Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 24 março 2011

Avaí está de volta ao Catarinense

24 de março de 2011 15

A quinta rodada do returno do Catarinense marcou de vez o surgimento do Avaí na disputa. Mesmo com uma atuação apagada no segundo tempo, venceu com méritos o Metropolitano, cada vez mais com cara de rebaixado. O 3 a 1 espelhou a superioridade avaiana no primeiro tempo, quando o time verde mal viu a bola.

O grande teste do time de Silas vem agora, com jogos contra Joinville e Figueirense. Mas já acho pouco provável que o Leão não esteja nas semifinais do returno. Já o Metrô, lanterna do returno, três derrotas seguidas, quatro em cinco jogos, precisa vencer três jogos nos quatro que restam (ao menos serão três no Sesi) e secar os adversários. E, claro, jogar muito mais do que está jogando. Já disse da outra vez que na base do oba-oba o Verdão não chegará a lugar algum. Se serve de consolo aos torcedores, ao menos sorte o time vem tendo. Com os resultados da rodada, evitou a entrada na zona de rebaixamento graças aos gols de Schwenck para o Tigre contra o Imbituba. E mais: com a vitória do Brusque sobre o Marcílio, hoje a vaga na Série D do Brasileiro seria do time blumenauense. Ou seja, os outros até ajudam, falta o próprio Metropolitano fazer a parte dele.

Quem tem feito a sua parte, aliás, é o Concórdia. Jogando em casa, venceu o Figueirense jogando bem. Ainda é lanterna e estaria rebaixado, mas fez sete pontos nos últimos três jogos, sob comando de Amauri Knewitz. Dá esperanças ao torcedor do Galo. E o Figueira… Os defalques eram muitos e importantes, é verdade, mas outra vez ficou a impressão de que o técnico Jorginho não conhece o elenco e tampouco tem alguma influência sobre ele. O time precisa voltar aos trilhos o quanto antes, a hora decisiva do Estadual está chegando.

A Chapecoense segue dando as cartas. Num jogo duríssimo com o JEC no Índio Condá, mais uma vez Aloísio  resolveu. Sofreu o pênalti e colocou nas redes, sem paradinha ou coisa do tipo. O Verdão do Oeste lidera o returno e a classificação geral; o Joinville, outra vez sem corresponder às expectativas, corre risco de ficar de fora das semifinais.

Jogão também no Sul. O Imbituba ia confirmando a tradição de atuar bem na casa rival e aprontando pra cima do Tigre no Heriberto Hülse. Vencia por 2 a 0 até os 40 da etapa final, e com isso ia saindo da zona de rebaixamento. Mas aí brilhou a estrela do atacante Schwenck, que buscou o empate em 3 minutos, e com dois lindos gols, um deles de bicicleta. Valeu o bicho da turma do Tigre e também lá do Metropolitano, diga-se de passagem.

Em Brusque, um gol de Leandrinho garantiu a vitória do Brusque sobre o Marcílio Dias, a primeira no returno e sob o comando de Nestor Simionato. Assim, confirmou a esperança dos dirigentes, de que, passados os adversários mais difíceis, poderia voltar a somar pontos, afastar-se da zona de risco e ainda sonhar com as semifinais do returno. O Marinheiro também faz um returno ruim, como o Metrô, e vê sim o risco de voltar à Segundona de perto.

A vitória em Brusque também estabeleceu uma condição que causa estranheza a muitos torcedores. Ao vencer o Marcílio Dias, e ultrapassar o rival na classificação geral, o Bruscão passou a colocar outro adversário regional, o Metropolitano, na Série D do Brasileiro. É mais uma das preciosidades das fórmulas feitas por nossos cartolas, mas vamos lá:

O melhor classificado entre os cinco que não estão nas Séries A, B e C fica com a vaga na Série D. Hoje, esse melhor classificado é o Brusque, que já está garantido no torneio nacional como campeão da Copa SC de 2010. Aí, abriria então essa vaga da Copinha para quem vier logo abaixo, e esse clube é o Metropolitano, apesar da sétima posição no torneio. O Imbituba foi ainda pior e Marcílio Dias e Concórdia nem sequer disputaram, pois estavam na Segundona.

Confira aqui as classificações geral e do returno e os jogos da próxima rodada