Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de julho 2012

JEC x Tigre: clássico de sábado promete

31 de julho de 2012 44

Impossível não projetar já o clássico catarinense de sábado entre Joinville e Criciúma, de tanta tradição no futebol estadual. Se o confronto na Arena já prometia, depois dos jogos dessa terça-feira pela Série B, ele vai pegar fogo!

O Tigre manteve a rotina. Mesmo sem facilidade em casa, venceu. Bateu o Guarani por 2 a 1, manteve os 100% no HH e com 35 pontos, sério, me arrisco a dizer que já botou um pé e meio na Série A em 2013. Zé Carlos não marcou dessa vez, nem precisou. A fase é tão boa que até quando o lateral vai cruzar a bola desvia no marcador e entra no cantinho para garantir a vitória. O artilheiro, aliás, que era dúvida, jogou e tomou o terceiro amarelo: será um desfalque gigante no jogão de sábado no Norte do Estado.

O JEC vai para o grande confronto desse turno com a moral batendo no céu. Em Belo Horizonte, o tricolor teve uma atuação brilhante diante do América-MG. Venceu por 2 a 0 no palco da única derrota do Criciúma na Série B até aqui. E foi com autoridade de quem pede passagem para entrar no G-4. Uma vitória contra o líder e até aqui sensação do campeonato colocará o JEC de vez no páreo.

Por fim, o Avaí destoou desse clima de empolgação. Foi a Curitiba e até não fez uma péssima partida, até saiu na frente, mas acabou cedendo o empate ao Paraná. O Leão segue estacionado no meio da tabela, longe da briga que vale e, para piorar, sem um futebol que o credencie para estar lá em breve.

Rodada tripla dos catarinenses na Série B

31 de julho de 2012 19

A terça-feira nos reserva rodada cheia dos catarinenses na Série B.

O líder Criciúma tenta ficar ainda mais perto da elite. Recebe o Guarani no Heriberto Hülse, onde até aqui, apesar de um sofrimento aqui, outro acolá, faz campanha perfeita. Se Zé Carlos de fato não jogar (é dúvida, mas na minha opinião vai pro jogo), é mais uma oportunidade de o Tigre comprovar que caminha sozinho, mesmo sem o seu centroavante em fase iluminada.

O Joinville tem a parada mais indigesta da rodada. Em Belo Horizonte, encara o América-MG no Independência. Foi lá que o Criciúma sofreu a única derrota na competição. O América é terceiro colocado e também faz campanha boa em casa. O JEC precisa de um resultado desses fora de casa para ganhar a moral necessária para arrombar de uma vez a porta do G-4, que ele anda rondando faz tempo, mas não entra por causa das oscilações entre os jogos na Arena e fora de Joinville.

O Avaí também não tem tarefa das mais fáceis. Vai a Curitiba enfrentar o Paraná, que tem campanha um pouquinho superior ao Leão. A vitória sobre o Bragantino, nos acréscimos, semana passada, teve efeito psicológico interessante no grupo. Resta saber como isso vai funcionar na prática. Vencer fora de casa seria fundamental para o Avaí voltar a se aproximar da briga pelo acesso. Um tropeço, por outro lado, deixaria a situação bem mais difícil. De qualquer forma, penso que no momento é mais importante o Leão conseguir jogar bem, o que não faz há algum tempo.

Três jogos no mesmo horário, emoção em dose tripla. E vocês aí, têm palpites?

Acompanhe Metropolitano x Arapongas-PR

29 de julho de 2012 5

Neste domingo as atenções no futebol catarinense estão voltadas para o Metropolitano, que recebe no Sesi, às 16h, o perigoso Arapongas (PR), valendo a manutenção da liderança do Grupo 8 da Série D do Brasileiro. Trata-se de um desafio e tanto, pois o adversário é o único, entre todos os 100 clubes que disputam as quatro divisões do Brasileiro, que ainda não tomou nenhum gol. No primeiro confronto entre eles, no PR, o Metrô foi derrotado por 2 a 0.

O blog acompanha os bastidores e tudo que rolar no importante jogo, direto do Sesi, com acompanhamento do repórter Everton Siemann. Participem.

Incompetência no ataque pune o Figueirense

29 de julho de 2012 17

Confesso, achei que seria bem pior. Botava mais fé no Botafogo, que também comprovou estar em viés de baixa. Mas nem assim o Figueirense conseguiu evitar mais uma derrota no Brasileirão.

Outra vez pelo placar mínimo. OK. Mas também outra vez sem marcar gols, o terceiro jogo seguido. E nesse jogo do Engenhão, mais do que nos anteriores,  imperou a incompetência do ataque para colocar a bola na rede. Como perdeu chances… Acabou punido em um jogo em que, para ser bem honesto, ninguém merecia vencer. E, cá entre nós, o gol de Andrezinho contou com uma forcinha considerável do goleiro Ricardo, não?

A situação do Figueira, na lanterna, é preocupante. Os dois próximos confrontos, diante de Portuguesa e Flamengo, vão determinar se pode haver um alívio ou a situação passa para desespero total. E no meio do caminho tem a Sul-Americana, contra o Atlético-GO. E agora, torcedor, priorizar a reação no Brasileiro ou tentar avançar em uma competição nova, que pode dar moral?

Difícil, hein.

Neste sábado, também no Rio de Janeiro, tivemos uma importante vitória da Chapecoense na Série C, diante do Duque de Caxias. Se o jogo foi fraco, e foi mesmo, neste caso pouco importa, pois com um gol aos 45 da etapa final o Verdão conseguiu três pontos primordiais para não desgarrar dos primeiros colocados do grupo.

Criciúma absoluto. Avaí na insistência

28 de julho de 2012 36

Sexta-feira positiva para os catarinenses na Série B. Se na terça o JEC já havia feito a parte dele, agora foi a vez de Criciúma e Avaí garantirem uma rodada 100% para o nosso trio.

O Criciúma fez o que dele se esperava. Diante de um dos piores times da Segundona, atropelou por 4 a 1, mesmo fora de casa, sem levar sustos em nenhum momento. Zé Carlos aumentou sua marca inacreditável: com mais dois, são 16 gols em 13 rodadas. O time como um todo também tem números invejáveis: com 32 pontos, não será ameaçado no complemento da rodada. E com 82% de aproveitamento, o Tigre segue sua caminhada tranquila rumo à elite.

Na Ressacada, a vitória avaiana veio com bem mais sofrimento. Em um jogo fraco, só bateu o Bragantino aos 48 minutos da etapa final. Mas não dá para dizer que foi injusto. Mesmo sem nenhum organização, foi o Avaí quem insistiu em vencer, o time paulista só se defendeu e acabou punido.

A vitória não apaga os erros avaianos, mas é um alívio e tanto. Mas o Leão ainda vai precisar de bem mais para brigar por G-4

Programação da Olimpíada no fim de semana

28 de julho de 2012 0

Confira a programação da Olimpíada de Londres neste final de semana. Lembrando que é possível acompanhar as disputas nos canais Record, Record News, BandSports, ESPN (normal e HD) e SporTV (normal e HD). No sábado, destaque para a estreia do handehol feminino. Domingo, tem vôlei, futebol, basquete, natação, enfim, Jogos que não acabam mais. Confiram:

Sábado

7h15min: tênis de mesa (F)

7h30mim: tênis (M e F)

7h51min: natação (F), 400m medley

8h15min: natação (M), 100m peito

8h30min: remo (M), skiff

9h20min: remo(F), skiff

9h30min: boxe (M), peso galo

10h30min: handebol (F), Brasil x Croácia

10h30min: futebol (F), Brasil x Nova Zelândia

11h: boxe (M), peso médio

12h: judo (F), peso ligeiro, final

12h: tênis de mesa (M)

12h10min: judô (M), final

15h30min: natação (M), 400m medley, final

16h: basquete (F), Brasil x França

16h09min: natação (F), 400 medley

16h30min: tênis de mesa (F)

18h: vôlei(F), Brasil x Turquia

Domingo

5h: tênis de mesa (F)

5h: vôlei de praia (M e F)

5h30min: judô (M e F)

5h30min: ginástica artística (F)

6h: natação (F), 100m costa (elim.)

6h: hipismo, adestramento

6h30min: esgrima (M)

7h: tênis de mesa (M)

7h15mim: basquete (M), Brasil x Austrália

7h15min: ginástica artística (F)

7h38min: natação (M), 100m costas

8h: ciclismo (F)

8h: vela (M), star

8h: vela (M), finn

8h41min: natação (M), 4x100m livre (elim.)

9h30min: boxe (M), peso ligeiro

10h45min: ginástica artística (F)

11h: futebol (M), Brasil x Bielorrússia

12h: judô (M e F), peso leve, final

12h30min: ginástica artística (F)

14h: tênis de mesa (F)

14h50min: esgrima (M), final

15h30min: natação (F), 100m borboleta, final

16h: ginástica artística (F)

16h: natação (M), 100m peito, final

16h55min: 4x100m livre, final (M)

18h: vôlei (M), Brasil x Tunísia

18h: vôlei (F), Brasil x Turquia

Caminho do Figueira para sair da degola

27 de julho de 2012 47

Pronto, quando a fase é ruim, tudo conspira contra. Até o Bahia vai a São Paulo e dá uma piaba no Palmeiras, algo que todos julgavam pouco provável.

Com isso, o Figueirense, só com uma mísera vitória, a da estreia (e lembram que foi com golzinho nos acréscimos?), abraça na 12ª rodada a lanterna do Brasileirão.

Pelo que jogou até o momento, é justo.

Nos resta projetar a fuga de lá. E vai ter que ser com muito trabalho, porque os jogos, até o fim do turno, são bem complicados para o Figueira. Confiram:

SábadoBotafogo (F) – Dureza, e com o time todo desfalcado

4/8 - Portuguesa (F) – Confronto direto

8/8Flamengo (C) – Do jeito que anda o time carioca, também pode ser confronto direto

11/8Sport (F) – Mais um jogo complicado (na Ilha é duro bater o Sport). E mais um jogo daqueles de 6 pontos

16/8Santos (C) – O Peixe, em tese, já poderá ter Neymar e Ganso de volta. Na prática, é pouco provável. Outro confronto direto contra a degola

19/8Grêmio (F) – No histórico, o Figueira costuma aprontar no Olímpico. Mas o tricolor briga lá na ponta, dureza

26/8Coritiba (C) – O Coxa já começou a reação, o que até lá deve fazer dele outro adversário complicado

Ou seja, dos sete jogos, pelo menos quatro podem (ou devem) ser confrontos diretos pelas últimas posições. Perdê-los, portanto, é prejuízo dobrado. Os jogos contra Botafogo e Grêmio acho os mais difíceis de projetar algum pontinho.

Se quiser reagir até a virada do turno, o Figueira vai precisar de superação. Agora, se seguir nessa toada, pode entrar no returno com um pé na Série B…

Figueira namora com a lanterna

26 de julho de 2012 55

Seria muita maldade vir aqui dizer que nada mudou no primeiro jogo de Hélio dos Anjos no comando do Figueirense. Mesmo que eu não tenha gostado da contratação, não dá para colocar a culpa em alguém que chegou no dia anterior.

Para criticar o trabalho de Hélio, se é que o caso, só daqui a mais duas ou três rodadas.

Já o Figueirense, esse sim merece críticas. Contra o Inter, repetiu os mesmos erros do jogo contra o São Paulo. Que são (olha que surpresa!) a defesa que fica olhando o adversário entrar e marcar, o ataque que não agride e a ausência total de jogadas pelas pontas.

Hélio dos Anjos vai ter um enorme trabalho para tentar colocar a casa em ordem. E pouco tempo.

E tem outra coisa: sem meio-campo para criar e laterais para municiar, Loco Abreu só vai mesmo servir como figura de marketing alvinegro. Porque em campo… No jogo com o Inter, chegou a dar dó do uruguaio, mais isolado que o Robinson Crusoe.

E, ainda que pouco provável, a rodada pode terminar com o Figueira na lanterna, caso o Bahia não perca para o Palmeiras na Arena Barueri. Hoje, a diferença entre eles é de apenas dois gols tomados a menos para os catarinenses.

A vitória do Metrô nos bastidores

25 de julho de 2012 12

Coluna publicada nesta quarta-feira no Jornal de Santa Catarina:

O ressurgimento da Copa Santa Catarina, segunda-feira, quase passou sem ser notada. Mas tem um significado bem importante, sobretudo se analisarmos o ponto de vista blumenauense.

A competição, de setembro a dezembro, dará ao campeão vaga na Copa do Brasil de 2013. E o Metropolitano, ao lado de Marcílio Dias, Camboriú e o time B do Joinville, larga na condição de favorito absoluto.

E é aí que vem o ponto. Para chegar a esta condição, o clube foi competente para arquitetar uma costura vencedora nos bastidores. Explico: muita gente queria enterrar a Copinha, principalmente a Chapecoense, que aí ganharia força para requerer a vaga na Copa do Brasil sem entrar em campo, como terceira colocada no Catarinense. O pontapé inicial dessa manobra foi a desistência do Atlético de Ibirama, já analisada neste espaço na semana passada. Foi a deixa para o clube do Oeste desistir também e obrigar a Federação a cancelar o torneio e redefinir a distribuição das vagas na competição nacional.

Aí, entrou o Metropolitano. Maior interessado, soube aliar-se à Federação (que queria a Copinha) e assim se contrapor aos cartolas da Chapecoense, declaradamente opositores da atual gestão da FCF. Com uma negociação aqui, outra ali, o presidente Vadinho conquistou um xeque-mate digno de aplauso. Recolocou o torneio de pé e com um regulamento que veta o retorno dos desistentes. Em uma única tacada, abriu as portas para uma competição nacional de grande expressão, fechou as portas para rivais diretos e garantiu calendário até o fim do ano.

Para quem conhece Blumenau, em especial o esporte blumenauense e seu tradicional isolamento político, uma vitória (vitória, não, goleada) nos bastidores que merece celebração. Sirva de exemplo, então, para outras tantas situações que a cidade é preterida por não ter habilidade política de defender os interesses, ou menosprezar o poder da política. Um erro crasso.

Marketing

A Copinha agora precisa entrar na cabeça de jogadores e torcedores como um torneio de tiro curto no qual o Metrô é favorito para conseguir, muito provavelmente, seu maior feito nos quase 11 anos de vida. Além, é claro, do primeiro título profissional. Vender essa ideia, e lotar o Sesi nos jogos, é o mínimo.

Londres 2012: as apostas do blog

24 de julho de 2012 4

A Olimpíada de Londres vai começar (nesta quarta já tem futebol feminino). Hora de fazer apostas na participação brasileira.

A promessa é de que dessa vez, com uma preparação mais profissional, o Brasil amarele menos nas decisões.

Vamos conferir. Abaixo, as minhas apostas:

Brigam pelo ouro

- Futebol masculino

- Cesar Cielo, Felipe França e o revezamento 4×100 da natação

- Juliana e Larissa e Emanuel e Alisson (vôlei de praia)

- Roberto Scheidt e Bruno Prada (Iatismo)

- Equipe de judô (aqui são vários)

Brigam por medalhas

- Vôlei masculino e feminino

- Basquete masculino

- Handebol feminino

- Futebol feminino

- Fabiana Murer (salto com vara)

- Thiago Pereira (natação)

- Diego Hypolito (ginástica)

O resto, salvo uma ou outra surpresa que felizmente sempre vão existir, do contrário a gente nem perdia tempo assistindo, deve se dividir entre fazer figuração e pegar experiência importante para os Jogos de 2016, no Rio de Janeiro.

E vocês, têm palpites? Mandem aí