Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Agosto registra aumento das curtidas em fan pages pelo celular

17 de outubro de 2012 0

As curtidas nas páginas do Facebook, por meio do celular, saltaram de 5% para 19%, de maio para agosto deste ano, respectivamente.  Os números foram levantados pela PageLever, nos Estados Unidos, com a análise de mais de 500 fan pages de empresas de diversos segmentos e com mais de 100 mil fãs.

Apesar disso, a pesquisa não apontou os motivos do aumento.

De olho nos descontos: conheça o novo calendário do e-commerce brasileiro

15 de outubro de 2012 1

A ótima fase vivida pelo comércio eletrônico brasileiro, que cresceu 26% em 2011 e faturou R$ 18,7 bilhões, reflete um mercado repleto de oportunidades para as lojas virtuais. Contudo, se por um lado o consumidor de hoje está comprando mais, por outro, ele está cada vez mais exigente. Além da qualidade, muitas vezes, é o desconto o fator decisivo para concretizar a compra.

Desde sempre, o e-commerce no Brasil se guiou pelas datas do varejo tradicional para faturar mais. De fato, Natal, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia das Crianças e Dia dos Pais continuam trazendo bons resultados. Porém, a história recente aponta o surgimento de datas sazonais próprias do e-commerce internacional no país.

Confira quais são os novos dias de descontos e fique ligado no calendário!

23 de novembro – Black Friday

Inspirada na data tradicional do varejo americano, que acontece sempre na sexta-feira seguinte ao dia de ação de graças, o Black Friday foi trazido ao Brasil em 2010. Nesse dia, durante 24 horas, grandes players do e-commerce entram no clima de megaliquidação e oferecem descontos que podem chegar a até 70%. De acordo com a consultoria e-bit, a versão brasileira da Black Friday teve, em 2011, o maior volume de transações da história já registrado pelo comércio eletrônico em um único dia. Foram mais de 237 mil pedidos realizados em um período de apenas 24 horas. No total, foram movimentados aproximadamente 100 milhões de reais.

26 de novembro – Cyber Monday

Também popular nos Estados Unidos, a Cyber Monday é uma data exclusiva do e-commerce e funciona como um saldão após o Black Friday (a liquidação acontece sempre na segunda–feira seguinte ao Black Friday). A última edição movimentou U$1.25 bilhões nos Estados Unidos.

26 de dezembro – Boxing Day

Realizado pela primeira vez no Brasil em 2011, o Boxing Day acontece no primeiro dia útil depois do Natal. Mais de 30 lojas virtuais ofereceram cerca de 1.500 produtos com descontos, que variavam de 20% a 70%. Segundo dados da e-bit, o Boxing Day foi o segundo dia que mais gerou vendas no comércio eletrônico brasileiro (o primeiro foi o Black Friday). Foram R$ 58,9 milhões movimentados pelo e-commerce, totalizando 170.632 pedidos a um ticket médio de R$ 345.

Facebook: você sabe qual é o melhor momento para postar na rede social?

01 de outubro de 2012 1

Não há dúvidas de que divulgar conteúdo relevante e interessante é fundamental para uma boa repercussão nas redes sociais. No entanto, é sempre importante estar atento ao dia e horário de postagem para que sua mensagem marque, de fato, presença na timeline dos usuários.

Depois de analisar quase 2 mil páginas de marcas entre os meses de abril e maio deste ano, a Buddy Media revelou quais são os melhores e os piores dias para tentar interagir com a audiência no Facebook.

Se for para escolher um dia de pausa, opte pela quarta-feira, quando as interações são menores. E atenção: não descanse no fim de semana!  De acordo com a pesquisa, sábados e domingos têm boas taxas de retorno, com 69% mais chance de gerar engajamento do público.

No setor de moda, as quintas-feiras são os dias ideais para postagem. Para o varejo, as segundas- feiras oferecem melhores resultados. Outro destaque são as postagens durante a noite e a madrugada, períodos fora do expediente normal de trabalho da maioria dos usuários, quando eles estão mais disponíveis para comentar, curtir e compartilhar conteúdos.

O estudo indica, ainda, que marcas que postam uma vez por dia apresentam engajamento dos fãs 40% superior ao das que postam três vezes ou mais. As taxas de uso da função “like” para marcas que escrevem de uma a duas mensagens por dia são 32% maiores das que o fazem três ou mais vezes.

Do mesmo modo, a taxa de engajamento diminui na medida em que aumentam o número de mensagens enviadas em uma semana. Para a audiência do Facebook, o que importa é a qualidade, não a quantidade. Por isso, a Buddy Media aconselha que sejam enviadas mais de duas mensagens em um dia apenas se elas contiverem conteúdo exclusivo, como por exemplo, destaques de produtos com vendas que durarão em tempo limitado.

Clique aqui e confira a pesquisa na íntegra!

Vendas de tablets batem recorde no Brasil

25 de setembro de 2012 0

Eles são leves, bonitinhos e viraram mania entre os brasileiros. Com alguns modelos custando menos de R$ 1 mil, o mercado de tablets no Brasil triplicou este ano.  As vendas cresceram 275% no segundo trimestre de 2012 em comparação ao mesmo período em 2011.

De acordo com estudo divulgado nesta semana pela consultoria IDC, apenas entre abril e junho de 2012, 606 mil aparelhos foram comercializados no país e a previsão é que o ano encerre com 2,6 milhões de tablets vendidos.

No ranking mundial, o Brasil saltou da 17ª posição, que ocupava no segundo trimestre de 2011, para a 11ª no mesmo período de 2012. Na comparação de desempenho dentre os países do BRIC (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia e China), o Brasil ficou na 3ª colocação, à frente somente da Índia.

Notícia ao toque dos dedos: cresce a audiência de jornais em plataformas móveis

17 de setembro de 2012 0

Nunca se leu tanto jornal no mundo como agora. Impulsionada pela leitura em novas plataformas digitais, como tablets e smartphones, a circulação global dos jornais aumentou 1,1% em 2011. Os dados são da pesquisa da Associação Mundial de Jornais Wan-Ifra.

A instituição entende que as empresas jornalísticas ainda não encontraram o modelo ideal e rentável para trabalhar conteúdo jornalístico em plataformas móveis, contudo o crescimento do segmento é significativo.

De acordo com o relatório, na internet, os  jornais contam com 600 milhões de leitores, sendo que 100 milhões leem somente a versão online. Da audiência total de usuários da web, 40% dos internautas consomem notícias – em 2010, esse número era de 34%.

E você? Qual meio utiliza para ficar bem informado?

Após ser comprado pelo Facebook, Instagram cresce 1179%

12 de setembro de 2012 1

Ele chegou e logo virou mania entre os usuários de Android e Apple. Paisagens, comidas, objetos, frases e acontecimentos inusitados: não há regra. Agora, tudo vale um flash. Retratando o dia a dia de maneira divertida, com a ajuda de filtros e efeitos especiais, o Instagram é sucesso indiscutível.

Comprado pelo Facebook em abril de 2012, o aplicativo de fotos atingiu a marca de 11 milhões de usuários ativos por dia em setembro, de acordo com estudo divulgado nesta semana pela AppData. Antes da compra, o Instagram possuía 860 mil usuários ativos diariamente. Zuckerberg tem só motivos para comemorar, já que o novo número representa um crescimento de 1179%.

Comportamento nas redes sociais é tema de workshop em Novo Hamburgo e Porto Alegre

12 de setembro de 2012 0

Divulgação

Pessoas conquistam e perdem empregos em razão de suas atitudes nas redes sociais. Casais se formam e se separam por meio do Facebook.  Celebridades nascem via twitter.  E, para desvendar a psicologia por trás dessas plataformas, o workshop Comportamento em Redes Sociais será realizado no dia 19 de setembro, às 19h30, no Blend Coworking (Domingos de Almeida, 338 – esquina com Silveira Martins, em Novo Hamburgo). As inscrições podem ser feitas no site www.nos.vc.

Entre os temas abordados, estão a postura nas redes e sociais, os hábitos de cada geração, a mudança nas corporações e como as marcas geram campanhas engajadas a partir da análise do comportamento no meio virtual. O encontro é destinado a profissionais que trabalham na área de comunicação, recursos humanos e empresários.

Antes de chegar a Novo Hamburgo, o curso tem uma edição especial em Porto Alegre nesta sexta-feira,  às 19h30, no Nós Coworking (Av. Cristovão Colombo, 545 / 5º andar).

O workshop na Capital será ministrado por Rafael Terra, CEO da Fabulosa Ideia, empresa especializada em produção de conteúdo web, ações de marketing em mídias sociais e assessoria de comunicação.  Jornalista com especialização em Marketing Digital (ESPM-RS), Terra é professor na Escola do Marketing Digital e IERGS das disciplinas de Marketing de Busca, Marketing de Serviços, Marketing de Conteúdo, Arquitetura da Informação e Redes Sociais. Tem no currículo o planejamento de ações para mais de 60 marcas. Também traz na bagagem passagem por importantes veículos de comunicação online: Terra, clicRBS, Zero Hora e hagah. Já realizou a cobertura dos maiores eventos sobre redes sociais do Brasil, como Circuito 4×1, Social Media Week e Infotrends.

Pesquisa aponta e-mail marketing e search como os canais mais eficientes para o e-commerce

11 de setembro de 2012 0

O e-mail marketing e as ferramentas de busca são os canais mais eficazes no e-commerce brasileiro quando o foco está no aumento das vendas. Enquanto o correio eletrônico apresenta uma taxa média de conversão de 2,53%, o search tem uma média de pedidos efetuados a partir de seu uso de 2,08%.  Os dados são do estudo “Performance no e-commerce: e-mail, search, social e portal, eis a questão”, da Experian Marketing Services.

A explicação para a força do e-mail como forma de divulgação é reflexo das técnicas desenvolvidas e aprimoradas ao longo dos anos. Além disso, a possibilidade de feedback, o que na mala direta, antes utilizada, não era possível, permite que as marcas estimem e avaliem a real percentagem de abertura das mensagens.

De acordo com a Experian, 48% dos anunciantes investem mais de 10% da verba com e-mail marketing. Já em ferramentas de busca, entre elas o Google, Bing e Yahoo, 50% das marcas investem também mais de 10%. Na conversão total, os e-mails têm um índice de 14,14% e os buscadores de 33,73%, o maior dentre todos os canais.

Curso de Gestão de Redes Sociais aborda planejamento

10 de setembro de 2012 0

Capacitar profissionais a planejar ações e campanhas nas redes sociais e melhorar a comunicação para transformar internautas em fãs através dos conceitos de coaching. Com este objetivo a 22b Agência de Ideias, em parceria com o Instituto Inathus, promove o curso ‘Connect – o mundo das estratégias nas novas mídias’. A partir do desenvolvimento de novas competências técnicas associadas à assimilação teórica e prática dos conceitos e ferramentas mais modernos e eficazes sobre o tema, a especialização acontece entre os dias 11 e 13 de setembro na sede do SENGE-RS (Avenida Érico Veríssimo, 960).

A especialização é direcionada para analistas, gestores, estudantes de comunicação e demais profissionais de Recursos Humanos, Comunicação e Marketing. O instrutor do curso, Fernando Antunes, é diretor de planejamento da 22b Assessoria de Comunicação, doutorando em Comunicação Social pela PUCRS e Coaching Practitioner. Ele lecionou na UFRGS e no Centro Universitário Metodista, do IPA. Agora é responsável pelos projetos em redes sociais para a 22b e estuda as transformações nas relações interpessoais e comerciais decorrentes do surgimento das redes sociais.

“Querendo ou não, as marcas já ingressaram nas redes sociais. Se não por vontade própria, pela vontade de elogiar ou de criticar do público que as consomem”, explica. A atividade aborda tópicos como a inteligência coletiva na criação de campanhas; estratégias para multiplicação de Likese shares; ações para reposicionamento de marca; como usar as novas mídias para conquistar novos mercados; SAC 2.0; e o fan-factor na consolidação do planejamento.

Empresas como Agralle, Opus, PUCRS, Hotéis Serrano e Imobiliária Leindeker já participaram do curso. Mais informações e a ficha de inscrição podem ser obtidas pelo telefone (51) 3237-6125 ou pelo e-mail contato@22b.com.br, até o dia 10 de setembro.

Saiba investir em Marketing Digital para a sua empresa

10 de setembro de 2012 1

O blog inicia a semana com dicas para quem quer investir no meio digital para a sua empresa.  Não basta apenas criar perfis nas redes sociais ou ter ferramentas de mensuração, Conrado Adolpho, especialista em Marketing Digital, além de explicar como a internet modificou a área, também revela na entrevista para o Break o que as instituições precisam ficar atentas. Veja as dicas do autor do livro Os 8 Ps do Marketing Digital e aproveite para melhorar o cenário da sua empresa:

Break Digital – De que forma as empresas podem visualizar a internet como uma ferramenta eficiente e lucrativa? É preciso se posicionar de que forma?

Conrado Adolpho – A internet, além de ser muito viável para todos os portes de empresas – pois permitem que elas façam sua divulgação por elas mesmas -, dá a possibilidade de fazer uma ação investindo pouco a pouco e medindo o retorno de cada ação em tempo real. Isso permite que a empresa entenda o que está dando certo e o que não está e alocar recursos rapidamente para as melhores iniciativas.

As empresas, porém, precisam aprender a mexer com suas ferramentas. Não adiante ter uma ferramenta do potencial de um Google ou de um Facebook e usá-los somente para falar que você existe. A correta utilização de somente essas duas ferramentas leva a empresa a não só divulgar sua marca, mas também se relacionar com o mercado, entender melhor o comportamento do consumidor e gerir suas vendas de maneira muito mais eficiente.

É preciso que a empresa tenha a técnica, ou seja, o “como fazer”, mas também a estratégia, ou seja, “o que fazer” andando em conjunto. As empresas que já entenderam a lógica da rede estão usufruindo dos resultados de maneira significativa com crescimento de dois dígitos.

Break Digital – Na tua visão, o que a internet mudou no marketing e nos profissionais da área?

Conrado Adolpho – As principais mudanças foram tornar o espaço físico irrelevante para a comunicação. Hoje uma empresa pode fazer sua marca chegar a qualquer canto do país ou do mundo além de poder ter ao mesmo tempo em seu estabelecimento 1.000 compradores ao mesmo tempo sem precisar ser um magazine. O espaço foi contraído e as pequenas empresas se beneficiaram muito de tal fato.

Outra mudança expressiva foi a possibilidade da mensuração de toda e qualquer ação permitindo uma resposta rápida a iniciativas que não estão surtindo efeitos. Não há mais como esconder um mal resultado. A transparência é a palavra de ordem.

A possibilidade do diálogo também mudou o mercado. Se até então as empresas mantinham um monólogo com o mercado, a internet trouxe o diálogo como uma ferramenta que os consumidores estão utilizando. Agora a empresa tem que se preocupar em falar, mas também em ouvir.

Break Digital – O empresário pode ter uma visão geral sobre a sua marca na web? De que forma ele pode mensurar os resultados, sejam eles positivos ou negativos?

Conrado Adolpho – Há diversas ferramentas de mensuração de marca, seja nas redes sociais, seja no Google ou em outros ambientes online. Isso é fácil e muitas vezes gratuito. A questão hoje não é bem o “como mensurar”, a questão é “o que devemos mensurar” e, indo além, “o que fazer com os dados”. Há poucos profissionais hoje que aliam o raciocínio analítico com a capacidade de entender as pessoas que falam da sua marca. Associar essas duas competências pode ser bem complexo para um profissional acostumado a usar só um lado do cérebro.

Break Digital – O que uma marca não pode deixar de fazer na web para ter reconhecimento?

Conrado Adolpho – Gerar conteúdo de qualidade. O conteúdo que a marca gerar selará a sua reputação perante o mercado. A internet é um grande manancial de conteúdo e as empresas que aprendem a gerar esse conteúdo se beneficiam diretamente dessa capacidade da web de guardar, organizar e permitir a divulgação de conteúdo. O conteúdo de qualidade e relevante para o consumidor dá à empresa reputação e capital social. Isso é que faz com que a empresa transforme capital social em capital econômico, ou seja, dinheiro.

Break Digital  – O que seriam os 8 ps do marketing digital? Porque escolhestes esse título para a tua obra?

Conrado Adolpho – Os 8Ps do Marketing Digital é um processo cíclico e contínuo que faz com que os empresários organizem e sistematizem todas as ações de marketing digital. Muita gente pensa que os 8Ps são uma extensão dos 4Ps. Um não tem a ver com o outro.

Os 4Ps são variáveis controláveis do mix de marketing que você mexe em todas de uma só vez para ter o melhor mix para sua marca. Os 8Ps são uma sequência de ações, que são feitas uma após a outra cronologicamente.

Caso queira se aprofundar um pouco mais no assunto, eu sugiro que assista uma parte de uma aula online em que explico o que são os 8Ps para deixar clara a diferença (veja o vídeo clicando aqui). Os 8Ps hoje estão ajudando empresas em todo o Brasil, mas também em mais 11 países em que o 8Ps também foi editado, inclusive Portugal.

Dei esse nome porque cada passo desse processo começa com P – pesquisa, planejamento, produção, publicação, promoção, propagação, personalização e precisão. São 8 passos bem definidos. O livro hoje é um dos mais vendidos na categoria marketing do país e em Portugal, sei que está vendendo muito bem também.

Quer mandar a sua sugestão de pauta ou de entrevista? Escreve para a Equipe do Break Digital por meio do breakdigital@gruporbs.com.br. Aguardamos pela sua colaboração!