Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro"

Thiago Braz fecha ano como número 1 do salto com vara e Brasil tem quatro Top 10

13 de dezembro de 2016 0

O paulista Thiago Braz encerrou a temporada de 2016 como líder do ranking mundial do salto com vara da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF). Com a marca de 6,03 m, obtida na conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, ele ficou cinco centímetros à frente do francês Renaud Lavillenie, derrotado pelo brasileiro na final olímpica. Com 5,92 m, o norte-americano Sam Kendricks ficou em terceiro lugar.

Thiago foi campeão olímpico - Divulgação/IAAF

Thiago foi campeão olímpico – Divulgação/IAAF

Além de Thiago, outro brasileiro no Top 10 é Wagner Domingos, número 4 do mundo no lançamento do martelo, com 78,63 m, resultado alcançado no Meeting de Celje, na Eslovênia, em junho. A marca garantiu ao pernambucano novo recorde sul-americano. O polonês Paweł Fajdek foi o melhor do ano com 82,47 m, apesar de ter fracassado nos Jogos Rio 2016, quando foi eliminado na primeira rodada. 

Wagner ficou em 4º no ano - Divulgação/Fernanda Paradizo/CBAt

Wagner ficou em 4º no ano – Divulgação/Fernanda Paradizo/CBAt

No feminino, duas brasileiras estão entre as 10 melhores do mundo em provas individuais: Fabiana Murer, no salto com vara, obteve o melhor resultado da carreira ao saltar 4,87 m, em julho, em São Bernardo do Campo (SP). A marca garantiu o segundo lugar no ranking mundial, além de ser recorde brasileiro e sul-americano. A norte-americana Sandi Morris, prata nos Jogos Olímpicos, foi a melhor com um salto de 5 m em Bruxelas, no mês de setembro.

Murer encerrou carreira com o segundo lugar - Divulgação/IAAF

Murer encerrou carreira com o segundo lugar – Divulgação/IAAF

Erica Rocha de Sena, nos 20 km marcha, terminou a temporada na quarta posição. O resultado de 1h27min18seg, novo recorde brasileiro e sul-americano, foi obtido na conquista da medalha de bronze do Campeonato Mundial de Marcha, em maio, em Roma. Campeã olímpica, a chinesa Hong Liu foi a melhor com 1h25min56seg.

Andy Murray vence Novak Djokovic é campeão do ATP Finals e confirma liderança

20 de novembro de 2016 0

O britânico Andy Murray derrotou o sérvio Novak Djokovic, neste domingo (20), por 2 a 0, parciais de 6/3 e 6/4, em 1h43 de partida e conquistou o ATP Finals, disputado em Londres, pela primeira vez na carreira.

Murray venceu o Finals e garantiu liderança - Divulgação/ATP World Tour

Murray venceu o Finals e garantiu liderança – Divulgação/ATP World Tour

Com a vitória, Murray confirmou a liderança do ranking mundial da ATP, com 905 pontos de vantagem para Djokovic. Desta forma, os dois abrirão a próxima temporada disputando o posto de número um.

Este foi o 35º jogo entre os dois melhores da atualidade e a 11ª vitória de Murray, que neste ano venceu nove torneios, entre eles Wimbledon e os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Bárbara Seixas vence confronto com Ágatha e garante vaga nas quartas de final em Curitiba

18 de novembro de 2016 0

A quarta etapa da temporada 2016/2017 do Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia começou com muitas emoções em Curitiba (PR). Apenas jogos do naipe feminino foram realizados na quinta-feira (17), com a definição das primeiras quatro duplas classificadas às quartas de final.

Bárbara Seixas ataca contra bloqueio de Ágatha - Divulgação/Matheus Vidal/CBV

Bárbara Seixas ataca contra bloqueio de Ágatha – Divulgação/Matheus Vidal/CBV

O confronto mais aguardado pela torcida foi o primeiro encontro entre as medalhistas olímpicas Ágatha e Bárbara Seixas, que formaram novas duplas após os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O confronto valia vaga direta às quartas de final. E o esperado prevaleceu, em uma partida equilibrada, decidida apenas no tie-break, com vitória de Fernanda Berti e Bárbara Seixas (RJ) sobre Ágatha/Carol Solberg (PR/RJ) por 2 sets a 1 (21/18, 14/21 e 15/10), em 55 minutos.

Mais três duplas avançaram direto às quartas, com duas vitórias, Juliana/Taiana (CE), Duda/Tainá (SE) e Larissa/Talita (PA/AL). Outras oito parcerias vão disputar a repescagem em busca das últimas quatro vagas às quartas de final, nesta sexta-feira, a partir das 12h20 (de Brasília).

Larissa e Talita, vencedoras das três primeiras etapas, estão nas quartas - Divulgação/Matheus Vidal/CBV

Larissa e Talita, vencedoras das três primeiras etapas, estão nas quartas – Divulgação/Matheus Vidal/CBV

Os duelos da repescagem terão Ágatha/Carol Solberg (PR/RJ) contra Fabrine/Aline (BA/SC), Val/Renata (RJ) encarando Vivian/Andressa (PA/PB), Rebecca/Elize Maia (CE/ES) enfrentando Rachel/Maria Clara (RJ) e, por fim, Ana Patrícia/Ângela (MG/DF) contra Neide/Andrezza (AL/AM).

Quatro duplas foram eliminadas já na quinta-feira, ao perderem duas partidas seguidas. Deram adeus ao torneio Rafaela/Érica Freitas (PA/MG), Carol Horta/Carol Won-Held (CE/RJ), Josi/Thati (SC/PB) e Sandressa/Victoria (AL/MS).

Hugo Calderano é semifinalista do Aberto da Áustria de Tênis de Mesa

13 de novembro de 2016 0

Depois da grande campanha nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, quando foi eliminado nas oitavas de final, o brasileiro Hugo Calderano segue conquistando bons resultados. Neste sábado (12) o mesatenista carioca derrotou o alemão Ruwen Filus, 64º colocado no ranking mundial da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF), por 4 sets a 1 ( 11/5, 9/11/ 11/9, 13/11 e 11/8) e garantiu uma vaga nas semifinais do Aberto da Áustria, disputado na cidade de Linz.

Calderano está na semifinal na Áustria - Divulgação/ITTF

Calderano está na semifinal na Áustria – Divulgação/ITTF

Em busca de um lugar na decisão, o jogador de apenas 20 anos e que está na 31ª posição na classificação da ITTF, vai enfrentar o japonês Yoto Muramatsu, que o derrotou na mesma fase nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2014. A partida está marcada para este domingo, às 9h15 (de Brasília).

Na outra semifinal, o japonês Kenta Matsudaira, cabeça de chave número um, vai enfrentar o alemã Benedikt Duda, quarto na lista de favoritos.

Murray vence em Paris, Djokovic perde e britânico está a uma vitória da liderança do ranking

04 de novembro de 2016 0

Andy Murray está prestes a coroar sua incrível temporada com a liderança do ranking mundial da ATP. Nesta sexta-feira (04), ele derrotou o tcheco Tomáš Berdych por 2 a 0, parciais de 7/6 (9) e 7/5, em exatas duas horas de partida e chegou à sua 72ª vitória em 81 jogos disputados. Neste ano, o britânico venceu sete títulos em 11 finais. As principais conquistas do tenista de 29 anos foram os bicampeonatos de Wimbledon e dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Murray pode ser o 26º tenista a liderar o ranking e o primeiro britânico - Divulgação/@bnppmasters

Murray pode ser o 26º tenista a liderar o ranking e o primeiro britânico – Divulgação/@bnppmasters

Com o resultado, Murray garantiu uma vaga nas semifinais do Masters 1.000 de Paris, na França, e se passar à decisão do torneio irá ultrapassar Novak Djokovic, que hoje foi derrotado pelo croata Marin Čilić, 10º do mundo, por 6/4 e 7/6 (2), em 1h45 de confronto.

Para Djokovic, a única chance de seguir com o posto de número um é uma derrota do escocês, que enfrentará na semifinal o ganhador da partida entre o francês Jo-Wilfried Tsonga e o canadense Milos Raonic.

Djokovic lidera desde 7 de julho de 2014 - Divulgação/Corinne Dubreuil / FFT

Djokovic lidera desde 7 de julho de 2014 – Divulgação/Corinne Dubreuil / FFT

Čilić, que venceu o sérvio pela primeira vez em 15 enfrentamentos, terá como rival da semifinal o norte-americano John Isner (27º), que eliminou seu compatriota Jack Sock (24º) por 2 a 1, parciais de 7/6 (6), 4/6 e 6/4, em jogo que teve 2h17 de duração.

Russas repetem ouro olímpico e são campeãs de duplas do WTA Finals

30 de outubro de 2016 0

As russas Ekaterina Makarova e Elena Vesnina conquistaram o título de duplas do WTA Tour Finals, encerrado neste domingo (30), em Cingapura. Na decisão, as campeãs dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro derrotaram a norte-americana Bethanie Matek-Sands e a tcheca Lucie Šafářová, campeãs do último Aberto dos Estados Unidos, por 2 a 0, parciais de 7/6 (5) e 6/3, em jogo que teve 1h37 de duração.

Vesnina e Makarova venceram em Cingapura - Divulgação/WTA Finals

Vesnina e Makarova venceram em Cingapura – Divulgação/WTA Finals

Esta foi a 18ª decisão disputada pelas russas e o nono título conquistado, desde 2012. Neste período, além do ouro na Rio 2016, elas também venceram os Abertos da França de 2013 e dos Estados Unidos de 2014.

Alison e Bruno Schmidt são finalistas do Open de Uberlândia

29 de outubro de 2016 0

Os campeões olímpicos Alison e Bruno Schmidt (ES/DF) estão classificados para a final da terceira etapa do Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia, que está sendo disputada no estacionamento do Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG). Na decisão, que acontecerá no domingo (30), às 10h40 (de Brasília), com transmissão do canal SporTV, eles enfrentarão Álvaro Filho e Saymon (PB/MS), que venceram a disputa em Brasília (DF) e ficaram com o vice em Campo Grande (MS).

Alison faz levantamento para ataque de Bruno Schmidt - Divulgação/Matheus Vidal/CBV

Alison faz levantamento para ataque de Bruno Schmidt – Divulgação/Matheus Vidal/CBV

Neste sábado (29), nas semifinais, os medalhistas de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro superaram os cariocas Pedro Solberg e Evandro por 2 sets a 0 (21/13, 21/19), em 32 minutos. Já Álvaro Filho e Saymon passaram por Ricardo/André Stein (BA/ES) por 2 sets a 1 (21/19, 17/21, 19/17), depois  1h01 de partida.

Juan Martín del Potro é finalista em Estocolmo

22 de outubro de 2016 0

O argentino Juan Martín del Potro e o norte-americano Jack Sock são os finalistas do ATP 250 de Estocolmo, na Suécia. No domingo (23), eles se enfrentarão pela segunda vez na carreira em busca do prêmio de €  100.800 e dos 250 pontos no ranking mundial.

Del Potro está na final em Estocolmo - Divulgação/If Stockholm Open

Del Potro está na final em Estocolmo – Divulgação/If Stockholm Open

Esta será a primeira final de um torneio da ATP, que del Potro disputará desde janeiro de 2014, quando derrotou o australiano Bernard Tomic e faturou seu 18º título, em Sydney, na Austrália. Desde então, ele conviveu com diversas lesões no punho e praticamente não atuou. Na atual temporada, o tenista de 28 anos conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Sock derrotou del Potro no único encontro entre eles - Divulgação/If Stockholm Open

Sock derrotou del Potro no único encontro entre eles – Divulgação/If Stockholm Open

Para chegar à decisão, o 63º do mundo derrotou na semifinal, disputada neste sábado (22), o búlgaro Grigor Dimitrov, 18º, por 6/4 e 7/5 e chegou à sua 27ª vitória em 38 jogos no ano. Já Sock (23º) passou pelo alemão Alexander Zverev (20º) por 6/7 (4), 7/6 (4) e 6/4, em 2h48 de partida.

Brasil sediará Campeonato Pan-americano e Sul-americano de Canoagem slalom

12 de outubro de 2016 0

O Complexo Esportivo de Deodoro será sede do Campeonato Pan-americano e Sul-americano de Canoagem slalom. A competição será disputada de 14 e 16 de outubro e será a primeira, após a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Para estes dois eventos simultâneos estarão presentes mais de 50 atletas de sete países diferentes nas provas de K1, C1 e C2 masculino e K1 e C1 feminino nas categorias júnior e sênior.

Pedro Henrique ficou em 6º nos Jogos Olímpicos - Divulgação/CBCa

Pedro Henrique ficou em 6º nos Jogos Olímpicos – Divulgação/CBCa

Para João Tomasini Schwertner, presidente da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), a realização de uma competição no palco olímpico é fundamental para o crescimento da modalidade.

“Não é apenas para o Brasil que o legado olímpico do Rio 2016 irá favorecer a continuidade do desenvolvimento esportivo, e sim todos os países do continente que agora encontram no Brasil um dos canais artificiais de canoagem slalom mais modernos do planeta. Nossa intenção daqui em diante também é transformar esse local num grande local de prática e descobrimento de novos talentos no esporte. Tudo isso em parceria com o Ministério do Esporte e a Prefeitura do Rio”.

Nas duas últimas edições dos campeonatos, o Brasil conquistou 35 medalhas: dez de ouro nos Campeonatos Pan-americanos de 2013 e 2014 e 25 medalhas nos Jogos Sul-americanos de 2013 e 2014, sendo 17 medalhas de ouro, sete medalhas de prata e uma de bronze. Os países inscritos na competição são: Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, México, Paraguai e Venezuela.

Mónica Puig passa pela estreia em Tianjin

11 de outubro de 2016 0

Medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a porto-riquenha Mónica Puig começou com vitória no WTA de Tianjin, na China. Nesta terça-feira (11), ela derrotou a japonesa Kurumi Nara em sets diretos, parciais de 6/3 e 7/6 (5), em 1h46 de jogo.

Puig é a número 33 da WTA - Divulgação/WTA

Puig é a número 33 da WTA – Divulgação/WTA

Número 33 do ranking mundial, Puig agora vai encarar a espanhola Lara Arruabarrena, 70ª, que passou pela chinesa Fangzhou Li por 2 a 1 (6/4, 2/6 e 6/4). Esta será a terceira vez que elas irão se enfrentar e até o momento, cada jogadora tem uma vitória.

Quatro Três cabeças de chave foram eliminadas hoje. A russa Elena Vesnina, terceira, caiu diante da norte-americana Shelby Rogers por 7/5, 4/6 e 7/6 (4). A oitava, a cazaque Yaroslava Shvedova perdeu para a japonesa Naomi Osaka por 2 a 0 (6/4 e 6/2), enquanto a húngara Tímea Babos, quarta, foi surpreendida pela norte-americana Alison Riske, que venceu por 2/6, 6/4 e 6/3. Já a chinesa Zhang Shuai, sétima, sentiu uma lesão e sequer entrou em quadra para enfrentar a compatriota Peng Shuai.

Vesnina caiu na estreia - Divulgação/WTA/Arquivo

Vesnina caiu na estreia – Divulgação/WTA/Arquivo

Demais resultados:

Evgeniya Rodina (RUS) 6/1, 5/7 e 6/0 Christina McHale (EUA)

Han Xinyun (CHN) 4/6, 6/1 e 6/0 Xu Yifan (CHN)

Magda Linette (POL) 7/6 (6) e 6/0 Nina Stojanović (SER)