Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de agosto 2008

Sonzaço

31 de agosto de 2008 4

Quem teve o privilégio de estar ao vivo no Vertigo Tour, a badalada turnê da banda U2, feita em 2006 no Brasil, Argentina, Chile, México e Austrália, vai gostar de recordar, e quem perdeu tem agora uma nova chance de ficar ao lado do Bono ouvindo grandes sucessos. O filme-concerto em cartaz na única sala com a tecnologia 3D da Capital, no Floripa Shopping, é pauleira. É sonzaço. O espectador se sente dentro do show. O único reparo é que em determinadas músicas o som fica meio abafado, como se houvesse pouca regulagem no sistema de som do próprio cinema.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Preparando-se para Floripa

31 de agosto de 2008 0

Amy Winehouse se recupera de doença após cancelar show

Segundo porta-voz, cantora não se apresentou em festival de Paris por conta de doença não-divulgada; Próximo show de Amy é no festival Bestival

A cantora britânica Amy Winehouse está se recuperando em sua casa, em Londres, após cancelar na sexta-feira, 29, por motivo de doença, sua apresentação no festival Rock en Seine, em Paris, confirmou neste sábado um porta-voz da artista. Amy, de 24 anos, “ficou doente em sua casa e não pôde viajar à França para o concerto”, explicou a fonte. No entanto, a cantora não precisou de tratamento hospitalar, disse o porta-voz.

A doença, que impediu a cantora de ir a Paris, onde se apresentaria junto com grupos como The Racounteurs e The Streets, não foi detalhada.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Algemas partidas

31 de agosto de 2008 7

As operações policiais realizadas diante das câmeras da Globo, com a exposição de investigados presos e algemados em casa, de pijama, e o vazamento de informações para comprometer autoridades públicas levaram à inclusão, no pacote da reforma do Judiciário, da proposta de atualizar a lei que trata de abusos de autoridades.

Algemas, agora, só no caso de resistência à prisão, risco de fuga ou perigo para o policial, o próprio detido ou para terceiros; em caso de desobediência o processo se anula e o agente será processado civil e penalmente. O abuso era tamanho que até o facínora “Elias Maluco”, assassino do repórter, advertiu, quando capturado: “Prende, mas não esculacha.”

No Rio de Janeiro, o comissário da Polícia Civil do Rio de Janeiro Aurílio Nascimento postou comentário no site do jornal Extra. Leia um trecho:

“Vendo dois pares de algemas usadas, em bom estado, marca Rossi e Zorro. Muito usadas. As mesmas já algemaram punguistas, ladrões de todas as espécies, traficantes, homicidas, bêbados, arruaceiros, agressores de mulheres, estelionatários. Já estiveram nos pulsos de bandidos de renome. Ideal para colecionadores e praticantes de sexo bizarro. Preço: a combinar. A única que algemou o Rei da Noite do Rio de Janeiro, e o autor do homicídio da Daniela Perez, entre outros. Aceito oferta, pois não servem mais para minha atividade”.

Se esse delegado não consegue trabalhar sem algemas, o que diria se soubesse que a polícia inglesa consegue trabalhar sem armas? Embora a constituição garanta o respeito à dignidade humana, faltou pouco para que Duda Mendonça, o marqueteiro de Lula flagrado numa rinha de galo, fosse exibido com algemas. Em muitos casos as algemas são exemplares, mas parece difícil sustentar a necessidade de amarrar o publicitário. Pela maneira que foi exposto enquanto esteve detido, não lhe foi dado o respeito concedido a Paulo Maluf, Paulo Cesar Farias, Salvatore Cacciola e o Juiz Nicolau. Menos sorte tiveram Flavio Maluf, Jader Barbalho e Celso Pitta.

Claro está, e ninguém duvida que o uso de ferros, em situações ímpares, pode ser imprescindível na condução de presos, mas, como ensina o professor Antônio Magalhães Gomes Filho, da USP, a cautela de segurança poderia ser conseguida através das escoltas policiais reforçadas e outras providências, sem que se ofenda tão gravemente a dignidade da pessoa, representando esta uma garantia constitucional.

Concluindo, como a Constituição ordena o respeito à integridade física e moral dos presos, proibindo, a todos, submeter alguém a tratamento desumano e degradante, devendo ser preservado, também, a dignidade da pessoa humana, a utilização de algemas — símbolo da maior humilhação ao homem — só pode se dar nos singulares casos antes mencionados, quando houver inquestionável necessidade, não podendo a necessidade ser deduzida a partir da gravidade dos crimes nem da presunção de periculosidade do réu.

Portanto, qualquer hipótese que se afaste dos comandos da lei sujeitará o infrator às penas do crime de abuso de autoridade. Cenas em que um advogado, juiz ou autoridade aparece algemado, ainda que sob a égide da presunção de inocência, ressurgir debates sobre o constrangimento causado pela chamada banalização das algemas.

“Não se justifica essa investida truculenta contra um cidadão conhecido, com endereço fixo e sem qualquer antecedente criminal”, diz em nota, acompanhada nos dias que se seguiram pelas manifestações de entidades classistas como a seccional paulista da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e AASP (Associação dos Advogados de São Paulo).

No dia 3 de abril, Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da menina Isabella, de 5 anos, cuja morte causou comoção nacional, foram presos. Ambos foram fotografados com blusas que escondiam as algemas nos pulsos. Com relação às algemas do casal Nardoni, nenhuma entidade se manifestou. Mas o promotor do caso, Francisco José Cembranelli, fez questão de repudiar a utilização. “Sou totalmente contra esse tipo de abuso, que ocorre com muito mais freqüência do que deveria”, afirmou pouco antes de decretada a preventiva contra os agora réus em processo penal pela morte da menina.

Para concluir vejamos um episódio que bem conhecemos: a Operação Moeda Verde. Vinte e duas prisões, entre as quais empresários reconhecidos internacionalmente, políticos, técnicos e funcionários de carreira, nenhum deles detido com algemas. Ao vir a público o conteúdo do processo ficou claro que grande parte das anuncias eram vazias, inócuas ou superdimensionadas. Se algemadas, essas pessoas carregariam para o resto da vida, injustamente, um trauma destruidor numa cidade pequena.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

DC na capa

31 de agosto de 2008 5

Cacau,

Não sei se alguém já sabe disso no DC, provavelmente sim, mas de qualquer forma estou enviando isso caso não saibam ainda. Eu estava vendo o site da banda Nazareth, que esteve no Brasil no início do ano, e reparei em uma foto a qual aparecia o vocalista Dan McCafferty lendo um jornal em português e pela capa escrito Variedades identifiquei logo que se tratava do DC, pois bem, essa foto é que foi usada para cada do novo disco deles intitulado The Newz. Em anexo envio a foto e a capa do álbum. Abraços, Anderson Maciel

Tubarão (SC)

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Recordar é viver

29 de agosto de 2008 6

Arquivo pessoal

Hoje, dia 29, é aniversário do meu pai, o ex-goleiro Sagaz (na foto, ao seu lado, Cacau, no Campo da Liga, o Adolfo Konder, quando você era mascote do Avaí, e meu pai, goleiro reserva do Márcio Di Bernardi). Se estivesse vivo, estaria completando 63 anos de idade, infelizmente, já faz 25 anos que ele partiu (28/08/83).

Na última vez que encontrei você, na inauguração do Campo de Futebol da Intelbras (5X1 para o Beijo), fiquei espantado com a sua memória, pois, naquela oportunidade, quando você me viu, exclamou : Sagazinho… Filho do Sagaz goleiro do Avaí…

Portanto, aproveitando a excelente fase do Avaí, gostaria de ver esta foto publicada, pois, sei da sua audiência!

Cacau, espero que você goste da foto, pois é uma raridade… Acho que você deveria ter uns 9 anos… na época!

Um grande abraço!

Fernando Sagaz ( Seu ex-colega de RBS)

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Propaganda

29 de agosto de 2008 4

Consta na propaganda de TV do prefeito a seguinte afirmação: “As passagens de ônibus de Florianópolis são das mais baratas do Brasil”. Talvez seja verdade. Mas a informação esconde uma outra grande verdade: jamais, na história deste país, Florianópolis distribuiu tanto dinheiro aos empresários de ônibus para que motoristas e cobradores não façam grave. É um milhão de reais, todo mês, a título de “subsídio”. Nada contra os ricos da Beira-mar, com seu IPTU nas alturas, ajudar a pagar o transporte de trabalhadores, estudantes e donas de casa que vão ao médico para consulta. Mas o Tribunal Eleitoral deveria censurar a declaração pois, por omitir um fato tão importante, se torna propaganda enganosa.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Homônimos

29 de agosto de 2008 0

O corretor de imóveis Cezar Sousa conheceu seu homônimo Cesar Souza Junior (DEM), candidato a prefeito de Florianópolis. O encontro dos dois ocorreu por acaso nos Ingleses. O corretor diz que já foi confundido inúmeras vezes com o candidato ou com seu pai, o empresário e comunicador Cesar Souza. Quando chegou a Florianópolis, há quatro anos, o gaúcho Cezar, com z, não conhecia os homônimos de Floripa. Ele garante que não se apresenta como político, mas que a confusão acontece naturalmente. Também não reclama. “É um nome muito forte aqui e ajuda muito”, garante o corretor.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Ianques

29 de agosto de 2008 5

É impressionante o espaço que a mídia brasileira abre para esta eleição presidencial dos Estados Unidos. Pergunta o mané: tereria alguma chance de a mídia norte-americana fazer o mesmo em relação à eleição brasileira?

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Teste

29 de agosto de 2008 0

Se você for chata, suas amigas a perdoam.

Se você for brava, suas amigas a perdoam.

Se você for egoísta, suas amigas a perdoam. 

Agora, experimente ser magra e linda…

Vai dizer que não é verdade!!!! 

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Noite premiada

29 de agosto de 2008 3

HHATTORI, divulgação
Alessandra Oliveira também foi para a balada ontem à noite em Floripa.

Postado por Cacau Menezes – Floripa