Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O inverno começa nessa sexta-feira

20 de junho de 2013 0

O nosso inverno astronômico (solstício de inverno) começa na madrugada dessa sexta-feira, precisamente às 02h04min horário local, pois o inverno meteorológico começou no início do mês. Como características gerais para a nossa região é a estação do ano de menor precipitação, de menor número de dias com chuva, de maior frio, de intensificação dos sistemas frontais, de ciclones extratropicais, nevoeiros, geadas e de marés meteorológicas e ressacas.

A média histórica de precipitação para Junho, Julho e Agosto é de 98, 120 e 94 mm respectivamente. A média dos dias de chuva é 11 para Junho e Julho e 9 para Agosto. A temperatura média é de 17,3°C para Junho, 16,4°C para Julho e 17,1°C para Agosto. A umidade relativa do ar média para esses meses é acima de 85%. O vento predominante é de sudoeste para Junho e Julho e Nordeste para Agosto. Em Agosto de 1991 tivemos a menor temperatura com 0,5°C negativos e a máxima absoluta em Agosto de 1993 com 36,0°C.

Nesse inverno de 2013 teremos neutralidade climatológica, ou seja, não teremos nem El Niño e nem La Niña. Você pode observar na imagem abaixo a condição de neutralidade até meados de Janeiro de 2014.

Anomalia da temperatura da superfície do mar (TSM) - Nino 3.4

Fonte: NOAA (National Weather Service) – NCEP (NOAA Center for Weather and Climate Prediction) – EUA.

Os modelos internacionais e nacionais indicam para esse inverno que a temperatura ficará dentro da média histórica e um pouco acima da média, principalmente para o mês de Julho. Contudo com a condição de neutralidade teremos ondas de frio pontuais, ou seja, períodos curtos de muito frio.

Para a precipitação a maioria dos modelos indica chuva na normalidade e levemente abaixo da média histórica. Contudo temos modelos que indicam chuva um pouco acima da média histórica para o mês de Julho, algo em torno de 25 a 50 mm. Outra característica da neutralidade a má distribuição da chuva temporalmente e espacialmente. Isso vem ocorrendo nos últimos meses, onde temos chuvas concentradas no início do mês, um período com pouca precipitação e novamente chuvas concentradas no final do mês. Essa condição poderá se repetir, ou seja, períodos mais longos sem chuva e períodos concentrados da mesma.

Envie seu Comentário