Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "stanislas wawrinka"

ATP divulga novo ranking e Top 10 segue inalterado

01 de maio de 2017 0

A Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) divulgou nesta segunda-feira (01º) a atualização de seu ranking e nenhuma alteração foi registrada entre os dez primeiros colocados.

Murray mantém liderança  - Divulgação/Theo Karanikos/Tennis Australia

Murray mantém liderança – Divulgação/Theo Karanikos/Tennis Australia

Eliminado nas semifinais em Barcelona, o britânico Andy Murray mantém a primeira posição com confortáveis 3.785 pontos de vantagem para o sérvio Novak Djokovic. Mesmo sem jogar na semana, os suíços Stanislas Wawrinka e Roger Federer aparecem logo depois. Em quinto está o espanhol Rafael Nadal, que em duas semanas seguidas venceu o Masters de Monte Carlo e o ATP 500 de Barcelona.

Com dois títulos no ano, Nadal voltou ao Top 5 - Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

Com dois títulos no ano, Nadal voltou ao Top 5 – Divulgação/Ben Solomon/Tennis Australia

O melhor brasileiro segue sendo o paulista Thomaz Bellucci, que perdeu três colocações e agora está em 57º lugar. Já Rogério Dutra Silva se manteve em 69º, 12 lugares acima do cearense Thiago Monteiro, que perdeu uma posição. Quem teve o melhor aproveitamento foi o gaúcho Guilherme Clezar, que teve computados os pontos do vice-campeonato do Future de Santa Margherita (Itália) há duas semanas e subiu 13 postos, chegando a 261ª posição.

Bellucci é o melhor brasileiro - Divulgação/Arquivo

Bellucci é o melhor brasileiro – Divulgação/Arquivo

Confira os 10 primeiros colocados no ranking da ATP:

1 – Andy Murray (GBR) 11.870

2 – Novak Djokovic (SER) 8.085

3 – Stanislas Wawrinka (SUI) 5.695

4 – Roger Federer (SUI) 5.125

5 – Rafael Nadal (ESP) 4.735

6 – Milos Raonic (CAN) 4.165

7 – Kei Nishikori (JAP) 4.010

8 – Marin Čilić (CRO) 3.565

9 – Dominic Thiem (AUT) 3.535

10 – David Goffin (BEL) 2.975

Veja os 10 primeiros brasileiros na ATP:

57 – Thomaz Bellucci (SP) 866

69 – Rogério Dutra Silva (SP) 715

81 – Thiago Monteiro (CE) 645

138 – João Souza (SP) 419

249 – André Ghem (RS) 207

261 – Guilherme Clezar (RS) 197

331 – Caio Zampieri (SP) 142

342 – João Pedro Sorgi (SP) 136

401 – Daniel Dutra Silva (SP) 106

425 – Bruno Sant’Anna (SP) 96

Novak Djokovic e Rafael Nadal avançam às quartas e podem se enfrentar nas semifinais em Monte Carlo

20 de abril de 2017 0

No mesmo dia em que o número um do ranking mundial, o britânico Andy Murray foi eliminado nas oitavas de final do Masters 1.000 de Monte Carlo, dois outros favoritos, o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal avançaram às quartas de final e poderão se encontrar nas semifinais, caso vençam na próxima rodada.

Djokovic comemora vitória - Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Djokovic comemora vitória – Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Campeão do torneio em 2013/15 e finalista em 2009/12, Djokovic voltou a enfrentar dificuldades, mas venceu o espanhol Pablo Carreño Busta, 19º da ATP, por 2 a 1, parciais de 6/2, 4/6 e 6/4, em jogo que teve 2h26 de duração.

O próximo rival do vice-líder do ranking será o belga David Goffin, 13º na classificação mundial, que bateu o austríaco Dominic Thiem, nono, por 2 a 1, com parciias de 7/6 (4), 4/6 e 6/3, em 2h15 de confronto. Esta será sexta vez que eles irão se enfrentar e até o momento Djokovic está invicto.

Goffin vai encarar Djokovic - Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Goffin vai encarar Djokovic – Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Nadal atropela Zverev e segue na busca do 10º troféu

Maior campeão da história do torneio, com nove títulos, Nadal não tomou conhecimento da grande revelação do circuito nos últimos anos, o alemão Alexander Zverev e venceu por 2 a 0, com um implacáveis 6/1 e 6/1, em 69 minutos de jogo.

Nadal atropelou Zverev - Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Nadal atropelou Zverev – Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Número sete do mundo, o canhoto espanhol agora vai encarar o argentino Diego Schwartzman, 41º do mundo, que passou pelo qualifier alemão Jan-Lennard Struff (58º) em sets diretos (6/3 e 6/0), em 1h10 de partida. Este será o terceiro confronto entre eles e nos dois anteriores, Nadal venceu sem ceder um set sequer, em Acapulco 2013 e no Aberto dos Estados Unidos de 2015.

Caso Rafael Nadal e Novak Djokovic vençam seus jogos, eles irão se enfrentar em uma das semifinais. Caso isso ocorra será a 50ª vez na história, que registra até o momento, 26 vitórias do sérvio contra 23 do espanhol.

Wawrinka perde para Cuevas e dá adeus ao bi

O uruguaio Pablo Cuevas, 27º do ranking mundial, também conseguiu um resultado surpreendente ao derrotar o suíço Stanislas Wawrinka, campeão de 2014, com um duplo 6/4. Depois de eliminar o terceiro do mundo, ele agora vai encarar o francês Lucas Pouille, que precisou jogar apenas três games diante do compatriota Adrian Mannarino, que sentiu lesão e teve que abandonar a quadra.

Cuevas superou Wawrinka - Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Cuevas superou Wawrinka – Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Estes são os confrontos de quartas de final:

Albert Ramos Viñolas (ESP-15) x Marin Čilić (CRO-5)

Pablo Cuevas (URU-16) x Lucas Pouille (FRA-11)

Diego Schwartzman (ARG) x Rafael Nadal (ESP-4)

David Goffin (BEL-10) x Novak Djokovic (SER-2)

Stanislas Wawrinka passa pela estreia em Monte Carlo

19 de abril de 2017 0

O suíço Stanislas Wawrinka encontrou dificuldades, mas passou pela estreia no Masters 1.000 de Monte Carlo. Nesta quarta-feira (19), o número três do ranking mundial da ATP derrotou o tcheco Jiří Veselý, 54º, por 2 a 1, parciais de 6/2, 4/6 e 6/2, em 1h24 de partida.

Campeão da edição de 2014, Stan agora vai encarar nas oitavas de final, o uruguaio Pablo Cuevas, 16º na lista de favoritos. Este será o primeiro confronto entre eles.

Wawrinka busca segundo título em Monte Carlo - Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Wawrinka busca segundo título em Monte Carlo – Divulgação/Monte-Carlo Rolex Masters 2017

Quem também já está nas oitavas é o tcheco Tomáš Berdych, vice-campeão em 2015, que eliminou o alemão Tommy Haas, 39 anos, por 2 a 1 (3/6, 6/1 e 6/4), em jogo que teve 1h55 de duração.

Na próxima rodada, o número 12 do mundo vai enfrentar o croata Marin Čilić, oitavo, que não encontrou dificuldades para bater o Jérémy Chardy (71º) por 6/3 e 6/0, em 66 minutos.  Esta será a 12ª partida entre eles e até o momento o tcheco tem pequena vantagem, com seis vitórias contra cinco.

Demais resultados da 2ª rodada:

Albert Ramos-Viñolas (ESP-15) 6/2 e 6/2 Carlos Berlocq (ARG-q)

Alexander Zverev (ALE-14) 6/0 e 6/4 Feliciano López (ESP)

Dominic Thiem (AUT-6) 6/3 e 6/2 Robin Haase (HOL)

Pablo Carreño Busta (ESP-13) 6/4 e 6/4  Karen Khachanov (RUS)

Vice em Houston coloca Thomaz Bellucci perto de retorno ao Top 50 da ATP

17 de abril de 2017 0

A conquista do vice-campeonato do ATP 250 de Houston rendeu bons frutos ao brasileiro Thomaz Bellucci, que pulou para a 53ª colocação no ranking mundial da ATP. Na atualização desta segunda-feira (17), ele avançou 12 postos em relação à semana anterior e ficou muito perto de retornar ao Top 50. A última aparição do paulista neste grupo foi em 18 de julho do ano passado, quando figurou em 49º lugar.

Bellucci ficou perto do Top 50 - Divulgação/@mensclaycourt

Bellucci ficou perto do Top 50 – Divulgação/@mensclaycourt

Entre os cinco primeiros apenas uma mudança, a volta do japonês Kei Nishikori, que saiu de sétimo para quinto. A primeira colocação é do britânico Andy Murray que tem 3.695 pontos de vantagem para o sérvio Novak Djokovic. Logo depois aparecem os suíços Stanislas Wawrinka e Roger Federer, que é o líder da Corrida dos Campeões, onde apenas os pontos da temporada são computados.

Murray mantém liderança - Divulgação/Joel Marklund/AELTC

Murray mantém liderança – Divulgação/Joel Marklund/AELTC

Quem trocou de lugar com Nishikori foi o espanhol Rafael Nadal, que está atrás ainda do canadense Milos Raonic. O Top 10 é fechado pelo croata Marin Čilić, o austríaco Dominic Thiem e o francês Jo-Wilfreid Tsonga.

Veja os 10 primeiros do ranking mundial:

1 – Andy Murray (GBR) 11.600

2 – Novak Djokovic (SER) 7.905

3 – Stanislas Wawrinka (SUI) 5.605

4 – Roger Federer (SUI) 5.125

Federer lidera ranking da temporada - Divulgação/@BNPPARIBASOPEN

Federer lidera ranking da temporada – Divulgação/@BNPPARIBASOPEN

5 – Kei Nishikori (JAP) 4.310

6 – Milos Raonic (CAN) 4.165

7 – Rafael Nadal (ESP) 3.735

8 – Marin Čilić (CRO) 3.385

9 – Dominic Thiem (AUT) 3.385

10 – Jo-Wilfried Tsonga (FRA) 2.905

Confira os 10 primeiros brasileiros:

53 – Thomaz Bellucci (SP) 876

70 – Rogério Dutra SIlva (SP) 715

80 – Thiago Monteiro (CE) 668

136 – João Souza (SP) 427

242 – André Ghem (RS) 207

277 – Guilhemre Clezar (RS) 182

324 – Caio Zampieri (SP) 150

347 – João Pedro Sorgi (SP) 136

429 – Bruno Sant’Anna (SP) 96

451 – Daniel Dutra Silva (SP) 88

Federer, Nadal e Nishikori estão nas quartas de final e Wawrinka é eliminado por Zverev em Miami

28 de março de 2017 0

A rodada de oitavas de final do Masters 1.000 de Miami, Estados Unidos, foi de três confirmações e uma surpresa. Dono de dois títulos no torneio e vencedor das duas principais competições da temporada, o Aberto da Austrália e o Masters de Indian Wells, o suíço Roger Federer encontrou dificuldades, mas superou o espanhol Roberto Bautista Agut, 18º do ranking, com um duplo 7/6, com placares de 7/5 e 7/4 nos dois tie-breaks.

Federer busca o tri em Miami - Divulgação/@MiamiOpen

Federer busca o tri em Miami – Divulgação/@MiamiOpen

Sexto do mundo, Federer agora vai encarar um velho conhecido, o tcheco Tomáš Berdych, 14º, que derrotou em sets diretos (6/3 e 7/5) o francês Adrian Mannarino. Esta será a 24ª partida entre eles e o suíço buscará manter a ampla vantagem que possui até o momento, com 17 vitórias contra seis.

Finalista na Austrália em janeiro, o espanhol Rafael Nadal venceu o francês Nicolas Mahut por 2 a 0, parciais de 6/4 e 7/6 (4), em jogo que teve 1h35 de duração. Vice em Miami, em quatro oportunidades, o sétimo colocado do ranking mundial agora enfrentará o norte-americano Jack Sock, 17º da ATP, que bateu o compatriota Jared Donaldson por fáceis 6/2 e 6/1, em 63 minutos de partida.

Nadal tem quatro vices em Miami - Divulgação/@MiamiOpen

Nadal tem quatro vices em Miami – Divulgação/@MiamiOpen

Segundo na lista de favoritos, Kei Nishikori precisou de três sets (6/3, 4/6 e 6/3) para eliminar o argentino Federico Delbonis, após 2h14 de jogo. O próximo rival do japonês será o italiano Fabio Fognini, que atropelou o norte-americano Donald Young por 6/0 e 6/4, em apenas 65 minutos de confronto.

Nishikori é um dos candidatos ao título - Divulgação/@MiamiOpen

Nishikori é um dos candidatos ao título – Divulgação/@MiamiOpen

E a grande surpresa ficou por conta da eliminação do suíço Stanislas Wawrinka. Principal favorito ao título, ele parou no jovem alemão Alexander Zverev, 19 anos, que venceu por 2 a 1, parciais de 4/6, 6/2 e 6/1, em 1h44 de jogo.

Zverev é a principal revelação do circuito - Divulgação/@MiamiOpen

Zverev é a principal revelação do circuito – Divulgação/@MiamiOpen

Número 20 do ranking mundial, Zverev agora vai enfrentar o vencedor do duelo entre o australiano Nick Kyrgios e o belga David Goffin.

Roger Federer e Stanislas Wawrinka avançam às oitavas de final em Miami

27 de março de 2017 0

Grande nome da atual temporada, após as conquistas do Aberto da Austrália e do Masters de Indian Wells, Estados Unidos, Roger Federer venceu o seu adversário mais forte, até o momento, no Masters 1.000 de Miami e garantiu uma vaga nas oitavas de final. Nesta segunda-feira (27), o quarto cabeça de chave aplicou 6/3 e 6/4, em 1h22 de partida, no argentino Juan Martín del Potro.

Federer busca o tri em Miami - Divulgação/@MiamiOpen

Federer busca o tri em Miami – Divulgação/@MiamiOpen

Bicampeão em 2005/06, o suíço agora vai enfrentar o espanhol Roberto Bautista Agut, 18º do mundo, que venceu o norte-americano Sam Querrey, 27º, de virada, com parciais de 3/6, 6/2 e 6/3, em jogo que teve 1h55 de duração.

Se passar por Bautista Agut, Federer poderá encontrar mais uma vez o compatriota Stanislas Wawrinka, principal favorito do torneio, que hoje despachou o tunisiano Malek Jaziri em sets diretos (6/3 e 6/4), em 1h10 de jogo.

Wawrinka tem 15 títulos na carreira - Divulgação/@MiamiOpen

Wawrinka tem 15 títulos na carreira – Divulgação/@MiamiOpen

Para que o confronto suíço, que definiu o Masters de Indian Wells, seja repetido, Stan precisará eliminar a grande revelação do circuito, o alemão Alexander Zverev Jr., 20º do mundo, que venceu uma verdadeira batalha diante do norte-americano John Isner, 23º, de virada, em jogo que teve três sets definidos no tie-break, parciais de 6/7 (5), 7/6 (7) e 7/6 (5), após 2h38 de disputa.

Zverev tem apenas 19 anos - Divulgação/@MiamiOpen

Zverev tem apenas 19 anos – Divulgação/@MiamiOpen

Demais resultados:

Nick Kyrgios (AUS-12) 6/4, 6/7 (4) e 7/6 (2) Ivo Karlović (CRO-17)

David Goffin (BEL-8) 4/6, 6/3 e 7/5 Diego Schwartzman (ARG)

Tomáš Berdych (CZE-10) 6/3 e 6/4 Gilles Müller (LUX-24)

Adrian Mannarino (FRA) 6/4, 2/6 e 7/6 (3) Borna Ćorić (CRO)

Roger Federer e Stanislas Wawrinka avançam à 3ª rodada em Miami

25 de março de 2017 0

Finalistas em Indian Wells, na semana passada, os suíços Roger Federer e Stanislas Wawrinka garantiram neste sábado (25) classificação para a terceira rodada do Masters 1.000 de Miami, Estados Unidos.

Federer tem dois títulos em Miami - Divulgação/@MiamiOpen

Federer tem dois títulos em Miami – Divulgação/@MiamiOpen

Campeão do Aberto da Austrália e do primeiro Masters da temporada, Federer bateu o qualifier norte-americano Francis Tiafoe, 101º do mundo, em sets diretos, parciais de 7/6 (2) e 6/3, em 1h13 de partida. Atual número seis do ranking mundial da ATP e bicampeão do torneio em 2005/06, ele agora vai encarar o ganhador do confronto entre o argentino Juan Martín del Potro, 29º cabeça de chave, e o holandês Robin Haase.

Wawrinka é o nímero 3 da ATP - Divulgação/@MiamiOpen

Wawrinka é o nímero 3 da ATP – Divulgação/@MiamiOpen

Principal favorito ao título, após as ausências do britânico Andy Murray e do sérvio Novak Djokovic, Wawrinka superou o argentino Horacio Zeballos por 2 a 0 (6/3 e 6/4), em 65 minutos de jogo. Seu próximo rival será o tunisiano Malek Jaziri, 53º do mundo, que venceu o espanhol Feliciano López, 31º na lista de favoritos, por 2 a 1 (6/3, 4/6 e 6/3), em quase duas horas de partida.

Roger Federer vence Stanislas Wawrinka e é pentacampeão em Indian Wells

19 de março de 2017 0

Depois de uma temporada em que pouco jogou, por causa de um cirurgia para corrigir uma lesão no joelho, e de sair do Top 10, em novembro do ano passado, pela primeira vez em 14 anos, o suíço Roger Federer voltou a brilhar neste domingo (19) ao derrotar o compatriota Stanislas Wawrinka, terceiro do mundo, por 2 a 0 (6/4 e 6/5), em 1h20 de jogo e conquistar o pentacampeonato (2004/05/06/12/17) do Masters 1.000 de Indian Wells, Estados Unidos.

Federer festeja vitória em Indian Wells - Divulgação/Billie Weiss/BNP Paribas Open

Federer festeja vitória em Indian Wells – Divulgação/Billie Weiss/BNP Paribas Open

Campeão do Aberto da Austrália, em janeiro passado, Federer sagrou-se campeão pela 90ª vez em sua carreira. Agora, ele acumula 25 troféus de Masters, três a menos que o espanhol Rafael Nadal e cinco atrás do sérvio Novak Djokovic.

Suíço tem 90 títulos, 25 deles em Masters - Divulgação/Billie Weiss/BNP Paribas Open

Suíço tem 90 títulos, 25 deles em Masters – Divulgação/Billie Weiss/BNP Paribas Open

A vitória deste domingo foi a de número 1.093 do tenista de 35 anos, que é o segundo maior vencedor da Era Aberta. O norte-americano Jimmy Connors, com 1.256 é o líder desta lista.

Roger Federer bate Jack Sock e vai enfrentar Stan Wawrinka na decisão em Indian Wells

18 de março de 2017 0

A final do Masters 1.000 de Indian Wells, Estados Unidos, será disputada por dois suíços. Neste sábado (18), após a vitória de Stanislas Wawrinka sobre Pablo Carreño Busta, na primeira semifinal, Roger Federer seguiu o compatriota e bateu o norte-americano Jack Sock, 18º do mundo, por 2 a 0, parciais de 6/1 e 7/6 (4), em 1h14 de partida e garantiu a decisão 100% nacional.

Federer busca 90º título da carreira - Divulgação/@BNPPARIBASOPEN

Federer busca 90º título da carreira – Divulgação/@BNPPARIBASOPEN

Tetracampeão do torneio (2004/05/06/12), Federer atropelou o rival a partir do terceiro game do primeiro set, quando disparou para um rápido 6/1, em 21 minutos. Já na segunda parcial, Sock conseguiu sacar melhor e manter o confronto equilibrado até o tie-break, onde prevaleceu a maior categoria do atual campeão do Aberto da Austrália.

Sock não resistiu ao jogo de Federer - Divulgação/@BNPPARIBASOPEN

Sock não resistiu ao jogo de Federer – Divulgação/@BNPPARIBASOPEN

Depois de deixar o Top 10, em novembro do ano passado, pela primeira vez em 14 anos, Roger Federer vem se recuperando na classificação e já está em décimo. Porém, com a campanha em Indian Wells ele já tem pontos suficientes para subir para a sétima posição. Caso conquiste o 90º título da carreira, ele pulará para a sexta colocação.

Wawrinka busca segundo título de Masters - Divulgação/@BNPPARIBASOPEN

Wawrinka busca segundo título de Masters – Divulgação/@BNPPARIBASOPEN

Esta será a 23ª vez que eles irão se enfrentar e Federer tem ampla vantagem, com 19 vitórias contra apenas três. Em Indian Wells, eles jogaram duas vezes e o ex-número um do mundo venceu ambas, nas quartas de final em 2011 e nas oitavas em 2013.

Stanislas Wawrinka é o primeiro finalista em Indian Wells

18 de março de 2017 0

O suíço Stanislas Wawrinka é o primeiro finalista do Masters 1000 de Indian Wells, Estados Unidos. Neste sábado, ele derrotou o espanhol Pablo Carreño Busta em sets diretos (6/3 e 6/2), em apenas 65 minutos e pela primeira vez na carreira disputará o título do torneio.

Wawrinka disputará sua primeira final em Indian Wells - Divulgação/ Michael Cummo/BNP Paribas Open

Wawrinka disputará sua primeira final em Indian Wells – Divulgação/ Michael Cummo/BNP Paribas Open

Dono de três troféus de Grand Slam, Stan só jogou três decisões de Masters até hoje e venceu uma delas, em Monte Carlo em 2014. Nas outras duas (Roma-2008 e Madri-2013) o atual número três do mundo ficou com o vice-campeonato.

Com 15 títulos no currículo em 25 finais disputadas, Wawrinka não conquista um torneio desde o Aberto dos Estados Unidos, em setembro do ano passado.