Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Invicto, Brasil conquista o Sul-Americano Infanto-Juvenil Feminino de Vôlei

07 de julho de 2014 0

A Seleção Brasileira Infanto-Juvenil Feminina de Vôlei conquistou na noite deste domingo o título do Campeonato Sul-Americano, que foi disputado em Tarapoto, na região Amazônica do Peru. Esta foi a 15ª vez que o Brasil venceu a competição, em 19 edições realizadas.

Para garantir o troféu o time brasileiro derrotou o anfitrião Peru por 3 sets a 0, parciais de  25/17, 25/20 e 25/22. O resultado ainda rendeu  a equipe comandada por Luizomar de Moura uma vaga no Campeonato Mundial da categoria, que será disputado no ano quem.

Brasileiras conquistaram o Sul-Americano - Divulgação/CSV/Javier Doloriert

Brasileiras conquistaram o Sul-Americano – Divulgação/CSV/Javier Doloriert

Na decisão diante das peruanas, as brasileiras cometeram apenas 17 erros contra 27 das adversárias ao longo dos três sets disputados. Beatriz e Pietra, com 19 e 10 acertos, respectivamente, foram as maiores pontuadoras do time campeão. As melhores do Peru foram Katherine Regalado e Nicole Abreu com 13 pontos cada uma.

A Argentina derrotou a Colômbia por três a dois (22/25; 22/25; 25/12; 25/14; 15/5) e acabou na segunda colocação, ultrapassando o Peru, que terminou em terceiro e ficou com a última vaga para o Mundial.

Argentinas ficaram em segundo - Divulgação/CSV/Javier Doloriert

Argentinas ficaram em segundo – Divulgação/CSV/Javier Doloriert

O Brasil terminou o Sul-Americano com 100% de aproveitamento: além do Peru, a seleção derrotou Colômbia, Chile, Argentina e Uruguai. Ao longo do torneio, foram apenas dois sets perdidos. A equipe brasileira ainda teve a Jogadora Mais Valiosa da Competição (MVP), que foi Beatriz e a melhor levantadora, Amanda Sehn.

Melhores jogadoras do torneio:

Levantadora: Amanda Sehn (Brasil)

Amanda foi a melhor levantadora - Divulgação/CSV/Javier Doloriert

Amanda foi a melhor levantadora – Divulgação/CSV/Javier Doloriert

Ponteira: Adriana Durán (Colombia)

Ponteira: Anahí Tosi (Argentina)

Central: Candelaria Herrera (Argentina)

Central: María Paula Caraballo (Colombia)

Oposta: Katherine Regalado (Peru)

Líbero: Valentina González (Argentina)

MVP: Beatriz Carvalho (Brasil)

 

Envie seu Comentário