Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Chapecoense põe a mão no título do turno

04 de fevereiro de 2013 30

Dessa vez demorei um pouquinho mais pra colocar a análise da rodada. Mas vamos a ela.

Após vencer no Sesi, na minha opinião a Chapecoense colocou uma mão e uns três dedos da outra na taça do primeiro turno (tem taça?) do Catarinense. Vitória de time cascudo, que briga por título. O Metrô foi melhor o tempo todo, mas não soube transformar isso em vantagem. Mais uma vez, falhou num jogo decisivo e com casa cheia. A chape, o próprio treinador admitiu isso, jogou por uma bola: achou duas em falhas individuais do adversário e venceu, que no fim é o que importa.

Nas cinco primeiras rodadas, a Chapecoense enfrentou os quatro principais adversários e fez o jogo mais difícil com os chamados pequenos, que é encarar o Metrô em Blumenau. E saiu dessa sequência na liderança isolada. Mais mérito do que isso pra levar o turno? Desconheço. Nas quatro rodadas finais, enfrenta quatro times da parte de baixo da tabela, pela ordem Juventus (c), Camboriú (f), Guarani (c) e Atlético (f). Ou seja, basta confirmar o favoritismo pra conquistar o turno e a vaga nas semifinais (eita regulamento ridículo esse). O Metropolitano, por sua vez, volta a brigar apenas pela vaga na Série D, e nesta disputa tem dois jogos decisivos pela frente: quarta, vai ao Litoral enfrentar o Camboriú, e no outro domingo (dia 17) recebe o Atlético no Sesi.

Nos outros jogos da rodada, nenhuma surpresa. Sem fazer muito esforço, os favoritos Figueirense, Joinville e Criciúma venceram, respectivamente, Camboriú, Atlético e Juventus. Ainda que a situação do JEC ainda me cause estranheza. O time não jogou bem nenhuma vez, mesmo quando venceu. Parece, olhando de longe, que a coisa no vestiário não anda nada boa. Será que é isso? No mais, a tendência é essa daqui por diante: os grandes confirmarem a superioridade e termos aqueles dois campeonatos dentro de um, como já disse outras vezes. Criciúma e Figueira estão no páreo pelo turno, ainda que dependam de tropeços da Chapecoense.

Sobre o jogo de Palhoça, concordo plenamente com a decisão. É hora de fazer valer a lei e não tenho dúvidas que há estádios no Catarinense sem nenhuma condição de receber jogos do Estadual (e não é apenas o Renato Silveira). Lamento que a decisão tenha sido tomada em cima da hora, o que acabou prejudicando torcedores que foram até lá. Além do clube, que deve ter um prejuízo com a remarcação. Mas se era o jeito, paciência. O que não dá mais é pra aceitarmos as coisas desse jeito, já que a Federação é banana e não faz nada (e nem fará) e os clubes e o TJD são adeptos do velho jeitinho brasileiro.

Comentários (30)

  • Igor diz: 4 de fevereiro de 2013

    Ola Braga…parabéns pelo texto…muito coerente….mas a rodada marcada por duas esquisitices…primeira e justificável…o cancelamento do jogo entre avai e guarani…e a segunda, inexplicável e injustificável…por que a RBS não transmitiu jogo do Catarinão na tarde de domingo?…tínhamos dois times jogando pela liderança…representando duas das mais grandiosas regiões do estado….e pasmem….pro Oeste passou GRENAL…e aí…há aquela coisa de chacota…porque Chape é o terceiro time (inverdade, atualmente) e coisa e tal….falta de respeito com as torcidas…

    Do blogueiro: Igor, eu estava fora (de folga), mas creio que o cancelamento do jogo de Palhoça, que seria o da TV pra todo o Estado, acabou inviabilizando uma outra transmissão em cima da hora. Montar a estrutura no estádio não é tão simples quanto parece, começa a ser feita no dia anterior. Sobre o jogo da TV, claro que a melhor opção era Metrô x Chape, mas a definição é feita bem antes, e no acordo com os clubes há uma promessa de transmitir pelo menos dois de cada um, incluindo os pequenos. Então a definição pra essa rodada era esse jogo. Uma pena o que aconteceu, de fato. Abraço

  • BrUnO diz: 4 de fevereiro de 2013

    Da-Lhe, Da-Lhe Chapê!

    Vamos Verdão.. Vamos ser Campeão (Do primeiro turno, primeiro Rsrsr)

    ACF

  • André Silva diz: 4 de fevereiro de 2013

    O Braga, sabes dizer se a prefeitura de Chapecó, continua a financiar o time?

  • Flavio CEC diz: 4 de fevereiro de 2013

    Não é mais possível que a federação se mantenha… em 5 rodadas tivemos 3 grandes e vergonhosos fatos que mancharam o futebol catarinense em todo Brasil que hoje já tem até apelido de campeonato varzeano.
    Primeiro a possibilidade de termos todos os jogos das primeiras rodadas com portões fechado por incompetência da federação(a maior interessada) que não pressionou os clubes com antecedência dando prazos incorretos.
    Depois a vergonheira do caso da trave em xanxerê… Se a trave tivesse machucado alguém, talvez deixasse de ser vergonha pra termos alguma atitude.
    Por Fim o caso guaraní de palhoça que pela primeira vez apertou mesmo o calo de um time da Capital que provavelmente vai ter que apertar(mais ainda o calendário pra cumprir a tabela) e talvez surta algum efeito sobre o que gostaria de chamar de Fim da era Delfim.

    E o que será na próxima rodada? Um poste cairá no meio do campo? Uma manada será vista comendo a grama de algum estádio? o Delfim será visto sóbrio? qual será a novidade?

  • FABIANO TOLEDO diz: 4 de fevereiro de 2013

    Qual é a Lógica, tu falaste Braga, que seria transmitido pelo menos dois jogos de cada time, a impressão que fica que Avai e Figueira, vai ser mais né.

    Uma coisa que eu queria entender é a escolha de transmisão dos jogos, qualquer besta
    saberia, que o jogo da rodada era metro e chape, simples, jogo que valia a liderança.

    Ai quando o pessoal do interior fala dessa MANIA DA RBS de tender para esse tal de Avai e Figueira, ai todo mundo da RBS fica bravo, porque sempre com essa historinha não sei oque, TA ERRADO, aqui não é Rio Grande do Sul, aqui as torcidas são regionalizadas e pronto.

    E parabéns Braga, sempre com postagens bacanas.

    Abraço

    Do blogueiro: Fabiano, são PELO MENOS dois jogos de cada clube, óbvio que outros terão mais que isso. Na boa, não quero voltar a essa velha discussão, vamos voltar à conclusão de sempre, uns dão mais audiência que outros. É simples, importante é que todos terão jogos transmitidos, isso é legal. Mas haverá rodadas que o jogo da TV não será o melhor jogo, e aí a discussão sempre vai voltar pra estaca zero. Abraço

  • Tiago Ghisi diz: 4 de fevereiro de 2013

    Bom Dia Braga
    Este catarinense que era pra ser o melhor dos ultimos anos esta uma varzea, Nunca vi algo assim, está federação esta nem ai para os clubes e torcidas, é uma vergonha. Queremos Eleições já, Pq nao pode ter eleiçoes na Federação???
    O metro e suas recaidas como sempre com o estadio cheio,

    Tigrão tem que melhorar muito ainda!!

    Abraçoo!!!

  • Rogério Jlle diz: 4 de fevereiro de 2013

    Coloca as mãos merecidamente…!!!
    Melhor time de SC no momento. Pode até ser que não leve, mas no momento é o melhor. Ponto!
    Quem falar o oposto é um tremendo invejoso!

  • Mauro diz: 4 de fevereiro de 2013

    Braga,

    Ainda com relação à cobertura do Catarinense (puxada pelo Igor), não encontrei nenhuma página no “site” da RBS que mostre a classificação e a tabela de jogos.

    Isso pra não falar da “!inha editorial” da área esportiva da TV… Mas isso é outro assunto.

    Mas vale o registro da cobertura correta realizada por você. Parabéns.

  • Responde aí!! diz: 4 de fevereiro de 2013

    Boa tarde Braga,

    o quê vc achou do ‘roubo descarado’ no jogo entre o CGAYra e o Camboriú?

    O jogadr do time da janela fez GOL de MÃO e estava em IMPEDIMENTO!! Alô ‘dotô’!!

    E outra coisa, que coisa horroorosa o gramado do Scarpelli-PARK??

    Era pra ter interditado o campo de várzea do time do estreito, e não do Guarani da Palhoça!

    Do blogueiro: Não vi o lance, mas pelo que li, foi meio escandaloso mesmo.

  • sangue azul diz: 4 de fevereiro de 2013

    TIME PEQUENO,DIFICILMENTE VAI CHEGAR PARA TRISTEZA DO INTERIOR ,MAIS UMA VEZ VÃO TER QUE VER O LEÃO ERGUER A TAÇA PELA TV ,INFELIZMENTE É ASSIM NA HORA DO VAMOS VER O GRANDE PASSA POR CIMA DO PEQUENO….AVAI F.C O MAIS VEZES CAMPEÃO…..

  • dalton diz: 4 de fevereiro de 2013

    Braga…que justificativa! Pago o Pepwil (Catarinense) e não passou nenhum jogo domingo > Porque? Segundo a tua teoria, entrega a taça de Campeão do primeiro turno pra CAPECOENSE! No Campeonato de 2012 pela tua teoria o FIGUEY seria o campeão e levou aquela CHINELADA HAVAIANA! Vamos aguardar né!

    Do blogueiro: Eu disse que a Chape é favorito ao tirno, não ao campeonato. Pra esse, muita água ainda vai passar embaixo da Ponte.

  • Alecsandro diz: 4 de fevereiro de 2013

    ANDRÉ SILVA, sei que a pergunta foi para o Braga, mas vou lhe responder…
    A prefeitura nunca financiou a Associação Chapecoense de Futebol, e isso nem poder por lei, apenas cede o estádio que é municipal sem custos e apoia as categorias de base, que em contra partida, representa Chapecó nos jogos abertos e demais competições. O que houve, e ainda há, é um esforço de nosso prefeito, em conseguir patrocinios de EMPRESAS PRIVADAS. Hoje a Chapecoense se dá ao luxo de escolher patrocinadores. Também possue mais de 5 mil sócios em dia, o que dá uma receita de quase 200 mil, mais de meia folha de pagamento é bancado pelo sócio. Não me venha vc com essa insinuações de que é time de preitura, pq não é mesmo!!

  • Wendel diz: 4 de fevereiro de 2013

    André Silva , vai se preocupar com os times que tem patrocinio da eletrosul e da caixa , qual o motivo da preocupação com a chapecoense o time está te magoando ?

  • André Silva diz: 4 de fevereiro de 2013

    A sim, eu li a respeito. A prefeitura “ajuda” as empresas privadas, em contrapartida, elas patrocinam o time do prefeito. Bancos adoram fazer isso. Assim, até o Guarani de Palhoça pode ganhar vaga na série B.

  • Manés Arrugantis! diz: 4 de fevereiro de 2013

    Ah… sim o Andre Silva mora na capital e esta mordido? Mas porque? Os unicos que levam vantagem, pelo menos ate agora de empresas estatais tipo a Cx e a Eletrosul sao precisamente os dois times da capital…
    Chorando de barriga cheia… oh, mala sem alça? So falta o Guarany que e de Palhoca e embora esteja conurbado com a capital, ser beneficiado tbm. Mas neste caso se ferrou, pois e considerado “interior”… e a nao ser que um “mais alto” politico se “levante” vai chupar no dedo como os outros…
    Eu leio cada uma…!

  • Silvio SZ diz: 4 de fevereiro de 2013

    Andre Silva, que baita dor de cotovelo que vc tem.
    Saudacoes, fica na tua, tchauuu e continue com o olho gordo pra ver o que acontecerá contigo.

  • Freddy diz: 4 de fevereiro de 2013

    Ainda bem que estou gripado e nao perdi meu tempo. Depois de 11 anos é sempre a mesma coisa. Só vou ao estadio de novo quando estiver matematicamente campeao de alguma coisa e sem nenhuma treta rolando no tapetão. Não sou exemplo de torcedor? Ok. O Metropolitano não é exemplo de clube. Abraço e parabens pelo jornalismo.

  • Mazinho Alvinegro diz: 4 de fevereiro de 2013

    Caro, Braga!
    Eu como o Rogério Jlle, cujo nome deriva de rosa, concordo que, a Chapê merecidamente, deva levar o turno.
    Porém, todavia e contudo, a Chapê, históricamente, costuma amarelar com times menores, justamente quando tem a faca e o queijo na mão.
    Torço, humildemente, para que isso aconteça, claro, desde que o FURACÃO acorde.

    Quanto ao time da prefeitura de XorôinVille, A CASA CAIU!
    Levou um corretivo do Cambura, houve a REBELIÃO do LIMITADO perna-de-pau, e
    por pouco não perde para o poderoso Ibirama em plena Arena-do-Contribuinte.

  • Alemão diz: 4 de fevereiro de 2013

    Braga, quando voçê diz que há estádios sem nenhuma condição de receber jogos pelo Estadual, ( e não é só o Renato Silveira, estádio do Guarani ) site nomes e não se omita.

    Do blogueiro: citei na minha coluna no jornal impresso, alemão: o estádio de Xanxerê e o João Marcatto, do Juventus.

  • JV diz: 4 de fevereiro de 2013

    O estadio do Juventus esta muito melhor que o scarpelixo, esqueceu do cambuca.
    O Mazinho mangue, deve se preocupar mais com a porcaria do time dele, e escrever o nome dele certo ROGERIO SEIFER, ou quer ser mesmo um bobo da corte.

    Nao acredito na Chapee, teve uma vantagem, mais pela burrice de outros tecnicos…futebol deve ter uniao no grupo, o tecnico deve saber respeitar e ser amigo e um pai para os jogadores e ser respeitado, nunca um que acha que sabe tudo, mas nao sabe usar as palavras, ignorante este mundo esta cheio. E o tecnico da chapee esta sabendo tirar proveito, mas nao tem time.

  • Silvio diz: 4 de fevereiro de 2013

    Caro André Silva

    Parece que a grama do vizinho está sempre mais verde, não é??
    Mas não se arreganhe muito pro lado da Chape ..
    O que nós temos aqui não é muito dinheiro, mas sim muito trabalho sério, competência.
    Para um time que gasta a metade de Joinville, 30% de Criciuma, Figueirense e Avaí, e ainda assim bate de frente com todos eles … isto é competência … não é rios de dinheiro … não venha dar uma de leitão vesgo e achar que pode vir mamar na Chape … aqui não mané … quem usa de muito dinheiro público no clube são outros times
    Mas como diz o ditado:” a Inveja é uma m…”

  • P.A diz: 5 de fevereiro de 2013

    Falasse muito bem Silvio …muitos aqui cometam com inveja, dor de cotovelo ou muita ignorância, é fato, é lei, nenhuma instituição privada pode ser beneficiado com dinheiro público, a administração publica no que concerne ao poder executivo, como o próprio nome bem sugere, é totalmente regido por lei, com mínimo poder discricionário. O “ruim” para esses é ver que a chapecoense nos últimos 5 anos, conquistou 2 títulos, um vice e um terceiro, além de estar na série B, disputando contra clubes que fazem o dobro ou o triplo do investimento financeiro. Melhor estrutura e maior investimento não significam necessariamente grandeza, SC não possui grandes clubes, não sejamos ridículos, saímos da fronteira nossos clubes são meros coadjuvantes historicamente, os arrogantes do desterro então, soberanos lanternas, sacos de pancada. Salvo raríssimas exceções, sempre foi assim, apenas criciúma no inicio dos anos 90, sejamos honestos com nos mesmos, viver de ilusão não faz nada bem para o crescimento.

  • Alecsandro diz: 5 de fevereiro de 2013

    Mas é muita cara de pau esse André Silva vir falar em “uso” de dinheiro público. Do que os dois times da capital sobrevivem? Esses sim é uma vergonha, patrocinados por dinheiro publico, ou seja, eu como contribuinte e pagador de impostos, estou contribuindo com clubes que não tenho a menor simpatia, isso sem é imoral.

  • André Silva diz: 5 de fevereiro de 2013

    Quero que alguém diga no que a Prefeitura de Florianópolis ajudou os times da capital. Ja no caso do time do prefeito de Chapecó, já começa com 30 milhões do estádio, depois parte para os “amigos” da prefeitura, e por fim termina com as salsichas das escolas. A sim, eu não moro na Capital. Não sei de onde tiraram esta conclusão.
    Time que tem dinheiro público, sempre se deu bem. Pelo visto, a cidade não deve ter problemas, afinal, gastam dinheiro com jogo de futebol. Sorte ter um prefeito fanático pelo time.
    E não é só opinião minha. Leiam o link abaixo

    http://controversas.com/esportes/futebol-e-politica-uma-mistura-explosiva/

  • Rogério Jlle diz: 5 de fevereiro de 2013

    Rosa… além da flor, cheirosa por sinal é sobrenome de muita gente de bem no Brasil. Conheço alguns com esses predicados e com esse sobrenome. Derivar meu nome, se fosse verdade não seria por isso nenhuma afronta. Não é, mas que fosse…!!!
    Agora qualquer nome de apelido que termina em “inho” demonstra pequenez e insignificancia! Nem vou juntar o tal do “inho” a qualquer nome próprio para não ferir suscetibilidades de ninguém. Não é esse meu propósito!
    Mas “inho” será sempre diminuitivo para alguma coisa pequena e sem valor…!!! Repito, pequenininho e sem valor! Precisa falar algo mais?

  • Alecsandro diz: 5 de fevereiro de 2013

    André Silva, seguindo a linha do seu pensamento, então é imoral o Botafogo jogar no Engenhão, é Imoral o Flamengo, o Vasco e o Fluminense jogarem no Maracana, é imoral o Cruzeiro e o Atlético jogarem no Mineirão, é imoral o Joinville jogar na Arena, é imoral o Avai jogar da Ressacada (pois todos sabem que foi usado dinheiro publico na obra) só para citar alguns exemplos. Você não conhece a realidade da Chapecoense, não tem nada de dinheiro público, exsitem sim patrocinio de entidade privadas e patrocinio da torcida, através dos planos de sócios. Não inveja, cobra dos direotores do seu clube, seja ele qual for, que trabalhem com seriedade e honestidade, que irão colher os frutos no futuro.

  • P.A diz: 5 de fevereiro de 2013

    André Silva, falta de conhecimento o seu, pior ainda aquele que escreveu aquela matéria. Falo isso com relação a chapecoense, onde o prefeito apenas usou de seu carisma e conhecimento do empresariado para buscar recursos com aqueles, inclusive com empresas de fora e sem grande interesse comercial. O Estádio é um bem público, por isso de responsabilidade do poder público, é a casa da chape, porém não lhe pertence. Sendo um bem público é legal o investimento ou melhorias, aliás você sabe que hoje a Arena Condá abriga inúmeros órgão públicos em suas novas alas, e dezenas de outras atividades relacionadas ao publico lá serão instaladas após sua conclusão (falta mais de 50%). Nenhum centavo é destinado a Associação Chapecoense de Futebol, departamento de futebol, todo e qualquer auxilio depende de aprovação na câmara de vereadores, não é esse o caso, e não é a casa da mãe Joana. Ninguém tem o poder de por mera deliberalidade injetar dinheiro público sem previsão no orçamento. Quanto a Eletrosul, Caixa Econômica Federal etc que a muito patrocinam os times do desterro, é uma questão ainda mais complexa, cujo entendimento não é pacificado, por se tratarem de empresas públicas e sociedades de economia mista, com muito capital privado envolvido, enfim, uma longa discussão.

  • moraesão diz: 5 de fevereiro de 2013

    Deixa esse André Silva…no mínimo é torcedor do Metropolitano e tá com dor de cotovelo da tamancada que levou do verdão do oeste e deve tá com inveja do nosso time, porque na Chapecoense se tem seriedade no trabalho e por isso estamos colhendo o fruto, agora o time dele é um verdadeiro cavalo paraguaio que nunca chega a lugar nenhum.

  • André Silva diz: 6 de fevereiro de 2013

    Bem, o Botafogo, paga aluguel para o estado do Rio. A Chapecoense irá pagar quanto de aluguel para usar o estádio dito “Público” ? O Vasco, tem estádio, e é constrangido a usar o Maracanã, por acerto com a federação carioca, mas só em jogos de finais, senão ele usa o estádio de São Januário, que é dele, aliais, o único time dos 4 maiores do Rio que tem seu estádio.
    Quanto aos outros, sim, acho imoral qualquer governo, seja municipal, estadual ou federal, gastar um tostão sequer na construção de estádios de futebol, que é o caso da Chapecoense. Com dinheiro público, tudo fica mais fácil. Coitado dos contribuintes.
    Sobre o Metropolitano, nem ele tem estádio próprio. Usa o do SESI, pelo menos não é público. Aliais, ele até que tentou conseguir algo com a prefeitura, mas conseguiu apenas um desejo de boa sorte. Na hora que a prefeitura de Chapecó, parar de investir no futebol, a Chapecoense vai para a série B do Catarinense.

  • P.A diz: 6 de fevereiro de 2013

    André Silva, tu é mesmo muito ignorante, no sentido literal da palavra. Me recuso continuar tentar explicar para um parede, já tomou muito meu tempo. É de bom tom saber sobre o que esta falando, informe-se, não é difícil nem para um estudante primário, que parece ser seu caso …ou seria apenas inveja e recalque ?? não precisa responder.

Envie seu Comentário