Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A Fórmula 1 é uma piada de mau gosto

04 de novembro de 2010 9

O título desse post já não é novidade para ninguém, e faz tempo. Eu mesmo desisti de compactuar com a farsa depois daquele episódio na Alemanha. Como dizem por aí, nunca a modalidade mereceu tanto o apelido de circo.

Pois é, e pelo jeito tem mais gente querendo entrar no picadeiro.

Domingo tem GP do Brasil e, com vontade de aparecer comum aos que militam nos tribunais que insistem em interferir no esporte, um promotor paulista disse nesta quinta ao jornal Folha de S. Paulo que se Felipe Massa repetir em Interlagos o jogo de equipe que fez na Alemanha (e que fez no mesmo circuito paulistano há três anos, dando o título ao companheiro Kimi Raikkonen), pode sair do cockpit direto para a delegacia, preso.

Agora peraí um pouquinho que eu vou dar umas risadas:

Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha…

Desculpem a obviedade das risadas, é que não sei fazer aquelas risadas dos ratos de internet.

Pois bem, o argumento do tal promotor (me recuso aqui a dar o nome dele e ajudar a fazer o que ele quer, aparecer) até é louvável: está no Estatuto do Torcedor a proibição de armações em eventos esportivos. Fato.

Só que, primeiro que, pra mim, Fórmula 1 não é esporte (discussão longa essa já). Segundo, que todo mundo já sabe (até quem não queria enxergar) como funcionam as coisas lá, como os interesses se impõem diante de conceitos de esportividade. E, por último, que se o Estatuto do Torcedor fosse aplicado de verdade, em áreas bem mais importantes que essa, teríamos um esporte bem melhor no Brasil, em todos os sentidos, sobretudo no respeito com o consumidor final, o público. Tanto rigor poderia, por exemplo, ser usado para cobrar menos roubalheira e mais respeito com o dinheiro público nas obras da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016. Então, meu caro, fica a dica: faça isso e não vá atrás de mídia fácil e projeção (afinal a F-1 é um evento mundial) baseado em uma brecha jurídica (sempre elas).

Tenho má vontade com interferências jurídicas no futebol e no esporte em geral (quem me lê há mais tempo sabe bem disso). E fico ainda mais indignado quando vejo gente querendo aparecer usando estes artifícios. A Fórmla 1 já é um caso perdido, meu caro, vá brigar (se de fato as intenções são legítimas) por algo que realmente possa mudar a cara do esporte brasileiro.

Ah, e aqui vai a minha opinião: apesar das ameaças amedrontadoras do tal promotor, Alonso pode até não ser campeão já em Interlagos (mas será em Abu Dhabi, na outra semana). Mas contará sim com a ajuda do fiel escudeiro Felipe Massa. Contratos são contratos. E trouxa de quem ainda acredita em outra coisa.


Comentários (9)

  • Omar Fernando Pessoa diz: 4 de novembro de 2010

    Verdade… Essa F1, a tempos vem sendo uma piada! Mas jogo de equipe eu não vejo problema, afinal é uma equipe!

  • emerson diz: 4 de novembro de 2010

    Braga, vamos ser sinceros: o Alonso é muuuiiiiiiito melhor que o Massa. Com ajuda ou sem ajuda, o Alonso ganharia. Massa é pé-de-chinelo, eterno coadjuvante, e digo mais: parabéns ao Alonso pelo título, o carro da Ferrari é muito pior que a RBR. Mas talento é talento, e o Alonso tem de sobra em relação aos demais pilotos. Eu, por gostar da fórmula 1, fico chateado quando tentam associar o sucesso do Alonso à ajuda ou entregada do Massa. Menos, né, pessoal, o Alonso é o cara, ou será que se a Ferrari permitisse o Massa teria chance contra o Alonso? (risos). Continue assim, Alonso. Seja penta, hexa, hepta, você é o melhor.

    Do blogueiro: Emerson, concordo que o Alonso é muuuuito melhor que o Massa, é um piloto que merece o título (até pq a Ferrari é inferior mesmo à Red Bull). Até por isso, por ser de uma classe superior de pilotos, ele não precisava ser tão chorão, exigir tantos privilégios (quando não teve, na McLaren, saiu emburradinho) e compactuar com todas essas lambanças. Não achas? Mas que ele é superior à turma atual, não resta dúvida. Abraço

  • Bah diz: 4 de novembro de 2010

    caramba…o cara é empregado da ferrari e assinou um contrato que especifica que a equipe dará preferência pra quem estiver na frente e em melhores condições de ser campeão….larga mão de ser chato…é assim mesmo…..ademais, ganham milhões de doletas ou euros pra pilotar carro…….me coloquem dentro de un desses com um contrato de 10 milhões por ano que eu deixo todo mundo passar na frente…hahahahaha…..vou cumprir o contrato direitinho….e só por uma temporada….e formula 1 não é esporte…é uma disputa pra ver quem tem mais conhecimento cintífico, tecnológico e os melhores engenheiros….

    Do blogueiro: É o que eu acho também, em partes. Abraço

  • djoni alvinegro diz: 4 de novembro de 2010

    Faz tempo q não dou audiência pra esse circo!! faz tempo!!

  • Pedro diz: 4 de novembro de 2010

    Onde eu assino? Braga, faz tempo que não acordo mais de madrugada pra ver essa palhaçada. Quando foi o Robinho, tudo bem.. esse sempre teve cagada no currículo. Agora, quando foi o Massa, a esperança dos Brasileiros na F1, acabaram com o “esporte” no Brasil. Simplesmente Ridiculo. Abraço.

  • Pedro diz: 4 de novembro de 2010

    Para aqueles que acham que jogo de equipe é normal. Vamos fazer uma reflexão. A F1 depende dos seus seguidores, afinal é por eles que os patriocinadores investem nas equipes. Os seguidores, em sua maioria, torcem para os Pilotos de sua pátria. Nós brasileiros por exemplo torcemos para Massa, Rubinho e B. Senna. Então como vamos ficar satisfeitos se as pessoas para quem torcemos DEIXAM os outros ganharem? Eu torço pro Brasil e não pra Ferrari. Estão acabando com a F1.

    Do blogueiro: Faz tempo.

  • emerson diz: 5 de novembro de 2010

    O problema de o Brasil não ganhar na F-1 é que só tem piloto fraco, e não por que eles não podem ganhar. Se aparecesse um louco que cag**** e andasse para os cartolas, e que fosse bom de verdade, aí teríamos chance. Mas, fala sério, o Massa já provou que é limitado, tô torcendo pro Di Grassi pegar uma equipe média, acho que os novos pilotos brasileiros que estão chegando estão loucos de vontade de pegar uma equipe boa para calar a boca desses pilotos medíocres que só envergonham o Brasil. Enquanto isso não acontece, torço para aqueles que ainda fazem valer a pena assistir a F-1: Alonso, Vettel, Hamilton…

  • Claudio diz: 5 de novembro de 2010

    Manda esse promotor assistir o brasileirão então!! Lá ta cheio de árbitro pra ele prender!!
    Cada uma que temos que ver por ai…

  • Eduardo M diz: 5 de novembro de 2010

    Braga ,

    Isso é um absurdo tão sem tamanho que me recuso a comentar o fato.

Envie seu Comentário