Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Procura-se bom futebol na Copa

16 de junho de 2010 2

Escrevi esse texto abaixo para a edição impressa do Santa dessa quinta-feira. Ele fala do espírito que a primeira rodada da Copa me causou, mas ao menos o primeiro jogo da segunda rodada já nos deu esperanças de que a coisa vai melhorar: futebol envolvente e vitória com fartura de gols do Uruguai (quem diria) sobre a África do Sul (que, como previsto, vai abandonar o barco ainda na primeira fase, para alegria de quem não suporta mais as irritantes vuvuzelas).

Sou um otimista, e acho que essa Copa, apesar de tanta preocupação defensiva, ainda vai empolgar. Até porque agora as equipes precisarão vencer para seguir em frente (bem diferente da estreia, quando, além do nervosismo natural, é crucial não perder). Ficar lá atrás só se defendendo nos próximos jogos significa marcar para a semana que vem a passagem de volta para casa. Oxalá.

Abaixo, o texto da edição impressa do Santa:

Sou um apaixonado por Copa do Mundo, viciado confesso. Consigo enxergar empolgação onde ninguém vê _ fui capaz de acordar animadão no domingo cedinho pra ver Argélia x Eslovênia. Só porque é Copa. Mas confesso: estou perdendo a paciência.
Conheço gente que vibra com esquemas táticos defensivos, que vê beleza em ferrolhos do tipo que estão prevalecendo na África. Mas sou como a maioria: não aguento mais tanto medo de perder, o que coloca algumas seleções até com o roupeiro dando bico na zaga pro lado que está virado. Somado a isso a tal bola que mais atrapalha do que ajuda (nunca vi tanta gente matando de canela e chutando na lua), e temos uma falta de gols de desanimar.
Torço para que essa Copa ainda seja salva nos próximos jogos, mas já sugiro à Fifa uma solução para as próximas: na hora do cara e coroa, quem ganhar já dá a saída vencendo por 1 a 0. Quem sabe assim ao menos um dos times se anima a atacar. Que me perdoem os amantes das táticas defensivas, mas eu que é ver gol. Devolvam o meu futebol!

Comentários (2)

  • samuel diz: 17 de junho de 2010

    Braga, com o futebol jogado na copa até agora, ja estamos com saudades dos jogos do catarinense…

  • Rodrigo Schotten diz: 17 de junho de 2010

    Eu tive uma idéia para melhorar um pouco o ânimo dos jogadores: Se o jogo terminar empatado ele vai para a prorrogação (independente se é ou não mata-mata) e somente se persistir o empate é que é dado o fim de jogo. Se ficar 0×0 ninguem leva ponto. Pelo menos acabaria com jogo de compadre.
    Abraços

Envie seu Comentário