Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tem sorte esse Metropolitano!

04 de abril de 2011 5

Muita coisa falta ao Metropolitano no Catarinense. Falta qualidade ao elenco, investimento, torcida na arquibancada. Uma coisa, no entanto, sobra. Sorte. O Verdão é o time mais sortudo do Estadual.

O empate em 0 a 0 com o Imbituba, ontem, foi horroroso. O time teve medo de jogar o tempo todo. Mas o empate não foi de todo ruim para a tática que o clube resolveu adotar nesta reta final: apostar tudo na sorte.

Explico. O Metrô segue a um ponto da zona de rebaixamento, mas o risco de cair reduziu drasticamente com o pontinho trazido de Imbituba. Não que o time tenha passado a jogar melhor, a elogiar apenas o goleiro Dalton (ah, tivesse chegado antes…). O Metrô não vai cair porque tem gente querendo mais do que ele. Sem ser competente, vai apostar na incompetência dos demais. E na sorte.

E vai dar certo. Se o Metrô agora faz dois jogos em casa contra times que estão brigando pelas semifinais (Brusque e JEC), os adversários na luta contra a degola farão jogos mais complicados. Se todo mundo zerar (o que é provável), o Verdão escapa. Sem mérito, mas escapa.

E, sortudo como é, o Metrô, mesmo jogando pra não perder ontem, ganhou um presente do rival Brusque. Graças aos resultados dos outros, está 99% garantido na Série D do Brasileiro. Novamente sem mérito, por culpa de um regulamento que é uma piada.

Com tanta sorte, recomendo ao Metrô esforçar-se um pouco. Uma hora, a sorte trai.

PS: Texto publicado na edição impressa dessa segunda-feira no Jornal de Santa Catarina

Comentários (5)

  • Rodrigo diz: 4 de abril de 2011

    É isso ai Braga,

    Só com sorte mesmo, como eu falei no meu último comentário por aqui.

    Mas agora fica uma pergunta:
    Se o Metrô realmente ficar com a vaga na série D, vai jogar a competição nacional com esse time? Ou vai mandar todos embora e fazer um time novo? E com que dinheiro faria esse time novo? Será que é sorte mesmo?

    Abraços!

  • Emerson Luis diz: 4 de abril de 2011

    Voce não estava em Imbituba o metropolitano em nehum momento teve medo de jogar, O Metro teve como em todo o campenato falta de qualidade tecnica, e só isso mas crio teve chances de gol e defendeu bem quando exigido.

    Obs: Só conheço no mundo um jornal que tem 2 jornalistas esportivos sendo um deles editor chefe do esporte, com coluna no jornal ,qud não acompanham os jogos do time da cidade não vão nos treinos não vão em jogos tanto fora como dentro da cidade e opinião e falam com tanta”propriedade” do time da cidade, esse jornal é SANTA.

    Do blogueiro: Não entendi porque tanta raiva, meu caro. Pense um pouquinho mais antes de despejar tanta bobagem. O próprio Lio reconheceu que jogou pra não perder, o time foi medroso, sim. Qualquer um que não estivesse olhando com olhar cego de torcedor enxergou isso. sobre a sua crítica ao Santa, estás completamente desatualizado e por fora da rotina, então não perderei meu tempo comentando formas de se fazer jornalismo com você. Não valeria a pena. Abraço

  • Schmitt diz: 4 de abril de 2011

    como o regulamento determinou a escolha da vaga para a série d?

  • Fabricio Cco diz: 4 de abril de 2011

    Metropolitano, nao cai mais, na minha opiniao a rodada deste final de semana definiu os dois rebaixados, Imbituba e Concordia;

  • Braz dos Santos diz: 5 de abril de 2011

    Realmente, só a sorte livrará o Metropolitano do rebaixamento, que, convenhamos, se aontecesse seria de todo merecido. Trouxeram um excelente técnico, que é o Joceli dos Santos, e devem ter feito uma peneira para escolher os piores jogadores para a disputa do Estadual. Infelizmente, Braga, temos um poder público omisso, que não tem o mínimo interesse em ajudar o time da cidade. Eu me pergunto por que o ex prefeito de Chaecó e hoje secretário João Rodrigues podia ajudar a Chapecoense, e o prefeito de Blumenau não pode? Não haveria nem necessidade de investimento público, mas como agregador pelo menos, buscando sensibilizar os empresários para que deem melhores condições à sequipe que representa a cidade. Aliás, em que resultou aquele protocolo assinado pela prefeitura de Blumenau e pela Fiesc? Até agora não vi nada de concreto!

Envie seu Comentário