Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
  • Thumbnail

    Na estreia da Copa do Brasil de Futsal, Atlântico goleia paranaenses

    O Atlântico/URI/Erechim estreou com goleada na 1ª edição da Copa do Brasil de Futsal. Nesta segunda-feira (24), o atual campeão gaúcho goleou o Santa Pelizzari/Palmas Esportes (PR), por 8 a 0, no ginásio do CER Atlântico, e agora precisa de um empate para avançar à segunda fase da competição. A partida de volta está...

    0
  • Thumbnail

    Flamengo vence a segunda contra o Pinheiros e se aproxima das semifinais do NBB

    O Flamengo está muito perto de garantir vaga para sua nona semifinal seguida na história do Novo Basquete Brasil (NBB). Nesta segunda-feira (24), no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, o rubro-negro derrotou o Pinheiros (SP), por 83 a 73, e abriu 2 a 0 na série melhor de cinco das...

    0
  • Thumbnail

    Corinthians vence a primeira na Liga Futsal

    Atual campeão da Liga Nacional de Futsal, o Corinthians/Unip (SP) conquistou sua primeira vitória na edição 2017. Nesta segunda-feira (24), em Pato Branco (PR), o time dirigido pelo técnico André Bié derrotou o estreante Pato Futsal, por 1 a 0, gol marcado por Wilsinho aos 14min11seg do primeiro tempo. Depois de estrear com um...

    0
  • Thumbnail

    Estados Unidos conquistam o tricampeonato do Mundial de Revezamentos de Atletismo

    Os Estados Unidos sagraram-se campeões do Campeonato Mundial de Revezamentos de Atletismo, disputado em Nassau, nas Bahamas, pela terceira vez em três edições. Os norte-americanos somaram 60 pontos, seguidos por Jamaica (39) e Austrália (24). O Brasil ficou na 21ª posição, com dois pontos conquistados. Com oito medalhas em nove provas, cinco de ouro,...

    0
  • Thumbnail

    Brasil é campeão do Sul-Americano de Canoagem Velocidade e Paracanoagem

    A Seleção Brasileira conquistou o título do Campeonato Sul-Americano de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, encerrado neste domingo (23), em Paipa, na Colômbia. No total foram 54 medalhas, sendo 32 de ouro, 14 de prata e oito de bronze. Neste último dia de disputas foram realizadas as provas de 200m e mais uma vez o...

    0

Na estreia da Copa do Brasil de Futsal, Atlântico goleia paranaenses

24 de abril de 2017 0

O Atlântico/URI/Erechim estreou com goleada na 1ª edição da Copa do Brasil de Futsal. Nesta segunda-feira (24), o atual campeão gaúcho goleou o Santa Pelizzari/Palmas Esportes (PR), por 8 a 0, no ginásio do CER Atlântico, e agora precisa de um empate para avançar à segunda fase da competição.

Atlântico goleou na estreia - Divulgação

Atlântico goleou na estreia – Divulgação

A partida de volta está marcada para o próximo domingo (30), às 19h30 (de Brasília), em Palmas, no sudoeste do Paraná. Quem passar desta série irá enfrentar o vencedor do confronto entre os catarinenses Concórdia/Umbro e Mafra Ferromax Futsal.

Diante de um adversário inferior tecnicamente e que disputa o Campeonato Paranaense série prata, o Atlântico demorou a encontrar o ritmo. Porém, aos 11 minutos, Bruno Petry aproveitou um rebote do goleiro Felipe, após chute de Humberto, e abriu o marcador. O gol deu tranquilidade aos gaúchos, que ampliaram aos 14min34seg com Keké, após boa combinação com Lucas.

Keke fez dois gols na virada - Divulgação

Keke fez dois gols na virada – Divulgação

Soberano no jogo, o time de Erechim marcou o terceiro gol 35 segundos depois. Em uma cobrança de falta, Keké rolou a bola para Grillo, que ajeitou para Vilian chutar entre as pernas do goleiro e definir o marcador do primeiro tempo.

Na etapa final, o Palmas foi amplamente dominado e aos 4min36seg Nenê recebeu passe de Vilian e fez o quarto. Logo depois, aos 6min33seg, Bruno Petry voltou a balançar as redes em jogada individual. Recentemente convocado para a Seleção Brasileira, o ala Lucas marcou o sexto, aos nove minutos, após jogada de Humberto.

Vilian marcou um dos gos da goleada - Divulgação

Vilian marcou um dos gos da goleada – Divulgação

Com a vitória assegurada, o técnico Sérgio Lacerda rodou todos os jogadores do Atlântico, que marcaria o sétimo gol aos 11 minutos, em chute de Grillo fora do alcance do goleiro Buda, que a esta altura já substituía Felipe. O capitão Keké fechou a conta cinco mais tarde.

Confira a ficha técnica:

Atlântico: Djony, Grillo, Lucas, Café e Keké. Técnico: Sérgio Lacerda. Ainda jogaram: Vilian, Humberto, Bruno Petry, Dudu, Nenê, Murilo e Beiço

Palmas: Felipe, Alex Strapasson, Kevin, Alan e Renan. Técnico: André Carrinho. Ainda jogaram: Juliano, Ronaldo, João, JArdel, Tibagi e Buda

Local: Ginásio do CER Atlântico

Árbitros: Charles Corrêa e Ricardo Amaral

Gols: Bruno Petry (2), Keké (2), Vilian, Nenê, Lucas e Grillo

Cartões amarelos: Dudu e Tibagi

Flamengo vence a segunda contra o Pinheiros e se aproxima das semifinais do NBB

24 de abril de 2017 0

O Flamengo está muito perto de garantir vaga para sua nona semifinal seguida na história do Novo Basquete Brasil (NBB). Nesta segunda-feira (24), no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, o rubro-negro derrotou o Pinheiros (SP), por 83 a 73, e abriu 2 a 0 na série melhor de cinco das quartas de final.

Marquinhos foi o cestinha do jogo - Divulgação/Staff Images/Flamengo

Marquinhos foi o cestinha do jogo – Divulgação/Staff Images/Flamengo

Agora, o time dirigido pelo técnico José Neto precisa de apenas mais uma vitória para garantir um lugar entre os quatro melhores da temporada 2016/17. A próxima partida entres eles está marcada para a quarta-feira (26), às 19h30 (de Brasília), novamente com mando dos cariocas.

Ronald Ramon teve boa atuação - Divulgação/Staff Images/Flamengo

Ronald Ramon teve boa atuação – Divulgação/Staff Images/Flamengo

Com menos de 29 minutos de atuação, o ala Marquinhos anotou 22 pontos em 30 tentados (73,3% de aproveitamento), pegou sete rebotes, distribuiu cinco assistências e ainda recuperou três bolas. Os armadores Ronald Ramon e Ricardo Fischer também foram decisivos. O dominicano ficou em quadra por quase 35 minutos e contribuiu com 19 pontos, enquanto o brasileiro veio do banco de reservas, converteu lances livres decisivos no último quarto, deixando a quadra com dez pontos, cinco rebotes e quatro assistências.

Ricardo Fischer marcou 10 pontos - Divulgação/Staff Images/Flamengo

Ricardo Fischer marcou 10 pontos – Divulgação/Staff Images/Flamengo

No Pinheiros, que busca sua terceira semifinal, o ala norte-americano Desmond Holloway marcou 21 pontos, fez quatro assistências e pegou cinco rebotes. Já seu compatriota, o armador Corderro Bennett registrou 18 pontos.

Corinthians vence a primeira na Liga Futsal

24 de abril de 2017 0

Atual campeão da Liga Nacional de Futsal, o Corinthians/Unip (SP) conquistou sua primeira vitória na edição 2017. Nesta segunda-feira (24), em Pato Branco (PR), o time dirigido pelo técnico André Bié derrotou o estreante Pato Futsal, por 1 a 0, gol marcado por Wilsinho aos 14min11seg do primeiro tempo.

Corinthians venceu a primeira na Liga Futsal - Divulgação/Corinthians Futsal

Corinthians venceu a primeira na Liga Futsal – Divulgação/Corinthians Futsal

Depois de estrear com um empate diante do Tubarão Futsal (SC), o Timão enfrentou um adversário motivado, que vinha de vitória sobre a Intelli/Recon/MRG/Paraíso (MG), e que conta com jogadores experientes, como os ex-corintianos Simi e Danilo Baron. Mas apesar da pressão da equipe da casa, os paulistas resistiram bem e chegaram aos quatro pontos e o sexto lugar na classificação geral. Já os paranaenses ficaram em oitavo, com três pontos somados.

Na próxima rodada, no dia 1º de maio, o Corinthians/Unip enfrentará o Copagril/Sempre Vida/Sicredi (PR), no ginásio do Parque São Jorge, em São Paulo (SP), às 20h (de Brasília). Já o Pato enfrentará a líder Assoeva/Unisc (RS), no dia 29 de abril, às 20h15, no Parque do Chimarrão, em Venâncio Aires.

Estados Unidos conquistam o tricampeonato do Mundial de Revezamentos de Atletismo

24 de abril de 2017 0

Os Estados Unidos sagraram-se campeões do Campeonato Mundial de Revezamentos de Atletismo, disputado em Nassau, nas Bahamas, pela terceira vez em três edições. Os norte-americanos somaram 60 pontos, seguidos por Jamaica (39) e Austrália (24). O Brasil ficou na 21ª posição, com dois pontos conquistados.

Norte-americanos levaram o Bastão de Ouro - Divulgação/IAAF

Norte-americanos levaram o Bastão de Ouro – Divulgação/IAAF

Com oito medalhas em nove provas, cinco de ouro, duas de prata e uma de bronze, a equipe norte-americana demonstrou supremacia ao longo da competição e só não esteve no pódio no revezamento 4 x 100 metros rasos feminino, porque Jenna Prandini caiu quando iniciava a segunda perna da prova.

As alemãs Alexandra Burghardt, Lisa Mayer, Tatjana Pinto e Rebekka Haase correram em 42seg84 e ficaram com a medalha de ouro. As jamaicanas Simone Facey, Natasha Morrison, Gayon Evans e Sashalee Forbes chegaram 0seg11 depois e levaram a prata, enquanto as chinesas Xiaojing Liang, Yongli Wei, Yujia Tao e Qiqi Yuan acabaram com o bronze.

Alemãs comemoram o ouro no 4x100 m - Divulgação/IAAF

Alemãs comemoram o ouro no 4×100 m – Divulgação/IAAF

Na prova do 4 x 100 metros feminino, o Brasil herdou vaga na final, após a desclassificação da Itália nas eliminatórias e entrou com o oitavo melhor tempo, 44seg20, mas na final um erros na passagem de bastão entre Bruna Farias e Tânia da Silva frustrou a participação da equipe brasileira, que ainda tinha Vitória Cristina Rosa e Rosângela dos Santos.

Sede da competição, as Bahamas ficaram com o título na inédita prova do revezamento misto 4 x 400 metros rasos, com as equipes compostas por dois homens e duas mulheres. Steven Gardiner, Shaunae Miller-Uibo, Anthonique Strachan e Michael Mathieu cravaram 3min14seg42 e superaram o time dos Estados Unidos (Michael Berry, Jaide Steper, Paul Dedewo e Claudia Francis) e a Jamaica (Javere Bell, Ristananna Tracey, Natoya Goule e Jamart Rose).

As Bahamas venceram no 4x400m misto - Divulgação/IAAF

As Bahamas venceram no 4x400m misto – Divulgação/IAAF

O Brasil ainda participou da final dos 4 x 400 metros rasos masculino. O time composto por Anderson Henriques, Alexander Russo, Hugo de Sousa e Lucas Castilho finalizou em sétimo lugar, com o tempo de 3min05seg96, superando a França, oitava colocada. A medalha de ouro foi ganha pelos Estados Unidos (David Verburg, Tony McQuay, Kyle Clemons e LaShawn Merritt) que cronometraram 3min02seg13, oseg15 à frente de Botsuana (Isaac Makwala, Babolaki Thebe, Onkabetse Nkobolo e Karabo Sibanda) e 0seg73 de vantagem sobre a Jamaica (Peter Matthews, Demish Gaye, Martin Manley e Steven Gayle).

LaShawn Merritt fechou 4x400m para os EUA - Divulgação/IAAF

LaShawn Merritt fechou 4x400m para os EUA – Divulgação/IAAF

Já na final “B” do 4 x 400 metros rasos feminino, as brasileiras Jaílma de Lima, Jéssica da Silva, Geisa Aparecida Coutinho e Natália da Silva) foram as vencedoras com o tempo de 3min34seg68, a melhor marca da equipe na temporada e garantiram a nona colocação no geral.

Confira os demais resultados do domingo:

4 x 800 m rasos masculino -

1º Estados Unidos (Brannon Kidler, Erik Sowinski, Casimir Loxsom e Clayton Murphy) – 7min13seg16

2º Quênia (Alfred Kipketer, Kipyengo Bett, Timothy Kitum e Ferguson Rotich) – 7min13seg70

3º Polônia (Artur Kuciapski, Mateusz Borkowski, Adam Kszczot e Marcin Lewandowski) – 7min18seg74

4 x 400 m rasos feminino -

1º Estados Unidos (Phyllis Francis, ashley Spencer, Quanera Hayes e Natasha Hastings) – 3min24seg36

2º Polônia (Malgorzata Holub, Inga Baumgart, Adrianna Janowicz e Justyna Swiety) – 3min28seg28

3º Jamaica (Janieve Russell, Anneisha McLaughlin-Whilby, Verone Chambers e Stephanie Ann McPherson) – 3min28seg49

4  x 200 m rasos masculino -

1º Canadá (Gavin Smellie, Brendon Rodney, Andre De Grasse e Aaron Brown) – 1min19seg42

2º Estados Unidos (Noah Lyles, Jarrion Lawson, Isiah Young e Ameer Webb) – 1min19seg88

3º Jamaica (Nickel Ashmeade, Oshane Bailey, Rasheed Dwyer e Yohan Blake) – 1min21seg09

Brasil é campeão do Sul-Americano de Canoagem Velocidade e Paracanoagem

23 de abril de 2017 0

A Seleção Brasileira conquistou o título do Campeonato Sul-Americano de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, encerrado neste domingo (23), em Paipa, na Colômbia. No total foram 54 medalhas, sendo 32 de ouro, 14 de prata e oito de bronze.

Isquias Queiroz ergue o troféu do Sul-Americano - Divulgação/CBCa

Isquias Queiroz ergue o troféu do Sul-Americano – Divulgação/CBCa

Neste último dia de disputas foram realizadas as provas de 200m e mais uma vez o Brasil dominou a maioria das provas. Nas provas de K4, a equipe júnior conquistou o ouro no masculino com Vitor Navarro, Matheus Moia, Marcos Scolaro e Willian Silva. No feminino, Emilly Schellworth, Silvia Portella, Debora Garcia e Isadora Ribeiro ficaram com o bronze. Na categoria sênior o time brasileiro por Vagner Souta, Roberto Maehler, Edson Silva e Celso Dias, ficou com a prata.  O ouro foi da Argentina e o bronze do Uruguai.

Equipe brasileira confirmou supremacia sul-americana - Divulgação/Federación Colombiana de Canotaje

Equipe brasileira confirmou supremacia sul-americana – Divulgação/Federación Colombiana de Canotaje

O Brasil garantiu mais quatro medalhas, duas de ouro com Marcos Scolaro, na categoria júnior do K1, enquanto Bruna Domingues na sub-23 também ganhou duas provas. As pratas vieram com Edson Silva na categoria sênior e com Gilmar Júnior na sub-23.

Já no K2 o dia foi de medalha de ouro com Matheus Moia e Marcos Scolaro, no júnior; prata com Edson Silva e Roberto Maehler na sênior; e bronze com Isadora Ribeiro e Silvia Portella, na júnior.

A equipe brasileira ainda conquistou medalhas em todas as provas de Canoa disputadas neste domingo. No total foram sete ouros e um bronze. Nas disputas de C1 200m Isaquias Queiroz e Valdenice Conceição (sênior), Jack Godmann (júnior) e Milton Oliveira (sub-23) conquistaram o ouro. Tânia Paixão ficou com o bronze na categoria júnior.

No C2 200m foram três ouros com as duplas: Isaquias Queiroz e Erlon Santos (sênior), Angela Silva e Andreia Oliveira (sênior) e Helton Silva e Sávio Vieira (júnior).

Os paracanoístas brasileiros disputaram seis provas e conquistaram seis medalhas, sendo cinco de ouro e uma de prata.

Brasil é vice do Pan-Americano Juvenil Masculino de Handebol

23 de abril de 2017 0

O Brasil foi derrotado pela Argentina, por 22 a 21, na final do Campeonato Pan-Americano Juvenil Masculino de Handebol, encerrado no sábado, em Santiago, no Chile.

Leandro Alves (15) e Paulo Cãndido (27) lamentam derrota na final - DivulgaçãoFederación Chilena/Alejandro Rustom

Leandro Alves (15) e Paulo Cãndido (27) lamentam derrota na final – DivulgaçãoFederación Chilena/Alejandro Rustom

Depois de uma grande campanha, com seis vitórias, 261 gols marcados e 93 sofridos, a equipe comandada pelo técnico Washington Nunes parou na rival, que acabou levando a medalha de ouro, de forma invicta, com seis vitórias em seis partidas, 189 gols marcados e 90 gols sofridos. Este foi o oitavo título argentino na competição (2004/05/06/07/08/11/13/17). As duas equipes mais Chile, Venezuela e México ficaram com as cinco vagas em disputa para o Campeonato Mundial da categoria, que será realizado na Geórgia, em agosto.

Argentinos festejam o título - DivulgaçãoFederación Chilena/Alejandro Rustom

Argentinos festejam o título – DivulgaçãoFederación Chilena/Alejandro Rustom

Apesar do vice-campeonato, o Brasil teve o melhor jogador do Pan-Americano, o armador Paulo Cândido, que atua no Porto, de Portugal. Ele ainda ganhou o prêmio de melhor armador esquerdo, assim como Guilherme Torriani (Taubaté/FAB/Unitau-SP) foi eleito o melhor ponta-esquerda do torneio.

Confira a Seleção ideal do campeonato:

Goleiro – Santiago Giovagnola (ARG)

Ponta-esquerda – Guilherme Torriani (BRA)

Armador-esquerdo – Paulo Cândido (BRA)

Armador central - Yericson Monroy (VEN)

Armador-direito – Leonardo Comerlatto (BRA)

Ponta-direita – Martín Arakaki (ARG)

Pivô – José Luis López (CHI)

MVP – Paulo Cândido (BRA)

Nenê Hilário faz duplo-duplo, ofusca Russell Westbrook e garante terceira vitória do Houston sobre o OKC

23 de abril de 2017 0

O pivô brasileiro Nenê Hilário foi o grande nome da terceira vitória do Houston Rockets sobre o Oklahoma City Thunder, por 113 a 109, de virada, neste domingo (23). Com o resultado obtido na casa do adversário, o time do Texas lidera a série por 3 a 1 e se vencer a próxima partida, no dia 25, quando jogará em seu ginásio estará classificado para a segunda rodada dos playoffs da Conferência Oeste da NBA.

Nenê foi o grande destaque do Houston - Divulgação/Nathaniel S. Butler/NBAE via Getty Images

Nenê foi o grande destaque do Houston – Divulgação/Nathaniel S. Butler/NBAE via Getty Images

Na partida deste domingo, Nenê o atuou por 25 minutos e terminou com um duplo-duplo de 28 pontos e dez rebotes, além de terminar com 100% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 12 convertidos em 12 tentativas, igualando o recorde de Larry McNeill, pelo Sacramento Kings em 1975.

Eric Gordon teve boa atuação - Divulgação/Nathaniel S. Butler/NBAE via Getty Images

Eric Gordon teve boa atuação – Divulgação/Nathaniel S. Butler/NBAE via Getty Images

Outros dois jogadores dos Rockets terminaram com 18 pontos e também saíram do banco de reservas, os armadores Eric Gordon e Lou Williams, que ainda pegaram oito e sete rebotes, respectivamente. Grande estrela da equipe, o armador James Harden teve atuação discreta e deixou a quadra com 16 pontos, oito assistências e sete rebotes.

Pelo Thunder, mais uma vez o principal jogador foi o armador Russell Westbrook, que marcou seu 45º triplo-duplo na temporada. Neste domingo, ele registrou 35 pontos, 14 assistências e 14 rebotes.

Estados Unidos e Bielorrússia são os finalistas da Fed Cup de Tênis

23 de abril de 2017 0

Os finalistas da edição 2017 da Fed Cup de Tênis foram definidos neste domingo (23) e Estados Unidos e Bielorrússia se enfrentarão nos dias 11 e 12 de novembro, com mando de quadra das europeias.

Norte-americanas festejam vaga na decisão - Divulgação/USTA

Norte-americanas festejam vaga na decisão – Divulgação/USTA

Com 17 títulos conquistados, a equipe norte-americana é a maior vencedora da história do torneio. Porém, amarga um jejum desde 2000, quando venceu a Espanha na decisão. Para chegar à sua 29ª final, o time capitaneado por Kathy Rinaldi-Stunkel derrotou a atual tricampeã República Tcheca, por 3 a 2, em confronto realizado em Tampa, na Flórida.

Coco Vandeweghe vibra com vitória - Divulgação/Fed Cup

Coco Vandeweghe vibra com vitória – Divulgação/Fed Cup

Nos jogos disputados hoje, Coco Vandeweghe, 24ª do ranking mundial, venceu Kateřina Siniaková, 38ª, por 2 a 0 (6/4 e 6/0) e colocou o time da casa em vantagem, após a igualdade no primeiro dia. Porém, no quarto confronto, as tchecas se recuperaram e voltaram a empatar com a vitória de Markéta Vondroušová (117ª) sobre Lauren Davis (36ª) por 2 a 0 (6/2 e 7/5).

Markéta Vondroušová empatou a série para a República Tcheca -  Divulgação/Fed Cup

Markéta Vondroušová empatou a série para a República Tcheca – Divulgação/Fed Cup

A decisão da vaga na final foi definida na partida de duplas e Bethanie Mattek-Sands e Coco Vandeweghe derrotaram Kristýna Plíšková e Kateřina Siniaková por 6/2 e 6/3, depois de 1h21 de confronto.

Bethanie Mattek-Sands (de frente) e Coco Vandeweghe garantiram vitória dos EUA - Divulgação/Fed Cup

Bethanie Mattek-Sands (de frente) e Coco Vandeweghe garantiram vitória dos EUA – Divulgação/Fed Cup

Bielorrússia bate Suíça e disputará primeira final

Em sua segunda participação n Grupo Mundial da Fed Cup, a Bielorrússia conseguiu chegar à decisão ao vencer a Suíça, por 3 a 2, em Minsk. No primeiro dia, bielorrussas e suíças empataram em 1 a 1, mas neste domingo as donas da casa definiram a série nos dois jogos de simples.

Aliaksandra Sasnovich marcou o segundo ponto da Bielorrússia - Divulgação/Fed Cup

Aliaksandra Sasnovich marcou o segundo ponto da Bielorrússia – Divulgação/Fed Cup

O primeiro jogo do dia teve a vitória de Aliaksandra Sasnovich, 96ª do ranking, sobre Timea Bacsinszky (22ª) em sets diretos, parciais de 6/2 e 7/6 (2). Logo depois, Aryna Sabalenka (125ª) venceu Viktorija Golubic (54ª) em três sets (6/3, 2/6 e 6/4), em 2h08 de jogo e carimbou o passaporte para a inédita final.

Aryna Sabalenka selou a vitória bielorrussa - Divulgação/Fed Cup

Aryna Sabalenka selou a vitória bielorrussa – Divulgação/Fed Cup

No encerramento, ainda foi disputada a partida de duplas e as suíças Belinda Bencic e Martina Hingis derrotaram as bielorrussas Olga Govortsova e Vera Lapko por 6/0 e 6/1.

Tandara é eleita Craque da Galera e Drussyla leva prêmio de MVP da final da Superliga Feminina

23 de abril de 2017 0

A ponteira Tandara, 28 anos, do vice-campeão Vôlei Nestlé/Osasco (SP), foi eleita a melhor jogadora da temporada 2016/17 da Superliga Feminina de Vôlei. Ela venceu a votação “Craque da Galera”. Além deste prêmio, a campeã olímpica em Londres 2012 ainda ficou com os troféus de maior pontuadora, com 408 acertos, e de melhor saque da competição.

Tandara levou três prêmios individuais - Divulgação/Inovafoto/CBV

Tandara levou três prêmios individuais – Divulgação/Inovafoto/CBV

Já a ponta Drussyla, do campeão Rexona-Sesc (RJ), ganhou o título de melhor jogadora (MVP) da final disputada neste domingo (23). A jogadora de 20 anos, que assumiu a titularidade no lugar da holandesa Anne Buijs, durante o playoff semifinal contra o Camponesa/Minas Tênis Clube (MG) terminou a temporada como a melhor jogadora da partida disputada na Arena Olímpica do Rio de Janeiro.

Drussyla foi a MVP da final - Divulgação/Inovafoto/CBV

Drussyla foi a MVP da final – Divulgação/Inovafoto/CBV

Na eleição das melhores da Superliga, o pentacampeão Rexona-Sesc não ganhou nenhum troféu. Além de Tandara, as demais premiadas foram a líbero Tássia ((Dentil/Praia Clube-MG), que liderou as estatísticas na recepção com 438 acertos, a oposta norte-americana Destinee Hooker (Camponesa/Minas), que marcou 404 pontos e foi escolhida o melhor ataque.

Hooker foi a melhor atacante - Divulgação/Orlando Bento/Minas TC

Hooker foi a melhor atacante – Divulgação/Orlando Bento/Minas TC

O troféu de melhor bloqueio ficou com a central Mara (Camponesa/Minas), que fez 91 pontos neste fundamento. Já a líbero dominicana Brenda Castillo (Genter Vôlei Bauru-SP) foi a melhor defensora, com 58% de aproveitamento. E o prêmio de melhor levantadora foi para Macris (Terracap/BRB/Brasília Vôlei-DF), que teve 31% de aproveitamento em suas tentativas.

Cleveland Cavaliers varre Indiana Pacers dos playoffs da NBA

23 de abril de 2017 0

A primeira varrida (4 a 0) na série de playoffs da NBA foi confirmada neste domingo (23), quando o Cleveland Cavaliers derrotou o Indiana Pacers, fora de casa, por 106 a 102, e garantiu classificação antecipada à segunda rodada da Conferência Leste. O próximo adversário dos atuais campeões sairá do confronto entre Toronto Raptors e Milwaukee Bucks, que empatam em 2 a 2.

LeBron comandou os Cavs na série diante dos Pacers - Divulgação/Jeff Haynes/NBAE via Getty Images

LeBron comandou os Cavs na série diante dos Pacers – Divulgação/Jeff Haynes/NBAE via Getty Images

Para confirmar a vaga, os Cavs contaram com mais uma grande atuação do ala LeBron James, que foi autor de um duplo-duplo de 33 pontos e 10 rebotes. Na série, ele totalizou 131 pontos, uma média de 32,75 pontos por jogo. Outro destaque foi o armador Kyrie Irving, que deixou a quadra com 28 pontos.

Tristan Thompson faz a cravada - Divulgação/Jeff Haynes/NBAE via Getty Images

Tristan Thompson faz a cravada – Divulgação/Jeff Haynes/NBAE via Getty Images

Pelo Pacers, o cestinha saiu do banco de reservas. O armador Lance Stephenson terminou com 22 pontos e mais seis assistências. Já o pivô Myles Turner quase atingiu dígitos duplos em dois fundamentos, com 20 pontos e nove rebotes.