Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de novembro 2010

Avaí: agora é Sul-Americana

30 de novembro de 2010 3

Bom, Papai Noel apareceu mais cedo na Ressacada esse ano. Afinal, ninguém em sã conciência pode reclamar por lá do presentão recebido, a permanência na elite com uma arrancada no apagar das luzes, quando pouca gente ainda acreditava.

Mas sabe como é, não custa nada pedir outro. Seria melhor que a encomenda terminar 2010 com a vaga na Sul-Americana pelo segundo ano seguido. Parecia difícil, mas a tabela conspirou tanto a favor do Avaí nas últimas rodadas que agora não é nem um pouco improvável. Vejamos:

O jogo contra o Atlético-PR, que seria uma pedreira terrível até semana passada, agora não passa de um mero amistoso. E o clima no Furacão é totalmente down, já que o time deixou escapar a vaga na Libertadores no fim de semana. Bem diferente do Avaí, que vai leve à Arena, com sentimento de dever cumprido. Portanto, ganhar lá não é nenhuma missão impossível, e fazendo isso o Leão já estará na Sul-Americana.

Se empatar, precisa torcer para o Flamengo não vencer o Santos, na Vila Belmiro (outro amistoso), ou então que o Atlético-GO não saia vivo da batalha do Barradão, onde decidirá com o Vitória quem será o último rebaixado do campeonato. Se o time de Goiânia vencer, tira a vaga do Avaí (em caso de empate, claro). Para o Leão, portanto, o Vitória escapar (se vencer não muda nada pro Avaí nesse cenário, pois tem vitórias a menos), ou então que o Atlético escape da degola com empate. Combinação complicadinha, mas novamente nada impossível de acontecer.

E se o Avaí perder na Arena? Na real muda pouca coisa em relação ao cenário anterior. O Flamengo poderia no máximo empatar na Vila com o Peixe e Vitória e Atlético teriam que empatar no Barradão, o que rebaixaria o time baiano.

Ou seja, o melhor é ir a Curitiba pra ganhar e não depender de ninguém. Seria uma bela forma de encerrar um ano que dava pinta de ser trágico. E aí é só agradecer pelo Papai Noel gordo…

Desmonte no Figueirense? Preocupa?

29 de novembro de 2010 4

Passada a festa, é hora de pensar em 2011 no Figueirense, agora de volta à elite.

Nesta segunda, as primeiras notícias não foram boas. O empresário Eduardo Uram confirmou que quatro jogadores agenciados por ele estão deixando o clube. As perdas são consideráveis: João Filipe (bom zagueiro), Roberto Firmino (apesar de reserva, pra mim um dos melhores do time e que para me dar razão foi eleito revelação da Série B), Lucas (reserva útil) e Willian (ídolo da torcida e essencial na campanha do acesso).

Segundo Uram, vão em busca de novos mercados. Firmino já se sabe, vai para o Hoffenhein, time emergente da Alemanha. É o ônus de depender de empresários para montar times competitivos. Quando interessa (pra eles), tudo certo. Depois, é tapinha nas costas e até mais ver. Também é uma tradição da Série B ser vitrine para que jogadores com potencial apareçam para mercados maiores. Parece o caso.

Ou seja, o Figueira terá um desafio e tanto pela frente a partir de agora. Ao meu ver, já começou acertando ao optar pela permanência do técnico Márcio Goiano. Além de tentar manter jogadores que se destacaram, precisará reforçar o elenco para o Estadual e a Série A. Não é recomendável depender de empresários para isso, mas reconheço que isso não é tão simples assim e que são poucos os clubes que conseguem fugir dessa fórmula.

Foi esse um dos erros capitais do Avaí na temporada, a dependência exagerada do parceiro na contratação de jogadores.

Mas acredito que os dois clubes terão maturidade e planejamento para buscar uma boa solução para a próxima temporada. Santa Catarina estará em evidência no cenário nacional. Não é hora de errar e de fazer feio.

Viúvas do mata-mata voltam a atacar

29 de novembro de 2010 19

Cuidado, elas estão de volta. As viúvas do mata-mata no Brasileirão estão saindo das trevas para assombrar mais uma vez. Querem a volta do tempo em que ninguém entendia o que ia acontecer, que a bagunça reinava e outras cositas mais… Como se integridade tivesse a ver com fórmula.

Na real, as viúvas sempre estão por aí, à espreita, sorrateiras. Foi só essa discussão dos times entregando jogo ou não na reta final do Brasileiro para elas se assanharem e voltarem aos holofotes. Sai pra lá, assombração!! Ao menos a CBF já mandou avisar que não há chance de mudança na fórmula. Me tranquilizo moderadamente. Afinal, quem aí confia na CBF?

Os pontos corridos estão consolidados no Brasileirão, e assim que tem que ser. Esses jogos “suspeitos” nada mais são do que coincidências da tabela, que por outro lado reservou para a última rodada “finais” na disputa por vaga na Libertadores (Grêmio x Botafogo) e na luta contra o rebaixamento (Vitória x Atlético-GO). A fórmula atual premia a regularidade, nunca, jamais, haverá um campeão que não tenha merecido. Já no mata-mata… E tem mais: num eventual mata-mata (que gera desinteresse nas rodadas finais porque times já estão classificados ou eliminados) o cenário de times entregando ou poupando jogadores aconteceria da mesma forma. Ou seja, a solução não passa por aí.

Minha solução para quem pede tanto jogos de mata-mata é simples: basta a CBF trazer a Copa do Brasil para ocorrer paralelamente ao Brasileirão, o que ainda por cima fortaleceria a competição, hoje manchada por regras ridículas que deixam o atual campeão e os times mais fortes da temporada de fora. Assim, junto com o Brasileirão, todos poderiam participar.  Bastaria ainda um lobbyzinho básico junto à Conmebol para mandar a enfadonha Copa Sul-Americana para o primeiro semestre, para ocorrer paralelamente à Libertadores (aí sim, quem disputa uma não joga a outra).

Simples, não?

Só não me venham com esse papinho de mudar o Brasileirão, por favor. Seria um retrocesso que não cabe mais em um futebol que está aos poucos conhecendo a maturidade das regras claras. E premiando os que realmente merecem.

PS: Em vez de querer mudar a fórmula vitoriosa do Brasileirão, porque as viúvas não tentam convencer a CBF a dar um regulamento decente para as Séries C e D, como já foi debatido aqui no blog?

Outro PS: Admito que essa proposta do apresentador e narrador Milton Leite, de quem sou fã, achei interessante, apesar de falar em mata-mata. Mas seria um pouco diferente, não mexeria na disputa pelo título. Confiram aqui e opinem também.

Épico, Avaí escapa do rebaixamento

28 de novembro de 2010 29

Esse Avaí dos últimos jogos não merecia cair. De jeito nenhum.

E não cai mais! Vamos ter clássico catarinense na elite em 2011. Será um ano histórico para o futebol do Estado.

Só não precisava ter sido assim, com tanto sofrimento para o torcedor. Agora é fácil dizer que a virada do Avaí foi épica, que entrará para o rol dos principais jogos da história do clube. Diz isso pro torcedor que quase morreu do coração na Ressacada.

Foi um jogaço mesmo. Se Neymar fez a diferença no começo, fazendo uma jogadaça no primeiro gol, de Keirrison, e marcando ele próprio o segundo (e teve quem disse que ele jogar ou não seria indiferente), o Avaí tinha Caio em tarde iluminada. Não foram três gols, foram três golaços. Pediu música no Fantástico (evangélica) e garantiu a permanência do projeto avaiano na elite. Caio, o super-herói avaiano!

Em um ano com tantos erros no Brasileiro, escapar do rebaixamento com uma rodada de antecedência é muito mais do que poderiam sonhar os avaianos um mês atrás. É hora de repensar muita coisa e de se preparar para um 2011 melhor. Vale a festa, vale soltar o grito da garganta.

Mas que não se esqueçam: a torcida (depois que foi tratada como merece pela direção), a atuação de cinema de Caio (muito boa a sacada do chargista Zé Dassilva, “graças ao Caio eu não Caio”), a raça do time nos últimos jogos (fator Benazzi?) e até o Internacional foram decisivos para que o Avaí ficasse na elite. Todo o resto merece análise mais aprofundada.

Confira a lista dos vencedores da Meia Maratona de Blumenau

28 de novembro de 2010 3

O domingo de sol forte logo cedo não desanimou os mais de 1,4 mil corredores que participaram da Meia Maratona de Blumenau.
O primeiro sinal sonoro no entorno do Galegão soou para a Maratoninha de 600 metros, com crianças de até 13 anos. Às 8h da manhã teve início a principal categoria, a Meia-Maratona. Após pouco mais de uma hora o público viu o vencedor apontar na Rua Humberto de Campos, local da largada e chegada. Sivaldo Santos Viana completou a prova em 1h05min.
No feminino a vencedora foi Dione Chillemi, com o tempo de 1h19min. A corrida rústica, com 7,3 quilômetros, precisou de apenas 22 minutos para conhecer os vencedores, Mateus Soares Trindade no masculino e Elisângela Ferreira de Oliveira no feminino.
A prova contou pontos para o Ranking Caixa/CBAt de Corredores de Rua de 2010, em fase decisiva, e os vencedores receberam uma premiação no valor total de R$ 52,7 mil. Confira na tabela os ganhadores de cada categoria.

Meia Maratona

Masculino
1º Sivaldo Santos Viana _ 1h05min
2º José do Nascimento Souza
3º Elias Bastos
4º Roberto Rodrigues Oliveira
5º Sérgio Celestino da Silva

Feminino
1º Dione Chillemi _ 1h19min
2º Rosa Jussara Barbosa
3º Rosângela Gavinski da Silva
4º Luciana Beatriz de Lima da Luz
5º Adriana Sutil da Costa

Corrida Rústica

Masculino
1º Mateus Soares Trindade
2º Marcos Antônio Capistrano
3º Cézar Alonso de Oliveira
4º Marcos Pasqualini
5º Mirivaldo Souza

Feminino
1º Elisângela Ferreira de Oliveira
2º Fabiana Antunes da Silva
3º Joyce Maciel
4º Débora Amorim Koball
5º Adriane Rossi de Souza

Cadeirante

Masculino
1º Carlos Roberto Oliveira
2º Eduardo França
3º Edivaldo Dias Pedro
4º João Antônio Gonçalves
5º Paulo Antônio dos Santos

Feminino
1º Erinelda Silva
2º Gevelyn Almeida

Maratoninha
600 metros _ Até 13 anos

Masculino
1º Vinicius Theiss
2º Everton Machado
3º Lucas Amorim

Feminino
1º Ana Claudia Probst
2º Isadora de Lemos
3º Júlia Bianchi Oliveira

Maratoninha
1000 metros _ 14 e 15 anos

Masculino
1º Jucian Pereira
2º Asprilla da Silva
3º Leonardo Pereira

Feminino
1º Ana Paula Machado
2º Ana Paula Wilbert
3º Andressa Fernanda dos Santos

Marcha Atlética

Masculino
1º Moacir Zimmermann
2º Daniel Voigt
3º Diogo Dias Gamboa

Feminino
1º Cristiane Martini
2º Tânia Regina Splinder
3º Alessandra Picagevicz

Figueira leva o vice de brinde na Série B

27 de novembro de 2010 1

Em jogo de festa, o importante, claro, é a festa.

Portanto, meu comentário era o mesmo quando o jogo estava 2 a 1, será o mesmo com a vitória por 4 a 2. Os 90 minutos de bola rolando no Scarpelli foram apenas um dos atrativos da grande festa que o Figueirense preparou para festejar, merecidamente, a volta à elite. Grande público, homenagens, comemorações e… jogo. Pra melhorar, com vitória e de brinde o vice-campeonato da Série B, já que o Bahia tropeçou no outro jogo de festa (em pleno Morumbi, para todos os “baianos paulistas”, perdeu para o Bragantino por 2 a 0). Melhor para o Furacão, que ficou na posição que de fato mereceu nesta Série B ao longo de todas as 38 rodadas. Justo. Ficou melhor para a festa que rolou pós-jogo.

Sobre o jogo, basta dizer o seguinte: como o Figueira é muito melhor que o Paraná (basta ver a classificação), o resultado foi normal. Quando forçou, no segundo tempo, o time catarinense buscou a virada. Podia até ter feito a goleada clássica, em pênalti que o goleiro Wilson atendeu aos pedidos da galera e foi bater, mas mostrou que como batedor de pênalti é mesmo só um baita goleiro (prova disso foi a defesa que fez nos acréscimos). Bateu mal e o goleiro paranista catou. E a torcida? Aplaudiu, claro. Era festa. Valia tudo. Pra compensar, Pedro Carmona fez um gol de placa no fim, pra fechar a passagem do Figueirense pela Série B da melhor forma possível.

Agora, é festejar, claro, mas já pensar em 2011. Que os erros que levaram o Figueirense à Série B em 2008, e que não deixaram ele retornar já em 2009, não se repitam mais. Planejamento para a próxima temporada, com Catarinense e Brasileirão, precisa ser muito bem feito. Tem muita gente boa nesse elenco que conquistou o acesso (Reinaldo e Willian deveriam ficar), jovens revelados que ainda podem dar muitas alegrias ao torcedor alvinegro. Mas para a Série A, e para tentar quebrar a hegemonia do rival Avaí no Estadual, é preciso mais. O Figueira sabe disso, conhece o caminho.

Ah, e um pedido da torcida no Scarpelli merece ser avaliado com carinho pela diretoria: a permanência do técnico Márcio Goiano, que tem identificação com o clube e mostrou que o Figueira acertou em cheio ao apostar nele. Aliás, alguém aí lembra que a temporada começou com Renê Weber?

Ingressos para Soya/Blumenau x Sesi

27 de novembro de 2010 5

Mais uma promoção vapt-vupt aqui no blog:

Serão cinco ingressos para o jogão deste sábado à noite entre o Soya/Blumenau/Mart Plus/Barão e o Sesi (SP), um dos favoritos ao título da Superliga de vôlei masculino 2010/2011. E que tem no elenco nada mais, nada menos que o atacante Murilo, o atual melhor jogador do mundo.

Ganha quem responder corretamente primeiro a “dificílima” pergunta:

Quem é o técnico do Sesi?

Valendo! Os nomes dos vencedores saem em seguida aqui mesmo.

Atualização – Os nomes dos cinco vencedores estão nos comentários. Peço que todos entrem em contato o quanto antes pelo e-mail ou pelo twitter (ambos estão ai ao lado, no alto do blog). Se até as 17h alguém não se manifestar, coloco na lista os que ficaram de “suplentes” E parabéns para quem participou e levou.

Beto Carrero World terá pista de kart projetada por mago da Fórmula 1

26 de novembro de 2010 4

Notícia fresquinha que interessa, e muito, ao esporte do Vale:

Depois de dias de muito mistério e especulações, os organizadores das 500 Milhas da Granja Viana anunciaram nesta sexta-feira que a partir de 2011 e pelos quatro anos seguintes a prova, uma das mais tradicionais do kart no país, será no Beto Carrero World, em Penha.

A pista a ser construída no Litoral deverá ter cerca de 1,3 mil metros de comprimento, com diversos variantes de traçado, e poderá receber a assinatura do arquiteto alemão Herman Tilke, responsável pela quase totalidade dos últimos autódromos incorporados à Fórmula 1 recentemente (Bahrein, Turquia, Abu Dhabi, China e Coreia do Sul). É verdade que o alemão tem fama de fazer circuitos lindos mas, digamos, meio entediantes, sem muitos pontos de ultrapassagem (esse da Coreia…). Pelo menos no kart, creio eu, não corremos esse risco.

Alex Murad, presidente do Beto Carrero World, antecipou que o investimento inicial no projeto será da ordem de R$ 5 milhões.

O kartódromo será erguido em área de 14 mil metros quadrados, equivalente a 14o campos de futebol. A capacidade de público deverá ficar em torno de 20 mil pessoas, com arquibancada fixa para 3,5 mil torcedores e os demais acomodados em estruturas móveis. As negociações que culminaram com a parceria foram iniciadas no meio do ano e levaram dois meses até a conclusão.

Outro grande evento do kart brasileiro, o Desafio das Estrelas, promovido por Felipe Massa em Florianópolis, já estaria na mira do novo kartódromo do Vale.

CBF divulga melhores do Brasileirão 2010

26 de novembro de 2010 33

Saiu a lista oficial da CBF dos indicados ao Prêmio Craque Brasileirão 2010. Ou seja, os três em cada categoria que o juri (imprensa esportiva, técnicos e jogadores dos clubes participantes) julgou os melhores da competição. Eu votei, meus votos já postei aqui anteriormente (relembre aqui) e eles não são tão diferentes assim da lista final (em várias até eu acertei na mosca os três indicados). Algumas surpresas, entretanto:

Júlio César, jovem goleiro do Corinthians, não ficar nem entre os três? Entrou outra jovem promessa, Jeferson, do Fogão, que eu acabei deixando de fora e muita gente reclamou. Mas é aquela coisa: eu pelo menos votei nos melhores do Brasileirão, não nos melhores jogadores do ano ou melhores simplesmente. Por isso, apesar de achar o Victor do Grêmio mais goleiro que todos eles, no Brasileirão ele não brilhou tanto assim, certamente não mais que o Júlio César. Mas, votação é votação…

Kléber, do Inter, indicado como melhor lateral-esquerdo do Brasileirão? Só pode ser piada!

E o garoto Lucas, do São Paulo, não estar entre as três revelações também não me convence nem um pouco. Ele era apontado como favorito, e com justiça. Com todo respeito aos três indicados, outra vez falhou o critério.

Sobre árbitros, nem vale a pena comentar. Era preciso sair três de uma lista de péssimos, então qualquer coisa estava valendo.

Mas, enfim, a lista é essa aí. Agora vamos esperar pela escolha dos vencedores, que será no próximo dia 6, no Rio.


Confira os três indicados da CBF (segundo os votos dos participantes) por cada posição:

Melhor goleiro: Fábio (Cruzeiro), Jefferson (Botafogo) e Victor (Grêmio).

Melhor lateral-direito: Jonathan (Cruzeiro), Léo Moura (Flamengo) e Mariano (Fluminense).

Melhor zagueiro pela direita: Alex Silva (São Paulo), Chicão (Corinthians) e Dedé (Vasco)

Melhor zagueiro pela esquerda: Leandro Euzébio (Fluminense), Miranda (São Paulo) e Réver (Atlético-MG)

Melhor lateral-esquerdo: Kleber (Internacional), Diego Renan (Cruzeiro) e Roberto Carlos (Corinthians)

Melhor volante pela direita: Fabrício (Cruzeiro), Jucilei (Corinthians) e Willians (Flamengo)

Melhor volante pela esquerda: Arouca (Santos), Elias (Corinthians) e Marcos Assunção (Palmeiras)

Melhor meia pela direita: D’Alessandro (Internacional), Montillo (Cruzeiro) e Paulo Baier (Atlético-PR)

Melhor meia pela esquerda: Bruno César (Corinthians), Conca (Fluminense) e Douglas (Grêmio)

Atacante 1: Eder Luis (Vasco), Jonas (Grêmio) e Thiago Ribeiro (Cruzeiro)

Atacante 2: Kleber (Palmeiras), Loco Abreu (Botafogo) e Neymar (Santos)

Melhor técnico: Cuca (Cruzeiro), Muricy Ramalho (Fluminense) e Renato Gaúcho (Grêmio)

Reveleção: Bruno César (Corinthians), Dedé (Vasco) e Neto (Atlético-PR)

Melhor árbitro: Carlos Eugênio Simon (RS), Paulo Cesar Oliveira (SP) e Sandro Meira Ricci (DF)

Neymar enfrenta o Avaí domingo

25 de novembro de 2010 14

Está decidido.

Neymar vai jogar contra o Avaí, domingo, na Ressacada. O jogo não vale nada para o Peixe, já para o Avaí é uma final de Copa do Mundo. Eu não arriscaria, mas notícias dão conta de que o garoto pediu para jogar.

Na real, o Avaí não tem nada que se preocupar com isso, tem é que jogar bola e pronto. Mas sem dúvida a presença do atacante torna a tarefa ainda mais difícil. Como o Santos já pensa em 2011, as informações eram de que o jovem craque entraria em férias mais cedo, até porque em janeiro disputará o Sul-Americano Sub-20 pela Seleção (o torneio vale vaga nas Olimpíadas de Londres, e Neymar é peça-chave). Mas se o Peixe está desmotivado, o garoto ainda quer alcançar algumas marcas pessoais. Então, todo cuidado com ele é pouco.

Minha opinião: o Avaí precisa vencer domingo, não interessa se é o Santos com Neymar, o Santos sem Neymar ou o Santos de Pelé. Precisa passar por cima de tudo e, com a pressão que a torcida ajudou a fazer no domingo passado, se impor em campo e pronto. O resto é conversa para debatermos aqui, no blog, ou no bar.