Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de setembro 2012

Criciúma decreta: a Série A é logo ali

29 de setembro de 2012 23

Uma atuação impecável, de quem avisa ao adversário: “dá licença que estou indo pra elite”.

Esse foi o Criciúma no Estádio Rei Pelé. Não deu chances à pressão do CRB. Venceu com autoridade de quem está com um pé e meio na Série A.

Com time completo, o Tigre é certamente um dos melhores da Série B, se não o melhor. Zé Carlos e Lucca são fundamentais. Com eles, o time empilha vitórias.

A fase instável se foi, todos os times passam por ela nos pontos corridos. A tigre voltou a ser seguro e a dominar os jogos. E tem Zé Carlos, marcando como sempre. Faltando 11 jogos, ela já igualou o artilheiro da Série B de 2011 em 21 gols. Impressionante.

Com mais 3 ou 4 vitórias o Criciúma formaliza a volta à elite. Agora é aguardar.

Pelo título, uma vitória do Avaí sobre o Vitória, neste sábado, não seria nem um pouco ruim.

Palpites da rodada do Brasileirão

28 de setembro de 2012 24

E aí, vamos palpitar?

Vou colocar aqui os meus pitacos dos jogos do fim de semana no Brasileirão e dos catarinenses nas séries B e C.

E aguardo os de vocês. Combinado?

Brasileirão

Vasco 2 x 1 Figueirense

Cruzeiro 2 x 2 Internacional

Portuguesa 1 x 0 Atlético-MG

Palmeiras 2 x1 Ponte Preta

Náutico 3 x 1 Atlético-GO

Flamengo 1 x 1 Fluminense

Corinthians 2 x 1 Sport

Coritiba 1 x 1 São Paulo

Bahia 2 x 1 Botafogo

Grêmio 2 x 3 Santos

Série B

CRB 2 x 4 Criciúma

Avaí1 x 1 Vitória

Série C

Chapecoense 1 x 0 Duque de Caxias

E o Loco Abreu, hein, Figueirense?

27 de setembro de 2012 14

O Figueirense vive uma semana tensa. Saídas na direção completaram uma faxina que já dispensou jogadores e teve até a renúncia do presidente.

E a tal parceria?  No mínimo, bem difícil de entender onde está a vantagem do clube.

Mas o post quer falar de Loco Abreu. Afinal, quando o uruguaio vai jogar? Desde que chegou, teve mais episódios fora de campo do que bola no pé.

Nem quem botou olho gordo na contratação achou que o custo/benefício seria tão ruim para o Figueira. E semana que vem tem convocação pra seleção uruguaia mais uma vez. E o pior, na Celeste, Loco não tem sido nem relacionado para o banco nos jogos das Eliminatórias.

Se o momento é de botar a casa em ordem, o Figueira precisa dar um destino a Loco Abreu. Não acham?

Felipão fazendo hora para a Seleção?

26 de setembro de 2012 4

Demitido do Palmeiras, Felipão aceitou na terça-feira um serviço voluntário no Ministério do Esporte: dar palestras, gratuitamente, em um programa do governo para jovens.

Muito legal.

Mas aí eu pensei: seria esta uma forma de passar o tempo sem ficar dando sopa no mercado para outros clubes, enquanto espera, pacientemente, pela hora de assumir a Seleção?

Me parece que sim. Não importa o que diga agora Felipão, ele é muito esperto, sabe que Mano logo cairá, ele é a bola da vez (as razões são muitas, ainda que não seja unanimidade) e assim tem a desculpa perfeita para negar convites de clubes que nesse meio tempo fiquem sem treinador (o Cruzeiro, por exemplo, onde Felipão esteve antes de assumir a Seleção, em 2001, mais dia menos dias manda o péssimo Celso Roth passear).

Será?

É Felipão o cara certo?

Opinem!

JEC firme na briga pelo G-4

26 de setembro de 2012 12

O Joinville sofreu mais do que esperava para passar pelo Boa Esporte na Arena. O gol custou a sair, mas quando abriu a porteira, a vitória veio naturalmente. O 3 a 0, para quem vê apenas o placar, não espelha o que foi o jogo. Mas os três pontos são justos, isso que importa.

A campanha do JEC na Arena é fantástica, em muito pela participação decisiva do torcedor que proporciona uma das maiores médias de público do Brasileirão. Isso é mais do que motivo para o tricolor estar na briga pelo acesso, ainda que muitos achem que é cedo para chegar à Série A.

Mas a campanha do time o credencia a isso. A rigor, o Vitória já subiu, e o Criciúma está quaaaaaase lá. As duas vagas restantes no G-4 serão disputadas até a reta final por Goiás, Atlético-PR, JEC e São Caetano. Os que estão logo abaixo, Avaí no bolo, precisam de uma conjunção astral para chegar lá. Mas chance matemática há.

Repito, o que o Joinville precisa, nas 11 rodadas que faltam, é repetir longe da Arena o desempenho que empolga o torcedor. Na próximas rodadas fora, contra os virtualmente rebaixados Barueri e Ipatinga, tem ótimas oportunidades de começar a fazer isso (ainda que o time paulista, apesar da péssima campanha, tem mostrado bom futebol e nesta terça bateu o América, em BH). Dos times que brigam na parte de cima, vai receber no alçapão da Arena São Caetano, América-MG e Vitória, e vai sair para encarar Criciúma e Goiás.

Metropolitano traz dois reforços do Figueirense

24 de setembro de 2012 9

Precisando reagir na Copa Santa Catarina _ estreou com derrota para o Camboriú, fora de casa _, o Metropolitano anunciou nesta segunda-feira dois reforços para o restante da temporada. O volante Fabiano Silva, 31 anos, e o lateral-direito Régis, 22, chegam por empréstimo ao Verdão, através de nova parceria com o Figueirense.

Os jogadores não vinham sendo aproveitados no elenco do time da Capital, que está na zona de rebaixamento no Brasileirão, e se apresentam nesta terça ao técnico Barbieri. Fabiano Silva se destacou no último Catarinense pelo Joinville, foi levado para a Capital pelo técnico Argel, mas não se firmou no Scarpelli. O acerto foi feito ontem pelo presidente do Metrô, Erivaldo Caetano Jr,. e o diretor de Futebol Viton, com o diretor de futebol do Figueira, Chico Lins.

_ Os jogadores virão sem custo ao Metropolitano. Estamos analisando parcerias com outros clubes, nos mesmos moldes _ antecipou Vadinho.

Ainda durante a campanha da Série D do Brasileiro, outros jogadores do Figueira chegaram a ser oferecidos ao Verdão _ casos, por exemplo, do volante paraguaio Pittoni e do lateral Pablo _, mas, na época, não houve acerto. Pittoni é um dos que podem vir nos próximos dias para o Metrô.

Figueirense e arbitragem brasileira na berlinda

24 de setembro de 2012 16

Aproveito o post para resumir dois assuntos importantes do fim de semana: o Figueirense e a arbitragem do Brasileirão.

Primeiro, o Figueira:

Definitivamente, a derrota para o Palmeiras em casa não estava nos planos. Numa decisão de campeonato, o alvinegro tinha o momento a seu favor, mas foi dominado, em 10 minutos já tomava 2 a 0 e o 3 a 1 até ficou barato. Wilson não estava numa noite feliz, mas quem estava? O novo tropeço em casa custou caro. Além de ser ultrapassado pelo Verdão, só não voltou para a lanterna porque o Atlético-GO acabou com a sequência sem vitórias do Flamengo. O Fla e o Sport se distanciaram, e hoje o Figueira está a seis pontos da saída da zona da degola (na verdade precisa de sete, pois tem vitórias a menos). E o pior: nas 12 rodadas que faltam, precisa dobrar os 22 pontos que somou até aqui para tentar evitar o rebaixamento (nas contas dos matemáticos). Situação delicadíssima.

Agora, a arbitragem:

A rodada do fim de semana foi emblemática. Se a arbitragem brasileira nunca foi grande coisa, atualmente vive um momento terrível, periga até ser o pior de todos. Os erros crassos se acumulam rodada a rodada, seja em qual série do Brasileirão for. Só na Série A no fim de semana tivemos pênaltis escandalosos não marcados contra o Fluminense (para o Náutico) e contra o Vasco (para a Ponte). Outros pênaltis marcados são de chorar: o do Flamengo muito fora da área (Love perdeu, pelo menos). O do Corinthians em uma jogada de impedimento absurdo. Houve ainda o gol anulado do Palmeiras no Scarpelli. Lance polêmico, mas ao menos esse eu achei certa a anulação. Valdívia atrapalhou o Wilson no lance, e como estava impedido, achei certo.

Certamente houve mais lances que não me ocorrem agora, mas só esses já dão a dimensão da ruindade atual da arbitragem brasileira. É preciso uma solução urgente.

Peneirinha Gillette: selecionados em Blumenau

23 de setembro de 2012 2

Neste domingo terminou a etapa de Blumenau da Peneirinha Gillette. Cerca de 800 garotos entre 8 e 12 anos participaram, na Associação da Altona, e mostraram qualidade.

Abaixo, a lista dos 30 selecionados, 15 na categoria 8 a 10 anos, outros 15 na categoria 10 a 12 anos. Eles estarão na final estadual, em novembro, em Florianópolis.

Os selecionados:

8 e 9 anos

Vinicius Boing

Frantisek Tlach Ignácio

Ayrton Rafael Neres

Gabriel Oli Brizola Pereira

Ricardo Henrique Lippel Spengler

Victor Andrade Hugo

Jeferson Salvador da Silva

Vilson Roberto Zwang Filho

Guilherme Trajano Hermes

Augusto Miguel Souza

João Gabriel de Souza Barb

Eduardo Wagner Sequinel

Pedro Henrique da Rosa

Guilherme Prestes

Caio Mittag

10 a 12 anos

Lucas Mantoanelli

Gabriel Roberto Pereira

Matheus Barreto Portes

Carlos Eduardo Estevão

Nathan Estasiak Rautenberg

Martin Meyer Kleba

Thiago Moellmann de Souza

Victor Curtipassi

Natã da Silva Romão

William Gustavo Ferreira

Bernardo Zucco Muller

Gilmar Crukil Junior

Paulo Henrique Zanon

Luan Gabriel Rodrigues

Pedro Henrique Bernardes

Parabéns aos escolhidos e boa sorte na final estadual. E vale lembrar que os que não foram selecionados na etapa de Blumenau, ainda podem tentar em outras seletivas (veja o calendário no site oficial).

Criciúma faz a obrigação e se recupera na Série B

22 de setembro de 2012 20

Depois de flertar com uma quase crise (o sinal amarelo acendeu pela primeira vez após as derrotas pra América e Goiás e a ausência do artilheiro Zé Carlos) que ameaçou o tirar do G-4 da Série B, o Criciúma tinha jogos relativamente tranquilos para reagir.

E fez isso, ou seja, fez o chamado dever de casa. Semana passada, bateu o ASA em casa. Neste sábado, venceu com autoridade o quase rebaixado Ipatinga, em Minas.

Quem quer subir, e ainda almeja brigar por título, tem a obrigação de passar por cima sem dó de times fracos como o Ipatinga, que felizmente vai cair (sou contra times sem torcida e de aluguel, quero o pior possível para todos eles rsrsrs). E o Tigre fez isso, em partes. Venceu, mas tomou sustos desnecessários após abrir 3 a 0, quando os mineiros diminuíram para 3 a 2 e, entre um gol e outro, desperdiçaram um pênalti. E no fim comandaram uma pressão terrível, por muito pouco não empataram. É importante avaliar, a queda de rendimento (acomodação?) quase colocou em risco 3 pontos garantidos e essenciais.

Como Vitória e Goiás se enfrentaram, e o tricolor baiano venceu, a rodada foi boa para o Criciúma no objetivo primário, que era voltar a ter alguma tranquilidade dentro do G-4. Na meta seguinte, que é voltar a se aproximar dos baianos na ponta da tabela, segue a desvantagem de cinco pontos.

E o acesso está cada vez mais próximo. Com 52 pontos, mais 15 devem ser suficientes, ainda que times como Atlético-PR, São Caetano e até o JEC ainda estejam rondando, o que pode fazer subir a exigência de pontuação para chegar à elite.

Sobre as vitórias de Avaí e Joinville na sexta-feira, leia aqui.

Também teve catarinense em campo neste sábado pela Série C. Jogando no Norte fluminense, a Chapecoense ficou no empate sem gols com o Macaé. Os dois estão na zona de classificação, mas numa chave tão equilibrada, marcar passo com empate, mesmo fora de casa, nunca é bom negócio.

Avaí e Joinville vencem e se animam na Série B

22 de setembro de 2012 14

Joinville e Avaí precisavam, e muito, vencer nesta rodada da Série B.

Venceram. E respiraram aliviados.

O Avaí jogou para o gasto na Ressacada, na estreia do técnico Argel e no primeiro jogo sem Cléber Santana e Renato Santos. Achou o primeiro gol num chutaço de Pirão, depois ampliou com a ressurreição de Evando (pois é). Antes disso, teve trabalho contra o Guaratinguetá. Até um lance duvidoso que resultou em gol anulado dos paulistas, houve. Gostaria de analisar mais detalhadamente o lance.

De qualquer forma, aos trancos e barrancos o Leão vai mantendo alguma esperança de brigar pelo acesso. É bem difícil, mas não dá para entregar os pontos tão cedo. Se seguir jogando pro gasto, mas vencendo, o Avaí ainda pode acreditar.

Na Arena, o Joinville parecia que ia golear o Paraná, pelo começo de jogo arrasador. Mas depois disso tirou o pé. Ainda assim, o 3 a 1 foi tranquilo, e recoloca o tricolor próximo do G-4. Em casa, o time catarinense tem sido muito forte. Vai precisar buscar pontos longe da Arena para sonhar com o acesso.

Neste sábado, é a vez do Criciúma entrar em campo, diante do virtualmente rebaixado Ipatinga, em Minas.