Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Barbieri era o problema do Metropolitano?

07 de fevereiro de 2013 47

Já adianto logo de cara a minha opinião para a pergunta-título do post: não, não era. Longe disso.

Ainda que fontes na direção garantam que o clima interno estava insustentável, é preciso analisar com o foco nos interesses do clube, não das pessoas. Barbieri é um bom treinador, tem currículo, e estava fazendo um bom trabalho (os números estão aí). É o menos culpado, por exemplo, por o time amarelar de novo no Sesi (contra a Chapecoense) e pelo fiasco da última quarta em Camboriú, quando o time parecia um amontoado de aposentados em campo, tamanha disposição.

O treinador, demitido por telefone, cobrou publicamente reforços (alguém questiona?), cobrou publicamente a preparação física (concordo) e, principalmente, cobrou postura profissional (traduzindo: vergonha na cara) de alguns atletas (fiz o mesmo na minha coluna desta quinta-feira no Santa). Alguns jogadores estão acomodados, pra dizer o mínimo. Ganham em dia (e bem), tem boa estrutura, ou seja, se melhorar, estraga.

Tenho impressão de que o torcedor, e mesmo quem acompanha o clube, estava com Barbieri. Posto isso, pra mim a saída dele foi um erro. Talvez o primeiro erro significativo desta diretoria, na qual computo muito mais virtudes do que defeitos. Mas, nessa, vacilou.

Enfim, como dizem: “Rei morto, rei posto”. Vamos às opções: na boa, prefiro não considerar, pelo menos para o momento, eventuais retornos dos eternos Cesar Paulista e Lio Evaristo. Seria amador demais. Outros sondados: Amauri Knewitz (faz tempo que não faz nada digno de registro), Argel Fucks (pra chacoalhar o ambiente pode até ser, mas os últimos trabalhos dele foram uma lástima) e até o ex-jogador Tcheco, hoje auxiliar no Coritiba (péssima hora para fazer uma aposta no estilo Clébão ou Cláudio Adão).

O favorito, não é segredo, é Mauro Ovelha. Foi procurado ainda na quarta-feira, após perder em casa para o Figueirense. A relação dele com o clube de Ibirama vai além da trabalhista, ele é quase um sócio lá. Nem contrato tem, é tudo de boca com o dono do time, Ayres Marchetti. Pode dar certo, se vier para o Metrô, mas precisará acabar com algumas regalias, enquadrar jogadores que se acham supercraques (se fossem, não estariam no Metrô) e comprar briga com alguns “donos” do clube.

Será que vai conseguir?

Enfim, o problema do Metropolitano vai muito além de trocar treinador. Está na cara, só não vê quem não quer.

Comentários (47)

  • marcos diz: 7 de fevereiro de 2013

    boa noite,vc pode me informar quem contratou os jogadores?quantos jogadores o barbieri indicou? ja sei sua resposta ,e quem contratou errado vai ficar até quando?cargo de gerente de futebol é vitalicio no metro?esta a anos e nunca ganhamos nada,gerente que não da resultado é mandado embora no futebol brasileiro.só aqui em blumenau tem essa diretoria amadora e incompetentes .

  • Celio diz: 7 de fevereiro de 2013

    Diretoria burra. NAO concordo com a demissão. Sera que o Viton também vai nessa???
    Ou vamos ter que ver o presidente comemorar uma goleada na ultima rodada???

    Por essas e outras, que (INFELIZMENTE) nao da mais vontade de ir aos jogos.

    E outra Braga, se voce cobrou publicamente, podera ser demitido pelo Presidente do Metro.. rsrsrs

  • Rudolf diz: 7 de fevereiro de 2013

    Seu comentário esta correto e vou mais longe, pode contratar o Guardiola, que não dará jeito nesse timinho do Metropolitano, salvo algumas excessões, o resto é meia boca, a culpa do Barbieri foi se indispor com a panelinha apoiada pela diretoria de futebol que a meu ver tem muito que aprender. Quem sabe um dia será gerido por profissionais. Barbieri nos deixou na mão uma vez mas estava fazendo um bom trabalho com os parcos recurso que tinha. Lamentável esta situação.

  • ROBERTO diz: 7 de fevereiro de 2013

    UM DOS MAIORES ERROS DESA DIRETORIA AMADORA,MANDAR O BARBIERI EMBORA,QUEREM ENGANAR A QUEM, NOS OS IDIOTAS TORCEDORES SR. PRESIDENTE DO METRO SR. ERIVALDO CAETANO. O SR. É O MAIOR CULPADO DE TUDO DE ERRADO NO METRO DESDE O ANO PASSADO, UMA ADMINISTRAÇÃO INCOPETENTE ADMINISTRATIVAMENTE,QUEREMOS NOS ENGANAR COM SUAS ATITUIDE DE PRESIDENTE AMADOR.PEDE O BONÉ SR. ERIVALDO CAETANO JUNIOR.SERA QUE NINGUEM DO CONSELHO DELIBERATIVO NÃO ESTAM VENDO ISSO, UMA PESSIMA ADMINISTRAÇÃO, COM A PALAVRA DR. EDSON.

  • Erno diz: 7 de fevereiro de 2013

    Metropolitano é um clube amador pensando que é profissional.

    Barbieri é o problema…
    …então o que faz ainda aqui o PSEUDO DIRETOR FUTEBOL, Sr. Viton!!!

    FORA VITON

  • ADÉLIO MAY diz: 7 de fevereiro de 2013

    Bom depois das agressões verbais dele contra a minha pessoa em camboriu após o jgo . quando falei p ele esse são os jogadores que vce defende passando a mão na cabeça.não duvido mais nada do sr. Vadinho..mais uma burrada cometida com a dispensa do Barbiéri.. ´so gostaria de saber quem foi jantar na casa dele pra pedir a saida do BARBIÉRI. dizem que foram 4 diretores..a troco de que? porque? é triste a situação!!!!

  • Rudolf diz: 7 de fevereiro de 2013

    Adélio, eu fiquei sabendo ainda ontem da agressão verbal, depois mais calmo ainda falou muita besteira. Lamentável essa situação.

  • Cleocir diz: 7 de fevereiro de 2013

    Braga, concordo com seu comentário/colocação. Esta Diretoria do Metropolitano é muito Amadora, cobra de quem não deve e não tem culpa pelo mau desempenho do Time.
    Será que esta diretoria vai manter os come e dorme do Osmair/Cesar Paulista e Viton.
    Demitir o Barbieri e coisa de administração pequena… de pouca visão.

    O Metrô tem que se cuidar porque e 2ª divisão é logo ai…..

  • luiz gabriel dos santos diz: 7 de fevereiro de 2013

    bom não acho que o sr vadinho é totalmente culpado mas guentar este tal de viton que não sabe nem falar desculpa já ganhou dinheiro demais pode mandar embora vou sempre não vou mais enquanto este tal estiver um abraço o bar4bieri não tem toda culpa

  • Rafael Grillo diz: 7 de fevereiro de 2013

    O metro está a 11 anos enganando o povo e a imprensa de Blumenau. Esse presidente é uma piada de mau gosto, mas ele não tem culpa, era um torcedor que enfiaram lá porque ninguém queria assumir, ele á markteiro, mas nada. Que prova vocês querem ainda que o metro é uma bagunça, é mais amador que muito time de Pomerode. Ta na hora de se repensar a história do futebol de Blumenau quando ao menos tinha orgulho do time da cidade, que mesmo com problemas financeiros, tinha identidade com a nossa cidade.

    Do blogueiro: Com o que, Rafael? Com o time genérico que perdeu a vaga na Segundona pra Canoinhas? Ah, me poupe também com esse ranço eterno.

  • Cassio diz: 7 de fevereiro de 2013

    Quando não existe diretoria amadora e não existe TIME, só essa coisa ridicula 11 pitocos não tem nada o que fazer.

  • Everton diz: 7 de fevereiro de 2013

    Tomara que caia para a segunda divisão do catarinense, assim o time morre de vez.

  • juliano diz: 7 de fevereiro de 2013

    ano passado o Maurinho esse ano barbieri.amanha quem será? O problema é que parte da imprensa de blumenau fica queimadinha quando a torcida fala que o vadinho é amador. Acho que a imprensa tem que cobrar mais.tem gente da imprensa que quando entrevista o vadinho parece que vai com medo de entrevistalo.|MAs sabemos que blumenau é uma cidade pequena todos se conhecem e se malhar o pau demais patrocinios podem ser cortados.acho que é isso serã? tomara que não.

    Do blogueiro: Juliano, cuide com as insinuações. Se quer falar, não generalize.

  • Rafael Grillo diz: 7 de fevereiro de 2013

    Que time genérico? qual time que o povo de blumenau realmente gosta? pra mim se chama Blumenau Esporte Clube, que parou de jogar em 2004, mas que até hoje é o time que a cidade gosta. E se voltasse teria total apoio. Junto com o time, seria importante também mudar grande parte da imprensa, que é amadora, omissa e tem o rabo preso. Sei que tu não vai publicar isso, assim como faz com comentarios que vão contra o interesse próprio, até porque a carapuça serve.

    Do blogueiro: Publico, por que não? Na minha não serve, meu caro. Pra falar de mim, tens que provar, seja homem de bancar o que você fala, sem insinuações. Prova onde serve a carapuça, quero ver se você consegue.

  • Paulo César Melim diz: 7 de fevereiro de 2013

    Caros amigos, sou blumenauense, e resido em goiânia, onde aqui em Goiás o amadorismo no futebol é notório, os clubes possuem proprietários. Sou da época do Palmeiras, quando não tínhamos administração, mas o saudoso Nelson Barbieri dava o sangue pelo Palmeiras, era outra época é claro, pois tínhamos futebol e craques aos milhares, muitos foram os que passaram pelo futebol de Santa Catarina e de Blumenau. mas a falta de dinheiro e administração e estrutura impediu que o Palmeiras fosse campeão naquele que considero o maior de todos os campeonatos de Santa Catarina, o de 1977, com 20 clubes em pé de igualdade, tínhamos um elenco que ia do gol, Nilson, passando pelo meio campo Jorge Luis e chegando ao ataque com Britinho, Toninho e tantos outros, encaravamos o Joinville, Figueirense, Avai com a certeza da vitória, bons tempos aqueles no futebol catarinense e brasileiro. A questão é que em Blumenau, os nossos alemãezinhos, nunca, mas nunca se preocuparam com futebol profissional, só se precupavam em encher a cara de chop de quinta categoria nos seus clubinhos de caça e tiro, por isso Blumenau nunca teve um estádio municipal, nunca teve um aeroporto, nunca teve uma rodoviária, a que fizeram mal acabada está caindo aos pedaços, nunca resolveram o problema das enchentes, tudo isso levou Blumenau, a um declínio, o pouco que tínhamos de nossa economia fabril faliu, a nossa economia hoje se resume a algumas fábricas meia boca e um comércio cabenga, onde até Moelmam faliu, e depois de acabarem com tudo com as nossos clubes, Palmeiras, Olímpico, querem agora inventar um clube sem dinheiro, sem estrutura, não possui estádio, o Palmeiras pelo menos tinha o dele, sem CT, sem nada, isso é uma afronta a Blumenau e aos que deram seu sangue pela cidade, seria mais inteligente investir na várzea jogar o futebol amador, senhores tidos diretores do Metro, onde até o nome do clube é de uma falta de bom gosto, parem, de criar mal estar junto a cidade, cuidem de suas vidas de seus afazeres, Barbieri não é um grande treinador, mas falou a verdade, como o clube vai disputar um torneio sem jogadores com qualidade, de que forma, se nem no futebol amador eles possuem qualificação, até para ganhar do quinze de Indaial, é uma luta, são jogadores amadores de segundona, com contratar jogadores amadores para disputar torneios profissionais, não dá, vocês diretoria do Metro não nasceram para gerir futebol, futebol é para quem entende, tem dinheiro, tem estrutura, parem de envergonhar a cidade de Blumenau, parem de envergonhar o povo de Blumenau, encerrem as atividades do clube o mais rápido possível e passem a se dedicar ao futebol amador, talvez ali vocês tenham alguma possibilidade de brincar de futebol, não esperem que o povo de Blumenau vá apoiar essas práticas infantis e aventureiras de gente que não entende nada de futebol, absolutamente nada de futebol, voltem para suas casas, vão cuidar de suas famílias, chega de circo, o povo de Blumenau não é palhaço.

  • Jonatas dos Santos diz: 7 de fevereiro de 2013

    Boa noite.
    Braga em primeiro lugar, estive no SESI no domingo e sai no intervalo, pois é uma lastima toda vez que o torcedor aparece o time decepciona, todas entrevista que o Barbieri prestou foi bem feliz nas suas colocações, é um otimo técnico e proficional.
    Coisas que os dirigentes deixam a desejar, o primeiro a ser demitido deveria ser o Viton, pois ele é que palpita na contratação desses medilcres jogadores e coloca o dedo onde não é chamado, assim deixando os jogadores confiados, claro que ninguem gosta de ser cobrado no seu ambiente de trabalho e esse jogadorzinhos criam um ambiente estavel, ao inves de jogar futebol.
    Se na minha empresa não estou fazendo o solicitado e não sou proficional sou demitido, no futebol os jogadores além de ganharem muito (Não fazem nada, pois para muitos o futebol não é trabalho é lazer).
    Já pensou na minha empresa eu começo a cometer vários erros por minha propria inrresponsabilidade e que vai para a rua é meu gerente. (Pronto a empresa já era), assim é o metropolitano em todos os campeonatos. è mais facil mandar um ótimo técnico embora do que mandar meia duzia de pé de pau.
    Eita diretoria ruim

  • Paulo César Melim diz: 7 de fevereiro de 2013

    Penso que a sociedade blumenauense, os esportistas da cidade deveriam tomar uma atitude, não apoiar mais esses aventureiros. e exigir o fim desse projeto inresponsável, a não ser que um dia algum empresário rico, podre de rico, resolva reerguer o nosso querido Palmeiras e dar ele tudo que ele não teve em sua longa história, um belo estádio, um a excelente estrutura, e bons jogadores, volta Palmeiras, que bom seria um empresário rico assumir as rédias e dar a vida ao Palmeiras novamente, que bom seria.

    Do blogueiro:Ahn??????????

  • Paulo César Melim diz: 7 de fevereiro de 2013

    EMPRESÁRIOS RICOS DE BLUMENAU, FUTEBOL HOJE É NEGÓCIO, E MUITO DINHEIRO, BLUMENAU PODERIA GANHAR MUITO, MAS MUITO SE OS HOMENS RICOS DA CIDADE ACREDITASSEM QUE FUTEBOL HOJE GERA MILHÕES, ELES PRÓPRIOS IRIAM GANHARA MUITO DINHEIRO, PENSEM SENHORES EMPRESÁRIOS, FUTEBOL HOJE É NEGÓCIO RENTÁVEL, QUANDO SE INVESTE MILHÕES, O RETORNO É MUITO MAIOR, O BARCELONA ERA UM TIME MEDÍOCRE, QUANDO ALGUNS HOMENS FORTES RESOLVERAM INVESTIR, E INVESTIRAM, O RESULTADO VEIO, E HOJE O BARCELONA É O MAIOR CLUBE DO MUNDO. FUTEBOL GERAL DINHEIRO. SE ALGUM EMPRESÁRIO LER ESSA ARGUMENTO, DEVE PENSAR, FUTEBOL HOJE GERIDO COM INVESTIMENTO E SERIEDADE GERA MILHÕES. PENSEM EMPRESÁRIOS RICOS DE BLUMENAU.

  • Freddy diz: 7 de fevereiro de 2013

    Olha amigao, to com o braga… pooooxaaaa…. pessoal culpa o “oba oba da imprensa”, pessoal culpa fiascos do passado, pessoal culpa o juiz… mas ninguem culpa os jogadores. Atitude e raça fazem a diferença. Abraço.

  • Eduardo diz: 7 de fevereiro de 2013

    Cara, não sei o que dizer. Se dizer o que penso aqui vai sair um monte de palavrão para essa diretoria incompetente e tu não vai publicar Braga. Sou sócio desde 2008, sou um cara bem sensato na hora de cobrar do clube, mas essa situação não dá pra deixar passar batido. Só o que eu tenho a dizer é VERGONHA. Na boa, sou contra violência, mas que dá uma vontade de ir num próximo treino de moer no cacete o Vadinho e principalmente o Viton, isso dá. Passaram dos limites depois dessa. Estão achando que c… meus R$ 35,00 que eu do pro clube todos os meses desde 2008?

  • CARLOS diz: 7 de fevereiro de 2013

    ESSE VADINHO PRESIDENTE DO METRO É UM PAVÃO MEUS AMIGOS, SÓ QUER APARECER EMAIS NADA, COMO ADMINISTRADOR PESSÍMO E ENGANADOR.

    F O R A P A V Ã O SR. VADINHO

  • Paulo César Melim diz: 7 de fevereiro de 2013

    Grande exemplo de coerência em Santa Catarina, é o inter de Lages, abandonaram o futebol profissional poque não possuem estrutura, que bom se esse exemplo fosse seguido

  • Paulo César Melim diz: 7 de fevereiro de 2013

    Amigão hoje o futebol é dinheiro, é negócio, é empresa, clube que não tem dinheiro, estrutura, não vai a lugar nenhum, é que nem lá no Rio de Janeiro, um Olaria, um Madureira, um Friburguense, até o Flamengo coitado apanhou que nem cachorro vira lata no último campeonato, amigo sem dinheiro não não se faz futebol hoje, não adianta, sejamos realistas.

  • Paulo César Melim diz: 7 de fevereiro de 2013

    AMIGÃO FUTEBOL HOJE, SÉCULO 21, É DINHEIRO, É NEGÓCIO, QUEM NÃO TEM DINHEIRO,É SÓ COADJUVANTE, E MORRE LOGO, GRANA MEU AMIGO E MUITA GRANA, QUEM NÃO TEM PÕE A VIOLA NO SACO E VAI DORMIR, PORQUE FUTEBOL HOJE É COISA DE GENTE GRANDE

  • Paulo César Melim diz: 7 de fevereiro de 2013

    A VERDADE É QUE O FUTEBOL BRASILEIRO ESTÁ EM BAIXA, NÃO POSSUÍMOS MAIS CRAQUES GÊNIOS, O FUTEBOL PRECISA VOLTAR A SER O QUE ERA, ESPETÁCULO, O FUTEBOL DEVE RENASCER DAS CINZAS, ATÉ A SELEÇÃO ESTÁ FADADA A RUÍNA, NÃO PENSEM OS SENHORES QUE TEMOS TIME PARA GANHAR ESSA COPA ENCOMENDADA PELA FIFA COM AS MARACUTAIAS DA CBF, O FUTEBOL ESTÁ EM DECADÊNCIA, O ÚNICO CLUBE QUE MANTÉM AS TRADIÇÕES DO FUTEBOL HOJE NO MUNDO É O BARCELONA, O RESTO NÃO EXISTE. É UM VAZIO. BOA NOITE A TODOS E ATODAS.

  • Luciano Brinhosa diz: 7 de fevereiro de 2013

    Boa noite senhores,
    Nao sao as derrotas que mais se discute, e sim isolar culpados. Eh inerente da natureza de grande parte das pessoas. Quando vencemos o Figueirense nao se tocou no assunto “diretoria ou presidencia”, vislumbramos um futuro promissor do clube neste campeonato. Mas, como todo esporte, as derrotas aparecem. E o que mais irrita sao os corneteiros culpando a diretoria que muito se esforca com pouquissimos recursos. Agem identicamente as pessoas que acusam de terem sido precipitadas. Acusam os acusados! Reproduzem comportamentos nervosos e crucificam profissionais que trabalham pra acertar dia a dia. Nao estao enganado voces, sao voces que se enganam em achar que devemos ter o nivel de grandes clubes, com uma arrecadacao muito inferior. Eis um desafio aos cornetas: montem um time campeao com os recursos atuais. No mais, desejo ao time, pois sou torcedor e socio, toda sorte e forca, pois nunca nos esconderam o alvo: Serie D 2013. Eh o que temos pra buscar, sempre soubemos disso!

  • Alemão diz: 8 de fevereiro de 2013

    Por mim levem o Mauro Ovelha e todo esse time do Atlético aí para Blumenau que aqui em Ibirama não estão dando resultado mesmo. Eu não sei do que voçês aí em Blumenau estão reclamando, por enquanto a vaga na Série D é de voçês, foi esse treinador e esses jogadores que por enquanto colocaram o Metropolitano a frente dos outros 4 times que brigam com ele pela vaga na Série D, que engratidão de voçês. O Viton aqui em Ibirama teve do bom e do melhor e depois entrou com uma ação trabalhista contra o Atlético, só comeu dinheiro do Seu Ayres, cuidado para ele não fazer o mesmo aí em Blumenau. Com relação a tirar o Mauro Ovelha aqui do Atlético esqueçam, ele é sócio do Seu Ayres aqui no Atlético, ganha 30.000,00 mil aqui, voçês não vão conseguir, o Seu Ayres cobre qualquer oferta de voçês. Por mim podem levar ele e todo esse time do Atlético aqui em Ibirama não estão dando resultado mesmo e por fim parem de reclamar a vaga na Série D por enquanto é de voçês, aqui em Ibirama sim se tem motivo para se reclamar.

  • Indignado diz: 8 de fevereiro de 2013

    Viton fora…muda técnico,jogadores,presidente,e não muda o gerente de futebol que até hj não conseguiu um acesso,um titulo,simplesmente nada…provavelmente tem gente la dentro de rabo preso com ele,só pode,pq ano apos ano os resultados não vem,e nunca chamam ele pra conversar.O Metro tem um presidente supre comprometido,um torcedor alem de tudo,uma torcida fanatica,mais cansada de levar pau ano apos ano,jogadores de 4º divisão,que é aonde o Metro vai ficar enquanto a postura de muitos diretores for a msm…digo que pra nos buscar um titulo no catarinense,precisamos no minimo estar na serie C,com CT pronto….mas pra tudo isso,precisamos de alguem que saiba contratar,e não essa pessoa que esta ali encostada,muito provavelmente sendo FAVORECIDA R$$,com a chegada de muitos jogadores,que obviamente não tem condições de jogar aqui,que são tudo uns come e dorme…..FORA VITON.

  • Rodrigo diz: 8 de fevereiro de 2013

    Barbieri é um excelente treinador. Não merecia esse tratamento infantil da diretoria. Ser demitido por telefone é a coisa mais ridícula que ja vi. AMADORISMO. Ou o Metropolitano se profissionaliza ou então vá disputar copas de futebol amador. Nunca critiquei o clube publicamente, mas paciência tem limite. É mais fácil demitir o técnico do que mandar jogador incompetente embora? Estou decepcionado com tanto amadorismo. Lamentável.

  • Juliano diz: 8 de fevereiro de 2013

    Fora Viton….ja faz tempo que não vou ao estádio…e pelo jeito, vou ficar mais tempo…amadorismo.

  • Juliano Russi diz: 8 de fevereiro de 2013

    Rodrigo, bom dia.
    Concordo 100% com tua análise. Na minha humilde opinião, o problema vai muito além do Barbiéri (que nem era problema no meu modo de ver). Abaixo alguns pontos que considero relevantes.
    Grande abraço,
    Juliano Russi

    Jogo dos 7 erros, por Clube Atlético Metropolitano:

    1) Demitir o treinador na sexta rodada, com 50% de aproveitamento, comprovando a falta total de Planejamento (se existiu algum dia algum planejamento, ele está sendo muito mal executado…);

    2) Cogitar a possibilidade de trazer Mauro Ovelha, técnico de um time que está na zona do rebaixamento e que fez 4 pontos em 18 possíveis;

    2,5) Cogitar a possibilidade de trazer Cesar Paulista. Gente, o cara foi um baixa jogador, é gente fina, boa praça e tal. Mas NÃO É TREINADOR. Não tem formação técnica, não tem currículo, não tem experiência em outros clubes;

    3) Falta de profissionalismo no departamento de futebol: qual a qualificação do Viton (apenas como exemplo) pra ocupar o cargo que ocupa, há anos? Isso pra nem mencionar os demais membros do departamento, que são profissionais até certo ponto bem sucedidos em seus ramos de negócio, mas que não tem a mínima ligação com futebol. Vender pepino em conserva é uma coisa, administrar boleiro é outra;

    4) Falta de estrutura e critério para contratação de jogadores: Contratar via DVD, youtube é complicado. Aí a chance de acerto é mínima. Nada contra o futebol da Finlândia e do Sergipe, mas será que não tinha jogador melhor disponível aqui mais perto, que fosse possível de avaliar presencialmente? Confiar em imagens de DVD e redes sociais é algo que beira a ingenuidade;

    5) Dirigente tem que ser profissional, e não passional. O presidente por exemplo é o cargo mais alto na hierarquia, e não pode ser torcedor de arquibancada (ou então tem que levar isso a um grau mínimo). No momento da raiva e com a emoção a flor da pele, acontecem as piores coisas, como por exemplo no momento em que houve uma discussão entre o presidente e um dos torcedores lá no Robertão;

    6) Misto de regalias + falta de cobranças ao grupo de jogadores. Tema já batido, mas que merece reforço. O nível de mordomias que se vê em Blumenau dá inveja a time de Série A. E nas derrotas ou más apresentações, a mão que apedreja é a mesma que afaga. Chega de passar a mão na cabeça. Lá em Camboriú tinha jogador indo pra casa a pé, com sacola plástica de supermercado debaixo do braço, depois do jogo. Um outro grupo de atletas do Cambura foi jantar um X-Salada na lanchonete próxima ao estádio.

    7) Inexistência de um disque-noite ou disque-balada. O problema em si não é o jogador ir pra Expresso, pro Riska Faca ou pra outras baladinhas. O problema é cair na noite e não render nada em campo no dia do jogo.

    Enfim, tomara que a Diretoria esteja certa e eu errado. Mas continuo com a minha posição de que foi no mínimo temerária a decisão de mandar o treinador embora. O problema não é quem escala. O problema é quem contrata e principalmente quem administrar o dia a dia dessa boleirada.

  • Charles diz: 8 de fevereiro de 2013

    Pelo que ando lendo, acho que a primeira ação da diretoria do Metrô deveria ser mudar o nome do time para “Blumenau Esporte Clube”. De cara ganharia uns 5 mil torcedores e mais apoio. E de quebra terminaria uma divisão ideológica que existe somente na cabeça de alguns.

  • Ricardo diz: 8 de fevereiro de 2013

    Primeiramente essa foi a MAIOR BURRADA dessa diretoria, mandar Barbieri embora que era a melhor opção de treinador no mercado e com capacidade de levar nosso time que por mais deficiência tivesse para as cabeças! É claro que não posso deixar de ressaltar a TAMANHA INCOMPETÊNCIA DE MANTER O VITON na direção de futebol do clube, primeiro que não sabe ABSOLUTAMENTE N-A-D-A de futebol, só pode contratar jogador pelo facebook ou DVD, por que é notório quantos jogadores de péssima qualidade trouxe pro time!

    enfim, deixo aqui minha indignação com essa direção ridícula e medíocre que esta administrando o clube da nossa cidade e claro deixar meu #FORA VITON por que já esta claro que NINGUÉM quer você no clube pra fazer esse trabalho mesquinho que estas fazendo!

  • Elcio diz: 8 de fevereiro de 2013

    Pelo amor de Deus comprem pregos e martelos e fechem esta biroska de timeco.
    Turma de incopententes, diretoria burra dá nisso.
    Tomara que caia para a segunda divisão e desapareça de vez.
    Demitiram o único profissional que entendia alguma coisa de futebol no time.
    A diretoria é tudo uma pitocada que entende bosta nenhuma de futebol.
    Contrataram um monte de perna de pau e depois culpam o técnico.
    Fechem esta biroska e não encham mais o nosso saco para ir ao estádio ou contribuir com este projeto falido.

  • jefferson diz: 8 de fevereiro de 2013

    Olá! Acredito que seria muito importante que o dir. futebol Viton fosse demitido, nada profissional, pouca ihnfluência no mercado. Simplesmente não é porque jogopu bola que sabe adminsitrar. Enfim, tragam um diretor de futbol articulado, eficiente.. e somado ao te´c. mauro ovelha concerteza consiguiremos a vaga para a série D.

  • Gilmar Moraes diz: 8 de fevereiro de 2013

    Alguns itens:
    1- O metropolitano amarela cada vez que vê o sesi cheio, em vez de motivar eles pipocam;
    2- Os dois reservas que entraram contra a chapecoense, nem servem nem pra reserva no nosso time de veteranos;
    3- O Lateral direito não serve não joga nem na laterla e nem apoia o ataque, muito ruim, só ficava parado no meio do campo, e foi por ali que tomamos o segundo gol.
    4- Então substituição errada, o técnico tem culpa em partes..se são ruins não coloca..!

    E com certeza faltava raça pros jogadores, eles tem que vestir a camisa…bando de frouxo!

    Desculpe o desabafo.

    Abraços..

  • Marcio diz: 8 de fevereiro de 2013

    Gosto de futebol, acompanhei o BEC e agora acompanho o Metropolitano (inclusive como sócio torcedor). O que mais me irritou nesses mais de 10 de anos de clube, independentemente da diretoria, foi a troca insistente de técnicos. Essa “saída” que os dirigentes encontram é de uma estupidez enorme. Concordo com alguns comentários, eles (dirigentes do Metro) podem até gostar de futebol, talvez muito mais do que nós, mas não têm conhecimento para gerir um clube de futebol profissional. Mauro Ovelha, Lio Evaristo, César Paulista, … Nenhum deles têm o conhecimento e a experiência do Barbieri. Lamentável essa decisão da diretoria. Me desmotiva a continuar indo ao estádio. Gostei do seu texto Braga. Bem coerente. Abraços!

  • Sido diz: 8 de fevereiro de 2013

    Pessoal vamos fazer um movimento e deixar o estádio do SESI vazio contra o jogo do Atlético de Ibirama. Essa é unica maneira de fazer frente a essa diretoria incompetente.

    Ninguém vai ao estadio no jogo contra o pessoal de Ibirama, SESI vazio dia 17 de fevereiro, eu não coloco mais um centavo nesta bagunça.

  • Rodolfo diz: 8 de fevereiro de 2013

    Mas que sapo enterrado nesse futebol profissional de Blumenau. Será que o destino futebol profissional de Blumenau será o mesmo de Lages?
    A distância, como torcedor do Criciúma, parece que as coisas no Metrô não são tão ruins como os comentários aqui no blog fazem parecer.
    Pare finalizar, um pergunta precisa ser feita aos Blumenauenses: quando o futebol daí foi diferente ou melhor do que é hoje?

  • Marconi diz: 8 de fevereiro de 2013

    Sou sócio torcedor há alguns anos… Todo ano compro camisa do Metrô, mais 2 para meus filhos, pago as mensalidades… Mas confesso que a demissão do Barbieri me desanimou… a vontade que dá é fazer uma campanha na internet, Facebook, sei lá, conclamando aos demais sócios torcedores a deixarem de pagar e ir ao estádio, mesmo de graça, enquanto o Viton não for embora… E inacreditável que mais de 90% de torcedores que frequentam as mídias sociais do clube peçam a demissão de um incompetente e não sejam ouvidos… Eu estava pensando em não ir ao jogo contra o Ibirama, mas penso que agora, sem o Barbieri, os jogadores vão correr para provar que o problema era o técnico… e eu tenho que estar lá pra vaiar esta corja mesmo que vençam o jogo…

  • Adair diz: 8 de fevereiro de 2013

    É o que venho falando a muito tempo em meus comentários, a bagunça e a preguiça tomaram conta do Metrô, aquilo virou um grande “balaio de gato”, ninguém se entende e nem se fala, tamanha é a arrogância de alguns. O ano já começou mal com as péssimas contrataçoes, jogadores desconhecidos e preguiçosos. O pior de tudo é ver e ouvir muitos torcedores aplaudirem os jogadores mesmo jogando uma péssima partida como foi contra o Guarani de Palhoça. O torcedor de Blumenau é em sua maioria um observador de futebol, só olha, olha e continua olhando, é incapaz de vaiar o próprio time quando joga uma porcaria de futebol. Na derrota para a Chapecoense faltaram mais protestos, mais barulho, mais cobrança e sobrou e como sobrou, torcedores de boca fechada indo para casa feito cachorrinhos mansos. O grande culpado pelo atual estágio do futebol em Blumenau é o proprio torcedor de Blumenau, é frieza demais e barulho de menos.

  • Adair diz: 8 de fevereiro de 2013

    Corcordo com você Marconi, a torcida deve ir ao Sesi contra o Atlético protestar e vaiar se for preciso. O torcedor escolhe entre ir ao estádio e pressionar até o limite ou deixar o estádio quase vazio, pois quem adora bater palmas para pelegos, refugos e preguiçosos é alguém que se assemelha aos jogadores.

  • Felipe diz: 8 de fevereiro de 2013

    Não adianta chorar pelo leite derramado! Faltou profissionalismo? Sim, faltou! A diretoria cometeu um erro crasso! Sim, cometeu! Mas, já foi! Tem que olhar para o futuro! Pensar num treinador que possa apagar o incêndio interno que se estabeleceu! OBS: Só penso uma coisa diferente de muitos torcedores: o Cesar Paulista é um cara que merece mais respeito pelos torcedores e pela imprensa! Dizer que ele não é técnico é brincadeira! As melhores campanhas do Metrô no Catarinense foram com ele (2008 e 2011). Ele levou o time para a Série C, momento de maior projeção do clube! Tem aproveitamento melhor que todos os técnicos que passaram pelo Metrô! Vejo que falta muito reconhecimento!

  • Edson – JEC diz: 8 de fevereiro de 2013

    Em 2011 o JEC demitiu o Tecnico Giba por nao ganhar um turno da copa SC, todos criticaram muito a diretoria do JEC, neguinho querendo rasgar cartirinha se instalou um Holocausto em Joinville, para o lugar do Giba veio o Tecnico Arthurzinho que hoje é reverenciado em Joinville como “REI ARTHUR” o homem que levou o JEC a ser CAMPEAO BRASILEIRO DA SERIE C e consequentemete a SERIE B…todos esqueceram rapidinho o Giba…E a diretoria de incoMpetente passou a ser A DIRETORIA…..

  • Erno diz: 9 de fevereiro de 2013

    Edson – JEC,

    A questão aqui e outra, o que passou BASTANTE da hora é o Diretor de Futebol VITON, suas burradas com o aval da diretoria ja esgotaram a paciencia do torcedor.
    Alem de todas burradas que ele ja fez ,dizem que ele deve ter algum tipo de complexo, deve ser por entrar no SESI e a torcida nao gritar seu nome por ser achar um grande idolo do clube.
    .
    So espero que nao tragam o treinador amigo dele o Lio Evaristo, ai vai ser SODA.
    Falam do Argel Fucks, olha, acho que o Complexado Viton nunca passeou de helicoptero deve ser ele, para dar uma voltinha e descer no gramado do SESI como uma celebridade esperando o aplauso da torcida.

    FORA VITON

    Edson – JEC leva ele pro JEC, rsrs…
    kkk

  • Cleocir diz: 9 de fevereiro de 2013

    Sou sócio torcedor pagante em dia, porém não irei mais pagar, pois esta diredoria é medíocre e incapaz, mandar embora o Barbieri, foi um absurdo de quem não conhece a capacidade/qualidade do mesmo??
    Porém mantem no clube pessoas só mamando dinheiro e nada fazendo de produtivo para o clube, tais como: Osmair/Cesar Paulista/VITON, fora seus já babacas.
    Só irei ao Sesi para poder ver a cara desta diretoria sem capacidade e conhecimento de futebol, e torcer para uma vitória do Ibirama.
    Desta forma a diretoria talvez toma vergonha na cara e manda embora os babacas????

  • Carlos Ziggy diz: 12 de fevereiro de 2013

    Embora a ética futebolística seja um tanto quanto torta, cobrar da direção/patrão em público nunca foi a melhor alternativa. Roupa suja se lava em casa. Penso que nesse ponto Barbieri pisou na bola.
    Mas é incrível realmente como o Metro tem o estigma da amarelada.
    Agora é verdade que o BEC está voltando? Confirma o fato ou não?

Envie seu Comentário