Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Lei Seca

30 de junho de 2008 14

Sobre a nova Lei Seca, tenho uma dúvida. E o sommelier — degustador de vinho — como fica nessa história? A profissão dele é degustador, logo, não consideramos que a pessoa esteja bêbada por provar vinhos, certo? Logo, se o mesmo ao voltar pra casa num dia de trabalho e for parado na blitz, cadeia pra ele? Estranho hein?! É realmente uma brincadeira, os extremos da Lei Brasileira. Concordo na sua nota quando disse: leis de primeiro mundo, em um país de terceiro. Amanhã a chamada no jornal será essa: Padre é preso! Religioso é pego em blitz ao tomar um cálice de vinho. Onde vamos parar?

Rodrigo Navarrete

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Comentários (14)

  • clovis Geyer diz: 1 de julho de 2008

    “Os lobistas da droga estão felizes a esta altura, não? A lei já lhes faculta carregar um fuminho apenas para seu consumo. No máximo leva um pito. Se fumar maconha e ficar com os olhos esgazeados ou cheirar pó até ficarem vidrados, nada a temer: pode soprar o canudo, que a passagem está livre. É um homem de bem. Perigoso é o pobre contador que vem atrás, ou um gerente de banco: tomaram uma cerveja, como é mesmo? “Dançou, playboy!”. Ah, sim: também dá pra mandar ver no ecstasy.” Reinaldo Azevedo

  • Zé Fidelis diz: 1 de julho de 2008

    .. ei “comunidades sem linha de ônibus” é piada né… eu desconheço(falo na Grande Floripa), e olha que ando pra lá e pra cá.. nos bairros de classe mais baixa, com certeza tem sim, nas outras se é que não há é porque inexiste passageiros. E se não tem busão nada que um pedido para a prefeitura não resolva. Ah vá.. pessoal malandro

  • Nikita Prado diz: 1 de julho de 2008

    Pois então, o pobre que se F…., pois normalmente eles moram longe das baladas.
    Já imaginaram qto sai um táxi da praia dos Ingleses até a beira mar????
    Já imaginaram qto sai um táxi do Ribeirão da ilha até o centro????
    A turma que mora na beiramar norte não esta preocupada com o preço!!!
    Entendam: Quem vai de táxi para a balada e mora longe, vai dispensar para tomar uma cervejinha com os amigos, 60 reais, de dia, e 100 de noite, só de taxi!
    A turma da beiramar norte, vai a pé no EL DIVINO

  • V. Ferreira diz: 30 de junho de 2008

    Ahhh para… Porque será que tanto o Padre e o sommelier não podem andar de ônibus? Essa lei por mais absurda que sejá tem um outro lado que pode vir a acontecer ou pelo menos devia, que é a diminuição da frota de carros circulando, já que as pessoas podem vir a usar da famosa “barca” pra ir e voltar da festa, do trabalho, etc; e mesmo do busão que é o mais certo, já que não poderão dirigir pois fizeram ingestão de álcool. Tudo isso pode acontecer, só depende de nós.. ou não.

  • Fran diz: 30 de junho de 2008

    Tem gente que parece que não reflete um pouco antes de escrever. Quem foi que falou aqui em padre bêbado ou somelier bêbado? Com esta lei bastam dois goles para já ser pego no bafômetro. E pedir para um padre que vai rezar missa numa comunidade distante e logo em seguida tem outra missa numa outra comunidade, ir de ônibus é demais. É porque não conhece o dia a dia de um padre. Tem comunidades que não tem sequer linha de ônibus. Por favor..

  • Sergio Luiz da Silva diz: 30 de junho de 2008

    Cacau, dura lex sed lex. A máxima deve servir em todo lugar – seja em país do primeiro ou do quinto mundo. Ou será que, por estarmos no Brasil, as leis devem ser violadas ou mais brandas? No caso do sommelier, caso fique bêbado, será despedido pelo patrão, para começo de conversa. Padre bêbado? Haja penitência…

  • Fabio diz: 1 de julho de 2008

    E a blitz dos bancos quem e quando vão fazer? Segundo lei municipal, é de 20 minutos o tempo maximo de espera para ser atendido e a pena é a perda do alvará de funcionamento do banco. Devemos exigir que a Municipal, PRF, PM, Cavalaria, não interessa quem, fiscalize, pois banco não bebe, seu maior crime é atender mal o povo, e esse crime comete todos os dias, há tempos, sem ser punido.

  • Ernani Antonio Pozza Filho diz: 1 de julho de 2008

    “Onde vamos parar”, “onde estão nossos direitos”…

    Sinceramente, tô começando a achar que o pessoal que vai contra essa lei é alcoólatra! Não conseguem sair na noite sem tomar uma gota de álcool??? Se tratem, o caso é sério!

  • Highsecret diz: 30 de junho de 2008

    O bom provador apenas bochecha e joga fora mas é complicado quando provamos um bom vinho, aí não se pensa duas vezes.
    Realmente essa lei veio mexer com a vida de pessoas que não tem nada a ver com esses alcólatras de plantão que bebem garrafas de vodca em porta de boate.
    Não falo por mim porque tenho como sair sem problemas mas sinto que é exagerado passar de 0 para 80 de um dia para o outro e quando isso acontece começo a dúvidar. Espero que atinja aqueles merecem.

  • silvio andrade diz: 1 de julho de 2008

    Os inconsequentes assassinos do transito continuarão com suas sandices. Sempre faltou fiscalização, bastou entrar em vigor a dita lei, pra aparecer um milhão de bafometros e policiais para todos os lados. O que vai acontecer é que o cidadão que trabalha e paga impostos, será penalizado quando sair para jantar com a esposa e tomar um calice de vinho! Tem que haver fiscalização e tolerância com aqueles que sabem beber!!!! Estamos em um estado de hipocresia e vejo pelos posts que esta atinge todos.

  • Claudenir diz: 1 de julho de 2008

    PUXA! nunca havia pensado em ser Padre ou Sommelier. VINHO DE GRAÇA!!! Que graça.

    Para o Sommelier tem TAXI, para o Padre sempre tem um fiel que pode oferecer carona.

  • Evandro de Assis Pereira diz: 30 de junho de 2008

    È bom ver esse estado com sinergia!!!!!

  • Santos Silva diz: 1 de julho de 2008

    Quando te incentivam a beber, aquelas mulheres, carrão, sucesso, “elles” dizem: se beber não dirija…aquilo não é de verdade…é piada…

  • Alexandre diz: 30 de junho de 2008

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.Excelente!
    Os dois trocando altos papos na cela sobre um bom vinho!

Envie seu Comentário