Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Natação brasileira segue brilhando nos Jogos Sul-Americanos

10 de março de 2014 0

A natação brasileira segue dominando as disputas dos Jogos Sul-Americanos do Chile. Neste domingo, em Santiago, o Brasil subiu ao pódio em nove oportunidades, com cinco ouros, uma prata e três bronzes. No total, o país já conquistou 26 medalhas (12 de ouro, três de prata e 11 de bronze).

Bruno Fratus confirmou o favoritismo e faturou o ouro nos 50m livre (22s40). A prata ficou com o argentino Federico Grabich (22s86) e o bronze foi para o surinamês Enzo Tjon-A-Joe (22s88). Nicholas Santos terminou em quinto lugar (23s09).

Fratus levou ouro nos 50m livre - Divulgação/CBDA/Satiro Sodré

Fratus levou ouro nos 50m livre – Divulgação/CBDA/Satiro Sodré

Pamela Alencar chegou a ser desclassificada nas eliminatórias, mas um recurso da delegação brasileira recuperou sua vaga na prova final. E logo depois, ela conquistou a medalha de ouro nos 200m peito (2m31s02). Ela travou uma disputa acirrada com a argentina Julia Sebastián (2m31s30) e a medalha de bronze foi para outra brasileira, Juliana Marin (2m36s32).

Nos 200m medley masculino, Thiago Pereira e Thiago Simon fizeram a dobradinha. O ouro foi para Pereira, com 2m00s09 e Simon, ficou com a prata com 2m02s80. O venezuelano Carlos Claverie completou o pódio (2m05s77).

Thiago confirmou favoritismo nos 200m medley - Divulgação/CBDA/Satiro Sodré

Thiago confirmou favoritismo nos 200m medley – Divulgação/CBDA/Satiro Sodré

O revezamento 4x100m medley masculino composto por Fernando Ernesto dos Santos (55s46), Felipe Lima (1m00s50), Nicholas Santos (52s95) e Matheus Santana (49s04) venceu com o tempo de 3m37s95. A prata ficou com a Argentina (3m40s51) e o bronze foi para a Venezuela (3m43s66).

Já o revezamento 4x100m livre feminino venceu com 3m44s19 feitos por Daynara de Paula (56s15), Larissa Oliveira (55s61), Alessandra Marchioro (56s01) e Graciele Herramann (56s42). As venezuelanas ganharam a prata e as argentinas ficaram com o bronze.

Graciele fechou o revezamento - Divulgação/CBDA/Satiro Sodré

Graciele fechou o revezamento – Divulgação/CBDA/Satiro Sodré

Fernando Silva ainda foi bronze nos 100m borboleta (53s88), ficando atrás do venezuelano Alberto Subirats (52s26) e do peruano Mauricio Villanueva (53s24). Nicholas Santos terminou em sexto lugar (54s34).

Mais uma medalha de bronze foi ganha por Jessica Cavalheiro (2m01s27), nos 200m livre. A vencedora da prova foi a venezuelana Andreína Pinto (1m59s89), seguida pela colombiana Jessica Camposano (2m01s10). Manuella Lyrio terminou na quarta posição (2m02s67).

Demais resultados:

1.500m livre masculino -

Ouro: Esteban Enderica (EQU) 15m27s92

Prata: Andy Arteta (VEN) 15m35s80

Bronze: Alejandro Gómez Pérez (VEN) 15m35s58

6º: Lucas Kanieski (BRA) 15m47s42

200m borboleta feminino -

Ouro: Andreína Pinto (VEN) 2m12s42

Prata: Isabella Paez (VEN) 2m15s31

Bronze: Virginia Bardach (ARG) 2m16s79

4º: Júlia Gerotto (BRA) 2m17s57

8º: Manuella Lyrio (BRA) 2m21s87

 

Envie seu Comentário