Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "pinheiros"

Caxias do Sul Basquete sofre mais uma derrota e encerra participação no NBB na lanterna

31 de março de 2017 0

Em sua despedida do Novo Basquete Brasil (NBB), o Banrisul/Caxias do Sul Basquete (RS) foi superado pelo Pinheiros, na quinta-feira (30), por 95 a 69, no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo (SP). Esta foi a 23ª derrota do time gaúcho em 28 jogos disputados. A equipe da Serra Gaúcha ficou na lanterna e foi rebaixada para a Liga Ouro na temporada 2017/18.

Armador Carioca foi cestinha do Caxias e do jogo - Divulgação/Caxias do Sul Basquete

Armador Carioca foi cestinha do Caxias e do jogo – Divulgação/Caxias do Sul Basquete

Apesar da derrota, o armador Carioca foi o cestinha da partida com 18 pontos. Ele ainda fez duas assistências e apanhou dois rebotes. No time paulista, que somou seu seu 16º triunfo em 27 jogos e manteve o sexto lugar, os destaques foram o pivô Renan Lenz e o ala norte-americano Desmond Holloway, ambos com 15 pontos. Eles ainda conquistaram quatro e dois rebotes, respectivamente, além de realizarem uma assistência, cada um.

Demais resultados:

Gocil/Bauru Basket (SP) 80 x 87 Mogi das Cruzes/Helbor (SP)

Franca Basquete (SP) 61 x 42 Campo Mourão Basquete (PR)

Paulistano/Corpore (SP) 79 x 67 Solar/Basquete Cearense (CE)

Liga Sorocabana/Uniso (SP) 62 x 69 Universo/Vitória (BA)

Rexona-Sesc fecha série contra o Pinheiros e avança às semifinais da Superliga Feminina

20 de março de 2017 0

Atual tetracampeão e finalista nas últimas 12 edições da Superliga Feminina de Vôlei, o Rexona-Sesc garantiu nesta segunda-feira (20) uma vaga nas semifinais da atual edição do torneio. No segundo dos playoffs de quartas de final, o time comandado pelo técnico Bernardinho derrotou o Pinheiros (SP) por 3 a 0 (25/13, 25/20 e 25/22), em jogo que teve 1h18 de duração.

Rexona-Sesc é o atual tetracampeão - Divulgação/ Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Rexona-Sesc é o atual tetracampeão – Divulgação/ Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Com o resultado, o Rexona-Sesc agora espera a definição do confronto entre Camponesa/Minas Tênis Clube (MG) e Genter/ Vôlei Bauru (SP). A equipe mineira venceu a primeira partida e  fez 1 a 0 na série melhor de três.

O principal destaque do jogo desta segunda foi a ponteira Gabi Guimarães, que foi eleita a melhor jogadora em quadra e ganhou o Troféu VivaVôlei. Ela ainda foi a maior pontuadora com 15 acertos, 12 no ataque e três no bloqueio. Mais três jogadoras do time carioca marcaram 10 ou mais pontos. A ponteira holandesa Anne Buijs e a oposta Monique Pavão, ambas com 13, e a central Juciely, com 11, sendo seis deles através do bloqueio.

Gabi foi a maior pontuadora - Divulgação/ Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Gabi foi a maior pontuadora – Divulgação/ Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Dono da oitava melhor campanha da fase classificatória, o Pinheiros não conseguiu repetir o desempenho do primeiro confronto, quando perdeu em casa por 3 a 1. A ponteira Lana fez 10 pontos e foi a melhor da equipe paulista.

Brasil conquista sete medalhas no primeiro dia do Aberto Pan-Americano de Judô de Santiago

19 de março de 2017 0

O Brasil terminou o primeiro dia de disputa do Aberto Pan-Americano de Judô de Santiago, no Chile, com cinco medalhas de ouro e uma de bronze.

Ketleyn Quadros ganhou ouro - Divulgação/CBJ

Ketleyn Quadros ganhou ouro – Divulgação/CBJ

Gabriela Chibana, do Pinheiros (SP), no peso ligeiro (48kg), Eleudis Valentim, também do Pinheiros, no meio-leve (52kg), Ketleyn Quadros, do Minas Tênis Clube (MG), no meio-médio (63kg), Phelipe Pelim, no ligeiro (60kg), Charles Chibana, no meio-leve (66kg) e Marcelo Contini, no leve (73kg), os três do Pinheiros, foram campeões. O bronze foi ganho por Danielle Karla Oliveira, do Flamengo (RJ), no meio-médio (63 kg).

Contini também venceu em sua categoria  - Divulgação/CBJ/Arquivo

Contini também venceu em sua categoria – Divulgação/CBJ/Arquivo

No domingo (19), Amanda Oliveira (70kg), do São Caetano (SP), Eduardo Bettoni (90kg), Luciano Corrêa (100kg), ambos do Minas Tênis Clube, e Ruan Isquierdo (+100kg) ,do Instituto Reação (RJ) irão disputar a fase eliminatória a partir das 10h (de Brasília).

Rexona-Sesc bate Pinheiros e lidera playoff da Superliga Feminina de Vôlei

18 de março de 2017 0

O Rexona-Sesc (RJ) confirmou seu favoritismo e derrotou o Pinheiros por 3 sets a 1 (25/21, 25/20, 16/25 e 25/23), em 1h53 de partida realizada na sexta-feira (17), no ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo (SP) e largou em vantagem nos playoffs de quartas de final da Superliga Feminina de Vôlei.

Monique Pavão ataca - Divulgação/Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Monique Pavão ataca – Divulgação/Wander Roberto/Inovafoto/CBV

A ponteira Gabi Guimarães foi eleita a melhor jogadora em quadra e ganhou o Troféu VivaVôlei. Ela ainda foi a maior pontuadora do confronto, ao lado da central Juciely, com 19 acertos. Mais três jogadoras do atual tetracampeão tiveram atuações destacadas e terminaram com 11 pontos assinalados, cada uma: a ponta holandesa Anne Buijs, a central Carol e a oposta Monique Pavão.

Bárbara encara bloqueio do Rexona - Divulgação/Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Bárbara encara bloqueio do Rexona – Divulgação/Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Pelo Pinheiros, a ponteira Vanessa marcou 17 vezes, uma a mais que a também ponta Lana, que entrou em quadra a partir do terceiro set e dois a mais que a oposta Bárbara.

Judocas brasileiras ficam fora do pódio no Aberto Europeu de Oberwart

18 de fevereiro de 2017 0

As cinco judocas brasileiras que estiveram em ação no primeiro dia de disputa do Aberto Europeu de Judô de Oberwart, na Áustria, não conseguiram um lugar no pódio.

Neste sábado (18) foram disputadas quatro categorias e o melhor desempenho foi da paulista Yanka Pascoalino, de apenas 19 anos. A atleta do Pinheiros (SP), campeã pan-americana júnior de 2016, venceu suas três primeiras lutas e passou às semifinais do meio-médio (63 kg). Na estreia, ela derrotou a espanhola Sarai Padilla, por ippon, aos 3min40seg do golden score.

Yanka Pascoalino disputou bronze, mas acabou em quinto - Foto: Reprodução/Facebook

Yanka Pascoalino disputou bronze, mas acabou em quinto – Foto: Reprodução/Facebook

Já na segunda rodada, Yanka venceu a canadense Stefanie Tremblay por waza-ari e garantiu a liderança de sua chave com um ippon, a 1min37seg do golden score, sobre a polonesa Karolína Talach. Em busca de um lugar no pódio, ela acabou sendo superada pela austríaca Kathrin Unterwurzacher, campeã do Grand Slam de Tóquio no ano passado, por ippon a 2min37seg de combate.

Kathrin Unterwurzacher fez a festa da torcida local - Divulgação/EJU

Kathrin Unterwurzacher (azul) fez a festa da torcida local – Divulgação/EJU

Com a derrota, a brasileira ainda tinha uma chance de conseguir uma medalha se derrotasse a espanhola Isabel Puche. Porém, depois de dominar a rival, ela acabou sendo derrotada por ippon aos 2min10seg e teve que se contentar com a quinta posição. A francesa Lindsay Tsang Sam Mol ficou com a segunda medalha de bronze. O ouro foi ganho por Unterwurzacher, que na decisão superou a japonesa Kiyomi Watanabe.

Demais resultados:

Ligeiro (48 kg) -

Ouro: Bokyeong Jeong (COR)

Prata: Hiromi Endo (JAP)

Bronze: Yujeong Kang (COR) & Marine Lhenry (FRA)

* A brasileira Larissa Freitas venceu a italiana Simona Pollera (waza-ari) e perdeu para a japonesa Hiromi Endo (ippon).

Meio-leve (52 kg) -

Ouro: Yuki Hashimot (JAP)

Prata: Reka Pupp (HUN)

Bronze: Angelica Delgado (EUA) & Bernadett Keliger (HUN)

* Jéssica Lima (BRA) venceu Giulia Pierucci (ITA) e Abi Betsabe Cardzo (ARG), ambas por waza-ari e perdeu para Olga Gagarina (RUS) por ippon e Angelica Delgado (EUA) por waza-ari.

* Maria Taba (BRA) venceu Tamara Silva (SUI) por waza-ari e perdeu para Yuki Hashimoto (JAP) por ippon.

Leve (57 kg) -

Ouro: Momo Tamaoki (JAP)

Prata: Yujeong Kwon (COR)

Bronze: Jessica Klimkait (CAN) & Marti Malloy (EUA)

* A brasileira Ketelyn Nascimento perdeu na estreia para Giulia Caggiano (ITA) por waza-ari.

De virada, Rexona-Sesc vence Pinheiros e mantém liderança isolada da Superliga Feminina

11 de fevereiro de 2017 0

O Rexona-Sesc (RJ) segue como líder isolado da Superliga Feminina de Vôlei. Na sexta-feira (10), à noite, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, a equipe carioca derrotou o Pinheiros (SP) por 3 sets a 2 (25/17, 17/25, 23/25, 25/15 e 15/5), em exatas duas horas de partida e agora soma 50 pontos, com 17 vitórias e apenas uma derrota.

Monique Pavão (10), Bia (15) e Gabi Guimarães - Divulgação/Rexona-Sesc

Monique Pavão (10), Bia (15) e Gabi Guimarães – Divulgação/Rexona-Sesc

A oposta Monique Pavão teve grande atuação, foi a maior pontuadora do confronto, com 19 acertos, e ficou com o Troféu VivaVôlei, como melhor jogadora em quadra. A ponteira holandesa Anne Buijs e a central Carol marcaram 13 vezes, cada uma. Outros destaques do time comandado por Bernardinho foram a ponta Gabi Guimarães e a central Juciely, ambas com 12 pontos assinalados.

Jogadoras do Rexona vibram com vitória - Divulgação/Rexona-Sesc

Jogadoras do Rexona vibram com vitória – Divulgação/Rexona-Sesc

Pelo time paulista, que está em nono lugar com 21 pontos, a oposta Bárbara e a ponteira Vanessa com 16 e 14 acertos, respectivamente, foram as principais pontuadoras. O Pinheiros sofreu sua nona derrota em 16 atuações.

Osasco bate Brasília e segue em terceiro

O Vôlei Nestlé (SP) alcançou a 13ª vitória ao derrotar o Terracap/BRB/Brasília Vôlei (DF) por 3 sets a 1 (25/23, 20/25, 25/18 e 30/28), em 2h08 de jogo disputado no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP).

Tandara foi grande nome de Osasco - Divulgação/João Pires/Fotojump

Tandara foi grande nome de Osasco – Divulgação/João Pires/Fotojump

Com o resultado, o time do treinador Luizomar de Moura segue em terceiro lugar na classificação geral, com 40 pontos. Já o Brasília Vôlei continua na quarta posição, com 32 pontos.

Sérvia Bjelica observa esforço das jogadoras de Brasília - Divulgação/João Pires/Fotojump

Sérvia Bjelica observa esforço das jogadoras de Brasília – Divulgação/João Pires/Fotojump

A ponteira Tandara foi o grande destaque e terminou a partida com 29 acertos, sendo a maior pontuadora e a melhor em quadra, ganhando o Troféu VivaVôlei. Depois do jogo, ela fez questão de agradecer o apoio da torcida .

- Essa torcida ajuda muito e eles nos empurram o tempo todo. Eu ainda errei em alguns momentos, mas o importante foi que conseguimos esses três pontos que serão importantes para a nossa classificação.

Demais resultados:

Renata Valinhos/Country (SP) 0 x 3 São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) – 17/25, 22/25 e 23/25

Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 0 Sesi-SP (SP) – 25/14, 25/12 e 25/20

Camponesa/Minas (MG) 3 x 0 Rio do Sul (SC) – 25/16, 25/10 e 25/14

Na prorrogação, Flamengo bate Pinheiros e volta à liderança do NBB

02 de fevereiro de 2017 0

Em um grande jogo, o Flamengo (RJ) derrotou o Pinheiros (SP), apenas na prorrogação, nesta quinta-feira (02), por 84 a 77, e voltou a liderar o Novo Basquete Brasil (NBB). Agora, o time carioca soma 13 vitórias contra cinco derrotas. Para manter a primeira colocação, o atual campeão precisa torcer para que o Brasília não vença o Basquete Cearense, nesta sexta.

Ronald Ramon foi destaque do Flamengo - Divulgação/Ricardo Bufolin/ECP

Ronald Ramon foi destaque do Flamengo – Divulgação/Ricardo Bufolin/ECP

O ala/pivô Olivinha foi o cestinha da partida, com 21 pontos, sendo 19 deles entre o segundo tempo e a prorrogação. Ele ainda conseguiu 14 rebotes para fechar com um duplo-duplo. Já o ala/armador dominicano Ronald Ramon ficou em quadra durante 42 dos 45 minutos da partida e encerou sua atuação com 19 pontos, quatro assistências e quatro rebotes. Outro jogador a registrar dois dígitos em dois fundamentos foi o pivô JP Batista, que marcou 10 pontos e pegou outros 10 rebotes.

Olivinha foi decisivo - Divulgação/João Pires/LNB

Olivinha foi decisivo – Divulgação/João Pires/LNB

Esta foi a sétima derrota em 18 jogos do Pinheiros, que teve como cestinhas dois norte-americanos,  o armador norte-americano Corderro Bennett, com 21 e o ala Desmond Holloway, com 16 pontos.

Demais resultados:

Gocil/Bauru Basket(SP) 87 x 55 Liga Sorocabana/Uniso (SP)

Franca Basquete (SP) 78 x 71  Paulistano/Corpore (SP)

Pinheiros constrói virada em três minutos e é terceiro no NBB

01 de fevereiro de 2017 0

O Pinheiros (SP) conseguiu uma grande vitória, de virada, na terça-feira (31) sobre o Macaé Basquete (RJ), em jogo válido pelo Novo Basquete Brasil (NBB). Depois de estar perdendo por 13 pontos (82 a 69) a três minutos do final, o time paulista fez uma impressionante arrancada com quatro bolas de três convertidas e 28 pontos anotados, contra apenas oito do rival. e venceu por 97 a 90, em jogo disputado em São Paulo (SP).

Holloway foi o cestinha - Divulgação/Ale da Costa

Holloway foi o cestinha – Divulgação/Ale da Costa

Com a 11ª vitória em 17 partidas disputadas, o Pinheiros assegurou a terceira posição na classificação geral. Já o Macaé caiu para a última colocação, com 14 derrotas em igual número de atuações.

Para conquistar a vitória, o Pinheiros contou com ótimas atuações de dois norte-americanos. O ala Desmond Holloway com 26 pontos e 11 sobras, foi o cestinha e reboteiro do time na partida. Ele anotou os últimos seis pontos do jogo, todos na linha do lance livre. Já o armador Corderro Bennett  fez nove dos últimos 28 pontos e terminou a partida com 19 somados, além das seis assistências distribuídas.

Bennett foi decisivo - Divulgação/Ale da Costa

Bennett foi decisivo – Divulgação/Ale da Costa

Outro destaque dos paulistas foi o ala Gemerson, com duas conversões de três na reta final da partida, ele terminou o confronto com 16 pontos somados, além de oito rebotes e três assistências.

No Macaé, outro norte-americano brilhou, o armador Kendall Anthony, com 14 pontos apenas no terceiro quarto, quebrou seu recorde de pontos no NBB com 35 no total. Ele ainda somou quatro rebotes e oito assistências.

Anthony fez sua melhor atuação no NBB - Divulgação/Ale da Costa

Anthony fez sua melhor atuação no NBB – Divulgação/Ale da Costa

Demais resultados:

Gocil/Bauru Basket (SP) 78 x 68 Paulistano/Corpore (SP)

Franca Basquete/Magazine Luiza (SP) 90 x 68 Liga Sorocabana/Uniso (SP)

Pinheiros bate Vitória e assume terceira colocação do NBB

28 de janeiro de 2017 0

O Pinheiros (SP) fechou sua viagem ao Nordeste da melhor forma possível. Em jogo muito duro, o time da capital paulista foi superior nos quatro minutos finais e venceu o Universo/Vitória, por 72 a 67, em Salvador (BA), na noite de sexta-feira (27).

Bennett marcou 12 pontos na vitória do Pinheiros - Divulgação/Jésica Santana/Universo-Vitória

Bennett marcou 12 pontos na vitória do Pinheiros – Divulgação/Jésica Santana/Universo-Vitória

Com a vitória, a equipe comandada pelo técnico César Guidetti  assumiu a terceira colocação na classificação geral do Novo Basquete Brasil (NBB), devido aos critérios de desempate, com dez vitórias em 16 jogos, enquanto o Vitória  caiu para a sexta posição, com nove resultados positivos e seis negativos na temporada.

Holloway foi o cestinha do Pinheiros - Divulgação/Jésica Santana/Universo-Vitória

Holloway foi o cestinha do Pinheiros – Divulgação/Jésica Santana/Universo-Vitória

Grande nome do Pinheiros no NBB, o ala norte-americano Desmond Holloway mais uma vez foi peça chave. Ele terminou o confronto como cestinha, com 22 pontos, além de pegar oito rebotes. Já o pivô Ralfi Ansaloni foi dominante dentro do garrafão. Em menos de 26 minutos de quadra, ele anotou 19 pontos e pegou 13 rebotes, chegando ao seu terceiro duplo-duplo na temporada, segundo nas últimas três partidas.

Ansaloni sobe para bloquear Coimbra - Divulgação/Jésica Santana/Universo-Vitória

Ansaloni sobe para bloquear Coimbra – Divulgação/Jésica Santana/Universo-Vitória

Apesar da derrota, o Vitória segue com chances de terminar a fase regular no G-4. Destaque no rubro-negro baiano para o ala Arthur, cestinha do time com 15 pontos, e para os norte-americanos, o ala Keyron Sheard, dono de 11 tentos e quatro assistências, e o armador Kenny Dawkins, responsável por dez pontos, quatro rebotes e seis assistências.

Demais resultados:

Paulistano/Corpore (SP) 77 x 78  Mogi das Cruzes/Helbor (SP)

Liga Sorocabana/Uniso (SP) 64 x 74 Campo Mourão Basquete (PR)

Pinheiros supera Basquete Cearense e entra no G-4 do NBB

26 de janeiro de 2017 0

Com virada no último quarto e arremesso de três pontos decisivo do norte-americano Corderro Bennett, o Pinheiros (SP) levou a melhor sobre o Solar/Basquete Cearense (CE), nesta quarta-feira (25), fora de casa, pelo placar de 77 a 74, e assumiu a quarta colocação do Novo Basquete Brasil (NBB).

Holloway foi o cestinha do jogo - Divulgação/LNB

Holloway foi o cestinha do jogo – Divulgação/LNB

Autor da bola de três que deu a virada final ao time paulista a 24 segundos do fim do jogo, Bennett teve papel decisivo na nona vitória de sua equipe em 15 jogos disputados. Ele totalizou 13 pontos, pegou três rebotes e fez uma assistência nos 35 minutos em que esteve em quadra. Com 20 pontos, sendo 12 deles durante a virada no último quarto, outro norte-americano, Desmond Holloway, foi o cestinha da partida. Ele ainda contribuiu com seis assistências e seis rebotes. Já o pivô Ralfi Ansaloni terminou 18 pontos e cinco rebotes e foi outro destaque do Pinheiros.

 Ralfi Ansaloni foi um dos destaques do Pinheiros - Divulgação/LNB

Ralfi Ansaloni foi um dos destaques do Pinheiros – Divulgação/LNB

Pelo Basquete Cearense, que sofreu a nona derrota em 15 jogos e está em 11º lugar, o ala/pivô Marcus Toledo foi o principal pontuador com 14. Ele ainda conseguiu seis rebotes e fez três assistências.

Outros resultados:

Liga Sorocabana/Uniso (SP) 60 x 90 Mogi das Cruzes/Helbor (SP)

Paulistano/Corpore (SP) 78 x 85 Campo Mourão Basquete (PR)