Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de janeiro 2012

Caso Lima - a opinião do blog

31 de janeiro de 2012 3

Quem acompanha o futebol catarinense foi pego de surpresa nesta terça com as informações que chegaram da Justiça, mais precisamente do Ministério Público.

O atacante Lima, artilheiro e um dos maiores ídolos recentes do Joinville, foi denunciado pela prática do crime de aborto com consentimento da gestante, nas modalidades tentada e consumada (veja aqui mais detalhes).

Opinião do blog: o assunto vai render muito nos próximos dias, mas até para encerrá-lo por aqui neste espaço vou deixar minha opinião. É um caso de foro íntimo do casal (Lima e a ex-namorada dele). Se houve de fato um crime, cabe à Justiça apurar e tomar as devidas providências.

Por ser uma figura pública do esporte, certamente vai haver repercussão nos estádios catarinenses (e Lima precisará de cabeça fria para enfrentar as reações mais diversas).

Mas este segue sendo um blog que prefere tratar de esporte, e que no máximo vai comentar uma decisão definitiva da Justiça, se tivermos uma.


Mordomia Atlântida no jogo Metrô x JEC

30 de janeiro de 2012 5

Atenção, torcedor do Metropolitano!

A Rádio Atlântida Blumenau quer levar você para assistir a Metropolitano x Joinville, domingo, dia 5, às 19h30min, no Sesi. E na maior mordomia.

É a promoção Mordomia Atlântida no Campeonato Catarinense.

Para participar, basta declarar o seu amor pelo Verdão. Os autores das duas frases mais criativas irão ao jogo (com direito a três acompanhantes cada).

A promoção vai até sexta, dia 3, quando serão divulgados os vencedores. Para participar, acesse:

http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/atlantida-fm-sc/36,Promocoes.html

Ou acesse o site:

www.atlantida.com.br – Sessão SC – clicar no link Promoções

Siga o blogueiro no Twitter:

Coluna do Braga no Santa - 30/1

30 de janeiro de 2012 3
  • Empolgação é para torcedor

    O torcedor até tem o direito de achar que agora o Metropolitano vai embalar rumo ao título. O time, não. Concordo com o Cesar Paulista quando diz que não é hora de reações extremadas, na vitória ou na derrota.

    De prático, dá para dizer que o Metrô evoluiu um pouco mais nos 3 a 0 sobre o Marcílio Dias. Começou mal, mas desta vez soube sair do aperto e passar a dar as cartas no jogo. Além disso, a defesa não tomou gols nas duas últimas partidas, e é uma das melhores do campeonato. Mérito, em boa parte, ao goleiro Flávio, que vem tendo atuações de colocar em DVD.

  • Outro campeonato

    Passado o “campeonato do Vale” nas três primeiras rodadas (aproveitamento de 66%), agora o Metrô tem pela frente um teste pra saber se pode sonhar com algo maior do que a vaga na Série D do Brasileiro. Quinta-feira, visita o Figueirense, e domingo à noite recebe o Joinville no Sesi. Dois candidatos ao título.

  • Curiosidade

    A vitória de ontem foi a 100ª da história do Metropolitano. 10% delas foram sobre o Marcílio Dias, em 21 jogos entre eles. As informações são do sempre atento torcedor Rafael Dalagnolo.

  • Alerta rubro-anil

    O torcedor em Itajaí está preocupado. E com razão, pois pior do que só um ponto em três jogos são as atuações do Marinheiro. Jamelli até agora falou pouco e mostrou ainda menos resultado. Os jogadores que ele trouxe também não justificaram o investimento. Após o jogo, a diretoria prometeu novidades para hoje.

    É preciso mesmo, pois, a continuar assim, o Marinheiro já é candidato sério ao rebaixamento.

  • Pecado

    O Camboriú ia conquistando outro resultado espetacular fora de casa, só que tomou o gol da Chapecoense nos acréscimos e o empate virou derrota frustrante. Mas o time do Litoral outra vez jogou bem.

  • Oxigênio

    Impressão minha ou, outra vez, o Ibirama perdeu fôlego nos minutos finais? Fazia bom jogo com o Avaí, mas tomou gols nos últimos 15 minutos, justamente quando sofreu apagão contra o Tigre na estreia. De qualquer forma, o time fez quatro pontos diante de três adversários que brigam lá em cima. Saiu no lucro.

  • Amargo

    No fim de semana, disse no blog que o Brusque corria risco de pagar a conta das atuações ruins do Criciúma até aqui. Bingo! A vitória na estreia acabou mascarando alguns defeitos do time do Vale, que começam a aparecer.

  • Números, números

    Oficialmente, o público no Sesi foi de 2.087 pessoas. Se foi isso mesmo, é decepcionante e reflexo da estreia ruim.

    Mas quem foi ao estádio jura que tinha mais gente…

  • Pra terminar…

    Afinal, Paulinho Jamelli é mesmo mais do que apenas treinador do Marcílio Dias? Com a palavra, os dirigentes.

    *Coluna publicada nesta segunda-feira no Jornal de Santa Catarina.


Quem agradou, quem não agradou

29 de janeiro de 2012 18

E lá se foram as 3 primeiras rodadas do Catarinense 2012…

Elas são definitivas pra dizer quem vai brigar pelo quê? Claro que não. Mas ajudam para começarmos a projetar algumas coisas. Abaixo, vou dividir os 10 clubes em dois grupos: os que me agradaram até aqui, e os que deixaram a desejar.

1) Agradaram

Chapecoense - 100% até aqui, impossível não elogiar. Mas reafirmo o que já disse outra vez, o time ainda não jogou para “encher os olhos” do torcedor. Tem sido eficiente, e isso também faz um time campeão, mas contra o Camboriú, outra vez, teve dificuldades, e o gol saiu nos acréscimos.

Metropolitano - Após estrear de forma decepcionante, perdendo em casa, o time de Blumenau já somou duas vitórias, nas quais marcou quatro gols e não tomou nenhum. A defesa (sobretudo o ótimo goleiro Flávio, que pra quem não sabe estava no elenco do São Paulo campeão mundial em 2005) é o destaque. O time evoluiu alguma coisa taticamente, e os reforços que entraram foram bem. Neste domingo controlou o Marcílio dias sem muito esforço. Agora, tem pela frente dois testes importantes pra saber se pode querer algo mais: Figueira no Scarpelli (quinta) e o JEC no Sesi, domingo à noite. Neste último, pode ter a estreia do meia-atacante Lopes, a principal contratação do Verdão.

Avaí - Dá pra dizer que o agradou no caso foi definido só no último jogo, vitória sobre o Atlético. Apesar de claras dificuldades ainda de entrosamento, o Avaí buscou, como na vitória sobre o Tigre no meio de semana. Tem muito a melhorar, Ovelha sabe disso, mas me parece no caminho certo.

Figueirense - Uma vitória e dois empates. É pouco para o Figueirense, sim, mas eu achava que o alvinegro teria bem mais dificuldade para arrancar no campeonato. Além disso, o padrão de jogo é bom, Aloísio é o artilheiro do campeonato e esse meia Luiz Fernando (que com razão não quer mais ser chamado do abobalhado apelido de Messi do Cerrado) é muito bom jogador.

Atlético de Ibirama - Perdeu a invencibilidade ao ser derrotado pelo Avaí neste domingo, mas soma três boas atuações, todas contra adversário que, na teoria, brigam num campeonato diferente do dele. O problema é que o time do Alto Vale dá impressão de problemas físicos, pois cai de produção (e toma gols) nos minutos finais das partidas. Curioso, pois foi o primeiro a começar a preparação para o Estadual.

2) Não agradaram

Camboriú – Eu queria colocar o caçula do Estadual na lista de cima, afinal venceu o JEC, deu trabalho pro Metrô e deixou um pontinho escapar no Índio Condá no apagar das luzes. Os méritos estão aí, mas, por outro ângulo, eles também denotam uma certa falta de “cancha” pra segurar os resultados.

Criciúma - Os dois primeiros jogos foram muito ruins, mas ainda assim as derrotas foram por placares apertados, decididas no final das partidas. Na primeira em casa, fez o que se esperava, desencantou e atropelou o Brusque. Está no grupo de baixo porque eu esperava bem mais do Tigre, mas os próximos jogos, se manter a atuação desse domingo, mudam o cenário.

Joinville - É um time “travado” em campo. Não consegue as jogadas, tem dificuldade imensa de agredir o adversário. Neste domingo, chegou a dar impressão de que sairia do transe quando virou o jogo contra o Figueira na Arena, mas logo cedeu o empate e os problemas voltaram a prevalecer. Sinceramente, boto boa parte deles (dos problemas) na conta do treinador, que me parece um pouco abaixo do que precisa o tricolor.

Brusque - A vitória no Sesi na estreia mascarou os defeitos do Bruscão. Os dois jogos seguintes trataram de escancarar. No HH, tentou repetir a fórmula usada contra o Metrô de jogar atrás e tentar o contra-ataque. Só que não fez nem uma coisa, nem outra. Tem gente preocupada, e com razão, em Brusque.

Marcílio Dias - É a decepção do campeonato até aqui. difícil mesmo é achar uma virtude no time de Jamelli. O goleiro é inseguro, a defesa falha repetidamente, o meio-campo não cria e o ataque espera bola no pé. Em resumo, é isso. Ensaiou um domínio nos minutos iniciais do jogo com o Metrô, mas depois que tomou o gol passou a ser completamente dominado. Terminado o jogo, diretores do Marinheiro deram a entender que mudanças virão nesta segunda-feira. Precisa mesmo, do contrário já pode começar a flertar com o rebaixamento. O técnico é candidatíssimo a inaugurar a barca. O problema é que, neste caso, boa parte do elenco vai junto. A semana será quente no Hercílio Luz.

E vocês, o que acham?

Siga o blogueiro no Twitter:

Acompanhe Metrô x Marcílio Dias

29 de janeiro de 2012 4

O blog acompanha os principais lances de Metropolitano x Marcílio Dias, domingo, às 17h, no Sesi, pela terceira rodada do Catarinense 2012. Participe e comente na transmissão, que desta vez, na folga do titular do blog, estará a cargo do repórter Anderson Silva (que não é o lutador de MMA)…


Palpites da 3ª rodada do Catarinense

27 de janeiro de 2012 13

Admito, estou sob pressão.

Nas duas primeiras rodadas, a atuação desse blogueiro nos palpites foi um retumbante fracasso.

Prometo reação nesta rodada, a terceira do Catarinense. Vamos analisar os jogos (todos no domingo), e quem quiser participar, já sabe como.

Metropolitano 2 x 1 Marcílio Dias

Jogo equilibrado no Sesi, dois times ainda em busca da melhor formação. Pelo bom jogo que fez na quarta, e pelos reforços que terá em relação à derrota para o Brusque, o Metrô leva pequeno favoritismo em casa.

Chapecoense 3 x 1 Camboriú

Em casa, a líder do campeonato vai se manter 100%. Apesar de o Camboriú ter sim um bom time (não será saco de pancadas como outros já foram em anos anteriores), a Chape não deve ter problemas pra vencer.

Joinville 1 x 1 Figueirense

Dos times que eu vi até agora, o JEC foi o que mais me pareceu “travado” em campo. Até mais que o Criciúma, que só perdeu. O tricolor (que estará de aniversário domingo, 36 anos) precisa mudar este quadro na Arena, mas tem pela frente o Figueirense. Vai ser jogão. E eu vou de empate.

Avaí 2 x 1 Atlético de Ibirama

O Atlético foi o time que mais me surpreendeu positivamente até aqui. Vai dar trabalho, mas na Ressacada vou de vitória apertada do Leão, que, como domingo passado, contra a Chapecoense, tem mais um encontro com um clube com o qual tem forte ligação afetiva.

Criciúma 3 x 0 Brusque

Algo me diz que o Criciúma, que não necessariamente jogou mal nas duas derrotas que sofreu, no primeiro jogo em casa vai fazer o Brusque pagar a conta.

E vocês, o que acham?

Atualização domingo, 29/1, às 23h40min – Tá, agora que eu acertei TODOS os jogos, com direito a cravar o placar dos dois últimos, não vai aparecer ninguém pra cornetar (risos). Ôôô, o palpiteiro voltou…kkk

Siga o blogueiro no Twitter:

Metrô x Marcílio: quem levou os ingressos

27 de janeiro de 2012 31

Promoção encerrada:

Todas as frases que participaram estão ali nos comentários.

Entre elas, o pessoal aqui me ajudou a escolher seis. São elas:

1) Dez anos de luta, dez anos de esporte, sinal de que é forte, lutar e vencer, Metropolitano quero ver por anos e anos você ainda mais crescer!
Filipe

2) Alegria, alegria, sinto no meu coração, Metropolitano minha paixão… São dez anos de história, e em breve será campeão!!!
João Henrique Deluvino

3) Há 10 anos, um amor nasceu em mim. Estou com ele desde o início e vou com ele até o fim! Sou feliz por fazer parte dessa história. Parabéns, Metropolitano!
Matheus Henrique Kienolt

4) Metropolitano, muito mais do que time, uma paixão, um verdadeiro vício, que carrego com muito orgulho por estes 10 anos!
Décio Isleb

5) Metrô em 10 anos já se tornou minha segunda pele. Mesmo que eu queira, nunca vai sair de mim.
Jerônimo

6) Metropolitano! Nosso clube que há 10 anos vem resgatando o futebol blumenauense, trazendo esperança e alegria a cada vitória. “Vamu que vamu meu verdão!!!
Patrícia

E a ganhadora da camisa infantil do Verdão é essa aqui:

Há 10 anos eu não era nem um projeto de vida, nasci e com minha família aprendi a amar este Clube, hoje tenho 5 anos e levo o Metro sempre no meu coração! Que o Verdão brilhe muito e que venha muitos outros anos.
Mariana Cardozo

Parabéns a todos que ganharam e obrigado aos que participaram. Os vencedores podem retirar os ingressos e a camiseta na lojinha do clube que está montada no Castelinho da XV (prédio do Convention&Bureau ), no início da Rua XV, esquina com a Nereu Ramos. Nesta sexta até as 18h e sábado até as 11h. Não percam o prazo, hein.

Siga o blogueiro no Twitter:

Coluna do Braga no Santa - 26/1

26 de janeiro de 2012 9

Coluna publicada nesta quinta-feira no Santa

Sobrou vontade

Se o entrosamento ainda não é o ideal, se os desfalques são muitos, ontem o Metropolitano compensou com muita vontade em campo. Teve erros, mas muito diferente da estreia apática. Em resumo, mereceu a vitória em Camboriú, a primeira no campeonato. O time demorou a engrenar, mas depois que marcou o gol, o que se viu no Robertão foi um grupo vibrante, disposto a defender a vitória a todo custo.

Júlio César entrou, e se eu entendo alguma coisa de futebol, não sai mais. Jogador com visão de jogo acima da média. Andrei fez um golaço, mas depois foi expulso de forma justa e quase complicou o Verdão, que tomou um sufoco tremendo no fim. Mas o melhor em campo, disparado, foi o goleiro Flávio. Atuação quase perfeita. Thiago Couto também merece destaque.

Deu a lógica

Ponderado após o jogo, Cesar Paulista destacou que a entrada de mais um meia no time mudou a forma do Metrô jogar. A tendência é de que ele permaneça no 4-4-2 nos próximos jogos.

Veneno

O Brusque martelou, martelou, perdeu pênalti, mas no fim a Chapecoense foi lá e marcou 1 a 0 no Augusto Bauer. Não lembra um certo jogo da primeira rodada?

Vai dar trabalho

O Atlético voltou a jogar bem na Baixada, até merecia mais do que o empate com o Figueirense. Resta saber como o time vai atuar longe de casa. Domingo, na Ressacada, é o primeiro teste.

Exemplo gaúcho

Lajeado é uma pequena cidade de pouco mais de 70 mil habitantes no interior do Rio Grande do Sul. O time de lá, o Lajeadense, é um exemplo a ser seguido pelos clubes daqui. Fez 100 anos em 2011, tem um razoável quadro de sócios (e está ampliando), tem CT, categoria de base bem estruturada e, ontem, no primeiro jogo em casa pelo Gaúcho, contra o Caxias, inaugurou um belíssimo estádio para 7 mil torcedores (cabe 10% da cidade lá).

O resultado de tantas virtudes é que o pequeno Lajeadense, que estreou vencendo o Grêmio em pleno Olímpico, é hoje o terceiro clube mais valorizado do Estado vizinho, atrás apenas da dupla Gre-Nal e à frente de Caxias e Juventude, muito maiores. O valor do elenco é estimado em R$ 20 milhões.

Pra terminar…

Vágner Love outra vez no Flamengo. Até quando?

Os vencedores da segunda rodada

26 de janeiro de 2012 38

Acompanhei mais de perto a vitória do Metropolitano sobre o Camboriú. Se não foi um jogo com fartura de técnica, sobrou raça. O Camboriú lutou, o Metrô defendeu o resultado conquistado no primeiro tempo, com um golaço, como se briga por um prato de comida. O resultado foi justo, e o time de Blumenau mostrou evolução.

Em Brusque, o único time 100% do Estadual mostrou mais uma vez eficiência defensiva e precisão nos contra-golpes. A Chapecoense lidera porque, nos dois jogos até aqui, fez o suficiente para ganhar, nada mais. E nesta quarta teve sorte, já que, quando era melhor, o Brusque desperdiçou pênalti.

Sobre Brusque e Camboriú, já havia falado que, no futebol atual, na maioria das vezes jogar em casa, com obrigação de atacar, é mais complicado do que atuar em terreno rival.

Em Ibirama, o Atlético mais uma vez mostrou que na Baixada não vai ter moleza pra ninguém. Outra boa atuação, e a vitória escapou no fim porque o Figueirense soube tomar as rédeas da partida (que golaço fez Aloísio, artilheiro do Estadual). O problema do Atlético, por sinal, parece ser os minutos finais dos confrontos.

Por fim, a vitória avaiana na Ressacada. O Leão fez um bom primeiro tempo, abriu 2 a 0 e parecia que venceria fácil. Aí, cochilou. O Tigre tem tido lampejos de bom futebol, aí marca gols em larga escala (Anderson Costa também é artilheiro da competição). Porém, o gol nos acréscimos não foi um pecado, o Avaí merecia a vitória pelo somatório do que se viu em campo. Mostrou alguma evolução, mas ainda deve ao torcedor. O Tigre, por sua vez, não engrenou. Digo isso porque realmente creio no time do Sul como um dos favoritos ao título. Mas as duas atuações até aqui deixaram muito a desejar.

Siga o blogueiro no Twitter:

Acompanhe Camboriú x Metropolitano

25 de janeiro de 2012 6

Blog vai acompanhar e comentar os lances de Camboriú x Metropolitano, no Robertão, e também Brusque x Chapecoense, no Augusto Bauer, ambos pela 2ª rodada do turno do Catarinense 2012.

Acompanhe, comente, participe. Enquanto a bola não rola, acompanhe os palpites da rodada.