, vou sugerir a diretoria do Figueirense troca-lo pelo Willian, cara voce é ridiculo.

  • Mario L. Nascimento diz: 3 de maio de 2010

    Mais uma para a galeria dos atos anti-desportivos do bi-campeão catarinense: o time do Avaí não voltou ao gramado da Arena para receber a premiação como vice-campeão do Turno do Campeonato Catarinense. Mais uma justificativa para não dar voto à sua diretoria pelo campeonato. Quem quer ser grande precisa saber perder. Essa omissão – da qual só tive conhecimento hoje – mostra que o Avaí não sabe. E precisa também saber ganhar. O comportamento da diretoria na Arena no primeiro jogo das finais mostra que também não sabe ganhar.

    Lamentável…

  • jonas diz: 3 de maio de 2010

    CONCORDO COM QUASE TODOS MENOS O GOLEIRO O ZÉ CARLOS FOI O CARA EM TODOS OS MOMENTOS DO AVAI SEU AMIGO CASTIEL TA DE BRINCADEIRA ELEGENDO O MARCIO GOIANO COMO MELHOR TÉCNICO VC FALOU TUDO QUANDO DISSE QUE O CHAMUSCA TINHA QUE SUPERAR O SILAS NO SEU TRABALHO E JÁ COMEÇOU NO ESTADUAL FOI MELHOR É SÓ VER AS TRAJETÓRIAS . SÓ UMA RESSALVA MORO NO RIO VERMELHO E AQUI NÃO PAASA TV COM SÓ PELA INTERNET MAS É UMA VERGONHA COMO TRAVA PARA AASISTIR PEDE PROS CARAS DAÍ ARRUMAREM ESSE PROBLEMA AFINAL A RBS JÁ É GRANDE PARA TER ESSES PROBLEMAS NÃO CONCORDAS CONTO CONTIGO ABRAÇO

  • O Analista diz: 4 de maio de 2010

    Todos que foram escolhidos para compor a seleção realmente merecem, pois muitos se destacaram e sempre haverá discordância entre os blogueiros. Apenas discordo com relação ao atacante Felipe Oliveira; ele foi o melhor até a estréia de Willian, que ocorreu somente a partir da QUINTA rodada. Ao final, ultrapassou seus concorrentes, (com 13 gols contra 12 de Felipe) e provou ser o melhor jogador do Campeonato. Se Felipe Oliveira é o craque, então Willian seria um gênio do futebol.

    Do blogueiro: Ponto de vista interessante. Está registrado. Abraço

  • Patricia diz: 4 de maio de 2010

    olá, sou alvinegra, mas não concordo que o marcio goiano seja melhor treinador..ele veio praticamente no 2 turno..mostrou que veio pra ficar, e melhorar o figueira.
    mas chamusca alem de campeão o avai disputou os dois turnos..
    claro…com ajudas…
    mas na minha opinião o campeão eh sempre o melhor…
    Se o figueira não tivesse sido roubado nos dois classicos teriamos ganho esse campeonato.isso eh fato.
    mas como quem ganha os melhores eh Grupo RBS e Delfim…o avai ta melhor!

  • Douglas diz: 4 de maio de 2010

    kkkkkk. daonde felipe oliveira e pantico…… o Artilheiro da Competição fica de fora da dupla.”atacantes vive de Gols”e assim foi pra willian pra min o Craque do Campeonato”

    Do blogueiro: Fiz meu mea-culpa sobre o Willian, citei ele, que eu tinha esquecido mesmo, como um dos destaques. Mas o ataque eu mantenho como está. Abraço

  • Fabricio Joaquim diz: 4 de maio de 2010

    Nobre Braga,

    Desculpe-me, mas preciso discordar de você com relação aos laterais da sua seleção.

    1) Você disse que Patrick tomou o lugar do Tesser na reta final. Ora, o Tesser nem jogou o primeiro jogo da final por contusão e jogou no sacrifício aquele jogo na Ressacada. Como você pode comparar os dois numa situação dessas? Veja ao longo da competição. O Tesser é o melhor do campeonato, sem sombra de dúvidas. Quando ele está 100%, não tem pra ninguém, ele bota qualquer um no chinelo.

    2) Lateral esquerdo do Figueirense? O Eduardo do JEC é o lateral revelação deste ano. Naquela partida da decisão no returno, mesmo jogando no Scarpelli, o garoto do JEC deu um baile na defesa do Figueirense. E digo mais: o JEC não quiz fazer gol naquele jogo pra deixar os dois da capital se matarem.

    3) Sávio no meio? Eu já comentei em vários blogs aqui: o Caio ou até mesmo o Davi são bem melhores. Tanto é que o time considerado titular do Avaí sempre passou por maus bocados, sendo ajudados sempre pelo “homem do apito amigo”. Caso contrário, o Avaí nem estaria na final. E isso é fato! Todo o Estado assistiu aos jogos que “colocaram” o Avaí na final. Enfim, tem coisas que não podemos admitir.

    Forte abraço e saudações tricolores!

    Do blogueiro: Fabrício, aceito as tuas colocações e a de todo mundo que discorda das minhas escolhas. Longe de mim querer ser dono da verdade, só dei minha opinião e convidei os leitores a opinar também. Isso que é legal, mas tem gente que já apela, não gosta de ser contrariado. Não é teu caso. Abraço

  • Matheus Gallina diz: 4 de maio de 2010

    Meu senhor amado!!!!
    Pantico no lugar do melhor jogador do campeonato, Willian???
    Etaa bairrismo!!!!

  • Matheus Gallina diz: 4 de maio de 2010

    Vou lançar meu time, salientando dois pontos que todos deveriam:
    Premiar regularidade e não jogador que jogou duas partidas bem apenas, mesmo sendo no fim, pois o pensamento imediatista impera em uns comentaristas por aí. Tem cara escalando Davi em alguns times, que jogou bem nas finais, e João Filipe, que foi um monstro nas finais, não. Aí além de ser incoerente, falta critério.

    E também não a qualidade do jogador em si, mas sim o que ele fez NA COMPETIÇÃO, caso contrário Wilson seria titular obviamente.

    Meu time: Zé Carlos, Uendel, Émerson, João Filipe (comeu a bola o campeonato todo, superior ao Rafael), Lucas (muito melhor que o Tesser que também foi bem), Thiesen, Carlinhos Santos, Maicon (função tática perfeita e bem o campeonato todo – regular e eficaz), Ricardinho (ou Firmino, mas como esse virou titular um pouco mais tarde fico com Rircardinho – esse pensamento também exclui Caio e TIRA TOTALMENTE o Davi e o Sávio), Willian (teve comentarista colocando Pantico no lugar, é mole?) e Felipe Oliveira.

    Árbitro: Bezerra (o menos pior).
    Revelação: COM CERTEZA ABSOLUTA Roberto Firmino.
    Craque: Willian

    Antes que eu me esqueça…
    TÉCNICO? Márcio Goiano COM CERTEZA.
    Melhor técnico é quem pega um time que tem 10x mais condições financeiras que o segundo colocado de uma competição e sofre para ganhar mostrando um futebol mediano e inferior, em minha opinião, que o rival, ou um que pega um time desacreditado, rebaixado, que acabara de perder 3 jogos seguidos em casa e faz a melhor campanha do campeonato?
    Silas foi pior que Gallo em 2008?

    Discordo veemente da escalação de Chamusca.

  • Edson Santos diz: 4 de maio de 2010

    Ora, ora, você é uma piada, Braga, chega até ser ridículo, tirou o diploma na Furb? Haja opinião ruim assim, pior que você, só o Dunga.

    Essa não é a seleção do campeonato, e sim a seleção PIADA do sr. Rodrigo Braga.

    Sem mais!

    Do blogueiro: Nossa, obrigado pelas palavras gentis. Mas argumento inteligente pra tanto rancor que é bom, nada. Abraço

Envie seu Comentário