Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Felipão fazendo hora para a Seleção?

26 de setembro de 2012 4

Demitido do Palmeiras, Felipão aceitou na terça-feira um serviço voluntário no Ministério do Esporte: dar palestras, gratuitamente, em um programa do governo para jovens.

Muito legal.

Mas aí eu pensei: seria esta uma forma de passar o tempo sem ficar dando sopa no mercado para outros clubes, enquanto espera, pacientemente, pela hora de assumir a Seleção?

Me parece que sim. Não importa o que diga agora Felipão, ele é muito esperto, sabe que Mano logo cairá, ele é a bola da vez (as razões são muitas, ainda que não seja unanimidade) e assim tem a desculpa perfeita para negar convites de clubes que nesse meio tempo fiquem sem treinador (o Cruzeiro, por exemplo, onde Felipão esteve antes de assumir a Seleção, em 2001, mais dia menos dias manda o péssimo Celso Roth passear).

Será?

É Felipão o cara certo?

Opinem!

Comentários (4)

  • Rogel diz: 26 de setembro de 2012

    Não creio que Felipão venha assumir a seleção Brasileira, a atual diretoria da CBF quer mais que o Brasil não ganhe a copa, Felipão não é do tipo de se vender e nem obedecer ordens para perder, por isso não creio que ele venha a assumir.

  • Julio (JEC) diz: 26 de setembro de 2012

    Se a CBF quiser que o Brasil tenha chances de vencer a copa, trará o Felipão…
    E o Felipão só vai assumir se for do jeito dele, assim como em 2002. Ele convoca quem ele quiser e sem interferências da CBF/empresários para que se convoque o joãozinho, luisinho, huguinho…

  • juliano diz: 26 de setembro de 2012

    com a cúpula do corinthias na seleção só o braga mesmo pára acreditar que Felipão assumira?Se Felipão aceitar como o Sanches lá ai o futebol está perdido mesmo

  • Raul diz: 26 de setembro de 2012

    Nobre Braga, gostaria que a realidade fosse exatamente essa, ou seja, a de que o atual técnico da Seleção Canarinho está com os seus dias contatos no comando da mesma.
    Me perguntarias por que não creio na queda do ex-técnico corintiano, vamos aos fatos.
    Andrés Sanchez, diretor de Seleções, não tem uma boa relação com o atual presidente da CBF José Maria Marin, a bem da verdade é que os dois se odeiam, sendo assim o ex-presidente do Corinthians desconfiou do descontentamento do presidente da CBF acerca do trabalho da comissão técnica e – ao sentir-se ameaçado – ligou para o ex-presidente Lula, seu amigo de longa data, relatando os fatos. Andrés queixou-se a Lula, dizendo estar temeroso com o seu futuro, e também com o futuro do seu parceiro Mano Menezes, na continuação no cargo. Lula então ligou para o presidente Marin elogiando o trabalho de Mano e Andrés e sutilmente solicitando vistas grossas por parte da CBF com relação ao trabalho dos dois, ou seja, “ordenou” a manuntenção de Sanchéz e Mano no comando da Amarelinha. Politiqueiro que só, Marin atendeu prontamente o pedido de Lula e garantiu, ao popular ex-presidente, que não haverá demissões, apesar de no fundo desejar ardentemente fazê-lo. Marin não é bobo e não vai se indispor com Lula, sendo assim tudo seguirá como está e o torcedor sofrendo, chorando por essa sujeira chamada futebol.

Envie seu Comentário