Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 8 abril 2012

Catarinense é o mais imprevisível dos estaduais

08 de abril de 2012 56

Escrevo esta frase na minha coluna do Jornal de Santa Catarina desta segunda-feira:

“O Catarinense é o único estadual do país que contém imprevisibilidade”.

A frase resume bem o que foi esse campeonato até agora. E, sobretudo, o que foi a rodada desse domingo.

Afinal, quem apostava que o Metropolitano, em queda livre, iria ao Heriberto Hülse conquistar uma merecida e maiúscula vitória sobre o Criciúma?

Quem imaginava que a Chapecoense, em casa, onde sempre é forte, teria a reação freada em uma derrota (também merecida) para o Atlético de Ibirama?

E que o Avaí seria muito superior ao Joinville, que poderia terminar a rodada campeão do returno, e dessa forma ressurgiria na briga por vaga nas semifinais?

Pois é, esse é o Catarinense 2012, onde só não é surpresa a ruindade de Brusque e Marcílio Dias. De resto, tudo é imprevisível.

E por isso a última rodada do returno, domingo que vem, será daquelas pra enfartar muita gente.

Metropolitano e Avaí fazem o grande jogo da rodada, no Sesi. Quem vencer, vai às semifinais. Outros resultados complicam e muito as chances verdes (pro Leão um empate até pode servir). Em outra briga, pela vaga na Série D, o Metrô precisa ainda mais vencer, porque ninguém imagina (mesmo no imprevisível Catarinense) que o Atlético não vencerá em casa o ridículo Marcílio Dias, que perdeu todos os jogos no returno, tomou 49 gols no campeonato e já dispensou praticamente todo o elenco.

O Figueira viu, outra vez, o título da fase cair no seu colo na última rodada. Se vencer o Camboriú em casa, leva, exatamente como no turno. Aliás, aqui está o defeito grave do nosso imprevisível estadual: o regulamento grotesco.

Campeão do turno e provavelmente do returno, melhor campanha disparado no geral (tem sete pontos a mais que a Chapecoense, vice-líder), o Figueirense, estivesse disputando o Gaúcho, o Paranaense, o Carioca, seria campeão no próximo domingo, em casa, ao bater o Cambura. Mas aqui, graças a genialidade de quem criou a fórmula, precisará passar por perigosas semifinais e finais, com a vantagem mínima de decidir em casa e por dois resultados iguais. Um dia ruim, por exemplo, no jogo de ida, e a campanha toda vai pelos ares. Mas também é preciso dizer o seguinte: bem feito para os clubes, que aceitam obras primas como essas…

Em Chapecó, outro confronto direto! O Verdão do Oeste e o Tigre esperavam repetir a última final do Estadual num duelo que valesse título do returno. Tropeçaram em casa e agora, no máximo, poderão garantir a vaga pelo índice técnico. A Chape consegue com um empate, o Tigre só vencendo. Pode ganhar o returno, é verdade, mas também precisaria de um milagre daqueles que só é possível ver em um estadual como o Catarinense…

O JEC pega o rebaixado Brusque em casa, deve vencer, mas pode não ser suficiente para levar o returno que já estava perto. Na classificação geral, como Avaí e Metrô e Chape e Tigre se enfrentam, o tricolor só depende dele. Ou seja, estará nas semifinais.

Enfim, uma rodada imperdível. E sem prognósticos.

Siga o blogueiro no Twitter:

Acompanhe Criciúma x Metropolitano

08 de abril de 2012 2

O blog acompanha em tempo real tudo de Criciúma x Metropolitano, jogo decisivo para as duas equipes, a partir das 16h no Estádio Heriberto Hülse, no Sul do Estado.

Acompanhe os lances, comente e mande suas perguntas: