Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Brusque e JEC tiram a vaca do brejo

27 de maio de 2010 27

Pouca gente acreditava. Mesmo com os melhores times desse turno da Copinha, Brusque e Joinville deram uma tremenda vacilada nos jogos de ida. O time do Vale tomou 4 a 1 em Chapecó, o JEC levou 2 a 0 do Tigre no Sul. Estava difícil, mas o que se viu nesta quinta-feira foi daquelas noites inesquecíveis para as duas torcidas.

Brusque e Joinville foram heróicos, tiraram a vaca do brejo e farão a final do turno. Primeiro jogo na Arena, fim de semana. Decisão no Augusto Bauer na outra quarta, dia 2 de junho.

O Brusque, especialmente, foi fantástico. Poucas vezes na vida vi um time reverter um 4 a 1 do primeiro jogo. Me lembrou, guardadas as proporções, aquele Santos de 1995, que na semifinal revertou um 4 a 1 do Fluminense enfiando 5 a 2 no segundo jogo, no Pacaembu. E detalhe, todos os gols do 3 a 0 do Bruscão foram na etapa final, num espaço entre os 18 e os 29 minutos. Rafael Xavier, duas vezes, e o bom garoto Valdo mostraram que impossível é só uma palavra no dicionário. Apoteose no Augusto Bauer, noite realmente para ficar na história do clube.

Na Arena, esforço recompensado do JEC, mas não chegou a ser tão inacreditável assim. Até porque o tricolor é bem superior ao Criciúma, que ainda está se ajeitando após um começo de ano tenebroso, o que faz do 2 a 0 que garantiu o time do Norte um resultado até certo ponto normal.

Agora, as finais. Imprevisíveis, na minha opinião. Mas que sejam dois jogos como os dessa noite. Seria pedir demais?

Comentários (27)

  • paola diz: 27 de maio de 2010

    Nossa, que jogaooooo! aeeeeeeeee bruscão. fico feliz…. os times do vale tem lugarzinho especial sempre

  • Mario L. Nascimento diz: 27 de maio de 2010

    Braga, mais uma vez o regulamento da Federação tem falhas incríveis. Uma delas determina que a vantagem no segundo jogo não seja do time de melhor campanha. JEC e Brusque fizeram campanhas iguais na primeira fase, com 100% de aproveitamento. Nas semi-finais, da mesma forma, cada um fez 3 pontos (50%). O JEC fez um saldo de gols melhor, apesar de ter feito um jogo a menos. Portanto a campanha do tricolor foi melhor. Mas quem joga com vantagem é o Brusque.

    Na outra confusão de regulamento evitei comentar que os estes são mal escritos. Agora não tem jeito. Foi feito um remendo em função da saída do CAHA e foi muito mal feito. Não dá para aliviar. É incompetência mesmo. Para se ter uma idéia, o artigo 13 diz que que o mandante do segundo jogo da final do returno é “a associação que obtiver o maior número de pontos ganhos obtidos na soma das Fases Inicial e Semifinal desta 1ª Etapa (TURNO)”. Dá para acreditar?

  • cassiano diz: 27 de maio de 2010

    Gostaria de saber como a segunda partida da final será em Brusque se o aproveitamento dos clubes é igual e o Joinville com um jogo a menos tem um saldo de gols melhor que o do Brusque?

  • Carlos G. Klann (Joinville-SC) diz: 28 de maio de 2010

    É inacreditável a falta de competência e organização da FCF!! Lógico que um time que tenha um jogo a mais leve vantagem… Mas o JEC, MESMO COM UM JOGO A MENOS, tem melhor saldo de gols, além do aproveitamento igual dos pontos… Como que a final não será em Joinville???

  • JECeano diz: 28 de maio de 2010

    Um NOVO triunfo emcima de um VELHO freguês. Que venha o Brusque!

  • Cleber diz: 28 de maio de 2010

    Mario se informe melhor ! Foi feito uma média ponderada entre partidas e saldo de gols ! E o Brusque ficou na frente do JEC por um décimo. Por iso leva a vantagem do empate ! Nada mais justo !

  • Silvio diz: 28 de maio de 2010

    O regulamento, ah o regulamento…

    Bem está escrito deve ser seguido!

    Ou não???

    Sei de caso que o que está escrito neste regulamento, está indo a recurso …

  • Felipe diz: 28 de maio de 2010

    Sério que os Jequeanos acham um problemão jogar a segunda partida em Brusque???
    Passou até o tempo que os torcedores achavam que o time ainda era uma potência no estado.

    Valeu Brusque por ter dado o troco ao Janelense II: 3 gols em 11 minutos. haha

    Vamo Vamo Bruscão! Depois que se livrou do cancêr (Viola) decolou!

    Saudações Avaianas!

  • juarez diz: 28 de maio de 2010

    Imprevisivel ??? huahuahuhauha

    Nessa hora pesa a camisa, e 13 titulos estaduais fazem a diferença …

    Sem mais para o momento

    Saudações JEQUEANAS …

  • emerson diz: 28 de maio de 2010

    Normal, JEC Campeão.

  • Fabricio Joaquim diz: 28 de maio de 2010

    Independente do regulamento, o JEC vai buscar esse título.

    Tenho certeza que o tricolor vencerá as duas partidas. Quem quer uma vaga na Copa do Brasil, precisa vencer em qualquer campo. Pra cima deles, JEC!

    Saudações tricolores!

  • Kleverson diz: 28 de maio de 2010

    Ah deixa, vamos jogar a segunda partida fora, enfiamos 4 no primeiro jogo e deixamos eles acreditando que somos como a Chapecoense. Aí vamos comemorar lá na cidade dos tecidos, tomando um chopp no platz e comendo um marreco lá na FIP.
    Jogando aqui a primeira ou lá em Brusque, o resultado é o mesmo. Vide Catarinense 2010.

  • cristiano diz: 28 de maio de 2010

    Mercosul de 1998 (Ano do Centenário do Vasco) Virada histórica do Vasco, a maior virada do Futebol Mundial

    Do blogueiro: Verdade, bem lembrado. Aquele jogo também foi histórico. Mas aquela Mercosul foi em 2000, se não estou enganado. 1998 o Vasco ganhou a Libertadores. Abraço

  • Flávio diz: 28 de maio de 2010

    Ao JECano! vale lembrar que na copinha de 2008, o Brusque foi campeão dentro da arena em Joinville! Creio eu que o fregues nao seja tão fregues!

  • Bruscão diz: 28 de maio de 2010

    choraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa….Joinville!! Na copinha o freguês são vcs!!…Lembram quem foi campeão a 2 anos dentro da Arena??
    E que venha o 3º título!

  • GABRIEL diz: 28 de maio de 2010

    Bruscão tem 6 jogos 5 vitorias media 2,5 ja o jec 5 jogos 4 vitorias media 2,4.É por isso q o jogo final é em BRUSQUE

  • emerson diz: 28 de maio de 2010

    Joinville já venceu a final antecipada. Brusque x Chapecoense era para decidir o vice-campeonato.

  • emerson diz: 28 de maio de 2010

    Brusque ganhou suado em 2008 do pior elenco do JEC na história (ainda foi nos penâltis!). Agora, com o Joinville em boa fase, sem chance pro brusquinho.

  • Wendel Laurentino diz: 28 de maio de 2010

    O pessoal do JEC devia lembrar que na penultima copa santa catarina nos ganhos do JEC la na arena.
    Também ganhamos praticamente todas dentro de casa, então quem é freguez de quem?

  • emerson diz: 28 de maio de 2010

    Alguma chance de o Brusque ganhar o turno? Resposta: NNNÃÃÃÃÃÃÃOOOOOO!!!!!!!

  • Mario L. Nascimento diz: 28 de maio de 2010

    Cleber (28 de maio 8:36 am), não foi falta de informação, não. O regulamento está sendo cumprido. Só que ele não é justo. A campanha do Joinville é melhor que a do Brusque e quanto a isso não há como discutir.A bobagem que escreveram no regulamento é que leva a essa injustiça. Para começar, não há média ponderada e sim média aritmética.

    O regulamento cita “sendo mandante do Jogo de Volta (segunda partida) a associação que obtiver o maior número de pontos ganhos obtidos na soma das Fases Inicial e Semifinal desta 1ª Etapa (TURNO), aplicando-se a média aritmética sendo mandante do Jogo de Volta (segunda partida) a associação que obtiver o maior número de pontos ganhos obtidos na soma das Fases Inicial e Semifinal desta 1ª Etapa (TURNO), aplicando-se a média aritmética, e observadas as mesmas regras estabelecidas nos §§ do artigo anterior”. Os parágrafos anteriores tratam dos demais critérios de desempate (número de vitórias, saldo de gols, e melhor campanha).

    Como foi feita a conta? Como manda o regulamento:

    Brusque: 15 pontos em 6 jogos, média aritmética = (12 + 3)/(4 + 2) = 2,5.
    Joinville: 12 pontos em 5 jogos, média aritmética = (9 + 3)/(3 + 2) = 2,4.

    Nem precisou fazer a conta de saldo de gols, que aliás o regulamento (absurdamente mal escrito) nem deixa claro se seria feita a média ou se esta se aplicaria apenas para o número de pontos.

    Onde está a injustiça? Da forma como foi feito, cada jogo a mais aumenta o denominador do Brusque em 25%. Já para o Joinville o incremento é de 33%. Como os desempenhos dos dois foram iguais na primeira fase, o Joinville tendo o mesmo desempenho do Brusque nas semi-finais acabou sendo penalizado por ter jogado menos. É fácil provar que na situação que se colocou (os dois com aproveitamento de 100% na primeira fase), o Joinville só conseguiria empatar na média de pontos se os dois também tivessem 100% nas semi-finais.

    A média deveria ser feita apenas para a primeira fase, em que o número de jogos de JEC e Brusque foi diferente. Os pontos das semifinais deveriam ser somadas à média da primeira fase. Aí sim haveria uma ponderação justa pelo número de jogos da primeira fase e das semifinais. Eis como ficaria e o que seria justo:

    Primeira fase:
    Brusque: 4 jogos; 12 pontos, média de 3 pontos/jogo; saldo de 8 gols, média de 2 gols/jogo.
    Joinville: 3 jogos; 9 pontos, média de 3 pontos/jogo; saldo de 9 gols, média de 3 gols/jogo.

    Aqui fica absolutamente claro que a campanha do JEC foi melhor que a do Brusque na primeira fase. Mesmo número de pontos por jogo e saldo de gols maior.

    Semifinais:

    Brusque: 2 jogos; 3 pontos, média de 1,5 pontos/jogo; saldo de 0 gols, média de 0 gols/jogo.
    Joinville: 2 jogos; 3 pontos, média de 1,5 pontos/jogo; saldo de 0 gols, média de 0 gols/jogo.

    Vamos então à soma dos pontos:

    Brusque: 3 + 1,5 = 4,5
    Joinville: 3 + 1,5 = 4,5

    O critério de desempate é o saldo de gols:

    Brusque: 2 + 0 = 2
    Joinville: 3 + 0 = 3.

    Este seria o critério justo. Mas o regulamento diz outra coisa e ele foi cumprido. É injusto, mas ninguém pode reclamar. Aceitaram a besteira que alguém escreveu, agora têm que ficar quietinhos. Neste caso o prejudicado foi o JEC. Poderia ser outro. Que aprendam a ler antes de aceitar e assinar. E que cobrem um mínimo de competência de quem escreve as bobagens no regulamento.

    Novamente chamo a atenção para a bobagem que tem no artigo 13. O mandante do segundo jogo da final do RETURNO é a associação que tiver melhor campanha na soma da primeira fase e semifinais do TURNO. Aí a confusão pode ser grande. Imagina se o Imbituba arrebenta no returno. Ganha tudo na primeira fase e na semifinal. Vai ter média de 3 no returno, mas o que vai contar vai ser o

  • Mario L. Nascimento diz: 28 de maio de 2010

    CONTINUANDO…

    Imagina se o Imbituba arrebenta no returno. Ganha tudo na primeira fase e na semifinal. Vai ter média de 3 pontos/jogo, no returno, mas o que vai contar vai ser o ZERO que vai levar do turno. Aí a briga vai ser boa. Porque quem tiver a vantagem vai querer que o regulamento seja cumprido. JEC e Brusque, com as melhores campanhas no turno não vão aceitar mudança no regulamento agora…

    Acho que ninguém da Federação lê os blogs, porque estão pouco ligando para o que a imprensa e o público pensam. Mas se alguém estiver lendo, pode me procurar que eu ajudo a escrever os regulamentos. Reconheço que não sou grande coisa, mas em terra de cego quem tem um olho é rei. Nunca vi tanta incompetência. E os clubes aceitam sem questionar…

  • Mario L. Nascimento diz: 28 de maio de 2010

    Apenas para não passar em branco, o critério de somar as médias também não é o mais justo. Eu multiplicaria a média da primeira fase do time que jogou menos pelo número de jogos do time que jogou mais. Assim as comparações seriam feitas na mesma base e cada jogo teria o mesmo peso. Depois, seria só somar os desempenhos da primeira fase com os das semifinais. Como o Brusque jogou mais, o ajuste seria feito apenas para o Joinville. Eis o resultado:

    Primeira fase:
    Joinville: 3 pontos/jogo x 4 jogos = 12 pontos (desempenho de 100% em 4 jogos, o mesmo do Brusque). saldo de 3 gols/jogo x 4 jogos = 12 gols de saldo (maior, portanto, que o do Brusque).

    Somando com o desempenho nas semifinais:
    Joinville: 12 + 3 = 15 pontos; saldo 12 gols.
    Brusque: 12 + 3 = 15 pontos; saldo 8 gols.

    Há ainda outras questões que poderiam aparecer caso um dos clubes tivesse desempenho melhor que o outro nas semifinais ou na primeira fase. As hipóteses são inúmeras. Daria pra escrever um livro.

  • Mario L. Nascimento diz: 28 de maio de 2010

    E sobre o jogo, o Joinville que se acautele. Se ganhou as duas do Brusque no estadual, fez só um ponto em 6 contra o técnico do Brusque. E o time do Vale mostrou que não está pra brincadeira. A goleada no Oeste não garantiu a Chapecoense.

  • Mauricio – Avaí diz: 28 de maio de 2010

    Mario L. Nascimento,

    Aja paciência para ler todos esses teus comentários… seja breve e objetivo.

  • Kristian diz: 28 de maio de 2010

    Parabéns Mario! Simplesmente impecável seus comentários!

    Porém, agora não tem jeito, já foi.. Sabemos que a FCF é incompetente, mal intencionada e totalmente parcial; aliás ultimamente de uma forma bem mais voraz!

  • Mario L. Nascimento diz: 28 de maio de 2010

    Maurício, eu concordo com você que tem que haver paciência para ler e talvez aqui não seja o melhor espaço para explicar tudo isso. É que não tem muito jeito de explicar de forma mais concisa. Ou eu não tenho competência para tanto. Peço desculpas pela falta de habilidade.

    A paciência que nem todos precisam ter para acompanhar minha análise prolixa no blog não passa de obrigação de quem escreve os regulamentos (alguém da Federação) e de quem deveria analisá-los antes de aceitar e assinar (departamento jurídico dos clubes).

    Kristian, mesmo que se possa admitir que a FCF tenha todas as “qualidades” que você citou, neste caso foi só incompetência mesmo. Má intenção ou parcialidade só existem quando se sabe quem será o beneficiado. Nâo dava para adivinhar quando o regulamento foi escrito.

Envie seu Comentário