Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cerveja nos estádios? Em SC "tá podendo"

07 de março de 2013 18

Na primeira rodada do Catarinense, em janeiro, quem foi ao Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul, e acompanhou o 3 a 1 do Metropolitano sobre o Juventus, notou que bebidas alcóolicas eram vendidas livremente no estádio, sem nenhuma questão de esconder. Resultado? O clube mandante daquela partida foi julgado e recebeu como punição uma multa de… R$ 4 mil!! Detalhe: quem viu (e nem precisava), sabe que o lucro com a venda das “geladas” foi bem maior que isso. Ou seja, nesse caso, o “crime” compensou.

Já aconteceu também com o Camboriú em pelo menos uma partida (contra o Joinville), caso pelo qual o tricolor litorâneo também será julgado e deve receber a mesma punição, digamos, vantajosa. Não é minha intenção aqui julgar a eficácia da proibição de bebidas alcoólicas nos estádios (até hoje, não vi números que comprovem diminuição nas ocorrências, por exemplo). Para o trânsito, sem dúvida é válido, mas aí já temos a Lei Seca e o problema é de quem bebe e dirige e, portanto, é irresponsável. E também a quem cabe a fiscalização.

O que eu sei é que para os clubes mandantes, sobretudo os pequenos, o prejuízo com a proibição é imensa. Estão matando o futebol do interior com medidas como essa (não só ela, óbvio). Alguns perceberam que burlar a lei sai barato, a punição quase de mentirinha é um incentivo a isso. Não custa lembrar que na Copa das Confederações, em junho, e na Copa de 2014, a cerveja estará liberada nos estádios, pois a Fifa tem cervejarias como patrocinadoras. Então, se a Fifa pode vir aqui dar de ombros para a lei e burlar a regra do jeito dela (na mão grande), por que os clubes pequenos não podem fazer o mesmo, do jeito deles?

*Texto publicado na coluna desta quinta-feira do Jornal de Santa Catarina

Comentários (18)

  • Tiago Ghisi diz: 7 de março de 2013

    Essa lei aqui em criciuma nao adianta nada, pois ficam antes dos jogos nos bares ao redor do HH e bebem igual p e jão vão alguns tortos pro estadio.
    Se até a fifa deixa, pq nao deixar nos estadios, mais dinheiro para o clube.

  • Sandro Wienhage diz: 7 de março de 2013

    Perfeito Braga. Só no Brasil vemos aberrações como essas onde se permite numa Copa do Mundo a venda de bebidas e se proíbe para os brasileiros, que estão pagando pela Copa nos Campeonatos regionais e nacionais. Esse nunca foi e não tenho mais esperanças de ver o Brasil se tornar uma país sério. Por que não proíbem na Oktoberfest, carnaval, nas danceterias, festas em geral? A bebida só faz mal dentro dos estádios? Em Blumenau lembro que num jogo em 2005 (contra o JEC) vendemos mais de R$40.000 em bebidas, sendo mais da metade cervejas. Isso ajuda os clubes pequenos e muito.

  • rafael.fln diz: 7 de março de 2013

    A cerveja é inocente… libera a geladinha!!!

  • Juliano Oenning diz: 7 de março de 2013

    Concordo com você Braga, se a Fifa pode exigir a venda na copa, por que não podemos beber uma gelada assistindo os jogos do Campeonato Catarinense e dos Jogos Nacionais em que nossos times jogam???
    Mas isso me leva a fazer outras perguntas, somos em sua grande maioria marginais? Que não podem tomar uma cerveja assistindo um jogo de futebol? Por acaso existem números comprovando que a venda de cerveja reduz a violência nos estádios?
    Por que na Alemanha e Inglaterra todo mundo bebe a vontade nos jogos e são todos felizes? Será que somos pior que eles, somos o país do futebol mas aqui a coisa não funciona. Sou torcedor do Avaí em nível nacional e do Metropolitano aqui em SC, e digo que o único motivo de eu não ir na Ressacada e no Sesi em Blumenau para assistir jogos são a proibição de tomar uma cervejinha assistindo o jogo.
    A federação Catarinense de Futebol nos trata como macacos irracionais, uma pena, pois assim como eu, centenas de pessoas deixam de ir para o estádio pelo mesmo motivo…

  • emerson diz: 7 de março de 2013

    Só lembrando que a cerveja estará liberada apenas nos estádios da Copa das Confederações e da da Copa do Mundo. A Lei Brasileira vai continuar valendo para os outros estádios.

  • JV diz: 7 de março de 2013

    Creio que essa proibicao, esta numa das coisas mais burras do futebol, uma que durante o jogo ninguem tem possibilidade de encher a cara e nem tem vendedor para isso. E nao foi por causa da cerveja que houve brigas…e quem esta bebado, vai apanhar mais rapido se provocar.
    Notamos que o Governo / policia querem trabalhar mais num sistema eletronico, que agir com policiais presente.
    Os clubes deveriam entrar com liminar em todos jogos, e ganhar este direito.

  • Ricardo B. diz: 7 de março de 2013

    Parabéns aos clubes! Lei estúpida é pra ser burlada! Continuem vendendo cerveja, proibi-la é coisa de gente pouco civilizada.

  • Adriano José Assis diz: 7 de março de 2013

    “Probleminha” fácil de resolver, libera a gelada, e faz um blitz da lei seca no entornos estádios… rs Será que a turma vai pra casa só no coletivo?

  • Mario L. Nascimento diz: 7 de março de 2013

    Se tem lei, a punição não deveria ficar somente na multa irrisória. Se ficar apenas nisso, o crime compensará.

    A falta de estatísticas deve-se a um fato simples: bebidas alcoólicas são vendidas livremente em torno dos estádios. Sendo assim, não há números para mostrar, já que quase nada mudou. O que poderia ser uma prevenção a ocorrências que pudessem ser creditadas ao consumo de bebidas alcoólicas (de eficácia no mínimo duvidosa) transformou-se apenas em retirada de uma fonte de renda dos clubes.

    Palmas para os nossos legisladores. Sempre inventando coisas esquisitas – às quais eles mesmos normalmente não se sujeitam – e achando que podem resolver tudo em canetadas.

  • JV diz: 7 de março de 2013

    Ha comentarios que a LEI SECA, vai ser revogada, foi um erro, e esta mais para arrecadar, que educar…porque os acidentes nao diminuiram, falam que o marido bebe e da o carro para a mulher dirigir, dai…

  • Paulo diz: 7 de março de 2013

    Concordo com todos. É uma Lei burra. A confusões continuam acontecendo nos estádios, ela não resolveu em nada. Ainda tem torcedor jogando bombas caseiras na outra torcida, jogando pedra no ônibus adversário etc.., se é que me entendes……

  • URUBICIENSE ALVINEGRO SERRANO – 2014 SÉRIE A ??? – DIZ diz: 7 de março de 2013

    Braga, o que seria de nós, pobres torcedores, se não for possivel tomar umas e outras, para assitir estes jogos horriveis, péssimos, estas verdadeiras peladas que estamos vendo neste catarinense? porque fazia anos que não tinhamos um campeonato tão nivelado por baixo, como este de 2013, fraco, muito fraco, sem tesão alguma, times horrorosos, de baixo nivel técnico, isso sem exceção, todos, mas todos são fracos, se não mudar, vamos passar muita vergonha ( se isso for possivel, porque 2012 é para esquecer) tanto na série B, como o Criciuma na série A.

  • MARCIANO Estudante de Engenharia Ambiental diz: 7 de março de 2013

    Bom se liberarem as bebidas nos estádios durante as copas das confederações e do mundo, cabe recurso do direito adquirido pois este tipo de lei não consta na constituição, pois vai se transformar em jurisprudência, ai todos os clubes junto a federação podem ingressas na justiça e requerer este benefício que ajudaria muito aos clubes, “o problema não é a bebida e sim de quem bebe”.

  • dalton diz: 7 de março de 2013

    Os ditadores da FIFA anunciaram, bebida nos estadios pode, cigarros não! KKKKK que piada, mandam em tudo…são ditadores mesmo!

  • Rogério Jlle diz: 7 de março de 2013

    Assim como em muitas outras coisas na vida e no mundo, isto se resume na conjugação do verbo:
    Eu posso…
    Tu não podes…
    Ele talvez possa… se pagar que nem as cervejarias para a Copa do Mundo!
    Nós nem todos podemos…
    Vocês não podem…
    Eles quem sabe, possam… se voltar a entrar dinheiro!
    Ou alguém acredita que acabaram com a cerveja nos estádios pelo bem estar social? A cerveja acabou, os rojões e as torcidas organizadas continuam!
    Eu acho que é tudo uma questão de preço, pois aqui se criam dificuldades para vender facilidades.

  • República de bananas diz: 8 de março de 2013

    Esse país que não faz nada certo acaba fazendo uma cagada pra arrumar outra. Pra que aquela não cheire mal vamos deixar que feda esta.
    Por não controlarem brigas entre torcidas preferem tirar um dos poucos e bons motivos em se assistir um jogo na arquibancada.
    Proibir cerveja no estádio pra não dar briga é fugir de um problema pra outro.
    Por que então não completam e proíbem a venda de veículos pra que ninguém se mate nas estradas? Assim não precisaremos mais aguardar esperançosamente que um dia as necessárias reformas hoje em um futuro distante serão realizadas.
    Entra e sai governo mas nunca podemos dizer: tal problema não teremos mais, agora só basta resolverem isto e isto. NÃO! Tudo parece uma grande M*** polida para tornar a vida do cidadão tolerável (nada mais que isso) e para que não haja revolta geral e manifestação contra esse ou aquele.
    Ao mesmo tempo que revoltam de um lado procuram agradar de outro para que caia a força do brasileiro em se levantar e fazer o que é preciso para ter o que lhe pertence.

  • Pereira diz: 8 de março de 2013

    Essa foi só mais uma medida que visa a retirada dos torcedores dos estádios!
    Pelo menos atualmente no Scarpelli, local que visito à 15 anos, tem sido assim:
    - Ingresso a 50 reais;
    - Nível técnico baixíssimo do time;
    - Jogos em horários medonhos;
    - Estádio velho e pouco conservado;
    - O tal do “conforto” ao torcedor é quase inexistente;
    - e além dos jogos ruins você não pode beber uma cerveja;

    Dito isto, mesmo pagando minha carterinha de sócio, muitas vezes prefiro assistir no PFC na companhia de amigos e familiares, que também não sentem mais tanta motivação de frequentar o estádio.

  • Manés Arrugantis! diz: 8 de março de 2013

    E quando não toma lá dentro a cervejinha”, toma cá fora antes e depois dos jogos. Não alterou nada! No máximo quem tomava umas seis… agora toma somente cinco!
    Agora quero ver fazerem uma blitz no final duma partida de futebol, k,k,k,k,k,k…..!!!!!
    Não vai ter livro de multas suficiente para todos…!
    Só que a policia não é “tola”tbm, pq se fizer isso sabe que vai apanhar…! Vão ser muitos…!
    Acabaram com a cerveja, pq dava problemas entre torcidas, etc! E a MACONHA que “rola” bem solta nas torcidas uniformizadas (e nem só…!) e que a policia faz “vista grossa”? Ah… não tem alcool? Tá… é ecológica…! Que hipocrisia…!

Envie seu Comentário