Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tiraram a alegria do futebol

31 de março de 2008 48

Acostumado a ganhar, o Figueirense não sabe mais perder. Faltou esportividade aos seus jogadores, que partiram para a briga em represália a maneira como o jogador Bebeto, do Avaí, foi comemorar o seu gol no clássico de domingo. Comemoração de gol só não vale gestos obcenos. Mostrar o dedo do meio ou as partes de baixo. O resto vale. Imitar um chorão ou um porco, mostrar o nome na camisa, beijar a aliança, dançar na frente da torcida adversária, tudo isso faz parte do show e da rivalidade.

Futebol não é jogo para comadres e nem para padres. E as faixas do Figueira pedindo para o Zunino ficar, é o quê? E os bilheteiros no Scarpelli, o que fizeram com os avaianos que iam comprar ingressos semana passada? Chapéu também não ia valer? Afinal, o Avaí estava ganhando do melhor time de Santa Catarina. Estava ganhando da arrogância.

Se fosse um jogador do Rio ou de São Paulo, garanto que a comemoração do Bebeto se transformaria em vídeo clip e encerraria o Globo Esporte como festa do futebol. Mas como foi aqui… Não pode comemorar gol, não pode torcer, não pode beber, não pode debochar, não pode levar a camisa, a bandeira, as cores do clube… Caretearam com o futebol.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Comentários (48)

  • ROBERTO CHAVES diz: 31 de março de 2008

    CACAU, SÓ ERRASE NO TÍTULO, POIS TEU COMENTÁRIO FOI PERFEITO!!!
    QUEM ERROU FOI O FIGAYRENC E NÂO O AVAI, POIS A GOZAÇÃO E COMEMORAÇÃO COMO BEM DIZES FAZ PARTE DO FUTEBOL !!!

    O MAVAI VAI CHEGAR!!!

  • Clovis diz: 31 de março de 2008

    Cacau,

    Gosto de ler seu blog, porém foi um comentário de um torcedor sofredor que és. Parabens pela vitória, mas imagine alguem do Figueira fazendo gol na ressacada (mangue) e indo pisar naquele escudo imitação do são paulo? Iam gostar? Era esportividade? O b-vaí é tão pequeno assim como esse bebeto que nem comemorar com a torcida ele quis. Lembrem-se… Ate agora so tem um time garantido na final, façam por merecer e tentem fazer a revanche de 99.

  • Stéphanye diz: 1 de abril de 2008

    é isso aí Cacau, esporte é diversão e não agressão. Infelizmente estamos tão acostumados com a violencia, que nem ligamos para uma partida de futebol, cujo propósito é vencer e vencer. O figuera realmente não esperava a reação do Avaí, e com isso fez feio no estádio. Humildade é importante…..companheirismo tb….se continuar assim, no futuro não poderemos mais levar criança ao estádio e nem assistí-las com ela o futebol em casa; pois a agressividade do jogo me chocou profundamente……….bjs

  • arnaldo spyer diz: 1 de abril de 2008

    o mundo “encaretou”…não só o futebol…meu caro! essa “parada” de “politicamente correto” é um “saco” …é a vida ,irmão…os egos estão à flor da pele..só dá celebridade..todos “armados até os dentes”…só tem “casca grossa” …é a mídia ..cameras atraz dos gols , celebridades instantaneas , cameras ,gruas sobre os torcedores “artistas” …é muita “pilha” da imprensa ..tá tudo muto “over” …vida que segue(j.saudanha)..abraços .o tiago neves não fez pros urubus,fez pras cameras atraz do gol

  • Renato diz: 1 de abril de 2008

    Falou tudo Cacau. Parabéns pela serenidade e imparcialidade. O problema todo é que o avaiano, seja jogador ou torcedor, são resignados e aprenderam a perder. Muito diferente dos outros, cuja arrogância os cega.

  • Juliano Sinfrnio Flor diz: 1 de abril de 2008

    Se o Figueira nao teve espiritp esportivo e nao sobe perder e me diz uma coisa o AVAI tEVE espirito esportivo quando perdeu para o Criciuma e cometeram aquela barbaridade melhor aquele ( Terrorismo ). acredito q nao intao nao me venha dizer q a equipe nem a torcida alvinegra nao soube perder e nao tem espirito esportivo OK !!!

    Ninguem tira o time do Figueira e nem a torcida pra bobo !!! O Marquinhos e Bebeto tiveram o que mereceram, pois poderim ter comemorado sem tirar onda !!!

    Abraços

  • Valter Ricardo diz: 31 de março de 2008

    Perfeito Cacau, eles estavam achando que estão com a bola toda, coisa feia!

  • lau diz: 31 de março de 2008

    Caretearam o futebol sim. Mas em virtude de ações tomadas por torcedores do Avaí, que em uma atitude infeliz levaram e atiraram bomba no estádio adversário. Na hora é só festa, mas não pensam nas consequências. Faço a mesma pergunta que ouvi num noticiário da manhã: “Como pedem paz nos estádios se um jogador tem uma atitude dessa?”.Ok é comemoração, mas no fervor de um clássico limites existem e o Bebeto infelizmente ñ soube respeitar, ñ pensou nas consequências. Aí, deu no que deu. Infelizmente

  • Marcus diz: 1 de abril de 2008

    AI !!! Dalhe AVAI …..mostrou que sabe jogar.. contra os que se acham os imbativeis , ja tinham como ganho esse jogo ! mas o tiro saiu pela culatra …uauauaua.

  • Nikita Prado diz: 1 de abril de 2008

    Po meu, o cara não ofendeu ninguém foi na frente da torcida do time do estreito comemorar sem fazer nenhum gesto obceno!!!!
    QUAL O PROBLEMA??????
    E O QUE FEZ O JOGADOR DO TIME DO ESTREITO NA RESSACADA!!!!
    AI ELES NÃO COMENTARAM NADA !!!!!!

  • Damian diz: 1 de abril de 2008

    Arrombastes…..faltou espirito esportivo para eles, tanto por parte da torcida, como dos atletas!!! Se o jogador do Avaí errou, cabe ao arbitro tomar a decisão, e não à um jogador descontrolado com a derrota, achar que esta errado e sair dando porrada!!! Vergonhoso, a mais uma vez a arrogancia conseguiu um destaque a nivel nacional.

  • Berbigão diz: 1 de abril de 2008

    A comemoração do rapazinho que mostrou o número da camisa e mandou a torcida adversária ficar “quietinha” é aceitável. Agora o “créu” do Marquinhos foi demais da conta. Seria como levantar o dedo médio para a torcida (o que em outros estados já seria caso para o TJD). Mas tudo bem, numa coisa os avaianos são os melhores do Estado: nadam, nadam, avistam a areia da praia, e morrem! Parabéns pela vitória, amigos. Só não adianta pedir uma “mãozinha” do Criciúma pra tentar chegar à final…

  • Luiza Taranto diz: 31 de março de 2008

    Cacau querido, gol é prá berrar, chorar, gritar, rir, comemorar com paixão assim imensurável. Um grito de gol é prá lavar a alma. Amo futebol. Venho da casa de meu pai – Alberto Taranto – que aos 75 anos, saradíssimo – joga ainda, todos os dias, lá em Jaraguá do Sul. É um craque. Mané, nasceu na Padre Roma e cresceu, de pé no chão e agarrado na bola, lá em Coqueiros. E agora ensina seus alunos a amar a bola e tratá-la com amor, talento e respeito. Futebol é isso: paixão….

  • Ademir Allysson de Souza diz: 1 de abril de 2008

    Sou alvinegro e sei que foi bom pra torcida de vcs,mas que o Bebeto passou dos limites passou.Ou vcs acham que as brigas que aconteceram após o jogo teriam acontecido se ele não tivesse feito aquilo?CLARO QUE NÃO.É por causa de atitudes como está que o futebol se tornou uma guerra.Ou o Bebeto acha que jogará a vida inteira no time do sul da ilha?
    alguém aí pode me responder pq existem tantas expulsões pro time do sul,e pq o Marquinhos não foi julgado antes do clássico?

  • Lenka diz: 1 de abril de 2008

    Sou alvinegra, aceitei a derrota sem problemas, mas achei um absurdo os jestos dos jogadores principalmente.
    Existe uma cois chamada Fair-Play, que diz que tem todos tem que saber perder e ganhar, sem ofender.
    Acho q isso aconteceria no jogo, se não tivessem 2 atores no time do Avai q fizessem isso.
    Pergunta: porque o avai teve 3 polemicas nos 3 ultimos jogos fora? Mais de 6 jogadores adversários expulsos? Tem algo errado, não?

  • Maneca do Estreito diz: 1 de abril de 2008

    É verdade pessoal. Temos que admitir que a Torcida do Figueirense NÃO sabe perder. Talvez seja a falta de prática. Já o Avaí, que levou de 3×0 no primeiro turno passou quieto. Não teve polêmica, nem nada. O assunto “morreu”no dia do jogo. Com certeza é o hábito.

  • Franklin Botega diz: 31 de março de 2008

    Excelente teu comentario…concordo plenamente…derrota dos arrogantes. Acredito que tiraram a alegria do futebol também ao proibir uma torcida de vestir a camisa do seu clude de coração…muito triste..

  • Alexandre Santos diz: 1 de abril de 2008

    PERAÍ!Concordo Cacau com suas palavras. Mas agora alguns começam a posar de santinhos, como se só o figueira não soubesse perder. Não podemos esquecer do torcedor do Joinville assassinado, há menos de um mês um senhor perdeu a mão(e por pouco não perdeu a vida). Que negócio é esse generalizador por parte de alguns torcedores do Avaí agora, que a arrogância alvinegra não deixa ver as coisas, quer dizer, matar na hora da derrota pode, reclamar de uma comemoração não?Coerência aos 2 lados é bom.

  • Fabio diz: 1 de abril de 2008

    Pois é Cacau, já não existe mais pinhão, vergamota e quentão nos estádios, não se compra mais a camisa do time na “A Esportiva”, do Davizinho, ali na Tenente Silveira, aliás, nem se pode ir com a camisa no jogo, mesmo o juiz sendo chamado de ladrão e o bandeirinha tendo suas parentes indicadas à um caso com o Chacrinha ( se lembra?:” o bandeirinha, o bandeirinha, a……..pro Chacrinha”), era tudo da boca pra fora, era diversão, onus e bonus dos que se propunham ao jogo de futebol.

  • Gelter Muller diz: 1 de abril de 2008

    Grande amigo Cacau,
    A vitória do Avaí sobre o Figueira no último clássico serviu para chacoalhar a cidade, despertar a rivalidade, aflorar as emoções. Alguns da imprensa se revelam de forma mais clara, torcedores na internet invadem as salas de chat e nos blogs, nas ruas só se fala do clássico… Só queria que tudo fosse em bom nível, tanto de um lado quanto do outro. A esportivade, sempre. Vamos gozar, vamos responder a gozação. O Figueira sempre forte só será possível com o Avaí tbem forte.

  • rosemerimartins diz: 1 de abril de 2008

    cacau acho que enquanto nao existir mao vai aver sempre vilencia as penssoas estao muito alteradas tem saber ganhar e perder e as pessoas misturam amor com violencia sejam felizes por que nao tem coisas melhor do que isso um abraco

  • marcos diz: 1 de abril de 2008

    Logo teremos que disputar o campeonato dentro de uma igreja, já que hoje nada mais pode. Torcedor não pode torcer, não pode usar a camisa de seu clube, não pode beber, não pode levar a namorada, não pode levar os filhos, nãp pode usar chapéu, não pode ir de bermuda, não pode , não pode, não pode …

  • Paixão Figueira diz: 1 de abril de 2008

    Pois é camarada, depois morre um no estádio, aí vão dizer que é culpa da bebida, da torcida organizada, do escambau. Por favor camarada, comemorar não é inflar a torcida adversária, isto é incitar a violência, a Fifa proíbe, sabias?

  • Wagner * diz: 1 de abril de 2008

    Tabu, 20 anos, vitórias, títulos, série A, etc, A torcida alvinegra está mal acostumada. Estamos na Campanha da Fraternidade. Vamos repartir o pão com os irmãos sofredores.

  • Berloque Gomes diz: 31 de março de 2008

    O leão virou vegetariano e papou o brócolis gigante, ô. O Avaí continua sendo o sacana do campeonato: perde em casa e ganha fora, só pra deixar com raiva a maioria dos torcedores presentes ao estádio. Mas papou o gayra e é o que vale. Quem foi mesmo que “Silas cou”? Galaram o Gallo, mô filho. O pastor Silas fez o gayra pastar! E em seu próprio pasto. Break it all, Avaê. O Avaí quebrou o tabu e o gayra tomou na rima. Cosalinda, ô. Espicaça, Avaí. Pulveriza, não tem? Créu, créu e mais créu.

  • Marcella Marchioretto Corleto diz: 31 de março de 2008

    Como manda foto do jornal do almoço pra você?

  • Rutger Hauer diz: 31 de março de 2008

    O avaí também não soube perder lá em Circiúma. O que, aliás, poderá acontecer de novo. Já imaginou?

  • FERNANDO LUIZ PINHEIRO GUIMARÃES diz: 31 de março de 2008

    Parabéns CACAU pelo teu artigo. De excelente qualidade e de uma sensacional percepção de tanta coisa que aconteceu no CLÁSSICO de ontem e que vem acontecendo no futebol catarinense. É isso aí, não basta saber ganhar, é preciso saber perder também. De fato, estão querendo acabar com o futebol, aquele dos velhos tempos que nos remetem ao ADOLFO KONDER. Tenho certeza que teu PAI se orgulhou muito do teu comentário. Saúde e PAZ. Um abraço do AVAIANO de coração, Fernando Pinheiro Guimarães.

  • geraldo diz: 1 de abril de 2008

    Meu Deus, quanta besteira “comentada” aqui. Quanta “perca” de tempo.
    Vem cá, por que vocês não vão arranjar um lote pra capinar, heim?

  • João AVAIAINO diz: 1 de abril de 2008

    Imagina os figueira na hora em que cairem do pedestal e voltarem ao nível dos demais – Criciúma, Avai, por exemplo. Quanto estiverem na série B ou C; quanto voltarem a tomar sacade do JEC do Próspera; quando ficarem décadas sem títulos; fazerem festa para receber um Vasco ou Flamengo, enfim, essa lua de mel não é para sempre. Já ví muito Bragantino, São Caetano, Paysandu, Bahia sumir na primeira queda…

  • Janildo diz: 1 de abril de 2008

    Proibiram os torcedores avaianos de irem com o manto azul ao estádio.
    Agora querem proibir de comemorar o Gooooool contra o figueirense.
    Na próxima vez vão querer proibir a marcação de goooooooool do Avaí.
    Taz tolo o estepo!

  • Maurício Matos diz: 31 de março de 2008

    Sou Figueirense, com muito orgulho e com muita alegria. Fico feliz quando ganhamos e triste quando perdemos. Mas precisamos saber perder,nenhum time ganha sempre. Zoar é legal, quando feito com respeito. Gol é pra ser comemorado e precisamos defender a paz nos estádios. Vamos defender o esporte e os benefícios que ele traz pra toda a sociedade. Gol deles, vamos torcer para o próximo ser nosso.

  • Thiago Padilha diz: 1 de abril de 2008

    Apesar de muitas vezes nao concordar com voce, amigo Cacau, desta vez voce esta coberto de razao.
    E o que dizem os colegas alvinegros com relacao ao gol de Edu Sales que ele teve a oportunidade de marcar na ressacada pela ultima vez? Simplismente a mesma coisa.
    Cabe a mim parabenizar a voce, Cacau, pelo belo Blog. Ja te critiquei muitas vezes, mas esta eh a hora de te parabenizar. abracos.

  • IRINEU J. NUNES diz: 1 de abril de 2008

    Caro Cacau, parabens pela vitória do seu AVAI. Porém, ja apitei alguns jogos do seu time (BEIJO) e, se algun jogador ao comemorar um gol contra, fizesse igual ao jogador do Avai, com certeza não ficaria barato. Tens razão, quem não sabe perder mutila, mata etc… PS. Parabens pela Coluna.

  • ricardo decanini diz: 1 de abril de 2008

    Hoje começo por uma saudação que mantenho há anos: SAUDAÇÕES TRICOLORES , AVAIANAS E MONGAGUAENSES ; é isso ai mesmo, paulistano, torcedor do Tricolor e amigo de alguns jogadores paulistas que andaram pelo AVAI há alguns anos tornei-me torcedor do LEÃO.Durante minha morada em Florianópolis, tive o desprazer de não ver o AVAI ganhar do Figuerense, porém domingo, assistindo aos gols do Fantastico, tive esse imenso prazer, a comemoração normal, a reação também, afinal esperar o que dos meia-bomb

  • Anoir diz: 31 de março de 2008

    Meu amigo,
    assim o chamo sem te conheçer
    porque se ti vejo a 20 anos
    e te escuto é porque tens algo a me dizer,
    mas hoje lhe escrevo pra dizer que o futebol é um espetáculo ,como o tal o artista interagi com o público ,que espetáculo é este em que o artista não pode se manifestar com o seu público após
    ter feito a alegria dele , que futebol é este em que não se pode isso ou aquilo ,
    que dimensão que estamos dando a um simples comemorar , que futebol é este ???
    um abraço amigo

  • Joao Floripa diz: 31 de março de 2008

    Toda essa comemoração pela vitória sobre o Figueira serve para dar a dimensão exata do quanto é grande o Alvinegro. Três torcidas comemoraram um título em 2008 – a do Juventus, a do Criciuma e a do sul da ilha. E assim eles vão passando anos e anos sem levantar uma taça. Eles têm toda razão. Afinal, venceram um time de série A. Na série B isso não é possível. Imagino como não deve tá o Manuelzinho.Agora é esperar mais vinte anos, para quem sabe, ter a sorte de poder mostrar algo igual ao netinho

  • Márcio diz: 31 de março de 2008

    Concordo em gênero, número e grau contigo Cacau! Nós avaianos tivemos que aturar a gozação deles esse tempo todo, daí quando chega a nossa vez, os arrogantes não aceitam e partem pra ignorância! Isso porque se auto intitulam “torcida de série A”! Imagina se não fosse! O Bebeto não fez nada de mais. Pior foi o Felipe Santana ter cuspido no escudo do Avaí na Ressacada! E ainda por cima querem desmerecer a vitória conquistada em campo, “inventando” que o árbitro favoreceu o Avaí!

  • Maneca do Estreiito diz: 1 de abril de 2008

    20 anos de espera dá nisso. Extravasar a qualquer custo. Se ganhassem regularmente, talvez o jogador do Avaí comemorasse o gol com a própria torcida. Vcs estão certos. É muita arrogância, para uma vitória solitária no tempo.

  • Matheus diz: 31 de março de 2008

    Falou e disse!
    Na ressacada um tal de Edu Salles pisoteou o escudo do Avaí, mandou a torcida se calar, e o seu gesto foi capa de jornal. Como foi do Avaí, time de série B, isso não pode, é arrogante, é apologia a violênciae blá blá blá.
    Ganhou o melhor. E o melhor foi o Avaí.
    E temos dito!

  • Luiz Saulo Lückmann diz: 31 de março de 2008

    Quem perde sabe que tem que levar na esportiva as gozações adversárias. É a farra do futebol. Infelizmente, nas torcidas, tem gente que vai lá só para brigar mesmo. É uma pena no que transformaram o futebol. Moro à uma quadra do estádio do figueirense, mas lá não vou.

  • Rodrigo Ferrnandez diz: 1 de abril de 2008

    Acho que esta vitoria vai fazer o Avai comemorar o ano todo. Afinal nem lembro quando foi a ultima vez…..
    Mas tudo bem uma derrota insignificante para uns pode ser algo realmente importante na vida de outros, eh questao de posicionamento. Acho que o Avai e sua torcida merecem um pouco de alegria mesmo que isto nao signifique nada para outros.

  • Manuella diz: 1 de abril de 2008

    É isso aí Cacau! Finalmente alguem da mídia tem coragem e pára de fazer média.

  • LAURA FERREIRA SILVA diz: 1 de abril de 2008

    O QUE OS TORCEDORES DO FIGUEIRA NÃO CONSEGUEM ENTENDER É ESSE AMOR ENORME QUE NÓS AVAIANOS TEMOS PELO LEÃO.NÃO IMPORTA SE ELE ESTÁ NA SÉRIE B OU Z, SEMPRE AMAREMOS ESSE TIME.ELES SÃO TORCEDORES SÓ PORQUE O TIME ESTÁ BEM? DO QUE ADIANTA SER SÉRIE A E ESTAR SEMPRE LUTANDO PARA NÃO FICAR ENTRE OS REBAIXADOS? REALMENTE, OS TORCEDORES ALVINEGROS SÃO MUITO ARROGANTES, ASSIM COMO OS JOGADORES. NÓS MERECEMOS A VITÓRIA. MERECEMOS COMEMORAR. SÓ NÃOVALE BAIXARIA E VIOLÊNCIA.

  • Wagner * diz: 2 de abril de 2008

    Companheiro Geraldo! Acho que essa turma não frequenta MSNs, Salas de Bate-Papos nem Orkuts. O Blog do Cacau é uma oportunidade de troca de opiniões sobre assuntos diversos. É quase um Chat. Bem lento. Lento demais, mas, parecido com um Chat. Tirando o futebol, a diversidade de opiniões é espetacular. Vale a pena ler. Qualquer pessoa pode opinar, mesmo aqueles com pouca ou nenhuma informação. Isto é liberdade de opinião, é democracia. Que beleza!

  • Fran diz: 31 de março de 2008

    Cacau dissestes tudo. Só aqui para se ver uma auê todo por uma comemoração. Eles tripudiam em cima do Avaí e quando chega a nossa hora, somos chamados de tudo. A culpa foi do Bebeto e não do Asprilla que não soube levar na esportiva. É demais!!!

  • silvio souza diz: 1 de abril de 2008

    Torço para um time de São Paulo, mas morando aqui a tres anos, reconheço o sofrimento da torcida do Avai. Mas a culpa deste acontecimento é unica do jogador avaiano, assim como tem gente que não sabe perder, existe gente que não sabe ganhar. O artista tem uma responsabilidade sobre seus atos, ele sabe que influência e inflama o torcedor que é totalmente passional. O que ele fez foi ridiculo e mereceu os cascudos que levou, para ter mais responsabilidade em uma proxima.

  • Daniel diz: 1 de abril de 2008

    “Mas como foi aqui… Não pode comemorar gol, não pode torcer, não pode beber, não pode debochar, não pode levar a camisa, a bandeira, as cores do clube… Caretearam com o futebol.”. PERFEITO.

Envie seu Comentário