Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "nbb"

Shamell ultrapassa os 6 mil pontos, Mogi bate o Vitória e lidera playoff de quartas de final do NBB

22 de abril de 2017 0

O Mogi das Cruzes/Helbor (SP) largou em vantagem no playoff de quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB), diante do Universo/Vitória (BA). Neste sábado, no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador, o time paulista venceu por 89 a 83, e agora lidera a série melhor de cinco.

Shamell ultrapassou os 6 mil pontos no NBB - Diuvlgação/EC Vitória

Shamell ultrapassou os 6 mil pontos no NBB – Diuvlgação/EC Vitória

Com 34 pontos, 20 no último quarto, o ala norte-americano Shamell Stallworth foi o grande destaque da vitória de Mogi. Com o desempenho de hoje, ele atingiu 6.008 pontos na história do NBB e se tornou o primeiro jogador a superar a marca de 6 mil pontos.

Caio Torres encara marcação - Divulgação/Raul Spinassé

Caio Torres encara marcação – Divulgação/Raul Spinassé

Além de Shamell, os outros dois norte-americanos do Mogi tiveram grandes atuações. O armador naturalizado brasileiro Larry Taylor fez grande segundo tempo e terminou o jogo com 22 pontos, oito rebotes e três assistências, enquanto o ala Tyrone Curnell foi peça chave com 19 tentos, nove sobras e três bolas recuperadas.

Mesmo com a derrota, o ala Arthur, fez sua melhor apresentação com a camisa do Vitória. Ele atuou por 30 minutos, fez 16 pontos, um a menos que o ala/pivô norte-americano Chris Hayes.

Desmond Holloway brilha, Pinheiros vence jogo 5 e elimina o Vasco da Gama no NBB

17 de abril de 2017 0

O Pinheiros está nas quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB). Na noite desta segunda-feira (17), o time paulista fez valer o mando de quadra e venceu o quinto jogo diante do Vasco da Gama (RJ), pelo placar de 93 a 82, para fechar a série válida pelas oitavas de final em 3 a 2. Este foi o primeiro dos cinco confrontos em que o vencedor conseguiu uma diferença superior a 10 pontos.

Holloway foi o grande nome do jogo - Divulgação/@NBB

Holloway foi o grande nome do jogo – Divulgação/@NBB

Agora, na próxima fase dos playoffs, o Pinheiros irá enfrentar o atual tetracampeão Flamengo (RJ), dono da melhor campanha da fase regular. A primeira partida da série acontecerá na próxima sexta-feira (21), às 21h30, em São Paulo (SP).

Com 36 pontos, sendo 15 deles em arremessos da linha dos três, o norte-americano Desmond Holloway desmontou a boa equipe carioca, que fez sua primeira temporada no NBB. O ala, que quebrou o recorde de pontos em jogo 5 na história do campeonato, ainda fez quatro assistências e pegou três rebotes. Outros destaques foram o armador Corderro Bennett, responsável por 18 pontos e quatro assistências e o ala/armador Neto, que deixou a quadra com 13 pontos e seis passes para cesta.

Gemerson encara marcação de Wagner - Divulgação/@NBB

Gemerson encara marcação de Wagner – Divulgação/@NBB

No Vasco, o experiente armador Nezinho, 35 anos, terminou com 27 pontos e três assistências, enquanto o ala norte-americano David Jackson fez 22 pontos e pegou sete rebotes.

Bauru supera Macaé e vai encarar Brasília nas quartas de final do NBB

11 de abril de 2017 0

O Gocil/Bauru Basket venceu o Macaé Basquete (RJ), por 93 a 83, na segunda-feira (10), no ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP), e garantiu vaga para as quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB), onde enfrentará o UniCEUB/BRBCARD/Brasília (DF).

Cestinha do Bauru, Alex Garcia deixou a quadra com 22 pontos - Divulgação/Caio Casagrande/Bauru Basket

Cestinha do jogo, Alex Garcia deixou a quadra com 22 pontos – Divulgação/Caio Casagrande/Bauru Basket

Com 38 minutos de atuação e apenas dois de descanso, o ala Alex Garcia foi determinante para a classificação da equipe paulista e terminou como cestinha do time, com 22 pontos anotados, e ainda contribuiu com cinco rebotes e quatro assistências.

Kendall Anthony é o cestinha da temporada - Divulgação/Caio Casagrande/Bauru Basket

Kendall Anthony é o cestinha da temporada – Divulgação/Caio Casagrande/Bauru Basket

No Macaé, o armador norte-americano Kendall Anthony terminou com 31 pontos anotados e sete assistências distribuídas. Com média de 20,55 pontos por partida, ele é o cestinha da atual edição do NBB.

Brasília bate o Flamengo e garante vaga no G-4 do NBB

01 de abril de 2017 0

Chegou ao fim a fase de classificação do Novo Basquete Brasil (NBB). Neste sábado (01º) foram realizados os sete jogos que fecharam a temporada regular da competição e todos os confrontos dos playoffs foram conhecidos.

Giovannoni ficou perto de um triplo-duplo -  Divulgação/Mauro Neto/Sejel

Giovannoni ficou perto de um triplo-duplo – Divulgação/Mauro Neto/Sejel

Já garantidos como líder e vice-líder, respectivamente, Flamengo (RJ) e Mogi das Cruzes/Helbor (SP) ganharam a companhia de Franca Basquete (SP) e UniCEUB/BRBCARD/Brasília (DF) no G-4. As quatro equipes estão classificadas automaticamente para as quartas de final e aguardarão o desfecho das oitavas para conhecerem seus adversários.

Deryk Ramos fez 14 pontos e três assistências -  Divulgação/Mauro Neto/Sejel

Deryk Ramos fez 14 pontos e três assistências – Divulgação/Mauro Neto/Sejel

Primeiro colocado, de forma antecipada, o Flamengo perdeu o clássico para o Brasília por 77 a 71, em partida disputada na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, em Manaus (AM). Com o resultado, o time do Distrito Federal fechou na quarta colocação, , com 19 triunfos e nove derrotas. Já a equipe carioca ficou com 21 vitórias e sete derrotas e manteve a liderança.

Pilar fez oito pontos e pegou quatro rebotes -  Divulgação/Mauro Neto/Sejel

Pilar fez oito pontos e pegou quatro rebotes – Divulgação/Mauro Neto/Sejel

O ala/pivô Guilherme Giovannoni fez 15 pontos, pegou 11 rebotes e deu nove assistências e ficou muito perto de registrar um triplo-duplo. Depois de quebrar seu recorde de pontos no NBB, o pivô Lucas Mariano teve mais uma atuação destacada e nos quase 39 minutos em que esteve em quadra marcou 20 pontos, sendo o cestinha da partida. Ele ainda pegou quatro rebotes.

Lucas Mariano levou a melhor sobre JP Batista -  Divulgação/Mauro Neto/Sejel

Lucas Mariano levou a melhor sobre JP Batista – Divulgação/Mauro Neto/Sejel

Apesar da derrota, o Flamengo contou com boas atuações individuais do ala Marquinhos, que terminou com 17 pontos, além de cinco rebotes e sete assistências; o ala/pivô Olivinha esteve em quadra por menos de 20 minutos e contribuiu com 15 pontos; o pivô JP Batista também atingiu os dois dígitos de pontuação, com 11 tentos, e ainda pegou sete sobras; e o armador Ricardo Fischer veio do banco de reservas e contribuiu muito bem, com oito pontos, quatro rebotes e sete assistências.

Marquinhos foi cestinha do Flamengo - Divulgação/Mauro Neto/Sejel

Marquinhos foi cestinha do Flamengo – Divulgação/Mauro Neto/Sejel

Demais resultados da rodada:

Macaé Basquete (RJ) 99 x 65 Minas Tênis Clube (MG)
Pinheiros (SP) 72 x 81 Vasco da Gama (RJ)
Liga Sorocabana Uniso (SP) 63 x 65 Solar/Basquete Cearense (CE)
Paulistano/Corpore (SP)  83 x 66 Universo/Vitória (BA)
Gocil/Bauru Basket (SP) 83 x 54 Campo Mourão Basquete (PR)
Franca Basquete/Magazine Luiza (SP) 82 x 78 Mogi das Cruzes/Helbor (SP)

Classificação final da fase regular:

1º Flamengo 49

2º Mogi das Cruzes/Helbor 48

3º Franca Basquete/Magazine Luiza 47

4º UniCEUB/BRBCARD/Brasília 47

5º Gocil/Bauru Basket 46

6º Paulistano/Corpore 44

7º Universo/Vitória 44

8º Pinheiros 44

9º Vasco da Gama 42

10º Campo Mourão Basquete 41

11º Solar/Basquete Cearense 40

12º Macaé Basquete 36

13º Minas Tênis Clube 35

14º Liga Sorocabana Uniso 34

15º Banrisul/Caxias do Sul Basquete 33

* Os quatro primeiros estão classificados para as quartas de final

** As equipes de 5º a 12º disputarão as oitavas de final

*** O 15º colocado foi rebaixado para a Liga Ouro

Caxias derrota o Vasco da Gama e ainda sonha com permanência no NBB

14 de março de 2017 0

O Banrisul/Caxias Basquete (RS) conquistou um importante resultado na noite desta terça-feira (14)e ganhou um novo fôlego na reta final da fase de classificação do Novo Basquete Brasil (NBB). Em pleno Ginásio São Januário, no Rio de Janeiro, o time gaúcho fez um excelente segundo tempo e venceu o Vasco da Gama, pelo placar de 76 a 57.

Marcão tenta superar marcação de Murilo Becker - Divulgação/LNB

Marcão tenta superar marcação de Murilo Becker – Divulgação/LNB

Após a derrota para Macaé Basquete (RJ), no último sábado, Caxias voltou a igualar o número de vitórias do time norte-fluminense e da Liga Sorocabana/Uniso (SP) – cinco. Com uma partida a mais do que seus concorrentes, a equipe do Rio Grande do Sul fará mais três jogos na competição nacional e ainda lutar contra a queda para a Liga Ouro. De acordo com o regulamento do NBB, as duas equipes que obtiverem as duas últimas colocações na fase regular serão rebaixadas.

Arthur Bernardi foi um dos destaques de Caxias - Divulgação/LNB

Arthur Bernardi foi um dos destaques de Caxias – Divulgação/LNB

Os nove jogadores que entraram em quadra pelo Caxias anotaram ao menos seis pontos cada. Com 14 pontos, o armador Carioca foi o cestinha da equipe, seguido pelo ala/pivô Arhur Bernardi, autor de dez, o pivô Marcão e o armador Vinícius Gobor, que marcaram dez cada.

David Jackson tenta passar por Guto - Divulgação/LNB

David Jackson tenta passar por Guto – Divulgação/LNB

Mais uma vez desfalcado de Nezinho e Bruno Fiorotto, lesionados, o Vasco caiu para a décima posição com 12 vitórias em 25 jogos disputados. O cestinha vascaíno foi o ala Márcio Dorneles, com 12 pontos assinalados.

Mogi e Brasília vencem e mantém pressão sobre o líder Flamengo no NBB

14 de março de 2017 0

A disputa pela liderança da fase classificatória do Novo Basquete Brasil (NBB) segue acirrada. Depois de vencer o clássico diante do Vasco da Gama (RJ), no último sábado, em Manaus (AM), o Flamengo (RJ) manteve a primeira posição com 17 vitórias e seis derrotas (73,9%). Porém, nos jogos disputados na segunda-feira (13), à noite, Mogi das Cruzes/Helbor (SP) e UniCEUB/BRBCARD/Brasília (DF) mantiveram a perseguição ao líder do torneio.

Mogi - Divulgação/Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Caio Torres prepara arremesso – Divulgação/Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Em casa, o Mogi venceu o Campo Mourão Basquete (PR), por 74 a 71, e chegou ao seu sexto triunfo consecutivo, o 18º em 25 jogos (72,0%). Mas o confronto foi parelho do início ao fim e foi decidido nos instantes finais, quando os donos da casa tiraram uma desvantagem de seis pontos (64 a 58) e contaram com atuação decisiva do ala norte-americano Shamell Stallworth, que fez os quatro últimos pontos da partida no minuto final e deu o triunfo ao vice-líder.

Shamell é destaque do vice-líder Mogi - Divulgação/Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Shamell é destaque do vice-líder Mogi – Divulgação/Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Outro destaque do jogo foi o armador Larry Taylor, que marcou oito pontos, pegou oito rebotes e fez sete assistências. O cestinha foi Shamell com 19. O ala Jimmy e o pivô Caio Torres terminaram com 15 e 12 pontos, respectivamente.

Depois de liderar o NBB, o Brasília deu impressão de perder fôlego, mas ao vencer o Minas Tênis Clube (MG), por 74 a 62, fora de casa, deu mostras de que ainda pode terminar a fase na primeira colocação. Com 17 vitórias contra sete derrotas (70,8%), o time comandado por Bruno Savignani está em terceiro.

Deryk Ramos e Gilherme Giovannoni foram decisivos para Brasília - Divulgação/Orlando Bento/MTC

Deryk Ramos e Gilherme Giovannoni foram decisivos para Brasília – Divulgação/Orlando Bento/MTC

O ala/pivô Guilherme Giovannoni foi o grande destaque da vitória ao marcar 22 pontos, além de pegar nove rebotes. Além dele, outros três nomes foram fundamentais para a vitória de Brasília. . O ala Pilar foi responsável por 12 pontos, o ala/armador Deryk Ramos, um dos destaques do time no segundo quarto, anotou 11 tentos e distribuiu quatro assistências na partida, e o armador Fúlvio, que flertou com um triplo-duplo, autor oito pontos, dez rebotes e nove assistências.

Fúlvio prepara ataque de Brasília - Divulgação/Orlando Bento/MTC

Fúlvio prepara ataque de Brasília – Divulgação/Orlando Bento/MTC

Em outro jogo da rodada, o Paulistano/Corpore (SP) atropelou a Liga Sorocabana/Uniso (SP) e chegou à sua 12ª vitória (50%) ao marcar 92 a 57, com ótima atuação do ala Mogi, autor de 26 pontos.

Em Manaus, Flamengo vence o Vasco da Gama e mantém liderança do NBB

11 de março de 2017 0

Na primeira partida da história do Novo Basquete Brasil (NBB) disputada na Região Norte, o Flamengo  (RJ) derrotou o Vasco da Gama (RJ), por 94 a 86, neste sábado (11), na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus (AM), diante de 4.104 torcedores, que tiveram que esperar por 36 minutos para assistir o clássico carioca em função da chuva, que molhou a quadra em virtude de uma abertura no teto do ginásio.

Marquinhos fez 25 pontos e cestinha do Flamengo - Divulgação/João Neto/LNB

Marquinhos fez 25 pontos e cestinha do Flamengo – Divulgação/João Neto/LNB

Com o resultado, o time comandado por José Neto alcançou sua 17ª vitória em 23 partidas (73,9% de aproveitamento) e se manteve na liderança. Já o Vasco da Gama permaneceu na nona colocação, com campanha de 12 triunfos em 24 partidas (50% de aproveitamento).

Mais de 4 mil torcedores acompanharam o jogo - Divulgação/João Neto/LNB

Mais de 4 mil torcedores acompanharam o jogo – Divulgação/João Neto/LNB

O ala Marquinhos fez 25 pontos, sendo 16 deles no primeiro tempo, e foi o cestinha do Flamengo. O atual MVP do NBB ainda deu sete assistências. Já o ala/pivô Olivinha confirmou o apelido de “Mr. Duplo-Duplo” e deixou a quadra com 16 pontos e mais 11 rebotes. O armador Ricardo Fischer fez um ótimo último quarto, com 14 pontos em 14 tentados (100%). No total, ele finalizou com 18, e registrou seu recorde pessoal na atual temporada.

Olivinha fez mais um duplo-duplo - Divulgação/João Neto/LNB

Olivinha fez mais um duplo-duplo – Divulgação/João Neto/LNB

Pelo lado do Vasco, os destaques ficaram por conta das atuações do ala norte-americano David Jackson e do ala/armador Hélio, que finalizaram com 26 e 19 pontos, respectivamente.

Brasília e Flamengo voltam a vencer e seguem na disputa pela liderança pelo NBB

17 de fevereiro de 2017 0

A batalha pela liderança da fase de classificação do Novo Basquete Brasil (NBB) segue acirrada entre UniCEUB/BRBCARD/Brasília (DF) e Flamengo (RJ). Na quinta-feira (17), as duas equipes voltaram a vencer e estão com 15 vitórias em 19 partidas. Porém, os brasilienses levam vantagem no primeiro critério de desempate (confronto direto).

Jogadores do Brasília comemoram vitória - Divulgação/Brito Jr

Jogadores do Brasília comemoram vitória – Divulgação/Brito Jr

Em casa, diante do 14º colocado, a Liga Sorocabana/Uniso (SP), o Brasília sofreu para conseguir a vitória por 79 a 77. O resultado foi definido a três segundos do fim, quando o armador Fúlvio fez a cesta da vitória. Ele terminou a partida com 13 pontos e sete assistências e foi um dos destaques do time comandado por Bruno Savignani. Os cestinhas do líder do NBB foram o ala/armador Deryk Ramos e o pivô Lucas Mariano, com 16 e 15 pontos, respectivamente.

Fúlvio fez cesta da vitória - Divulgação/Brito Jr

Fúlvio fez cesta da vitória – Divulgação/Brito Jr

Pela Liga Sorocabana, que sofreu a 16ª derrota em 20 jogos, o ala Ted e o armador Enzo Cafferata terminaram com 18 e 16 pontos, respectivamente, além de conseguirem cinco rebotes, cada um.

Lucas Mariano foi destaque no jogo - Divulgação/Brito Jr

Lucas Mariano foi destaque no jogo – Divulgação/Brito Jr

Olivinha faz 13º duplo-duplo e Flamengo e segue na perseguição ao líder

Em busca da recuperação da liderança, o Flamengo conseguiu  a terceira vitória consecutiva ao bater o Campo Mourão Basquete (PR), por 79 a 69, em um jogo muito equilibrado em que o trabalho coletivo da equipe dirigida por José Neto foi decisivo.

Olivinha fez mais um duplo-duplo - Divulgação/Staff Images/Flamengo

Olivinha fez mais um duplo-duplo – Divulgação/Staff Images/Flamengo

Olivinha marcou seu 13º duplo-duplo na temporada e deixou a quadra com 15 pontos e 12 rebotes. Além do ala/pivô, outros destaques do time carioca foram os pivôs, o titular JP Batista com 12 pontos e oito rebotes e o reserva, o norte-americano Hakeem Rollins, que fez 12 e ainda ficou com três sobras.

Rollins saiu do banco e foi decisivo - Divulgação/Staff Images/Flamengo

Rollins saiu do banco e foi decisivo – Divulgação/Staff Images/Flamengo

Com quatro bolas de 3 pontos convertidas, o ala/armador Marcelinho Machado deixou a partida com 14 pontos, além de quatro assistências e três roubos de bola, enquanto o ala Marquinhos anotou mais 14 tentos e chegou ao seu 17º jogo na temporada com dois dígitos de pontuação na conta em 19 atuações.

Marquinhos chegou ao seu 17º jogo com  dois dígitos de pontuação - Divulgação/Staff Images/Flamengo

Marquinhos chegou ao seu 17º jogo com dois dígitos de pontuação – Divulgação/Staff Images/Flamengo

Pelo estreante Campo Mourão, o grande destaque ficou por conta do norte-americano Greg Brown. O ala/armador terminou 23 pontos anotados em 33 tentados (aproveitamento de 69,7%), e ainda contribuiu com quatro rebotes e três assistências para a equipe paranaense.

Brasília e Flamengo vencem e seguem na disputa pela liderança do NBB

14 de fevereiro de 2017 0

As duas equipes de melhor campanha no Novo Basquete Brasil (NBB), UniCEUB/BRBCARD/Brasília (DF) e Flamengo (RJ) venceram seus jogos na rodada desta terça-feira (14) e seguem na disputa pela liderança da fase regular do torneio.

Olivinha fez duplo-duplo - Divulgação/João Pires/LNB

Olivinha fez duplo-duplo – Divulgação/João Pires/LNB

O Flamengo foi o primeiro a entrar em quadra nesta noite, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, e derrotou o Mogi das Cruzes/Helbor  (SP), pelo placar de 96 a 87, em um grande jogo.

Fischer voltou a jogar depois de nove rodadas - Divulgação/João Pires/LNB

Fischer voltou a jogar depois de nove rodadas – Divulgação/João Pires/LNB

Pela 12ª vez na temporada, o ala/pivô Olivinha conseguiu um duplo-duplo. Em 24min35seg de atuação, ele marcou 16 pontos e pegou dez rebotes. Outro destaque do time carioca foi o ala Marquinhos, cestinha da equipe, com 20 pontos, 10 deles no último período. Desfalque nas últimas nove rodadas, devido a uma lesão na coxa, o armador Ricardo Fischer retornou a jogar e registrou nove pontos e quatro assistências.

Marquinhos foi um dos destaques do jogo - Divulgação/João Pires/LNB

Marquinhos foi um dos destaques do jogo – Divulgação/João Pires/LNB

No Mogi, o ala norte-americano Shamell Stallworth foi o cestinha da partida, com 29 pontos, além de três assistências e três rebotes, enquanto o armador Larry Taylor fez 13 pontos, deu oito assistências e ainda pegou seis sobras.

Brasília bate Paulistano e se mantém em primeiro

Com a vitória do Flamengo, o UniCEUB/BRBCARD/Brasília não podia tropeçar de nenhuma forma se quisesse manter a liderança e conseguiu derrotar o Paulistano/Corpore (SP), por 85 a 76, e chegar à sua 14ª vitória em 19 jogos, mesma campanha dos cariocas, mas com vantagem no confronto direto.

Fúlvio foi o destaque do Brasília - Divulgação/Brito Júnior/UniCEUB

Fúlvio foi o destaque do Brasília – Divulgação/Brito Júnior/UniCEUB

Grande parte do resultado se deve a grande atuação de Brasília no segundo quarto. Com uma defesa extremamente intensa, os comandados do técnico Bruno Savignani sofreram apenas nove dos 48 pontos tentados pelo Paulistano no período (18,8%) e marcaram 22, abrindo uma diferença de 10 pontos.

Giovannoni teve boa atuação - Divulgação/Brito Júnior/UniCEUB

Giovannoni teve boa atuação – Divulgação/Brito Júnior/UniCEUB

O armador Fúlvio deixou o jogo com 20 pontos, cinco rebotes e oito assistências e foi o grande destaque do líder do NBB. O ala/pivô Guilherme Giovannoni foi responsável por 19 pontos, seis rebotes conquistados e três assistências. Contratação do Paulistano no meio da temporada, o ala argentino  Daniel Hure quebrou seu recorde com 21 pontos anotados, em um aproveitamento de 77,8%, e ainda contribuiu com quatro rebotes.

Daniel Hure fez sem melhor jogo no NBB - Divulgação/Brito Júnior/UniCEUB

Daniel Hure fez sem melhor jogo no NBB – Divulgação/Brito Júnior/UniCEUB

Demais resultados:

Minas Tênis Clube (MG) 68 x 61  LSB/Uniso (SP)

Macaé Basquete(RJ) 78 x 91 Campo Mourão Basquete (PR)

Gocil/Bauru Basket  (SP) 74 x 64 Pinheiros (SP)

Brasília atropela o Basquete Cearense e retoma liderança do NBB

04 de fevereiro de 2017 0

O UniCEUB/BRBCARD/Brasília retomou a liderança do Novo Basquete Brasil (NBB) em grande estilo. Com incrível domínio do início ao fim, o time do Distrito Federal passou pelo Solar/Basquete Cearense (CE), em jogo em que chegou a ter 40 pontos de vantagem e levou a melhor por largos 88 a 52, na noite de sexta-feira (03).

Lucas Mariano foi cestinha do líder - Divulgação/Brito Júnior/LNB

Lucas Mariano foi cestinha do líder – Divulgação/Brito Júnior/LNB

Com a vitória, a equipe comandada por Bruno Savignani voltou à primeira colocação, com  13 triunfos em 18 partidas (72,2% de aproveitamento), a mesma do Flamengo (RJ), que perde no desempate devido ao resultado no confronto direto.

Extremamente dominante, o time de Brasília foi para o intervalo com expressivos 51 a 26 no placar. Depois, manteve o ritmo e ampliou a vantagem para 40 pontos (75 a 35). Sem reação, os cearenses apenas conseguir para 36, a diferença final.

Fúlvio fez duplo-duplo - Divulgação/Brito Júnior/LNB

Fúlvio fez duplo-duplo – Divulgação/Brito Júnior/LNB

Para comprovar a superioridade, o líder do NBB teve cinco jogadores pontuando em dígitos duplos: o pivô Lucas Mariano, cestinha da partida com 19 pontos, o armador Fúlvio, que fez um duplo-duplo de 11 pontos e 10 assistências, os alas/armadores Deryk Ramos e Jefferson Campos, também com 11 pontos, e o ala/pivô Guilherme Giovannoni, com duplo-duplo de dez pontos e dez rebotes.

Mesmo sem brilhar, Giovannoni foi um dos destaques - Divulgação/Brito Júnior/LNB

Mesmo sem brilhar, Giovannoni foi um dos destaques – Divulgação/Brito Júnior/LNB

Já o Basquete Cearense, que sofreu a décima derrota em 17 partidas teve como destaque o ala Duda Machado, com dez pontos. Na classificação geral, a equipe dirigida por Alberto Bial está em 11º lugar.

No outro jogo da noite, o Universo/Vitória (BA) manteve o excelente momento e derrotou o Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG), pelo placar de 82 a 78,  e segue na disputa pelo G-4, agora com a mesma campanha do quarto colocado Mogi das Cruzes/Helbor (SP) – 11 vitórias em 17 partidas.

Vitória venceu em Minas - Divulgação/Orlando Bento/Minas TC

Vitória venceu em Minas – Divulgação/Orlando Bento/Minas TC

Com 12 pontos nos dez minutos finais, o armador norte-americano Kenny Dawkins  foi extremamente crucial para o time baiano. Ao todo, o jogador marcou 19 pontos, além de sete assistências e quatro roubos de bola.