Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
  • Thumbnail

    Brasil vence Paraguai e vai encarar a Argentina na semifinal do Sul-Americano de Basquete Feminino

    O Brasil derrotou o Paraguai por 128 a 35 nesta terça-feira (24) e encerrou a fase classificatória do 35º Campeonato Sul-Americano de Basquete Feminino com 100% de aproveitamento. Líder do grupo “A”, a Seleção Brasileira agora irá enfrentar a Argentina, segunda do “B”, em uma da semifinais. A partida está marcada para esta quarta-feira (25),...

    0
  • Thumbnail

    Por doping russo, Brasil poderá ganhar bronze no revezamento feminino 4x100m de Pequim

    O atletismo brasileiro poderá herdar uma medalha de bronze no revezamento feminino 4x100m rasos, após a revelação que 31 re-testes de exames antidoping feitos nos medalhistas dos Jogos de Pequim-2008 sejam oficializados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). Nesta terça-feira (24), o Comitê Olímpico Russo (ROC) anunciou que foi notificado pelo COI que 14 destas...

    0
  • Thumbnail

    Doping poderá fazer Rússia perder nove medalhas de Pequim 2008

    Uma semana após o Comitê Olímpico Internacional (COI) informar que 31 atletas, de seis modalidades, que foram medalhistas nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 teriam testado positivo em exames antidoping que passaram por re- testes, o Comitê Olímpico Russo (ROC) anunciou que foi notificado que 14 destas amostras revelaram resultados positivos de atletas russos. De...

    0
  • Thumbnail

    Teliana Pereira vence e vai enfrentar Serena Williams em Roland Garros

    A brasileira Teliana Pereira conquistou uma importante vitória nesta terça-feira (24) em sua estreia no Aberto de Tênis da França. Diante da tcheca Kristýna Plíšková, campeã juvenil de Wimbledo-2010, ela marcou 2 a 1, com parciais de 7/5, 3/6 e 9/7. Esta será a terceira vez que a pernambucana disputará a segunda rodada em...

    0
  • Thumbnail

    Novak Djokovic e Rafael Nadal atropelam na estreia em Roland Garros

    Dois dos maiores candidatos ao título do Aberto de Tênis da França, o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal passaram com extrema facilidade por suas estreias nesta terça-feira (24). Líder do ranking mundial e em busca de seu primeiro título em Paris, Djokovic perdeu apenas seis games para Yen-Hsun Lu, de Taiwan,...

    0

Brasil vence Paraguai e vai encarar a Argentina na semifinal do Sul-Americano de Basquete Feminino

24 de maio de 2016 0

O Brasil derrotou o Paraguai por 128 a 35 nesta terça-feira (24) e encerrou a fase classificatória do 35º Campeonato Sul-Americano de Basquete Feminino com 100% de aproveitamento. Líder do grupo “A”, a Seleção Brasileira agora irá enfrentar a Argentina, segunda do “B”, em uma da semifinais. A partida está marcada para esta quarta-feira (25), às 17h45 (de Brasília), em Barquisimeto, na Venezuela.

Iziane marcou 15 pontos - Divulgação/FIBA

Iziane marcou 15 pontos – Divulgação/FIBA

Diante da frágil equipe paraguaia, o time brasileiro marcou 71 pontos apenas na primeira metade do jogo. A facilidade encontrada proporcionou ao técnico Antonio Carlos Barbosa, mais uma vez, rodar todo seu grupo de jogadoras.

“Sempre que você ganhar por um placar elevado e uma boa diferença de pontos tem dois aspectos: capitalizar para a fragilidade do adversário ou virtudes da sua equipe. Mas fizemos uma boa partida, com um bom aproveitamento de arremessos e sem precisar fazer marcação pressão. Nós marcamos bem, fluiu bem os contra-ataques, tivemos um bom aproveitamento de três pontos. Claro que existe uma diferença técnica muito grande, de estatura e força física. Mas as vezes tem uma diferença dessa e não se consegue traduzir em pontos. E nós conseguimos”.

Kelly bloqueia ataque paraguaio - Divulgação/FIBA

Kelly bloqueia ataque paraguaio – Divulgação/FIBA

Com 19 pontos, a ala Patty Teixeira foi a cestinha da vitória brasileira. Além dela, outras nove jogadoras pontuaram, com destaque para os 17 pontos, sete assistências, quatro rebotes e cinco recuperações de bola da ala Palmira Marçal, os 17 pontos e nove rebotes da pivô Nádia Colhado e o duplo-duplo de 17 pontos e 11 rebotes da também pivô Kelly Santos.

Nádia Colhado fez 17 pontos - Divulgação/FIBA

Nádia Colhado fez 17 pontos – Divulgação/FIBA

No outro jogo da rodada, a Colômbia derrotou o Paraguai por 83 a 42 e garantiu a segunda colocação no grupo “A”. Na semifinal, as colombianas irão enfrentar a Venezuela, que ficou com o primeiro lugar no “B”.

Por doping russo, Brasil poderá ganhar bronze no revezamento feminino 4x100m de Pequim

24 de maio de 2016 0

O atletismo brasileiro poderá herdar uma medalha de bronze no revezamento feminino 4x100m rasos, após a revelação que 31 re-testes de exames antidoping feitos nos medalhistas dos Jogos de Pequim-2008 sejam oficializados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

Nesta terça-feira (24), o Comitê Olímpico Russo (ROC) anunciou que foi notificado pelo COI que 14 destas amostras revelaram resultados positivos de atletas russos. No total, a Rússia poderá perder até nove medalhas.

Rosângela Santos fez parte do 4x100 em Pequim - Divulgação/IAAF/Arquivo

Rosângela Santos fez parte do 4×100 em Pequim – Divulgação/IAAF/Arquivo

A relação de atletas flagrados não foi divulgada, pois as amostras B ainda precisam ser avaliadas para que eles passem ou não por  procedimentos disciplinares oficiais, que poderão incluir além de suspensão e eliminação do esporte, perda das medalhas. A agência de notícias russa TASS divulgou uma relação com 14 nomes, e entre eles está Yuliya Chermoshanskaya, que fez parte do time campeão do 4x100m, ao lado de Evgeniya Poliakova, Aleksandra Fedoriva e Yulia Gushchina, Na oportunidade, elas venceram com o tempo de 42s31, superando Bélgica e Nigéria, que ficaram com prata e bronze, respectivamente.

Yuliya Chermoshanskaya (com o bastão) teria testado positivo - Divulgação/Beijing 2008

Yuliya Chermoshanskaya (com o bastão) teria testado positivo – Divulgação/Beijing 2008

Caso a Rússia venha a ser desclassificada pelo COI, o Brasil poderá herdar o bronze, já que terminou a final do 4x100m em quarto lugar. O time brasileiro que participou da prova era composto por Rosemar Coelho Neto, Lucimar Aparecida de Moura, Thaissa Presti e Rosângela Santos, que cronometram 43a14 e ficaram a 0s10 das nigerianas.

Veja aqui como foi a final do 4x100m em Pequim.

Doping poderá fazer Rússia perder nove medalhas de Pequim 2008

24 de maio de 2016 0

Uma semana após o Comitê Olímpico Internacional (COI) informar que 31 atletas, de seis modalidades, que foram medalhistas nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 teriam testado positivo em exames antidoping que passaram por re- testes, o Comitê Olímpico Russo (ROC) anunciou que foi notificado que 14 destas amostras revelaram resultados positivos de atletas russos.

Anna Chicherova foi flagrada em exame antidoping em Pequim - Divulgação/IAAF

Anna Chicherova foi flagrada em exame antidoping em Pequim – Divulgação/IAAF

De acordo com a imprensa da Rússia, um dos flagrados foi a saltadora Anna Chicherova, bronze em Pequim e um ouro nos Jogos de Londres em 2012 no salto em altura. Aos 33 anos, ela ainda acumula cinco medalhas em campeonatos mundiais, uma de ouro, duas de prata e duas de bronze.

No momento, todos os 31 atletas que testaram positivo aguardam os resultados dos exames de suas amostras B, para que passem ou não por  procedimentos disciplinares oficiais.

WADA é responsável pelas regras de combate ao doping - Divulgação/WADA

WADA é responsável pelas regras de combate ao doping – Divulgação/WADA

A agência de notícias russa TASS divulgou uma relação com 14 nomes, que não foi confirmado pelo COI e pelo ROC. Além de Chicherova, Maria Abakumova (prata no arremesso de dardo), Anastasia Kapachinskaya e Tatiana Firova (prata no 4x400m atletismo), Denis Nizhegorodov (bronze na marcha atlética 50km), Yuliya Chermoshanskaya (ouro no 4x100m atletismo), Denis Alekseyev (bronze no 4x400m atletismo), Yekaterina Volkova (bronze nos 3000m com obstáculos), Inga Abitova (10.000m atletismo), Nadezhda Evstyukhina (bronze no levantamento de peso até 75kg),  Alexander Korlinov (remo), Alexander Pogorelov (decatlo), Marina Shainova (prata no levantamento de peso até 58kg) e Ivan Yushkov (arremesso de peso) estariam sob análise.

Se os exames tiverem confirmação em suas amostras B, a Rússia poderá perder nove medalhas, uma de ouro, três de prata e cinco de bronze. Em Pequim, a delegação russa ficou em terceiro no quadro geral, com 23 ouros, 21 pratas e 29 bronzes.

Teliana Pereira vence e vai enfrentar Serena Williams em Roland Garros

24 de maio de 2016 0

A brasileira Teliana Pereira conquistou uma importante vitória nesta terça-feira (24) em sua estreia no Aberto de Tênis da França. Diante da tcheca Kristýna Plíšková, campeã juvenil de Wimbledo-2010, ela marcou 2 a 1, com parciais de 7/5, 3/6 e 9/7.

Teliana obteve terceira vitória em Roland Garros - Foto: Reprodução/Twitter/@telianapereira

Teliana obteve terceira vitória em Roland Garros – Foto: Reprodução/Twitter/@telianapereira

Esta será a terceira vez que a pernambucana disputará a segunda rodada em Roland Garros. Em 2014, ela parou na romena Sorana Cîrstea e, no passado, foi eliminada pela russa Ekaterina Makarova. Agora, o desafio será ainda maior para a atual 81ª do ranking mundial, já que sua próxima rival será a norte-americana Serena Williams, dona de 21 títulos em Grand Slams e tricampeã em Paris.

Serena tem três títulos em Roland Garros - Divulgação/Philippe Montigny/FFT

Serena tem três títulos em Roland Garros – Divulgação/Philippe Montigny/FFT

Na estreia, a número um do mundo derrotou a eslovaca Magdaéna Rybáriková por fáceis 6/2 e 6/0. Esta será a primeira partida entre elas. Na atual temporada, Teliana Pereira tem apenas quatro vitórias em 17 partidas disputadas.

Campeã em 2008 e vice em 2007, a sérvia Ana Ivanovic também avançou à segunda rodada. Com parciais de 6/0, 5/7 e 6/2, a 14ª cabeça de chave eliminou a convidada local Océane Dodin e agora vai enfrentar a japonesa Kurumi Nara, que derrotou a tcheca Denisa Allertová por 5/7, 6/3, 2/0 e desistência.

Ivanovic jogou duas finais em Paris - Divulgação/Nicolas Gouhier/FFT

Ivanovic jogou duas finais em Paris – Divulgação/Nicolas Gouhier/FFT

Vice-campeã em 2002, a norte-americana Venus Williams teve um bom começo e eliminou a estoniana Anett Kontaveit em um duplo tie-break, placares de 7/5 e 7/4. Nona na lista de favoritas, ela agora vai enfrentar Louisa Chirico, que venceu um confronto de norte-americanas contra Lauren Davis por 6/2, 2/6 e 8/6.

Venus passou em dois tie-breaks - Divulgação/Corinne Dubreuil/FFT

Venus passou em dois tie-breaks – Divulgação/Corinne Dubreuil/FFT

Quinta favorita, a bielorrussa Victoria Azarenka acabou sendo derrotada pela italiana Karin Knapp. Depois de perder o set inicial por 6/3, ela se recuperou e empatou a partida com um 7/6 (8) e teve que abandonar a quadra, após sentir uma lesão no terceiro set, quando perdia por 4/0.

Azarenka sentiu lesão e abandonou a partida - Divulgação/Corinne Dubreuil/FFT

Azarenka sentiu lesão e abandonou a partida – Divulgação/Corinne Dubreuil/FFT

Demais resultados da 1ª rodada:

Elina Svitolina (UCR-18) 6/1 e 6/3 Sorana Cîrsea (ROM-q)

Taylor Townsend (EUA-wc) 6/2 e 6/1 Amandine Hesse (FRA-wc)

Andrea Petkovic (ALE-28) 6/2 e 6/2 Laura Robson (GBR)

Yulia Putintseva (CAZ) 6/1 e 6/1 Aleksandra Wozniak (CAN)

Anastasija Sevastova (LET) 6/2 e 6/2 Sachia Vickery (EUA-q)

Virginie Razzano (FRA-wc) 4/6, 6/1 e 6/0 Ípek Soylu (TUR-q)

Julia Görges (ALE) 6/2 e 6/3 Johanna Konta (GBR-20)

Mónica Puig (PUR) 7/5 e 6/3 Olga Govortsova (BLR)

Mariana Duque Mariño (COL) 5/7, 6/4 e 6/4 Daria Gavrilova (AUS)

Pauline Parmentier (FRA) 6/2 e 7/6 (2) Monica Niculescu (ROM-31)

Irina Falconi (EUA) 6/4, 0/6 e 6/2 Mona Barthel (ALE)

Novak Djokovic e Rafael Nadal atropelam na estreia em Roland Garros

24 de maio de 2016 0

Dois dos maiores candidatos ao título do Aberto de Tênis da França, o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal passaram com extrema facilidade por suas estreias nesta terça-feira (24).

Líder do ranking mundial e em busca de seu primeiro título em Paris, Djokovic perdeu apenas seis games para Yen-Hsun Lu, de Taiwan, e venceu por fáceis 6/4, 6/1 e 6/1. Finalista dos últimos cinco Grand Slams realizados, o sérvio agora vai enfrentar o belga Steve Darcis, que veio do qualifying e derrotou outro tenista vindo do qualificatório, o turco Marsel Ílhan por 6/3, 6/4 e 6/0. Este será o terceiro confronto entre eles e até agora o sérvio segue invicto.

Djokovic tem três vices em Roland Garros - Divulgação/Philippe Montigny/FFT

Djokovic tem três vices em Roland Garros – Divulgação/Philippe Montigny/FFT

Maior campeão em Roland Garros, com nove títulos em 11 participações, Nadal também não deu chances ao australiano Sam Groth e aplicou um impiedoso 3 a 0, com um triplo 6/1 e comemorou sua 199ª vitória em um Slam. O próximo rival do quarto cabeça de chave será o argentino Facundo Bagnis, 99º do ranking mundial, que eliminou o qualifier local Kenny de Scheeper por 6/0, 6/2 e 7/6 (2).

Nadal tem nove títulos em Paris - Divulgação/Nicolas Gouhier/FFT

Nadal tem nove títulos em Paris – Divulgação/Nicolas Gouhier/FFT

Principal esperança francesa no torneio, Jo-Wilfried Tsonga garantiu vaga na segunda rodada ao derrotar o alemão Jan-Lennard Struff, que veio do quali, por 3 a 0 (6/3, 6/4 e 6/4). Semifinalista em 2013/15 e sexto na lista de favoritos, o francês agora vai encarar o cipriota Marcos Baghdatis, que passou por Gilles Muller, de Luxemburgo, por 7/5, 6/4 e 6/1. Esta será a oitava vez que eles irão se enfrentar e o tenista da casa tem ampla vantagem, com seis vitórias.

Tsonga foi semifinalista em 2015 - Divulgação/Philippe Montigny/FFT

Tsonga foi semifinalista em 2015 – Divulgação/Philippe Montigny/FFT

Vice-campeão em 2013, o espanhol David Ferrer liquidou o russo Evgeny Donskoy em três sets (6/1, 6/2 e 6/0) e agora terá pela frente o argentino Juan Mónaco, que venceu o uzbeque Denis Istomin por 3/6, 6/4, 6/3 e 7/5.

Demais resultados da 1ª rodada:

Bernard Tomic (AUS-20) 6/3, 6/4 e 6/4 Brian Baker (EUA)

Borna Ćorić (CRO) 6/3, 6/1 e 6/3 Taylor Fritz (EUA)

David Goffin (BEL-12) 6/3, 6/3 e 6/4 Grégoire Barrère (FRA-wc)

Carlos Berlocq (ARG-q) 6/3, 6/0 e 6/2 Paolo Lorenzi (ITA)

Paul-Henri Mathieu (FRA) 6/4, 6/7 (2), 6/4, 1/6 e 6/3 Santiago Giraldo (COL)

Marcel Granollers (ESP) 7/5, 6/4 e 6/3 Fabio Fognini (ITA-32)

Stéphane Robert (FRA-wc) 6/4, 6/2, 1/6 e 7/5 Kevin Anderson (AFS-18)

Jiří Veselý (CZE) 6/4, 6/4, 6/7 (5) e 6/0 Rajeev Ram (EUA)

Ernests Gulbis (LET) 6/3, 7/5 e 6/4 Andreas Seppi (ITA)

Andy Murray sofre, mas passa pela estreia em Roland Garros

24 de maio de 2016 0

Três vezes semifinalista em Roland Garros (2011/14/15) e atual número dois do mundo, o escocês Andy Murray precisou lutar muito para passar pela estreia no Aberto da França. Em jogo iniciado ontem e concluído nesta terça-feira (24), ele derrotou o tcheco Radek Štěpánek , 37 anos, por 3 a 2, parciais de 3/6, 3/6, 6/0, 6/3 e 7/5.

Murray ainda não disputou final em Paris -  Foto: Reprodução/Twitter/@rolandgarros

Murray ainda não disputou final em Paris – Divulgação/Philippe Montigny/FFT

A partida teve início na segunda-feira, e o tcheco surpreendeu ao abrir 2 a 0. Número oito do mundo em julho de 2006 e atual 128 do mundo, Štěpánek precisou disputar três jogos no qualifiying para chegar à chave principal e isto acabou pesando no recomeço, quando Murray já havia vencido o terceiro set e liderava o quarto por 4/2. Na segunda rodada, o britânico vai encarar o convidado local Mathias Bourgue, 164º do ranking mundial da ATP.

Bourgue vai encarar Murray - Divulgação/Arquivo

Bourgue vai encarar Murray – Divulgação/Arquivo

Sétimo na lista de favoritos e semifinalista em 2014/15, o tcheco Tomáš Berdych não encontrou dificuldades para superar o canadense Vasek Pospisil por 3 a 0 (6/3, 6/2 e 6/1) e agora vai enfrentar o tunisiano Malek Jaziri, que superou o alemão Florian Mayer por 6/4, 3/6, 6/1 e 6/2. Nas seis últimas edições em Roland Garros, o atual número oito do mundo chegou às quartas de final do torneio.

Berdych tem três semifinais em Roland Garros -

Berdych tem duas semifinais em Roland Garros – Foto: Reprodução/Twitter/@rolandgarros

Vice-campeão juvenil em Paris em 2011, e com três títulos em quatro finais na temporada, o austríaco Dominic Thiem venceu o espanhol Íñigo Cervantes, de virada, com parciais de 3/6, 6/2, 7/5 e 6/1. Cabeça de série número 13, ele agora vai encarar outro espanhol, Guillermo García López, que superou o holandês Thiemo de Bakker por 3 a 1, parciais de 6/4, 6/4, 5/7 e 7/6 (3).

Thiem faz ótima temporada -

Thiem faz ótima temporada – Foto: Reprodução/Twitter/@rolandgarros

Demais resultados:

Lucas Pouille (FRA-29) 6/3, 4/6, 6/4 e 7/6 (4) Julien Benneteau (FRA)

Nicolas Mahut (FRA) 7/6 (4), 6/2 e 6/1 Ričardas Berankis (LTU)

John Isner (EUA-15) 6/7 (4), 7/6 (12), 7/6 (7) e 7/5 John Millman (AUS)

Pablo Cuevas (URU-25) 3/6, 6/2, 6/3 e 7/6 (4) Tobias Kamke (ALE-q)

Quentin Halys (FRA-wc) 6/1, 6/4 e 6/4 Hyeon Chung (COR)

Feliciano López (ESP-21) 6/4, 6/4, 3/6 e 6/2 Thomas Fabbiano (ITA-LL)

Roberto Bautista Agut (ESP-14) 6/3, 6/3 e 6/1 Dmitry Tursunov (RUS)

Víctor Estrella Burgos (DOM) 7/5, 6/4 e 6/3 Illya Marchenko (UCR)

Aljaž Bedene (GBR) 4/6, 6/3, 6/4 e 6/4 Gerald Melzer (AUT-q)

Nicolás Almagro (ESP) 5/7, 6/2, 6/2 e 6/4 Philipp Kohlschreiber (ALE-24)

Pablo Carreño Busta (ESP) 7/6 (3), 6/7 (4), 6/4 e 6/4 Federico Delbonis (ARG-31)

João Sousa (POR-25) 2/6, 7/6 (8), 6/4 e 7/5 Damir Džumhur (BOS)

Holandesa surpreeende e elimina Angelique Kerber em Paris

24 de maio de 2016 0

A primeira grande surpresa da chave feminina do Aberto de Tênis da França ocorreu no começo da rodada desta terça-feira (24). Cabeça de chave número três e atual campeã do Aberto da Austrália, a alemã Angelique Kerber foi derrotada pela holandesa Kiki Bertens, 58ª do mundo, por 2 sets a 1, parciais de 6/2, 3/6 e 6/3, em jogo válido pela primeira fase do torneio.

Kerber e a número 3 do ranking - Foto: Reprodução/Twitter/@rolandgarros

Kerber e a número 3 do ranking – Foto: Reprodução/Twitter/@rolandgarros

Com a vitória, a primeira de sua carreira diante de um Top 5, Bertens passou à segunda rodada e agora vai enfrentar a italiana Camila Giorgi, 44ª do ranking, que venceu a convidada local Alizé Lim por 6/3 e 6/2. Esta será o segundo confronto entre elas. Na única oportunidade em que jogaram, Giorgi levou a melhor.

Bertens conquistou sua maior vitória- Divulgação/ITF/Arquivo

Bertens conquistou sua maior vitória- Divulgação/ITF/Arquivo

Campeã em 2010 e vice em 2011, a veterana italiana Francesca Schiavone, 35 anos, foi eliminada pela 26 favorita, a francesa Kristina Mladenovic em sets diretos (6/2 e 6/4). Na próxima rodada, a tenista local vai encarar a húngara Tímea Babos, que despachou a norte-americana Samantha Crawford por 2 a 0 (6/4 e 6/0).

Mladenovic é uma das apostas da França - Foto: Reprodução/Twitter/@rolandgarros

Mladenovic é uma das apostas da França – Foto: Reprodução/Twitter/@rolandgarros

Oitava cabeça de chave e realizando uma ótima temporada, a suíça Timea Bacsinszky passou pela lucky-loser espanhola Silvia Soler-Espinosa por 6/3 e 6/1 e agora vai encarar a canadense Eugenie Bouchard, 47ª na classificação da WTA, que fez um duplo 6/2 na alema Laura Siegemund.

Bacsinszky é a oitava favorita - Divulgação/FFT

Bacsinszky é a oitava favorita – Divulgação/FFT

Vice-campeã em Roland Garros em 2010, a australiana Samantha Stosur começou com uma vitória por 2 sets a 1, parciais de 6/2, 4/6 e 6/3, sobre a japonesa Misaki Doi. Número 21 na lista de favoritas, a experiente jogadora de 32 anos agora vai enfrentar a chinesa Shuai Zhang, que derrotou a cazaque Galina Voskoboeva por 7/5 e 6/2. Esta será a primeira vez que elas irão se enfrentar.

Stosur foi vice em 2010 - Divulgação/FFT

Stosur foi vice em 2010 – Divulgação/FFT

Demais resultados da 1ª rodada:

Alizé Cornet (FRA) 6/1 e 6/0 Kirsten Flipkens (BEL)

Tatjana Maria (ALE) 6/3, 3/6 e 6/3 Jelena Janković (SER-21)

Carla Suárez Navarro (ESP-12) 6/2, 4/6 e 6/2 Kateřina Siniaková (CZE-q)

Madison Keys (EUA-15) 6/3 e 6/2 Donna Vekić (CRO)

Dominika Cibulková (SVK-22) 6/3 e 6/1 Saisai Zheng (CHN)

Ekaterina Makarova (RUS-27) 5/7, 6/4 e 6/3 Varvara Lepchenko (EUA)

Daria Kasatkina (RUS-29) 6/1, 4/6 e 6/3 Anna-Lena Friedsam (ALE)

Qiang Wang (CHN) 6/0 e 6/0 Tessah Andrianjafitrimo (FRA-wc)

Ana Konjuh (CRO) 6/2 e 6/3 Arina Rodionova (AUS-wc)

Kyle Lowry e DeMar DeRozan garantem vitória e Toronto empata finais do Leste

24 de maio de 2016 0

Com um show do armador Kyle Lowry e do ala/armador DeMar DeRozan, que combinaram para 67 pontos, o Toronto Raptors voltou a derrotar o Cleveland Cavaliers, por 105 a 99, em jogo encerrado na madrugada desta terça-feira (24), pelo horário de Brasília, e empatou a série decisiva da Conferência Leste da NBA em 2 a 2.

DeRozan supera LeBron e Toronto empata - Divulgação/NBAE via Getty Images

DeRozan supera LeBron e Toronto empata – Divulgação/NBAE via Getty Images

Depois de perder os dois jogos iniciais em Cleveland, a franquia canadense fez valer o fator local e surpreendeu o adversário, apontado como favorito para vencer a disputa. No começo do jogo 4, o equilíbrio prevaleceu e os Raptors conseguiram livrar uma pequena vantagem de três pontos (27 a 24).

Lowry foi o cestinha - Divulgação/NBAE via Getty Images

Lowry foi o cestinha – Divulgação/NBAE via Getty Images

Mas no segundo quarto, o Toronto tomou conhecimento dos Cavs e marcou 30 a 17, indo para o intervalo com 16 pontos de frente (57 a 41). No recomeço do jogo, comandado por LeBron James e pelo ala/pivô Channing Frye, o Cleveland demonstrou um grande poder de reação e aos poucos foi encurtando a diferença, que caiu para nove (78 a 69) ao final do terceiro período.

Argentino Scola (4) foi titular - Divulgação/Lowry foi o cestinha - Divulgação/NBAE via Getty Images

Argentino Scola (4) foi titular – Divulgação/Lowry foi o cestinha – Divulgação/NBAE via Getty Images

Nos quatro minutos iniciais do último quarto, os Cavs seguiram controlando as ações e conseguiram passar à frente com oito minutos por jogar (84 a 83). A partir deste instante, as duas equipes passaram a jogar com placar apertado e algumas trocas de liderança. Porém, quando restavam cinco minutos, o Toronto fez uma arrancada de 7 a 0, embalado pela dupla Lowry-DeRozan e abriu cinco de vantagem (101 a 96).

Irving foi um dos cestinhas do Cleveland - Divulgação/Lowry foi o cestinha - Divulgação/NBAE via Getty Images

Irving foi um dos cestinhas do Cleveland – Divulgação/Lowry foi o cestinha – Divulgação/NBAE via Getty Images

Em uma bola de três do armador Kyrie Irving a exatos dois minutos do término da partida, o Cleveland voltou a encostar em 101 a 99. Porém, DeRozan, Lowry e o pivô senegalês Bismack Biyombo controlaram o ímpeto dos Cavs e asseguraram a vitória dos Raptors, o que garante mais dois jogos, no mínimo, para definir o campeão do Leste.

Bismack Biyombo foi decisivo no garrafão - Divulgação/NBAE via Getty Images

Bismack Biyombo foi decisivo no garrafão – Divulgação/NBAE via Getty Images

Kyle Lowry terminou a partida com 35 pontos, cinco assistências e cinco rebotes, enquanto DeMar DeRozan fez 32 pontos, três assistências e pegou três rebotes. O ala Demarre Carroll marcou outros 11, enquanto Bismack Biyombo conseguiu 14 rebotes.

Nem LeBron evitou derrota dos Cavs - Divulgação/NBAE via Getty Images

Nem LeBron evitou derrota dos Cavs – Divulgação/NBAE via Getty Images

Apesar da derrota, LeBron James teve bom desempenho com 29 pontos, nove rebotes e seis assistências e voltou a ser o destaque dos Cavs, que ainda contaram com 26 pontos, seis assistências e três rebotes de Kyrie Irving.

ACBF goleia Tubarão e vence a segunda na Liga Futsal

23 de maio de 2016 0

A ACBF de Carlos Barbosa (RS) derrotou o Orleplast/ Unisul/ Tubarão (SC), por 5 a 0, e conquistou sua segunda vitória na Liga Nacional de Futsal. Com o resultado, o time gaúcho chegou aos sete pontos e e está em 12º lugar na classificação geral, enquanto os catarinenses permaneceram com três e seguem na 19ª e última colocação.

Felipe Valério marcou um dos gols da ACBF - Divulgação/Ulisses Castro/ACBF

Felipe Valério marcou um dos gols da ACBF – Divulgação/Ulisses Castro/ACBF

Com um começo instável na competição, a atual campeã soube aproveitar a fragilidade do lanterna e abriu o marcador logo aos três minutos com um gol de Marlon. Seis minutos depois, Felipe Valério ampliou para os gaúchos.

Na segunda etapa, o Tubarão tentou reagir e acabou sofrendo o terceiro, aos 11, marcado por Rafa. Logo depois, aos 13, Canabarro fez o quarto e no final, Júlio encerrou a goleada da ACBF.

Canabarro marcou o quarto gol - Divulgação/Ulisses Castro / ACBF

Canabarro marcou o quarto gol – Divulgação/Ulisses Castro / ACBF

Em outro jogo desta noite de segunda, Supermercados BH/Minas Tênis Clube e Corinthians (SP) empataram em 4 a 4, em Belo Horizonte (MG).

Seleção Brasileira Masculina de Vôlei vence segundo amistoso diante da Eslovênia

23 de maio de 2016 0

A Seleção Brasileira Masculina de Vôlei venceu seu segundo amistoso diante da vice-campeã europeia Eslovênia. Nesta segunda-feira (23), em Montes Claros (MG), o Brasil repetiu o placar do primeiro jogo e venceu, mais uma vez, por 3 a 1 (22/25, 25/21, 25/21 e 25/17), em 1h50 de partida.

Brasil venceu dois amistosos contra a Eslovênia - Divulgação/Célio Messias/Inovafoto/CBV

Brasil venceu dois amistosos contra a Eslovênia – Divulgação/Célio Messias/Inovafoto/CBV

Neste segundo jogo, o técnico Bernardinho optou por começar com uma formação quase totalmente diferente do primeiro. A ideia era dar ritmo de jogo a todo o grupo que vem treinando no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ), há quatro semanas. Dessa forma, foram à quadra o levantador Rapha, o oposto Evandro, os ponteiros Douglas Souza e Maurício Borges, os centrais Sidão e Maurício Souza e o líbero Serginho.

Douglas Souza teve boa atuação - Divulgação/Célio Messias/Inovafoto/CBV

Douglas Souza teve boa atuação – Divulgação/Célio Messias/Inovafoto/CBV

O primeiro set começou com a equipe brasileira controlando o adversário, mas uma impressionante sequência de cinco saques, com direito a quatro aces do oposto esloveno Mitja Gasparini colocou os europeus na liderança em 14/10. Confiante, a Eslovênia manteve a dianteira até o final.

Com um saque mais agressivo, o bloqueio da equipe brasileira passou a ter mais eficiência no segundo set e dessa forma, o Brasil fez 16/12 com Maurício Souza parando Gasparini. Num ataque de Evandro, os atuais vice-campeões olímpicos fecharam em 25/21 e empataram a partida.

Oposto Evandro busca lugar no grupo - Divulgação/Célio Messias/Inovafoto/CBV

Oposto Evandro busca lugar no grupo – Divulgação/Célio Messias/Inovafoto/CBV

Já no terceiro set, o time brasileiro manteve o ritmo e controlou o adversário até a metade da parcial. Num saque do ponta Alen Sket, os eslovenos empataram em 12/12 e nesse instante Bernardinho pediu tempo. Porém, um clima tenso tomou conta do banco, quando o treinador e Maurício Borges iniciaram uma discussão e o treinador gritou com o ponteiro: “porque você está me encarando, porque você está me encarando“. Serenados os ânimos, os times voltaram ao jogo e o Brasil retomou o controle e repetiu o 25/21.

Bernardinho aproveita amistosos para formar time - Divulgação/Célio Messias/Inovafoto/CBV

Bernardinho aproveita amistosos para formar time – Divulgação/Célio Messias/Inovafoto/CBV

No quarto set, a equipe brasileira não encontrou muitas dificuldades para superar a Eslovênia, que chegou a liderar até a primeira parada técnica (8/6). Depois, o Brasil passou à frente e dominou até o final, que veio em um ataque do oposto Wallace de Souza, que entrou no decorrer da partida, assim como o ponta Lipe e o levantador William Arjona.