Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Avaí está de volta ao Catarinense

24 de março de 2011 15

A quinta rodada do returno do Catarinense marcou de vez o surgimento do Avaí na disputa. Mesmo com uma atuação apagada no segundo tempo, venceu com méritos o Metropolitano, cada vez mais com cara de rebaixado. O 3 a 1 espelhou a superioridade avaiana no primeiro tempo, quando o time verde mal viu a bola.

O grande teste do time de Silas vem agora, com jogos contra Joinville e Figueirense. Mas já acho pouco provável que o Leão não esteja nas semifinais do returno. Já o Metrô, lanterna do returno, três derrotas seguidas, quatro em cinco jogos, precisa vencer três jogos nos quatro que restam (ao menos serão três no Sesi) e secar os adversários. E, claro, jogar muito mais do que está jogando. Já disse da outra vez que na base do oba-oba o Verdão não chegará a lugar algum. Se serve de consolo aos torcedores, ao menos sorte o time vem tendo. Com os resultados da rodada, evitou a entrada na zona de rebaixamento graças aos gols de Schwenck para o Tigre contra o Imbituba. E mais: com a vitória do Brusque sobre o Marcílio, hoje a vaga na Série D do Brasileiro seria do time blumenauense. Ou seja, os outros até ajudam, falta o próprio Metropolitano fazer a parte dele.

Quem tem feito a sua parte, aliás, é o Concórdia. Jogando em casa, venceu o Figueirense jogando bem. Ainda é lanterna e estaria rebaixado, mas fez sete pontos nos últimos três jogos, sob comando de Amauri Knewitz. Dá esperanças ao torcedor do Galo. E o Figueira… Os defalques eram muitos e importantes, é verdade, mas outra vez ficou a impressão de que o técnico Jorginho não conhece o elenco e tampouco tem alguma influência sobre ele. O time precisa voltar aos trilhos o quanto antes, a hora decisiva do Estadual está chegando.

A Chapecoense segue dando as cartas. Num jogo duríssimo com o JEC no Índio Condá, mais uma vez Aloísio  resolveu. Sofreu o pênalti e colocou nas redes, sem paradinha ou coisa do tipo. O Verdão do Oeste lidera o returno e a classificação geral; o Joinville, outra vez sem corresponder às expectativas, corre risco de ficar de fora das semifinais.

Jogão também no Sul. O Imbituba ia confirmando a tradição de atuar bem na casa rival e aprontando pra cima do Tigre no Heriberto Hülse. Vencia por 2 a 0 até os 40 da etapa final, e com isso ia saindo da zona de rebaixamento. Mas aí brilhou a estrela do atacante Schwenck, que buscou o empate em 3 minutos, e com dois lindos gols, um deles de bicicleta. Valeu o bicho da turma do Tigre e também lá do Metropolitano, diga-se de passagem.

Em Brusque, um gol de Leandrinho garantiu a vitória do Brusque sobre o Marcílio Dias, a primeira no returno e sob o comando de Nestor Simionato. Assim, confirmou a esperança dos dirigentes, de que, passados os adversários mais difíceis, poderia voltar a somar pontos, afastar-se da zona de risco e ainda sonhar com as semifinais do returno. O Marinheiro também faz um returno ruim, como o Metrô, e vê sim o risco de voltar à Segundona de perto.

A vitória em Brusque também estabeleceu uma condição que causa estranheza a muitos torcedores. Ao vencer o Marcílio Dias, e ultrapassar o rival na classificação geral, o Bruscão passou a colocar outro adversário regional, o Metropolitano, na Série D do Brasileiro. É mais uma das preciosidades das fórmulas feitas por nossos cartolas, mas vamos lá:

O melhor classificado entre os cinco que não estão nas Séries A, B e C fica com a vaga na Série D. Hoje, esse melhor classificado é o Brusque, que já está garantido no torneio nacional como campeão da Copa SC de 2010. Aí, abriria então essa vaga da Copinha para quem vier logo abaixo, e esse clube é o Metropolitano, apesar da sétima posição no torneio. O Imbituba foi ainda pior e Marcílio Dias e Concórdia nem sequer disputaram, pois estavam na Segundona.

Confira aqui as classificações geral e do returno e os jogos da próxima rodada

Comentários (15)

  • Alan Patrício Natali diz: 24 de março de 2011

    Isso é bem coisa típica de nossa graciosa FCF. Já deveriam de mudado há anos essa fórmula bisonha de classificação para a Série D. Oras, é muito simples: ” O melhor clube classificado na pontuação geral, com excessão dos times das Séries A, B e C e também excluindo o clube campeão da Copa Santa Catarina do ano anterior, será o segundo clube classificado para a Série D”……Teve um ano, se não me engano em 2007 que era para ser o Juventus o classificado para a então Série C (Série D não existia na ocasião) e a vaga acabou caindo no colo do Marcílio Dias, de campanha bem inferior ao Juventus na época. E em outro ano o agraciado com a fórmula esdrúxula foi o Metropolitano.

  • manezinho de pomerode diz: 24 de março de 2011

    Acabaram com o Figueira, no início do ano passado, contrataram uma comissão técnica falaram para eles que o objetivo de 2010 era se manter na série B e no ano de 2011 subir para a série A, deixaram as pessoas trabalhar como deve ser, sem pitacos de diretores e investidores, e o que aconteceu, os profissionais do futebol, comissão técnica e jogadores, mostraram que sem pitaco de f…. nenhum se faz um time crescer e jogar bonito, o mais claro exemplo disto que estou falando é o intusiasmo inicial do Chico Lins, vislumbrava uma equipe profissional dentro e fora de campo, agora vocês da imprensa pergunte a ele o que ele sente hoje, meu caro Chico Lins neste ano você caiu na realidade do Futebol, todo mundo manda e ninguém assume a bronca, principalmente SRS DIRETORES E INVESTIDORES.
    Acredito no Figueirense e não na DIRETORIA que comanda hoje. Será que o lobo está tirando a roupa de cordeiro, cade a transparência tanto pregada quando da época de tirar o PPP. Chega porque vou acabar mandando todo mundo para aquele lugar.
    Manezinho de Pomerode

  • NÃO CONSIGO GANHAR FORA E CASA!! diz: 24 de março de 2011

    É Braga,

    e o mentiroso time PAPAI NOEL (só as crianças e os que vivem no mundo da lua acreditam!) ainda não conseguiu ganhar fora de casa!

    O Galo do Oeste fez o dever de casa e deu a lógica!

    Os 4 semifinalistas do returno, se não tivermos surpresas, devem ser: Chapecoense, Avai, Criciúma e Jec!!

  • EU JÁ SABIA!! diz: 24 de março de 2011

    Eita GALO bom de briga!!

    CÓCÓRICÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓ!!!!

  • Aurélio diz: 24 de março de 2011

    Que tirou dos trilhos o Figueira foi seu presidente, time certinho, com o melhor técnico do campeonato… Quiz criar um fato novo e instalou a crise no clube… Parabéns. Agora quero ver arrumar a m…

  • Everton – Chapeco diz: 24 de março de 2011

    Pois é Braga.. olha, nao torço para o Figuerense, mas acho que o Jorginho ja ta na hora de começar a procurrar outro emprego. Aqui mesmo no teu blog, em um comentário eu falei que o jogo com o concórdia nao seria tão facil, mas ai, alguns alvinegros apaixonados, disseram que eu estava “viajando”, eu eu tava mesmo, achei que seria empate!
    E a Chapecoense, apagou pra valer o desastre do ano passado, graças a DEUS.
    Seguimos lider.. agora acho bom o figueira se preparar, e muito, para ao menos perder de pouco na rodada do final de semana!
    Falando em Figueirense, tu acha que ele chegou ou seu limite ou ainda tem muita coisa pra mostrar? E com relaçao ao Avai, tu acha que segue para o alto e avante, ou pode ter algum desequilibrio pela frente?
    Pro estadual o Avai ta se ajeitando, mas isto nao é time para uma série “A”!

    Do blogueiro: Exatamente, você foi um que concordou comigo que o jogo em Concórdia seria pedreira (também tinha apostado em empate). O Figueira tem mais a dar, mas o Jorginho, sei não. O Avaí agora vai brigar, com certeza. E os grandes adversários pela vaga na final são justamente a Chape e o Figueira. Se o Verdão mantiver a batida e levar a decisão para o Índio Condá, é favorito ao returno. Abraço

  • Thiago diz: 24 de março de 2011

    Ô Braga, aí vai uma crítica a você e os demais do Clicrbs. Amigo, a Chapecoense disparada com 28 pontos, líder isolada do returno, jogaço na Arena Condá ontem contra o JEC (que por sinal jogou bastante também, achei que seria mais fácil) e vocês dedicam poucas linhas para o melhor time do campeonato até agora? Poxa, esperava mais da crônica esportiva da RBS. Aberaço.

    Do blogueiro: Thiago, crítica aceita. Mas no resumo da rodada anterior o texto foi quase todo sobre a Chapecoense, líder com absoluta justiça. Confere lá. De lá pra cá, nada mudou, não teria muito sentido repetir informações. E o personagem da rodada, ao meu ver (posso estar errado, claro) é o Avaí, que mostra estar de volta à briga. Jornalisticamente, tento sempre dar um tom diferente às análises, sem paixão, só análise sem torcida. E nem de longe sonho em agradar todo mundo. Afinal, estamos falando de futebol. Grande abraço

  • Thiago diz: 24 de março de 2011

    Everton, vou dar minha opinião sobre o Avaí. Tem dois jogos dificilimos pela frente. JEC e Figueira. Tem tudo para enrroscar em pelo menos um dos dois confrontos. Já a Chape vai ter um jogo muito dificil também contra um Figueirense querendo dar uma resposta ao seu torcedor e aos críticos. Mas por mais que percamos domingo creio que a liderança será mantida. Abraços

  • MAURINO diz: 24 de março de 2011

    Acho até que o Jorginho não é o maior culpado dessa situação constrangedora que nós Alvinegros vivemos. Evidentemente que ele não conhece, não tem domínio do grupo, não conhece o Campeonato Catarinense, etc, etc., mas os verdadeiros culpados, são aqueles que por motivos escusos, demitiram o Goiano. Sim escuso, porque até que provem o contrário, o verdadeiro motivo da sua demissão, não foi a perda do turno para o Criciuma. Isso foi somente a gota dágua, o motivo que estavam esperando desde o início para demití-lo. Lembram de quando ele já estava demitido e a torcida deu contra? Agora, com a perda do título do turno, eles achavam que a torcida apoiaria sua demissão e se deram mal. O problema até nem é a demissão, o Goiano tambem fazia das suas lambanças. O problema foi trazer um ilustre desconhecido. E poderia ter sido ainda pior, quando os inteligentes da diretoria queriam trazer o Dunga. Isso é gente que entende de futebol? Não posso ir a todos os jogos no scarpelli devido as minhas constantes viagens a trabalho e morar em Tubarão. Porém nossa torcida deveria dar uma verdadeira resposta a esses incompetentes, dar um choque, tipo TOLERÂNCIA ZERO. dEVERIA DEIXAR AS ARQUIBANCADAS DO ESTÁDIO VAZIA, ENQUANTO ESSA DIRETORIAZINHA NÃO VIESSET A PÚBLICO REVER SUAS ATITUDES PITORESCAS, PERANTE A TORCIDA. Se não aprendem com amor, aprendem na dor.

  • Fernando Avaiano diz: 24 de março de 2011

    Para mim, a rodada foi coerente com o atual momento dos times, o Tigre parado psicológicamente por causa de sua classificação no 1º turno, o Avai em franco crescimento técnico e moral, embora as cagadas de seu treinador que insiste em não colocar o Estrada e 2 centro-avantes, jogando com 2 zagueiros. O Figueira que acabou a pilha desde que perdeu a final do 1º turno em casa e demitiu o Márcio Goiano, o Jec, um time envelhecido que pode surpreender, e a Chape, a imprensão que dá é que na hora H, vai entregar. O resto dos times, já acabou o Espinafre, não vejo nenhum time com grandes possibilidade de chegar as finais, se o Silas não complicar, o Avai tem tudo para chegar a final e realizar o jogo último dentro de casa. Abç.

  • Fabricio Joaquim diz: 24 de março de 2011

    Nobre Braga,

    Vou fazer aqui um comentário e gostaria da sua opinião, ok?

    No jogo de ontem entre Chapecoense x Joinville ficou claro o que eu suspeitava: ciúme entre jogadores e, como consequência, falta de coletividade.

    Primeiro, naquele jogo contra o Marcílio em Itajaí. Apesar do JEC ter vencido, era evidente em alguns lances que o Lima nunca passava a bola para o Ramon. Teve um lance mesmo que era só devolver e o Ramon empurrar para o fundo das redes. Por pouco o JEC não cedeu o empate naquela partida. Isso sem contar com o corpo-mole do Lima e outros jogadores ali… inaceitável! Futebol é coletivo!

    Segundo, ontem contra a Chapecoense, quando o Max estava fazendo uma bela partida (finalmente), acontece um lance de pênalty infantil. E nos minutos finais, o Lima definitivamente mostra que está rolando ciúmes contra o Ramon. Na cobrança de falta mais clara da partida para o JEC, o Lima se meteu e não deixou o Ramon cobrar. Ora, sabemos que o Ramon é o único com experiência e é excelente cobrador de faltas. É puro ciúme! O JEC poderia sair com empate ontem, não fosse esse atrito entre jogadores.

    Espero que a diretoria chame os jogadores para uma reunião e que cobre atitude de profissionais, honrando a camisa tricolor e respeitando a torcida. Afinal, ambos (Lima e Ramon) recebem os mais altos salários do time. Precisam comprovar o merecimento dentro de campo, jogando COLETIVAMENTE. Se não for assim, o JEC não chega a lugar algum.

    E pode comparar no papel: o JEC é um dos melhores times, considerando os jogadores experientes que tem, como é o caso do Lima, Fernandinho, Ramon e Max. O Joinvile não era pra estar na colocação que está hoje. Era pra estar disputando com os outros grandes.

    Forte abraço! Saudações tricolores!

    Do blogueiro: É o que parece mesmo, Fabrício. No fim do jogo, o Lima deu uma declaração dizendo que o Ramon acha que é o Maradona, algo assim. Lamentável e expõe uma falta de sintonia no grupo. É papel da direção, e até do técnico, enquadrar os ciumentos e dizer que o coleitivo é o que conta. Do contrário, degringola de vez. Abraço

  • Eldio Venancio diz: 24 de março de 2011

    Braga, parabéns pela coluna. Venho aki dar uma “espiadinha” todos os dias. É normal que as vezes divergimos de algumas opiniões, mais isso que faz aumentar a paixão do futebol.
    Queria fazer duas observações. Nos palpites da rodada, seria legal de repente pedir que os que querem paltitar evitem de ficar botando “pseudo nomes” nos clubes, pois acho uma falta de respeito com as associações. Ex: (Fygueira, Jegue, Cri-Cri, Janelense, Leão Banguela, entre outros), pois as vezes o pessoal fica comentando em cima apenas destes nomes e esquece que o assunto é outro.
    E segundo é sobre a formula de disputa do campeonato estadual, pois eh muito estranho pra não dizer um absurdo. Um time pode ser campeão e Rebaixado no mesmo ano. Ex: O Joinville que foi o 4º colocado com 13 pontos tivesse ganho do Figueirense e Ganhasse a final. Ficaria ainda com seus 13 pontos. Vai para a final e poderia ser campeão. Mas ao mesmo tempo poderia fazer nenhum ponto no segundo turno e estaria na lanterna do geral ao lado do concórdia(13 pontos). É uma vergonha.
    Abraço e sucesso.

    Do blogueiro: Esse regulamento é um espanto mesmo.

  • Fabricio Cco diz: 24 de março de 2011

    Nao vou entrar no merito do lance do penalty no jogo de ontem entre ACF X JEC, mas pelo amor de Deus esse Rodrigo DÀlonso Ferreira é muito ruim, é o pior juiz da historia do futebol catarinense de todos os tempos, nao marca faltas que acontecem, inventa faltas, nao tem criterios pra dar cartao; ontem sai do estadio com muito mais raiva do juiz do que qualquer outro sentimento por ser lider do campeonato.

  • Alvinegro Feliz diz: 24 de março de 2011

    Nem sempre o Flamengo ganha do Olaria, nem sempre o Barcelona ganha do Betis e nem sempre o Figueirense ganha do Concórdia. Tropeços acontecem, mas o que importa é na hora da “onça beber água”. Não tenho a menor dúvida que o Furacão estará entre os quatro e costumeiramente como favorito.
    O que importa não ganhar fora de casa? O que importa é ganhar o campeonato.

  • jonas verde e branco diz: 24 de março de 2011

    Fernando avaiano,de novo vc com dor de “cotuvelo”meu quiridu!!!Muita hora nesta calma,essa dor é passageira,resta somente 4 jogos,e o teu time ficará de fora,e aí?ja passou a dor!!!!Saudações chapecoenses!!!

Envie seu Comentário