Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Avaí de Lopes é outro time

22 de julho de 2010 14

Este blogueiro que vos escreve admite: não faz nem um mês foi totalmente contrário à contratação de Antônio Lopes para substituir Péricles Chamusca no Avaí. Entre outras coisas, disse, aqui mesmo, que Lopes estava ultrapassado.

Pois é, errei. Humildemente admito.

Não que Lopes não seja ultrapassado, até é. Mas é inegável que ele manja muito desse troço chamado futebol. Desde que voltou da parada da Copa, o Avaí, sob a batuta do delegado, é outro time. Taticamente disciplinado, ousado e até, por que não, com uma pitada de sorte. E ainda começa a mostrar ao Brasil o talento de algumas promessas, caso do atacante Roberto (não marcou no Maraca, mas deu trabalho). Tanto é que Sávio, que veio para ser estrela, faz tempo que não joga e, já recuperado, não faz falta não ao time. Ou faz?

O mérito de Lopes é saber enxergar o jogo ali do banco de reservas. No primeiro tempo, o Avaí era presa fácil para o Flamengo, que foi para cima e abriu o placar. Poderia até feito mais enquanto o time catarinense tentava se encontrar. E o que fez o treinador? Mudou o cenário no intervalo. Além da habitual chacoalhada na turma, tirou os apagados Diogo e Robinho e colocou Marcos e Davi. Bingo!

O Avaí da etapa final fez pouco caso do fato de estar enfrentando o atual campeão brasileiro no Maracanã. Encurralou o Flamengo e chegou ao merecido empate com um golaço de falta do zagueiro Gabriel. Um balaço na gaveta, chute raro que só confirma aquela máxima: quando a fase é boa…

Para Lopes, o Avaí poderia até ter tido melhor sorte, e poderia mesmo. Mas o empate ficou de bom tamanho, um belo resultado para um time que segue em ascensão no campeonato. Sábado, enfrenta um cambaleante Atlético-MG na Ressacada. Se vencer, pode até ir parar no G-4.

E Antônio Lopes, o delegado, merece aqui os méritos. O Avaí tem um objetivo claro, achar um padrão de jogo e lutar para permanecer na elite. A primeira parte ele já fez logo de cara. E com isso ao que tudo indica vai facilitando a segunda tarefa, pois o Avaí mais uma vez vai frequentando as posições de destaque na tabela.

Se nada ainda está ganho, obviamente, o “velhinho” Lopes ao menos já nos mostrou que merece crédito e respeito. Deixemos o homem trabalhar, então.

Comentários (14)

  • Fernando Avaiano diz: 22 de julho de 2010

    Normalzinho o empate, claro que fico chateado com o empate, um absurdo o resultado negativo com esse time ruim do Fla, essa turma da penita é fogo, he, he, he.

  • Mauricio Avaiano diz: 22 de julho de 2010

    Braga, e a cariocada babaca achava que ia fazer festa em cima do LEÃO!!

    Time medonho este do “framengo”, senão fosse o Pet estaria brigando na ponta de baixo da tabela!

    Nossa briga para buscar a Sulamericana no final do campeonato continua! Abraço.

  • Alexandre Carlos Aguiar diz: 22 de julho de 2010

    Pois é, essa história de sorte é que eu discuto. O que é a sorte? Não existe isso. Existem são oportunidades e competências, aliado às probabilidades. O Flamengo teve oportunidades no 1o. tempo e uma competência, da mesma forma o Avaí no 2o. E as probabilidades de alguém fazer um gol enquanto está no ataque são inerentes à característica do próprio futebol, um negócio cheio de alternativas. Ou seja, prefiro dizer que no momento da definição alguém é mais competente do que outro, se estiver no ataque, do que achar que um resultado se constrói na sorte ou no azar.

    Do blogueiro: Concordo contigo, Alexandre. A questão sorte ou azar é quase um tempero, entendes? Faz parte do folclore do futebol e vez por outra aparece, sim. Mas na essência o que importa é o que tu destacou. Sem trabalho a sorte não vai ajudar em nada. Abraço

  • Patrícia (campeche) diz: 22 de julho de 2010

    Meu amigo braga,

    Concordo com você em número, genero e grau. Quando a fase é boa, tudo é bom, treinador, jogadores, presidente, etc…….
    Eu que sou uma defensora dos idosos, aposto na experiência e na sabedoria dos idosos. Vai que é tua Antonio Lopes, os avaianos estão contigo.

  • gilberto diz: 22 de julho de 2010

    Prezado Rodrigo
    Parabéns, é muito difícil encontrar na cronica desportiva catarinense alguém que, admita se precipitar ou equivocar num comentário. Achei seu comentário sobre Antonio Lopes, perfeito.

  • Julio de Blumenau diz: 22 de julho de 2010

    Braga, dizer que Lopes surpreende não é possivel. Ele possue experiência suficiente e a coloca a serviço do Avaí com sucesso. A bagagem no futebol o torna invicto nesta volta ao futebol brasileiro comandando uma equipe ajustada pelo Chamusca. Sabiamente Antonio Lopes apenas prosegue o trabalho e deve logo entrar no G4.

    Do blogueiro: Júlio, surpreende sim. Que outro bom trabalho o Lopes havia feito recentemente? Começou muito bem, não só ganhando os pontos como ajustando o time em campo, o que lhe dá ainda mais mérito. E sim, tens razão, ele teve a humildade de manter o que estava sendo bem feito pelo Chamusca, apenas com alguns toques pessoais, diferente da maioria dos técnicos, que ao chegar mudam tudo pra mostrar serviço. Mas três rodadas não definem nada, o trabalho precisa continuar no mesmo nível, e esse é o desafio. Tá aí o Celso Roth pra comprovar: sempre começa voando e o fim todo mundo sabe como é. Abraço

  • Sergio diz: 22 de julho de 2010

    Por isso que eu tenho raiva da imprensa, metem o pau antes mesmo de o cara começar a trabalahar ai depois queimam a língua e tem que pedir pinico para os seus leitores.
    Assim não imprenssa brasileira, tem que mudar essa visão de vocês, esta na hora já.
    Abraços e tudo de bom.

    Do blogueiro: Menos, Sérgio. Bem menos. Não critiquei o Lopes, apenas demonstrei minha desconfiança com a escolha dele. E não vejo problema nenhum em admitir o equívoco neste início, quem dá opinião sem medo de errar está sujeito a isso e não tem nada a ver com “pedir penico”. Pessoas como você que só querem ouvir o que gostam, devem adorar opiniões em cima do muro, que não dizem nada e fazem média com todo mundo, ou então deveria morar em Cuba ou na Venezuela, onde a opinião vai sempre de encontro aos interesses do ditador. Na boa, reavalie teus conceitos de imprensa. Abraço

  • Fernando Avaiano diz: 22 de julho de 2010

    Eu imagino se fosse dado um pouco mais de qualidade ao time dirigido pelo Delegado, teríamos condição de vencer o nacional, não sei, talvez. Um bom zagueiro que saiba sair jogando, um meia de qualidade e mais 1 atacante matador de nome, o Avai faria história no Brasileirão. É imprescionamente a simplicidade e a vontade do Lopes dentro do leão, um cara que já dirigiu bons times, Campeão Nacional, ainda se motiva dessa forma com 60 e lá vai cacetada, quem sou para não me motivar também e ir ao estádio.

  • Rodrigo Silva diz: 22 de julho de 2010

    Você achou o ponto chave de toda essas história: Não é só o fato de ser m bom treinador. O que conta mais pro Lopes é a experiência dele. Já esteve no banco em milhares de jogos. Só no maracanã devem ter sido centenas. Basta 15 minutos observando o jogo que ele já é capaz de prever quase tudo que vai acontecer. Aí olha pro banco, escolhe as melhores opções e acerta o time. O cara é fera mesmo. Está fazendo toda a diferença.

  • Ted Love diz: 22 de julho de 2010

    Só pra lembrar…Como técnico, o Péricles Chamusca é um bom maqueiro, e olhe lá!

  • Eduardo M diz: 22 de julho de 2010

    Braga ,

    Vamos por partes.

    1. Quanto ao Lopes , fui um dos que o defendi aqui. Releia o seu post sobre a chegada do Lopes.

    O Antonio Lopes é um daqueles técnicos que a imprensa de SP nunca badalou e isso o marcou. Mas trata-se de um dos maiores vitoriosos técnicos em ação , com dois titulos brasileiros , uma Libertadores , uma Copa do Brasil , um Rio-São Paulo e três titulos cariocas. Além disso , trata-se de uma pessoa de grande carater , com quem tenho o privilégio de cruzar algumas vezes.

    2. O jogo de ontem. O Avai fez um bom segundo tempo. Taticamente falando. O Flamengo está enfraquecido , passando por uma fase de reformulação total , sem a pressão por um brasileiro , recém conquistado.

    3. O proximo jogo é traiçoeiro e merece muito cuidado. A colocação do Atlético MG é justa nesse momento. Ninguém perde 7 em 10 partidas por um simples azar…O time está muito mal nas mãos do badaladissimo Luxemburgo. Mas ontem ( eu vi o jogo ) , o time levou um baile do Internacional , que pos o time do Luxemburgo na roda.

    Bom , Braga , agora vou me preparar para ver o meu time hoje a noite. Não vejo vantagem em ser lider agora , mas se colocam no teu colo , você tem que pegar. Mas o Cruzeiro é um baita time.

  • Eduardo M diz: 23 de julho de 2010

    Braga ,

    Fui ontem ao Maracanã. O ponto alto do jogo foi a justa homenagem feita ao técnico Cuca , antes da partida. Não fosse ele com a sua coragem de assumir e mudar completamente o Fluminense no começo do returno do ano passado , a situação hoje seria bem diferente.

    O jogo de ontem foi o puro reflexo do pensamento tático dos treinadores. O Cruzeiro do Cuca saiu para o jogo , controlou o meio de campo e fez forte marcação no Conca e nos laterais ( aliás , o Mariano é hoje o melhor da posição jogando no Brasil ). Merecia a vitória no primeiro tempo. O Fernando Henrique foi perfeito. A saida do Gilberto no final do primeiro tempo mudou o panorama do jogo.

    Sai do Maracanã com duas convicções. O Fluminense entrou de vez no esquema de jogo do Muricy. Vence de 1×0 , se fecha todo e começa a mostrar uma solidez no sistema defensivo como há tempos o time não tinha. E o Cruzeiro , caso o Montillo renda aquilo que dele se espera , será um fortissimo candidato ao titulo.

    A minha previsão de hoje é uma disputa forte entre Fluminense , Corinthians , Cruzeiro e Internacional. Mas…

    O Fluminense chegou aos 22 pontos em dez jogos com sete partidas de invencibilidade. Faz seus dois próximos jogos no Rio , contra o Botafogo e o Atlético Paranaense. Tem amplas chances de chegar aos 28 pontos em doze jogos. Como tinha feito 5 das 7 partidas antes da parada da Copa fora de casa , o Fluminense tem uma sequencia grande de jogos em casa. Nas proximas 14 rodadas , só visitará o Gremio , o Goias , Guarani e Atlético GO.

    É muito cedo ainda , mas se o Fluminense vencer seus dois próximos jogos , chegando aos 28 pontos em 12 jogos e com a sequencia de jogos em casa que terá ainda , o sonho de voltar a Libertadores estará muito bem encaminhado. Mesmo tendo feito apenas 33% do campeonato.

    No domingo , o atacante Emerson e o volante Bellettti já ficam no banco. O Valencia deverá ficar a disposição na partida contra o Atlético PR e o Deco deve ser apresentado oficialmente na próxima quarta-feira.

  • Eduardo M diz: 23 de julho de 2010

    Braga ,

    Nesse exato moomento , estão reunidos no Itanhangá Golfe Clube , Muricy e Ricardo Texeira…Segundo já me falaram , o acerto já ocorreu.

    Falta definir se ele assume só em janeiro e fica , por exemplo , o Rene Simões até dezembro , ou se ele já assume agora.

    O almoço entre Adilson Batista e Muricy Ramalho na semana passada não foi a toa…

    Do blogueiro: É verdade, essa tu antecipou, hein. Parabéns

  • Namur diz: 24 de julho de 2010

    Ultrapassado 1 x 0 Atualizado. Vencemos…
    Sem essa de ultrapassado, quem sabe, sabe, e não há fórmulas mágicas ou milagrosas.
    Um pouco de sorte e dedicação, ajudam e ajudarão, não esquecendo que a sorte está sempre do lado dos competentes.

Envie seu Comentário