Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fórmula 1 em Santa Catarina? Duvido

21 de novembro de 2012 64

Bernie Ecclestone, o todo-poderoso da Fórmula 1, esteve na terça-feira em Santa Catarina. Foi conhecer, a convite, o projeto de um autódromo (projeto antigo, por sinal) no Parque Beto Carrero World, em Penha. O governador Raimundo Colombo também esteve lá, o que deu um ar de formalidade à visita.

Logo, todo mundo se alvoroçou. Será?

Bom, seria ótimo, o Beto Carrero já levou as principais provas de kart do país para lá e tem o perfil da F-1 atual. Mas, sinceramente, duvido muito.

A Fórmula 1 está em Interlagos desde os anos 90. Trata-se do maior evento turístico da maior e mais rica cidade brasileira. Estive em Interlagos recentemente (em setembro), o autódromo está bem precisando de uma boa garibada, tá bem velhinho. Mas daí a perder a F-1, que leva quase 100 mil pessoas a SP na semana do GP Brasil, repito: duvido. E outra: a estrutura para receber a prova exige muito mais do que a região pode oferecer atualmente. Se São Paulo não dá conta (trata-se do único evento que extrapola a rede hoteleira da cidade), calculem aqui. E o aeroporto? Navegantes? Então tá…

A explicação mais razoável para a visita de Ecclestone pode estar numa palavra: Business. O contrato da F-1 com Interlagos vence em 2013 (e pode ser renovado até 2020). Mas para isso a categoria cobra alterações no autódromo que giram em torno de R$ 120 milhões, e que ninguém quer assumir agora, com troca de governo municipal em janeiro (Interlagos pertence à prefeitura de São Paulo). Aí, Ecclestone pode ter visto na visita ao Beto Carrero uma boa forma de pressionar o governo paulistano a resolver a pendência de uma vez, sob risco de perder a galinha dos ovos de ouro.

E, cá entre nós, não vai perder.

A única possibilidade que enxergo é o de duas provas da F-1 no Brasil. Não é impossível, já que hoje em dia o dinheiro manda mais do que em qualquer outra época na categoria. Mas é bem difícil.

Vamos aguardar. Mas, pra mim, a carinha meio entediada do Bernie olhando o projeto é mais do que suficiente para acreditar que F-1 em SC não passa de um sonho bem distante.

Comentários (64)

  • Renato diz: 21 de novembro de 2012

    Totalmente impossível… o Rio de Janeiro já tem um projeto (e o terreno) para um novo autódromo (Deodoro) que vai substituir o injustamente demolido Jacarépaguá. O mais plausível seria uma prova no Brasil alternando a cada ano em duas cidades diferentes, e com certeza o sudeste não vai perder esta … aqui no sul, infelizmente penamos com a falta de infra-estrutura em algumas questões, a começar pelo aeroporto que o Braga citou ….

  • marcos diz: 21 de novembro de 2012

    SE NEM A FENAOSTRA ELES CONSEGUEM ORGANIZAR IMAGINA FÓRMULA 1 QUE CUSTA MILHÕES DE DÓLARES.

  • Everton diz: 21 de novembro de 2012

    Braga,
    Vc viu que semanas atrás o Rio de Janeiro vai construir um novo autódromo para tirar a F1 de SP? Vamos só pensar na quantidade hotéis que são necessários para receber todos os turistas. Na boa se para o RJ vai ser difícil tirar a prova de SP, imagina SC.
    Abraço

  • Jorge diz: 21 de novembro de 2012

    Desde que não tenha dinheiro público no negócio, seria bem vindo, mas ganhar de SP….só em sonho!

  • Marcio diz: 21 de novembro de 2012

    Formula 1 não vira, mais podemos ter outras categorias, como Formula INDY, Motovelocidade e outras nacionais, como STOCK, Truck ….

  • Telmo diz: 21 de novembro de 2012

    O que esta acontecendo é que a F1 não tem mais a mesma audiência e é por isso que a rede Globo esta tentando aumentar de todas as formas a audiência. Quem fica em casa hoje para ver F1, Faustão, Futebol, Esporte Espetacular e Fantástico é porque não tem nada para fazer no Domingo. É sem duvida a pior coisa para se fazer em um Domingo.

  • André Silva diz: 21 de novembro de 2012

    Mais plausível, seria construir um oval, e trazer a Indy, porque a pista de rua de SP, é muito criticada no meio.

  • Elio diz: 21 de novembro de 2012

    O Colombo tá no mesmo caminho do Luiz Henrique: megalomania sem noção e factóides pra desviar o interesse da opinião pública da incompetência do governo diante das questões mais relevantes …

  • Silvério diz: 21 de novembro de 2012

    Se a iniciativa privada comprar a briga a coisa acontece, o fato da GM e BMW estarem a uma relativa distância do local ajuda a criar um “ar automobilístico” para a região, os problemas são a infra-estrutura, a trans-beto é quase perfeita, o problema é o acesso parque-aeroporto (que deveria ter o prometido sistema de trilhos implementado a anos…) e a rede hoteleira de Penha, que é lastimável, depender de Balneário Camboriú é muito complicado.

    Que tal começar com a fórmula Indy (não ia ser difícil tirar ela de São Paulo, aquela vergonha de prova..) e outras provas como a Stock Car e depois ir atrás do peixe grande?

  • Johnny diz: 21 de novembro de 2012

    Tarumã em Porto Alegre sempre foi muito melhor como autódromo do que os de SP. Pena a prefeitura de POA ser lenta. Em POA haveria como manter o circo da F1 e é o tipo de evento que tem cara de cidade sem praia. Agora, em relação ao que você afirma nessa matéria, concordo totalmente. Muito bem pensado. Ou é pressão mesmo, ou vão querer levar para o Beto Carrero alguma sub competição onde o Eclestone também influencia.

  • Flavio diz: 21 de novembro de 2012

    É SC tbm não tinha perfil pra fazer um festival de musica eletrônica e deu no que deu 50 mil pessoas em 2 dias no primeiro evento… odeio povo pessimista, sempre n da, n pode… vão reclamar que o barulho do motor atrapalha os bichanos agora ? hsaushuas

    quem sabe num futuro próximo..n custa sonhar ;)

  • Fred Marcos diz: 21 de novembro de 2012

    Gostei do comentario do Sr. Marcos – mas, sonhar faz bem e quem sabe um dia possa a vir a acontecer.

  • Fabiano Gomes de Souza diz: 21 de novembro de 2012

    Realmente será difícil a prova sair de São Paulo e vir pra SC, acontece que no circuito seriam realizadas outras provas de outras categorias como: StockCar, Fórmula truck e tudo mais que ande em 4 rodas, com um calendário bem organizado poderia haver 2 ou 3 eventos por mês neste circuito.

  • Marcelo Carvalho dos Anjos diz: 21 de novembro de 2012

    Gostei dessa parte “duas provas da F-1 no Brasil”, e realmente não há como negar esses desafios citados com sinceridade pelo Braga.

    Ao meu ver o maior desafio do Colombo, não é infraestrutura(iniciativa privada tem muito dinheiro em reserva), não é marketing do lugar(O circoF1 certamente esse tipo de geografia), mas é com relação a “Total Segurança” em todos os sentidos, pouco que conheço da vida de Colombo(li seu livro), vejo que tem uma visão muito ponderada dessas questões. Fico desde já torcendo ainda mais para o sucesso dessa região abençoada.

    Quanto a cara do Bernie olhando o projeto, ela vai mudar a expressão quando ele der um zoom out no mapa.

  • Munchen diz: 21 de novembro de 2012

    Claro…se fosse um projeto na mini capital…com dinheiro publico, todos estariam aplaudindo…e faltaria pagina nos jornais e na midia…
    E como ninguem quer construir mais nada nesta cidade…mas querem o Estado….o interior sempre tem lugar e publico.

  • Fabiano Gomes de Souza diz: 21 de novembro de 2012

    Não entendi porque você apagou meu comentário, não tinha nada de mais. só falei que a pista poderia ser utilizada por outras categorias e poderia ter 2 ou 3 eventos por mês na pista, só isso.

  • Rodrigo diz: 21 de novembro de 2012

    Era o que diziam da Volvo Ocean Race, porém Itajaí foi a melhor perna do evento (segundo os participantes da VOR), deixando Miami, que é bem melhor que São Paulo, no chinelo.

  • carlos diz: 21 de novembro de 2012

    Bom, o chefão chegou a ir ao BCW para cogitar a possibilidade. Entao…há uma chance sim, ja que Penha fica ao lado de cidades maiores como Itajaí e Balneario Camboriu e estas possuem uma infra maior para suportar a demanda, porque não?
    Como catarinenses temos o dever de acreditar na ideia, senao estaremos sendo eternos paga paus de haoles paulistas, gauchos e cariocas.

  • E.S diz: 21 de novembro de 2012

    Ficaria Hiper feliz,poder ver a F1 aqui ao lado de Blumenau. Sem precisar se deslocar sempre para SP.

  • Gustavo diz: 21 de novembro de 2012

    É pessoal….nossa Fórmula-1 é o Kart mesmo…o engarrafamento chegaria a Curitiba…e no sentido sul acredito que deva passar de Araranguá….e sem contar que os presidiários não iriam autorizar…já que são eles que mandam por aqui.

  • Renato Flores diz: 21 de novembro de 2012

    Também acho muito pouco provável este evento vir para Sta. Catarina vai ser tipo copa do mundo aqui no estado muita fumaça e nada de evento…Agora o que nos deixa mais estarrecido é ver o Sr. Raimundo Colombo em reunião de formula 1 enquanto nosso estado sofre com terrorismo de presidiários, greve na saúde e outros problemas que até este momento ele não resolveu…..É o mesmo pensamento de outros governantes e da presidenta, se preocupam com copa do mundo e olimpíadas e o país a beira do caos….Este é o jeito de nossos políticos administrarem este país, não é a toa que somos do terceiro mundo…

  • Maurício Gugelmin diz: 21 de novembro de 2012

    Olha, tirar de SP ou RJ impossível, agora não dúvido que a F1 está migrando para circuitos itinerante a cada ano que passa. Mantém as provas clássicas e inclui 2 ou 3 pistas por temporada pra promover o turismo em lugares diferentes do mundo. Há uma grande chance…

  • Diego diz: 21 de novembro de 2012

    Meio pessimista este pensamento.
    O autódromo no Beto Carrero é uma realidade, o próprio Beto já planejava a +- uma década trazer uma prova da Indy pra cá.
    Quando o Alex assumiu o parque as coisas começaram a acontecer. Fire Whip, Kartódromo e Dream Valley… Fora outras coisas que estão por vir ai em breve.
    A questão da rede hoteleira não seria desculpa, pois temos mais cidades na região para hospedar muita gente. Apenas para lembrar, passaram 40 mil pessoas na Dream Valley este fim de semana.
    Sim, o aeroporto é um problema, mas não é um fator determinante. Lembrando que o de Congonhas é uma porcaria, inclusive por questões de logística, os materiais das equipes são desembarcados em Campinas e trazidos via terrestre ao autódromo de Interlagos.
    Uma vantagem é a malha viária, fácil acesso a 101, proximidade com aeroportos e grandes opções turísticas. Santa Catarina acho que foi eleita pela quinta vez como melhor destino turístico do Brasil.
    Apenas lembrando que o kartódromo beto carrero, foi desenhado pelo engenheiro Hermann Tilke, que desenhou 8 pistas de F1 que estão no calendário deste ano.
    As coisas não acontecem por acaso, acho que não precisamos de pessimismo, e sim um pouco de desenvoltura para tentar buscar as coisas para o nosso estado. Começando por nós mesmos.

  • Gisele diz: 21 de novembro de 2012

    O empreendimento BETO CARRERO WORLD veio de um sonhador e mesmo após a morte dele, é dado continuidade, com sucesso. Se não sonharmos… nada se realizará mesmo. Alguém tem que acreditar e começar! Vai que dá certo???? Serei uma catarinente orgulhosa, mais uma vez!

  • Ramiro Dias diz: 21 de novembro de 2012

    O Raimundo que vá cuidar da educação Catarinense que está uma lástima esse sim é um investimento de retorno garantido.ponto

  • eduardo diz: 21 de novembro de 2012

    tendo um autódromo ta bom, povo pessimista que não enxerga o que categorias de menores podem trazer de benefícios… além de track days para diversão do povo fã de automobilismo. um autódromo só traria benefícios, mesmo sem a tão falada F1…

    Do blogueiro: Eduardo, mas ninguém falou que isso não pode acontecer (ter outros tipos de evento). Até acho bem factível. Só duvido da F-1 por questões financeiras e de infraestrutura (do Estado, não do Parque). Abraço

  • Luiz Lass diz: 21 de novembro de 2012

    Acho lamentável ver algumas pessoas equiparando interior e capital que não tem nada a ver com esta notícia, parece-me dor de cotovelo ou ciumes…. ou alguns desses sentimentos pequenos. Moro na capital e torço para que aconteça o evento mesmo sabendo que é apenas um sopro ainda. Agora fazer apartheid em um estado como o nosso é triste.

  • david BNU rage against the system diz: 21 de novembro de 2012

    kkkkkkk… F1 em SC é piada mesmo!!! Em que aeroporto seriam descarregados as 80 mil toneladas de carga da competição que todos os anos são descarregados no aeroporto de campinas e seguem em 120 carretas para São paulo?? kkkkkk SC mal tem infre-estrutura pra receber um jogo de série A de Brasileiro quem dera pra receber fórmula 1!! E é como o Braga falou, Sp nunca vai deixar sair de lá!!!

  • jonata diz: 21 de novembro de 2012

    Braga… lógico que é muito difícil tirar a F1 de SP.
    Mas com certeza uma possibilidade existe.
    Só para lembrar, já que você não citou esse evento no texto, a prova do mundial de motocross realizada esse ano no Beto Carrero foi eleita a melhor prova do calendário.
    Ahhhh… mas não chega nem perto da F1… Lógico que não.
    Mas é um bom começo.
    E como diria Albert Einstein: A imaginação é mais importante que o conhecimento.

    Do blogueiro: Acho plenamente possível ter qualquer outro tipo de prova num eventual circuito. Tampouco duvido da capacidade do Parque Beto Carrero, um colosso que já deu mostras de que pode ter eventos de grande porte. Só que a F-1 exige algo mais que não o Parque, mas o Estado não pode dar: infraestrutura gigantesca. Agora outras provas não descarto, não. Abraço

  • Danilo diz: 21 de novembro de 2012

    SE o saudoso Beto Carreiro fosse vivo já teríamos a Fórmula Indy em SC ao invés de São Paulo, mas infelizmente quando ele brigava por este circuito, acabou a vida pregando uma peça….

  • DOUGLAS diz: 21 de novembro de 2012

    Olha soh.. eu sabia.. tinha certeza….agora teremos o principado de Penha

  • dalton felix vieira diz: 21 de novembro de 2012

    Talves f-1 não, mais formula truck, stok kar moto velocidade, estou torcendo que tudo vai dar certo, se Deus quiser. Ja deu certo um dos mairoes centro de lazer do mundo, porque não um autodromo. Projeto existe. obrigado.

  • Luiz CEC diz: 21 de novembro de 2012

    Boa tarde atds.

    Como um apaixonado por automobilismo venho dizer que sonhar é possivel, seria incrivel ter um evento desse porte em nosso estado. So quem ja esteve la ( fazem 8 anos que frequento a formula 1 e 2 a Indy ) sabe qual a sensação de ver uma corrida. E com certeza nao seria so ela, existem outras possibilidades como muitos escreveram acima. Vamos acreditar um pouco, mesmo que seja dificil, porque sonhar é uma das coisas que ainda nao pagamos impostos. ACREDITO NISSO.

  • juca deschamps diz: 21 de novembro de 2012

    É o Colombo tentando “tocar” o devaneio de verão do LHS – atingido não sabe depois de quantos gluglus…
    Num Estado que está com a Saúde na UTI; a segurança insegura; a educação estilo Lula – lembram, aquele, que não lia porque dava sono -, falar em construir um autódromo com o porte de receber uma etapa do mundial de Fórmula 1, chega às beira do deboche, do desequilíbrio mental de quem o concebeu…
    Tomara que o governador rompa as amarras com o anterior, e fique no feijão-com-arroz que lhe cai bem. Afinal de contas, pra quem foi criado em Lages, assistindo às corridas de rua com Plínio Luersen, Galo Cego, Dócio, Catarino Andreatta e outros menos votados, o pulo para Fórmula 1 não é muito grande, não???

  • Anderson diz: 21 de novembro de 2012

    Caro Braga, opinião é como nariz (pra não dizer outra coisa), cada um tem o seu. Mas, como trabalhador de um meio de comunicação vejo que lhe carece um pouco mais de informação em relação a como anda a F1 em Interlagos e principalmente sobre o cenário econômico, tanto da F1 quanto do Estado de Santa Catarina.
    Leia o texto emitido pelo presidente do parque e busque um pouco mais de informação, espero ver um novo post por aqui e, talvez, com uma opinião mais concreta e diferente.

    Ps.: Analisar a ‘carinha meio entediada’ de um senhor de 82 anos através de uma foto feita a um calor de 30ºC é coisa pra quem tem formação em outra área que não é a sua, até onde sei.

    Abraço e bom trabalho!

    Texto divulgado pelo parque:

    Acredite em Santa Catarina!

    Há 20 anos todos achavam que meu pai era um louco.
    Construir um Parque Temático em Penha, Santa Catarina seria impossível.

    Há seis anos, Santa Catarina ser eleito o melhor Estado para Turismo no Brasil, seria igualmente impossível.
    Quem diria que teríamos a única escola do Bolshoi fora da Rússia?
    Estamos no circuito da Volvo Ocean Race.
    Nosso Estado será sede da montadora BMW.
    Os melhores Estaleiros do mundo estão montado suas lanchas aqui.

    O Beto Carrero World é parceiro da DreamWorks Animation, o maior estúdio de animação do mundo, tendo como seus fundadores Steven Spielberg, Jeffrey Katzenberg e David Geffen….. e também estamos com a Universal Studios.
    Fomos eleitos o melhor parque temático do Brasil pelo segundo ano consecutivo.

    As únicas duas etapas no Brasil do circuito internacional Iron Man acontecem em Santa Catarina, uma delas no Beto Carrero World.

    Nossas belezas naturais são vistas por milhões de turistas todos os anos, o nosso povo é lindo.

    A etapa do mundial de Motocross que aconteceu em nosso Estado foi eleita a melhor etapa do mundo.

    Temos eventos de Kart como as 500 milhas do Beto Carrero e o Desafio das Estrelas, ambos contam com a presença de pilotos de renome internacional.

    O melhor festival de música eletrônica do Brasil, com David Guetta e Armin Van Buuren, aconteceu aqui e foi um sucesso.

    E se todos achavam que tudo isso era impossível, dou-lhes um único conselho:

    Acreditem mais em nosso Estado! E quando acordarem em uma bela manhã de domingo e ouvirem os mais poderosos roncos da Fórmula 1, ela estará aqui.

    Alex Murad
    Presidente do Beto Carrero World

    Na foto: Tamas Rohonyi, Sr. e Sra. Ecclestone na despedida aos executivos do Beto Carrero World (20/11/2012).
    Mais fotos lá no blog: http://blog.betocarrero.com.br/

    Do blogueiro: Caro Anderson, lamentável mesmo é você comparar jornalismo com um texto publicitário, cheio de frases feitas, de alguém interessado até as tampas no assunto. Eu nem deveria me dar ao trabalho de comentar com alguém que não sabe diferenciar ironia num texto de informação e opinião. Não sei se és jornalista, ou se pretende ser, mas deverias: 1) pensar antes de falar. 2) Procurar entender mais do que está tentando parecer profundo conhecedor. Quando tiver isso, volte. Abraço

  • Marcio diz: 21 de novembro de 2012

    Será que alguém pode nos mostrar esse projeto? como seria a Pista?

  • Fernando Avaiano diz: 21 de novembro de 2012

    Fala aqui pro bonequinho, rzs. Um Estado que não consegue garantir nem a segurança do seu cidadão, refém de bandidos e falta tudo, como realizar um GP de Fórmula 1. Vai ver o Bernie vai tirar de SP pra trazer pra cá. Ridiculo, não dá nem pra comparar SC com SP economicamente falando, nem pra bairrismo serve.

  • Fernando Avaiano diz: 21 de novembro de 2012

    Pode ser até uma corridinha de F3 Sulamericana, de Kart, de Marcas, mais F1, tais de piada comentarista, isto é pra meia dúzia de ilusionarios. Na realidade o Bernie veio passear em Balneário Camboriú e aproveitou pra olhar as loucuras de alguns Catarinenses. Fala sério, F1 é negócio, aonde tem mais repercussão, em SP e RJ ou na recém conhecida SC. Eu não me iludo, o empreendimento é bonito e tal, mais como falei, no máximo pra uma corridinha de Kart.

  • E.S diz: 21 de novembro de 2012

    Sonhar é bom, mas a F1 aqui em SC é demais.
    Colombo, acho que SC está necessitando de outras obras de maior urgência do que um Autódromo. (Saude,Educação,Segurança). Por favor PARE de sonhar e perder tempo com isto. Povo catarinense agradece!!!!!

  • Wallace diz: 21 de novembro de 2012

    Fórmula 1? Alguém ainda assiste isso ?
    O que SC precisa é de um time de futebol multicampeão como o Inter.
    Era isso.
    Obrigado.

    Do blogueiro: Como o Inter? Aquele que frita ídolos em sequência? Que o vestiário manda mais que o presidente? que é refém de um tal plano de sócio-torcedores? E que todo ano entra como favorito ao título brasileiro e termina em oitavo, nono? É esse?

  • Arnesto Olé diz: 21 de novembro de 2012

    Se o gov. Estadual investisse em lugares que dão arrecadação para o Estado, teríamos uma boa infraestrutura. Aeroporto? Bem, há tempos que a região de Joinville pede que o Complexo Aeroportuário Intermodal de Araquari saia do papel. Infelizmente nossos impostos e recursos federais são canalizados quase que exclusivamente para um lugar só, justo aquele que não dá retorno em impostos pro Estado.

  • Bruno Lee diz: 21 de novembro de 2012

    É gente, sou paulistano moro em SC 18 anos,estou torcendo para a F1 vir para cá, vamos ser menos pessimistas afinal será muito bom para várias cidades vizinhas, e lembrando que a pista foi projetada por uma pessoa que desenvolveu várias pistas para a F 1 e não por mim.

  • Vinicius Nunes diz: 21 de novembro de 2012

    SC tem capacidade sim e vai sediar F-1 sim.
    Sou de Palhóça-SC e acredito nisso!!!!

  • Mazinho Alvinegro diz: 21 de novembro de 2012

    Eu não consigo entender esses murrinhas que ficam malhando o nosso governador.
    Eu vejo por outro prisma.
    Explico:
    Tomando por base o Luiz Etílico Henrique da Silveira, eu pergunto!
    Numa vida toda vagando pelas mais variadas bocas-insaciáveis da política, o quê esse cidadão fez pelo nosso estado?
    Respondo:
    Nada!
    Apenas a Arena Joinville, o velho, bom e milenar pão e circo para entreter e manter alegres essa cambada de tansos e idólatras.
    Em trocentos anos de política, sequer conseguiu trazer uma montadora decente para o estado. Pelo contrário, perdemos vária para RS, PR e até mesmo BA.
    Parabéns ao nosso governador Raimundo Colombo, iniciante na política e já consegue trazer uma BMW, empresa top a nível mundial.
    Eu fico por demais de contente, pois é certeza de geração de divisas para nosso estado, gerando um efeito cascata, e com isso, garantindo uma maior segurança para a minha manutenção debaixo da minha amendoeira na beira da praia, peixinho- frito, tomando minhas caipiras e geladas, ao som de um violão bem tocado com os amigos.
    Por isso, eu digo!
    Governador do meu estado!
    Sonhe alto e continue voando baixo e quebra tuuuudo, meu FURACÃO!

  • Nodu Mang diz: 22 de novembro de 2012

    Jecaville não tem e nem precisa de aeroporto.
    Agradeçam a são Chico e seu porto, a Itajaí e seu porto, a Navegantes e seu aeroporto.
    Deu!
    A região metropolitana de JecaviLLe é pequena e acanhadade , +- 540 mil, se comparada com a linda capital com +- 1.000.000 de habitantes.

  • Edson diz: 22 de novembro de 2012

    NODU MANG – O teu comentario é tipico de um idiota….Mas para o teu conhecimento a BMW vem para a regiao metropolitana de Joinville, assim como a GM vem para Joinville…Por exemplo Curitiba nao tem aeroporto…e ainda assim é uma das capitais mais ricas do país…

  • Antonio diz: 22 de novembro de 2012

    marcos diz: 21 de novembro de 2012
    SE NEM A FENAOSTRA ELES CONSEGUEM ORGANIZAR IMAGINA FÓRMULA 1 QUE CUSTA MILHÕES DE DÓLARES.

    o que tem a ver essa quermesse de igreja(fenaostra) que é problema da capital, com a formula 1 que é de COMPETENCIA ESTADUAL, prefeitura de Penha e a empresa beto carrero???.;…..tem mane da capital que pensa que o mundo gira em torno de floripa…kkkkk…..vai pescar tainha vai peixeiro e pare de falar asneiras

  • Wilmar diz: 22 de novembro de 2012

    Claro que brigar com SP e RJ pela fórmula 1 é pedreira. Acho mais difícil acreditar num Metropolitano vencedor, que a imprensa blumenauense tenta nos enfiar goela abaixo. Acho mais fácil crer num empreendimento ousado de quem já mostrou competência para isso. Outra coisa, a F1 passa por vários circuitos localizados em cidades pequenas durante a temporada, portanto isso não é argumento. É difícil sim, mas não impossível.

  • Fernando Avaiano diz: 22 de novembro de 2012

    Arnesto, investir em Joinville é como a Ferrovia Norte Sul, que leva nada a coisa nenhuma, rzs. Quer ver coisa esquisita foi aquele campinho pago pelos nossos impostos. Até quando os caras vão usar o chapéu dos outros em benefício próprio, essa Arena do Jec é minha, é nossa, é vossa, o resto é balela.

  • Munchen diz: 22 de novembro de 2012

    Nodu Mong e o mazinho barbi tem razao…a capital de sc tem tudo…tem time falido, favelas…bandidagem…arrogantes…ignorantes…tansos..etc…
    Enguanto Joinville, uma cidade, que no parque industrial Perini…onde a BMW vai iniciar tem 110 industria…so neste local o pib e’ maior que o da mini capital…e a inveja e’ grande, um dos motivos que ninguem quer construir nada…nao tem gente qualificada…so peixeiro analfabeto e recaldado.

  • Primo da Anta diz: 22 de novembro de 2012

    Sr. Fernando Avaiano, a Arena Joinville é um bem público, de todos os munícipes de Joinville. O que eu gostaria mesmo é que o Estado de Santa Catarina revertesse a doação do terreno feita ao Avaí onde hoje está o Shopping Beira-mar, que com a sua venda gerou dinheiro para a construção da Ressacada. Também gostaria muito que o Estádio Orlando Scarpelli, que em suas muitas e longas reformas, utilizou vasto dinheiro público – aqui está a história para vc conhecer http://cacellain.com.br/blog/?p=17316 – se tornasse patrimônio do povo, pois o dinheiro de impostos dos meus avós, pais está lá. E quando a Ressacada e o Scarpelli se tornarem públicos, quem sabe eles passem a pagar aluguel para jogar lá, quem sabe eles não ganhem a renda pelo aluguel de cantinas e bares, assim como acontece com o JEC, que paga todo jogo vinte mil reais para usar o estádio público. E que não vê a cor do dinheiro dos bares e cantinas.
    Abraço, primo!

  • Primo diz: 22 de novembro de 2012

    Aqui está o link certo sobre a história do Orlando Scarpelli, que como a Ressacada, foram um presente do Governo Estadual aos clubes da capital. Diferentemente de um estádio público, em que o povo é o dono, nesses dois casos o que era público virou privado. Lá vai a história: http://blogdorobertoluizdossantosvieira.blogspot.com.br/2009/11/o-estadio-orlando-scarpelli.html

  • Felipe diz: 22 de novembro de 2012

    Quanta cara de pau seu paulista. SP não é a cidade mais rica. China é mais rica que a Alemanha? Não. E outra, adianta ter hotéis se não tem trânsito para chegar até eles?

    Do blogueiro: Se SP não é a cidade mais rica da América do Sul, qual é então? Tô até com medo de ouvir a resposta…

  • Mazinho Alvinegro diz: 22 de novembro de 2012

    Por favor!
    Não me inventem montadoras na nossa linda capital, táh!
    A Função de Floripa é administrar o estado e não trabalhar no pesado.
    Essas tarefas pesadas e rudes ficam destinadas a Jecaville e KyCiÚme principalmente.
    Por isso, o nosso estado é muito organizado e cada um no seu quadrado.
    O máximo pra nós Florianopolitanos é a Tecnópolis, uma verdadeira cidade voltada somente para a produção de TI (Tecnologia da Informação).
    No mais, existem outras tarefas que nós nos dedicamos com o máximo empenho e muita dedicação, tipo: Sol, praia, cervejal e mulherio… hehehehe!!

  • Laércio diz: 22 de novembro de 2012

    Braga, onde está a sua duvida?
    No parque Beto carreio, ou no estado de SC?
    sds..

    Do blogueiro: No Estado, certamente. O Parque já mostrou ser capaz de fazer coisas maiores do que a região comporta.

  • Felipe diz: 23 de novembro de 2012

    Rodrigo, SP é a cidade que tem o maior PIB. É claro, veja a população e a quantidade de indústrias estrangeiras que lá estão. África do Sul é mais rica que a Suíça por exemplo? O termo riqueza está associado ao poder de consumo de uma pessoa. Escolha aleatoriamente um cidadão em SP e outro em SC e veja quem vive melhor. Em 90% dos casos, um cidadão catarinense viverá melhor. Ou quem é mais rico? Uma família com 10 filhos e uma renda total de 10 mil? Ou um casal com uma renda total de 5 mil? Isso é riqueza. É óbvio que SP com aquela população terá uma arrecadação maior oquê não implica em sair por aí gastando milhões com eventos.

    Do blogueiro: Não delira, Felipe. A diferença é astronômica. E nem na qualidade de vida atualmente não podemos mais nos gabar, né? A violência tá quase igual.

  • Mazinho Alvinegro diz: 23 de novembro de 2012

    Dos 5 principais clubes de SC, o FURACÃO do Estreito é o único que pode dizer que tem um estádio próprio.
    O terreno de 45.000m2 em área nobre, foi doado (Escritura de Doação) por um torcedor fanático chamado Orlando Scarpelli.
    O estádio foi construido ao longo dos anos, via patrocinadores, emissão de títulos patrimoniais, pequenas verbas do governo destinadas ao esporte (micharia), pois era o único estádio que poderia sediar jogos do campeonato nacional, sendo que o Figueira foi o primeiro representante na Elite em 1973, seguido pelo Bvai, que na época vivia de favores usando nosso estádio.
    Na década de 80, o Bvai, numa trama obscura e fraudulenta, foi despejado do Adolfo Konder (atual shopping Beira-Mar) e foi parar lá nos quintos do interior da ilha, num estádio em área de preservação permanente (manguesal), e pior, em forma de comodato. Na real, o Bvai NUNCA teve um estádio próprio, pois o Adolfo Konder era emprestado para o Figueira e Bvai mandarem ali seus jogos.
    Porra, Isso já faz um tempinho, pois o Figueira ainda era sediado na Ilha.

    A prefeitura de ChoveINviLLe construiu uma arena municipal onde o BuáááhhViLLe manda seus jogos mediante uma taxa simbólica de locação.

    O Estádio do KyCiÚme é do KyCiÚme, porém econtra-se LOCADO para o MERCADO.
    Explico:
    O MP estava para executar a instituição KyCiÚme que se encontrava tipo “massa-falida”, devendo o ku-das-calças, sem poder pagar, até aparecer a tábua-de-salvação, ou seja, o Grupo Angeloni para tentar salvar a pátria dos Banguelos.

    Finalmente, a Arena Municipal Indio Condá segue o modelo de XorôINviLLe.

    Sentiu a naba penetrar aí, Munchen? …. hehehehe!!

    S/A.

  • Fernando Avaiano diz: 23 de novembro de 2012

    Olha, cada um na sua, F1 em SP ou no RJ, Beto Carreiro em Penha, Floripa com suas indústrias não poluentes e o belo meio ambiente. Criciúma com suas belas lajotas e seu carvão, rzs, e finalmente Joinville com suas geladeiras, a chuva e bailarinas, isso é SC.

  • Fernando Avaiano diz: 23 de novembro de 2012

    Joinville merece ter um grande aeroporto, pra receber os bailarinos e bailarinas que vem pra lá, rzs.

  • Fernando Avaiano diz: 23 de novembro de 2012

    A única coisa que Joinville exporta são os Caixeiros e as bailarinas. Rendem um baita PIB, rzs, pra cidade. Continuo afirmando, quero meus Direitos sobre a Arena Joinville, afinal foi construído com o meu, o nosso, o vosso dinheiro.

  • Ronaldo diz: 23 de novembro de 2012

    paulistas escrotos. vocês acham que o BRASIL só fica no eixo Rio-São paulo,
    cidades de lixo, altas ondas de trafico e crimes violentos, sem a minima condição
    de segurança, me envergonho ter estas duas cidades como brasileiras, pelo simples fato,
    de vocês acharem que são os donos do Brasil. Lembrem-se que o Brasil é muito mais que
    duas cidades, a 20 anos atras, todos diziam que penha era loucura, que o Beto estava louco em fazer um parque lá, que iria falir no primeiro ano, pasmem. Hoje é o melhor e maior parque multitematico do Brasil. Os parques do eixo aí, nesses anos alguns faliram, e outros viraram uma carnificina. As principais marcas de sorvete do Brasil na época não quiseram de jeito algum seus sorvetes no parque que era loucura, iria difamar o nome da marca. hoje eles pedem pinico para conseguirem um contrato com o parque. LEMBRE-SE, estamos aqui, o Brasil não é só Rio – São Paulo.

    observação.
    Lembre-se que a BMW vem para cá e não para aí!!

    Do blogueiro: Meu Deus!

  • Felipe diz: 23 de novembro de 2012

    Braga, você está comentando com o coração paulista, não com a razão. Podemos muito bem tirar a F1 de SP mas pra isso precisamos de apoio também do Governo Federal. Pra começo de conversa, construir um aeroporto internacional no estado, assim como construiu em SP, que serve de HUB pra todo país. Quanto aos recalcados, trabalho é algo rudimentar? É por isso que a capitalzinha sempre será inexpressiva e seus moradores excluídos.

    Do blogueiro: Eu comentando com o coração? Primeiro, quem te falou que gosto mais de São Paulo do que de SC, onde vivi 90% da minha vida? Segundo, fácil assim, ajuda do governo pra fazer um aeroporto internacional? Vai ver é instantâneo (porque falam em corrida a partir de 2014), igual fizeram com os aeroportos das cidades da Copa… Francamente, né, Felipe. Abraço

  • manezinho diz: 24 de novembro de 2012

    oh o negocio é o seguinte, já comentei na net em algum site aí, isso aí de Formula 1 em SC é demagogia do Colombo que como governador foi fraquinho em tudo inclusive foi incapaz de trazer a copa pra SC, quer fazer uma media pra matar dois coelhos com uma cajadada só: limpar a barra dele com o descaso que ele faz com a segurança , educação, saúde, e aproveitar pra limpar tambem a vergonha que foi SC não conseguir trazer a copa pra SC. SC não teve político ativo e nem governante ativo que tivesse força pra trazer a copa pra SC.
    Governador, pára né oh! Eu já tenho mais de 80 anos e vou acreditar nisso de trazer F1 pra cá???? PÁRA NÉOH, mofas com a pomba na balaia governador, eu não sou trouxa pra acreditar nessa conversa aí.

  • Fabiano Burfel diz: 30 de novembro de 2012

    Braga, Cirúrgico!

Envie seu Comentário