Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "serena williams"

Mirjana Lučić-Baroni bate Karolína Plíšková e segue campanha dos sonhos no Aberto da Austrália

25 de janeiro de 2017 0

O sonho da croata Mirjana Lučić-Baroni segue no Aberto de Tênis da Austrália. Número 79 do ranking mundial da WTA, a tenista nascida em Dortmund, na Alemanha, mas que adotou a nacionalidade dos pais, parece ter ligado a máquina do tempo e voltado ao final da década de 90, quando assombrava o mundo do tênis como juvenil.

Lučić-Baroni disputará sua segunda semifinal de Grand Slam - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Lučić-Baroni disputará sua segunda semifinal de Grand Slam – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Em 1996 venceu a chave do Aberto dos Estados Unidos e meses depois, no começo de 1997, faturou os títulos de simples e duplas do Aberto da Austrália e tornou-se a terceira jogadora na história a vencer dois torneios juvenis de Grand Slam antes de completar 15 anos, ao lado da norte-americana Jennifer Capriati e da suíça Martina Hingis, que a convidaria para disputar e vencer a chave principal de duplas na Austrália em 1998.

Campanha deve colocar Plíšková em terceiro no ranking - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Campanha deve colocar Plíšková em terceiro no ranking – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Porém, problemas pessoais acabaram prejudicando sua carreira e ela viu o tempo passar em meio a diversas dificuldades físicas e financeiras. Pois na atual edição do primeiro Grand Slam da temporada, a jogadora de 34 anos vice um sonho. Com uma campanha espetacular, ela está nas semifinais do torneio. Nesta quarta-feira (25), ela derrotou a tcheca Karolína Plíšková, quinta favorita, por 2 a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/4, em 1h47 de partida e repetiu o feito de 1999, quando foi semifinalista em Wimbledon e acabou perdendo para a alemã Steffi Graf.

 Lučić-Baroni desaba após vitória - Divulgação/@AustralianOpen

Lučić-Baroni desaba após vitória – Divulgação/@AustralianOpen

Depois da vitória sobre Plíšková, a croata desabou em lágrimas e deu uma emocionada entrevista ainda em quadra.

- Eu jamais poderia imaginar que estaria aqui de volta. Nunca vou esquecer deste dia.

Sua próxima adversária sairá do confronto entre a norte-americana Serena Williams e a britânica Johanna Konta.

Serena Williams bate Strýcová e está nas quartas de final na Austrália

23 de janeiro de 2017 0

Em um jogo repleto de quebras de saque, a norte-americana Serena Williams derrotou a tcheca Barbora Strýcová por 2 sets a 0, parciaisde 7/5 e 6/4, em 1h46 de partida disputada nesta segunda-feira (23) e garantiu vaga nas quartas de final do Aberto de Tênis da Austrália.

Esta será a 23ª vez de Serena nas quartas de final de um Grand Slam - Divulgação/@AustralianOpen

Esta será a 23ª vez de Serena nas quartas de final de um Grand Slam – Divulgação/@AustralianOpen

Com 22 títulos de Grand Slam, seis deles conquistados em Melbourne, Serena busca recuperar a liderança do ranking mundial da WTA perdida para a alemã Angelique Kerber, que já está eliminada do torneio. Caso consiga seu sétimo troféu, a tenista de 35 anos retomará o posto de número de um do mundo.

Esta foi a vitória de número 780 da carreira de Williams, a 313ª em torneios do Grand Slam. Na próxima rodada, ela vai enfrentar a vencedora do confronto entre a russa Ekaterina Makarova, 30ª na lista de favoritas, e a britânica Johanna Konta, nona.

Angelique Kerber perde para Coco Vandeweghe e dá adeus ao bi na Austrália

22 de janeiro de 2017 0

E depois da eliminação do número um do mundo do ranking mundial masculino, o britânico Andy Murray, foi a vez da líder do ranking feminino, a alemã Angelique Kerber dar adeus ao Aberto de Tênis da Austrália nas oitavas de final. Neste domingo (22), no encerramento da rodada, a atual campeã perdeu para a norte-americana Coco Vandeweghe, 35ª da classificação da WTA, por 2 a 0, com um duplo 6/3, em apenas 68 minutos de partida.

Coco Vandeweghe disputará quartas de final de Grand Slam pela segunda vez - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Coco Vandeweghe disputará quartas de final de Grand Slam pela segunda vez – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Agressiva desde o começo, Vandeweghe quebrou o saque de Kerber em duas oportunidades no primeiro set, no quarto e sexto games e fez 6/2, com 16 pontos marcados através de winners. Na segunda parcial, a alemã deu sinais de que poderia se recuperar e quebrou o serviço da norte-americana na abertura e chegou a liderar em 3/1, mas novamente foi quebrada, cedeu o empate e sofreu mais um break no oitavo game. Logo depois, Coco teve apenas que confirmar seu serviço para garantir vaga nas quartas de final, pela segunda vez na carreira. Com a derrota, Kerber poderá perder a liderança do ranking mundial para a norte-americana Serena Williams, caso ela seja campeã.

Kerber defendia título em Melbourne - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Kerber defendia título em Melbourne – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Na próxima rodada, Vandeweghe vai encarar a espanhola Garbiñe Muguruza, sétima na lista de favoritas, que mais cedo derrotou a romena Sorana Cîrstea.

Até hoje, elas jogaram três vezes e a vantagem é da norte-americana, com duas vitórias, ambas na grama em 2014, nas quartas de final do WTA de ‘s-Hertogenbosch, na Holanda, e na primeira rodada de Wimbledon. Já no último encontro, na segunda rodada de Cincinnati, nos Estados Unidos, no ano passado, Muguruza foi a vencedora.

* Atualizado às 14h07

Serena Williams avança às oitavas na Austrália e vai encarar bicampeã juvenil

21 de janeiro de 2017 0

Sem nenhuma dificuldade, a norte-americana Serena Williams dominou a compatriota Nicole Gibbs, 92ª do ranking mundial da WTA, e avançou neste sábado (21) para as oitavas de final do Aberto de Tênis da Austrália. Com parciais de 6/1 e 6/3, em apenas 63 minutos de partida, a hexacampeã do torneio registrou sua 77ª vitória nas quadras de Melbourne Park.

Pela 14ª vez na carreira, Serena disputará as oitavas na Austrália - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Pela 14ª vez na carreira, Serena disputará as oitavas na Austrália – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

O jogo começou com as duas jogadoras confirmando o saque, mas a partir do terceiro game, Serena não teve dificuldades para confirmar o serviço e com dois breaks fechou o set. Na segunda parcial, mais uma vez elas começaram confirmando o saque e Williams voltou a conquistar a quebra no terceiro e sétimo games, abrindo 5/2.

Porém, quando sacou para fechar o jogo, a número dois do mundo cometeu duas duas faltas e dois erros não forçados e teve o saque quebrado. Mas nada que abalasse a confiança da vencedora de 22 títulos de Grand Slam, que voltou a quebrar o serviço de Gibbs e carimbou passaporte para a quarta rodada.

A próxima adversária de Serena Williams será a tcheca Barbora Strýcová, 16ª da WTA, que eliminou a francesa Caroline Garcia, 24ª, em sets diretos (6/2 e 7/5) em 1h27 de jogo e pelo segundo ano consecutivo chegou às oitavas na Austrália.

Strýcová tem dois títulos como juvenil na Austrália - Divulgação/@AustralianOpen

Strýcová tem dois títulos como juvenil na Austrália – Divulgação/@AustralianOpen

Medalha de bronze no torneio de duplas dos Jogos Olímpicos Rio 2016, ao lado da compatriota Lucie Šafářová, Strýcová foi bicampeã juvenil de simples do Australian Open em 2002/03, derrotando a russa Maria Sharapova e a ucraniana Viktoriya Kutuzova, respectivamente.

Em dois confrontos disputados até hoje, na segunda rodada do Aberto da Austrália e na primeira rodada de Wimbledon, ambos em 2012m Serena não perdeu sets para Strýcová.

Serena Williams vence tcheca e segue campanha pelo 23º título de Grand Slam

19 de janeiro de 2017 0

A norte-americana Serena Williams segue sua busca pelo recorde de títulos na história dos Grand Slams. Nesta quinta-feira (19), a dona de 22 troféus dos quatro principais torneios do circuito, derrotou a tcheca Lucie Šafářová em sets diretos (6/3 e 6/4), em 1h26 de partida e manteve chances de diminuir para apenas uma conquista a diferença entre ela e a australiana Margaret Court.

Serena tem seis títulos na Austrália - Divulgação/@AustralianOpen

Serena tem seis títulos na Austrália – Divulgação/@AustralianOpen

Esta foi também a 311ª vitória da ex-número um do mundo em Majors, recorde absoluto entre homens e mulheres, e a 76ª em Melbourne, onde lidera a estatística feminina. Na história do Aberto da Austrália, Williams chega à terceira rodada pela 16ª vez em 17 participações. Apenas em 1998, quando fazia sua estreia, ela parou na segunda partida diante da irmã Venus Williams.

Serena tem recorde de vitórias na história dos Grand Slams - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Serena tem recorde de vitórias na história dos Grand Slams – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Nos Grand Slams, Serena faz sua 66ª aparição e apenas em três oportunidades não disputou a terceira fase. Além da derrota para Venus, ela perdeu para a francesa Virginie Razzano, na estreia do Aberto da França de 2012, e para a espanhola Garbiñe Muguruza, dois anos depois na segunda rodada de Roland Garros.

O próximo jogo de Williams será contra a compatriota Nicole Gibbs, que venceu a também norte-americana  Irina Falconi por 2 a 0 (6/4 e 6/1). Esta será a segunda partida entre elas e Serena venceu o único jogo disputado em Stanford (EUA) em 2012.

Gibbs perdeu único jogo contra Serena - Divulgação/WTA/Arquivo

Gibbs perdeu único jogo contra Serena – Divulgação/WTA/Arquivo

Demais resultados da 2ª rodada:

Daria Gavrilova (AUS-22) 6/2, 1/6 e 6/4 Ana Konjuh (CRO)

Timea Bacsinszky (SUI-12) 6/1 e 7/6 (5) Danka Kovinić (MNE)

Maria Sakkari (GRE) 7/5, 4/6 e 6/1 Alizé Cornet (FRA-28)

Mirjana Lučić-Baroni (CRO) 6/3 e 6/2 Agnieszka  Radwańska (POL-3)

Barbora Strýcová (CZE-16) 6/0 e 7/5 Andrea Petkovic (ALE)

Caroline Garcia (FRA-21) 6/7 (3), 6/4 e 6/4 Océane Dodin (FRA)

Serena Williams estreia na Austrália com vitória e iguala marca de Roger Federer

17 de janeiro de 2017 0

A norte-americana Serena Williams começou com tranquilidade sua busca pelo 23º título de Grand Slam da carreira. Nesta terça-feira (17), ela derrotou a suíça Belinda Bencic por 2 a 0 (6/4 e 6/3) e passou à segunda rodada do Aberto de Tênis da Austrália, onde acumula seis troféus em sete finais disputadas.

Serena luta pelo sétimo título na Austrália - Divulgação/@AustralianOpen

Serena luta pelo sétimo título na Austrália – Divulgação/@AustralianOpen

Com a 308ª vitória em um Major, Serena voltou a dividir o posto de maior ganhador, entre homens e mulheres, com o suíço Roger Federer. Sua próxima rival será a tcheca Lucie Šafářová, que precisou salvar nove match points para derrotar a belga Yanina Wickmayer, de virada, parciais 4/6, 7/6 (7) e 6/1, em 2h06 de jogo.

Safarova fez jogo épico na estreia - Divulgação/WTA/Arquivo

Safarova fez jogo épico na estreia – Divulgação/WTA/Arquivo

Demais resultados da 1ª rodada:

Océane Dodin (FRA) 7/5, 6/7 (1) e 6/2 Çağla Büyükakçay (TUR)

Caroline Garcia (FRA-21) 7/6 (4) e 6/4 Kateryna Bondarenko (UCR)

Nicole Gibbs (EUA) 7/6 (3) e 6/4 Tímea Babos (HUN-25)

Irina Falconi (EUA) 6/1 e 7/5 Xinyun Han (CHN)

Karolína Plíšková (CZE) 6/2 e 6/0 Sara Sorribes Tormo (ESP)

Anna Blinkova (RUS-q) 6/2, 4/6 e 6/4 Monica Niculescu (ROM)

Jeļena Ostapenko (LET) 6/4 e 6/0 Zhu Lin (CHN-q)

Yulia Putintseva (CAZ-31) 7/6 (7) e 7/6 (10) Lara Arruabarrena (ESP)

Ana Konjuh (CRO) 6/4  e 6/2 Kristina Mladenovic (FRA)

Danka Kovinić (MNE) 6/0 e 6/4 Saisai Zheng (CHN)

Timea Bacsinszky (SUI-12) 6/4, 3/6 e 7/5 Camila Giorgi (ITA)

Caroline Wozniacki é mais uma favorita eliminada em Auckland

05 de janeiro de 2017 0

Depois da surpreendente eliminação da norte-americana Serena Williams e da desistência de sua irmã, Venus, o WTA Internacional de Auckland, na Nova Zelândia, teve mais duas zebras nesta quinta-feira (05) , quando foram definidas as semifinalistas do torneio que oferece US$ 250 mil em prêmios.

Wozniacki também foi eliminada em Auckland - Divulgação/ASB Classic

Wozniacki também foi eliminada em Auckland – Divulgação/ASB Classic

Terceira cabeça de chave e vice-campeã em 2015, a dinamarquesa Caroline Wozniacki foi derrotada pela alemã Julia Görges, de virada, parciais de 1/6, 6/3 e 6/4, em 1h47 de partida. Com a vitória, a 53ª do mundo e que no ano passado foi finalista da competição, terá como próxima rival, a jovem croata Ana Konjuh, 19 anos, que em 2013 foi campeã juvenil dos Abertos da Austrália e dos Estados Unidos.

Konjuh é uma das revelações da WTA - Divulgação/US Open/Arquivo

Konjuh é uma das revelações da WTA – Divulgação/US Open/Arquivo

Nesta quinta, Konjuh, que é a oitava favorita, eliminou a japonesa Naomi Osaka, que abandonou a quadra quando perdia o set inicial por 3/0.

Quarta pré-classificada, a tcheca Barbora Strýcová caiu para a norte-americana Lauren Davis em sets diretos, com parciais de 6/1 e 7/6 (4), em 1h44 de jogo. Na semifinal, a 20ª do mundo enfrentará a letã Jeļena Ostapenko, sétima, que passou pela também norte-americana Madison Brengle, algoz de Serena Williams, por 7/5 e 6/3.

Serena Williams cai nas oitavas de final em Brisbane

04 de janeiro de 2017 0

A norte-americana Serena Williams perdeu para a compatriota Madison Brengle, 72ª colocada no ranking mundial, por 2 a 1, parciais de 6/4, 6/7 (3) e 6/4, em 2h14 de partida e foi eliminada, nesta quarta-feira (04), nas oitavas de final do WTA Internacional de Auckland, na Nova Zelândia.

Serena cometeu 88 erros não forçados - Divulgação/ASB Classic

Serena cometeu 88 erros não forçados – Divulgação/ASB Classic

Este foi o primeiro torneio disputado pela número dois do mundo, desde o Aberto dos Estados Unidos, em setembro do ano passado, quando foi eliminada nas semifinais. Diante de Brengle, Serena cometeu um total de 88 erros não forçados e precisou medir as palavras na hora de avaliar sua decepção: ” Eu realmente acho que joguei…estou tentando pensar em algo que não seja um palavrão, mas foi isso mesmo que eu joguei“, disse a jogadora de 35 anos, que completou: “88 erros não forçados é demais, demais. Eu não posso querer vencer com tantos erros“.

Brengle surpreendeu Serena - Divulgação/WTA/Arquivo

Brengle surpreendeu Serena – Divulgação/WTA/Arquivo

Com a vitória surpreendente, Brengle garantiu vaga nas quartas de final e agora vai enfrentar a letã Jeļena Ostapenko, sétima favorita, que passou pela experiente croata Mirjana Lučić-Baroni, por 2 a 0, parciais de 6/2 e 7/6 (3), em 1h24 de jogo.

Venus Williams completou seu jogo de primeira rodada diante da convidada local Jade Lewis, 18 anos e 1.099 do mundo, e venceu por 2 a 0, parciais de 7/6 (2) e 6/2. Porém, logo depois da partida que teve 1h29 de duração, a campeã da edição de 2015 e finalista em 2014 anunciou que não seguirá na competição devido uma lesão.

Lesão fez Venus desistir do torneio - Divulgação/ASB Classic

Lesão fez Venus desistir do torneio – Divulgação/ASB Classic

Segundo o diretor do torneio, Karl Budge, “Venus disse que não pode sacar como gostaria e isso (dores no braço) a fez desistir“. Dessa forma, quem foi beneficiada foi a japonesa Naomi Osaka, que avançou às quartas sem jogar.

A dinamarquesa Caroline Wozniacki, 19ª do mundo, venceu a norte-americana Varvara Lepchenko, por duplo 6/3, em 1h18 de partida e também se garantiu na disputa do título. Agora, ela vai encarar a alemã Julia Görges, que realizou uma verdadeira maratona ao atuar duas vezes no dia.

Wozniacki está nas quartas - Divulgação/Arquivo

Wozniacki está nas quartas – Divulgação/Arquivo

No primeiro confronto, ela derrotou a sexta favorita, a russa Anastasia Pavlyuchenkova por 6/3 e 6/4 e, na sequência, eliminou a britânica Naomi Broady  também em sets diretos (7/5 e 6/4). Somados os dois jogos, a 53[ da classificação mundial esteve em quadra por duas horas e 50 minutos.

Demais resultados:

Oitavas de final -

Barbora Strýcová (CZE-4) 7/5, 3/6 e 7/6 (4) Lucie Šafářová (CZE)

Lauren Davis (EUA) 6/3 e 6/3 Kurumi Nara (JAP)

Ana Konjuh (CRO-8) 6/1 e 6/2 Yanina Wickmayer (BEL)

1ª rodada -

Naomi Broady (GBR) 7/6 (5) e 6/3 Danka Kovinić (MNE)

Ana Konjuh (CRO-8)6/4, 3/6 e 6/3 Kirsten Flipkens (BEL)

Serena Williams começa ano com vitória em Auckland

03 de janeiro de 2017 0

A primeira partida da norte-americana Serena Williams na temporada 2017 terminou com vitória. Nesta terça-feira (03), ela derrotou francesa Pauline Parmentier, 71ª do ranking mundial, em sets diretos, parciais de 6/3 e 6/4, em 1h16 de disputa e garantiu uma vaga nas oitavas de final do WTA Internacional de Auckland, na Nova Zelândia.

Serena busca recuperar número 1 - Divulgação/Arquivo

Serena busca recuperar número 1 – Divulgação/Arquivo

Número dois do mundo, Serena luta para recuperar a posição perdida para a alemã Angelique Kerber e agora vai ter como próxima adversária, a compatriota Madison Brengle, que derrotou outra americana Jamie Loeb por 6/4 e 7/6 (5).

Outra favorita que estreou com vitória foi a tcheca Barbora Strýcová, quarta na lista, que passou pela também tcheca Barbora Štefková, algoz da brasileira Paula Gonçalves no qualifying, por 6/4 e 6/3. Número 20 da WTA, ela agora vai enfrentar mais uma jogadora da República Tcheca, Lucie Šafářová.

Strýcová é a 20ª do mundo - Divulgação/Arquivo

Strýcová é a 20ª do mundo – Divulgação/Arquivo

Já a letã Jeļena Ostapenko, sétima cabeça de chave, venceu a convidada local Marina Erakovic por 2 a 0 (6/1 e 6/2) e agora vai pegar a croata Mirjana Lučić-Baroni, que derrotou a qualifier alemã Mona Barthel por 2 a 1, parciais de 6/3, 3/6 e 6/3, depois de 1h51 de partida.

Quem acabou decepcionando foi a holandesa Kiki Bertens, quinta pré-classificada, que caiu para a norte-americana Lauren Davis em sets diretos. parciais de 7/6 (3) e 6/4. A próxima adversária da 61ª colocada da classificação mundial será a japonesa Kurumi Nara.

Paula Gonçalves ultrapassa Teliana Pereira e é a nova número um do Brasil

10 de outubro de 2016 0

A paulista Paula Gonçalves, 26 anos, é a nova número um do Brasil no ranking mundial da WTA. Na lista divulgada nesta segunda-feira (10), ela ganhou três colocações e aparece em 166º lugar, com 343 pontos, enquanto a pernambucana Teliana Pereira, que em 19 de outubro do ano passado foi a 43ª do mundo, caiu 24 postos e agora está na 185ª colocação.

Paula é a melhor brasileira no ranking - Divulgação/ITF

Paula é a melhor brasileira no ranking – Divulgação/ITF

No Top 10, foram sete alterações. Apenas as três primeiras permaneceram em seus lugares, a alemã Angelique Kerber, a norte-americana Serena Williams e a polonesa Agnieszka Radwańska. A grande novidade na lista é a presença de Johanna Konta em nono lugar. Ela é a primeira britânica a figurar entre as 10 melhores do mundo desde 1984.

Kerber segue na ponta - Foto: Reprodução/Twitter/@usopen

Kerber segue na ponta – Foto: Reprodução/Twitter/@usopen

Confira as 10 primeiras do ranking:

1 – Angelique Kerber (ALE)

2 – Serena Williams  (EUA)

3 – Agnieszka Radwańska (POL)

4 – Simona Halep (ROM)

5 – Karolína Plíšková (CZE)

6 – Garbiñe Muguruza (ESP)

7 – Madison Keys (EUA)

8 – Svetlana Kuznetsova (RUS)

9 – Johanna Konta (GBR)

10 – Dominika Cibulková (SVK)