Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Roger Federer vence Rafael Nadal e é campeão do Aberto da Austrália pela quinta vez

29 de janeiro de 2017 0

Como nos velhos tempos. Assim foi a decisão deste domingo do Aberto de Tênis da Austrália. No final, a vitória por 3 sets a 2 (6/4, 3/6, 6/1, 3/6 e 6/3) do suíço Roger Federer sobre o espanhol Rafael Nadal, em 3h38 de partida definiu o ganhador do troféu em Melbourne, mas a sensação é de que o torneio teve dois campeões, afinal ambos começaram a disputa desacreditados e ofuscados por Andy Murray e Novak Djokovic. Tanto que em seu discurso de campeão, o maior vencedor da história dos Grand Slams declarou que “o tênis é um esporte duro, não há empates, mas se houvesse eu ficaria feliz em compartilhá-lo essa noite“.

Federer venceu seu 18º Grand Slam - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Federer venceu seu 18º Grand Slam – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Porém, aos poucos, tanto Federer quanto Nadal foram demonstrando que a máquina do tempo foi ligada no primeiro Grand Slam do ano, que ainda reviveu na final feminina o duelo das irmãs Serena e Venus Williams. Com campanhas idênticas, os dois chegaram à decisão com apenas cinco sets perdidos em seis jogos, depois de passarem por duras semifinais diante de Stanislas Wawrinka e Milos Raonic, respectivamente.

Vice em Melbourne, Nadal subirá para sexto no ranking - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Vice em Melbourne, Nadal subirá para sexto no ranking – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Na decisão deste domingo, a cautela tomou conta dos dois velhos rivais no começo. Dessa forma, eles iniciaram preocupados em garantir o saque e apenas no sétimo game, Federer conseguiu a quebra e encaminhou a vitória por 6/4, em 34 minutos, com 11 bolas vencedoras contra apenas cinco.

Já na segunda parcial, Nadal teve um começo avassalador e com dois breaks abriu 4/0. O suíço ainda conseguiu devolver uma quebra no quinto game, mas não teve como impedir a derrota por 6/3, depois de cometer 15 erros não forçados contra quatro, após 42 minutos.

Federer voltará ao Top 10, após o título - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Federer voltará ao Top 10, após o título – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

O terceiro set foi completamente diferente e quem tomou as rédeas do jogo foi Federer. Com dificuldade, em 10 minutos de disputa, ele manteve o saque e fez 1/0, para depois quebrar o serviço do adversário em duas oportunidades e disparar um 6/1, com 18 bolas vencedoras e aproveitamento de 82% dos pontos jogados com o primeiro saque.

Nadal tem 14 títulos de Grand Slam, um na Austrália - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Nadal tem 14 títulos de Grand Slam, um na Austrália – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

E o show dos dois jogadores que dominaram o circuito da ATP durante mais de sete anos, entre 2 de fevereiro de 2004 e 3 de julho de 2011, quando eles se alternaram no topo do ranking mundial, ganhando 24 dos 30 títulos de Grand Slam disputados, com oito finais entre eles, prosseguiu no quarto set e com uma quebra no quarto game, Nadal conseguiu a vantagem necessária para marcar 6/3 e levar a disputa para o quinto set.

Público lotou a Rod Laver Arena - Divulgação/@AustralianOpen

Público lotou a Rod Laver Arena – Divulgação/@AustralianOpen

Depois de uma pausa para atendimento médico solicitada por Roger Federer, o set decisivo começou com Rafael Nadal quebrando o saque do adversário e logo depois abrindo 2/0 de frente. Mas o suíço não venceu 17 Grand Slams à toa e conseguiu devolver o break no sexto game, empatando a disputa para delírio do público, que ficou de pé nas arquibancadas da Rod Laver Arena.

Federer e Nadal se enfrentaram pela 35ª vez - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Federer e Nadal se enfrentaram pela 35ª vez – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Sem dificuldades, Federer sacou e fez 4/3, para logo depois em um game espetacular quebrar o saque de Nadal e ter a oportunidade de sacar para a conquista de seu primeiro Major desde Wimbledon-2012. Porém, o espanhol demonstrou a determinação de sempre e com um jogo agressivo conseguiu duas chances de quebra (15/40), mas um ace e um winner de direita do suíço deixaram tudo igual mais uma vez.

Federe tem 1.087 vitórias na carreira, 314 em Grand Slam - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Federe tem 1.087 vitórias na carreira, 314 em Grand Slam – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Roger Federer sacou e com um erro de devolução de Rafael Nadal conseguiu seu primeiro match point. Logo depois, errou o primeiro saque e viu o juiz de linha cantar “fora”, mas desafiou a marcação e teve razão, ganhando a chance de sacar novamente. Mesmo assim, a igualdade retornou ao placar depois de um erro do suíço, que voltou a acertar um ace e teve mais um match point.

Nadal disputou sua 21ª primeira final de Grand Slam - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Nadal disputou sua 21ª primeira final de Grand Slam – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Mas um clássico do tênis não poderia terminar sem emoção. Federer sacou e acertou uma direita na linha. Nadal pediu desafio e o juiz eletrônico mostrou que a bola foi dentro, para vibração e choro do suíço e delírio coletivo em Melbourne Park, que nesta temporada recebeu um total de 728.763 torcedores durante duas semanas de disputa.

Nadal, Federer e Rod Laver no pódio - Divulgação/@AustralianOpen

Nadal, Federer e Rod Laver no pódio – Divulgação/@AustralianOpen

Com a vitória, Roger Federer amplia seu recorde de títulos em Grand Slam, com 18 troféus, quatro a mais que Pete Sampras e o próprio Nadal. Ele ainda passou a ser o primeiro jogador da história a vencer três Majors em cinco oportunidades. Além da Austrália, onde sagrou-se pentacampeão, ele tem sete troféus de Wimbledon e cinco do Aberto dos Estados Unidos.

** Atualizado às 10h57

Envie seu Comentário