Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Porta da rua

29 de setembro de 2008 10

Apenas quatro linhas e nenhum agradecimento. Foi assim a carta de aviso prévio que a direção do Sindicato dos Jornalistas, na véspera da posse, dia 27 deste mês, dedicou a Luciana Fernandes Simas, que em várias gestões foi muito mais do que apenas a secretária do Sindicato. Foi a mão direita, esquerda, coração e total dedicação à causa dos jornalistas. Não faltarão justificativas, é claro — a mais falsa seria a de que ela foi demitida pela “gestão anterior”, embora grande parte dos atuais mandatários sejam os mesmos — inclusive o presidente. Mas para boa parte dos jornalistas, como aqueles que assinaram um manifesto contra as atitudes dos principais dirigentes da gestão que agora começa novo mandato, é mais um ato que diz muito sobre os atuais representantes da classe, que foram eleitos com a menor votação da história do Sindicato — apenas 161 votos.

Um sindicato de trabalhadores que inicia uma nova gestão demitindo uma trabalhadora com 15 anos de bons serviços prestados é algo que certamente não orgulha os jornalistas catarinenses.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Comentários (10)

  • marcos bayer diz: 30 de setembro de 2008

    Já o fiz diretamente à ela, Luciana, manifestando meu espanto com a atitude tomada pela nova diretoria em relação a uma pessoa que era a vida do próprio sindicato.
    Talvez a pessoa que mais trabalhasse naquela instituição. Agora o faço publicamente. É muito estranho, para dizer o mínino, que uma direção sindical que fala em direitos do trabalhador, em exploração da mão de obra, em salários comprimidos, em liberdade de expressão, em democracia participativa, em dignidade e honra; faça o que fez.

  • Nikita Prado diz: 30 de setembro de 2008

    PROVAVELMENTE O CIDADÃO VAI EMPREGAR ALGUM PARENTE OU A AMANTE, SE DIGNA PERSONALIDADE ASSIM A TIVER!
    O QUE VCS ACHAM?
    ESPERAR PARA CONFERIR…

  • miguel diz: 30 de setembro de 2008

    Esse sindicato, assim como o jornalismo em si, está morto e enterrado. Ou não é?

  • http://João Carlos Mendonça Santos diz: 30 de setembro de 2008

    Luciana era muito mais do que uma secretária. Ela era braços e pernas do Sindicato dos Jornalistas. Aliás, eu não considero representativa uma diretoria que ganhou as eleições com parcos 161 votos. Uma sacanagem o que fizeram com a Luciana. Como bem disse o Marcos Bayer fica difícil de entender que dirigentes sindicais coloquem na rua uma trabalhadora exemplar Mas, aqui se faz, aqui se paga. Aguardem!!! Beijos para a Luciana e que ela siga em frente pois quem tem competência logo se estabelece.

  • Eladir Luci Valente diz: 4 de outubro de 2008

    Para refletir – Porque a desigualdade não faria parte desta entidade? Aqui também tem amigo
    do rei, costa quente e subordinados trabalhando sob vigília de folha ponto e de um dirigente sindical – Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Sindicais – SINDES, tentando pescar todos os passos em falso de seus colegas de trabalho. Se os diretores do SINTAEMA não estão dispostos de fazer papel de patrão, tem aliado seu que faz. Aqui, não poderia ser diferente de outros lugares no que diz respeito (p

  • FERNANDO diz: 1 de outubro de 2008

    NESTA ÉPOCA QUE O QUE VALE É O VOTO, NESTA CIDADE ONDE O QUE VALE É O “Q.I.C.”(QUEM INDICA NA CAMA), NESTA CIDADE ONDE O QUE VALE SÃO OS PARENTESCOS, TUDO POOOOODE! MENOS SER EFICIENTE, HONESTO E DEDICADO.ESPEREM QUE DESCULPAS ESFARRAPADAS E “CABELUDAS” VIRÃO!

  • Rubian Diego Andrade diz: 1 de outubro de 2008

    Parece que está virando moda. Não me espanto mais com essas atitudes por parte dos Sindicalistas. Parece que todos se venderam e agem como verdadeiros patrões de empresas privadas. Um caso semelhante aconteceu com minha mãe. Ela trabalhava há quase 30 ANOS no SINTAEMA (SINDICATO DOS TRAB. EM AGUAS E MEIO AMBIENTE DE SC) antigo SINTAE, Sindicato dos trab. da CASAN). Onde está a velha luta em defesa dos trabalhadores? Hipocrisia! Onde fica a garantia de emprego que eles tanto brigam na categoria?

  • Rose Peixer diz: 3 de outubro de 2008

    Episódio lamentável este. Digamos que foi uma atitude antipática demais para começar uma nova(?)fase.

    Depois disso, o que mais podemos esperar?
    Boa sorte, Luciana!

  • Celso Vicenzi diz: 3 de outubro de 2008

    A Luciana é pessoa de um comportamento exemplar e uma dedicação incomum ao trabalho. É triste constatar que alguns dirigentes que hoje estão no Sindicato não tenham tido nenhum respeito à trajetória profissional de uma funcionária que dedicou boa parte da sua vida à causa dos jornalistas. É tão boa funcionária que no mesmo dia em que recebeu a demissão foi contratada por outra entidade sindical. O que não redime os responsáveis de carimbar em seus currículos este ato deplorável.

  • Eladir Luci Valente diz: 9 de outubro de 2008

    PORTA DA RUA II- Cara colega,tomei conhecimento de sua demissão e me deu coragem para divulgar tb o que me aconteceu.Trabalhei quase 30 anos no SINDICATO DOS TRAB. DA CASAN,praticamente desde a sua fundação, ajudei a construir essa Entidade. Ao retornar de auxilio doença(INSS)em janeiro/08,fui jogada pra rua(ainda por cima doente) como um móvel que não servia mais. Tais atitudes, revelam o verdadeiro carácter de certos Sindicalistas que dizem defender os direitos dos trabalhadores.

Envie seu Comentário