Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de outubro 2008

Então tá!

31 de outubro de 2008 46

Cacau anunciou há duas semanas que ficaria neste blog até o final do mês, que está terminando hoje. Achei que o espaço poderia ser melhor aproveitado por iniciantes, os jovens criativos que procuram por vitrinas e oportunidades e que nasceram nesta era de informática. Mas a vontade de parar, para ganhar mais tempo para a minha vida pessoal, para cuidar melhor de meus filhos, dois deles, Manoel, de 12 anos, e Maria Cândida, de 10, que não vão ter tanta convivência comigo quanto as maiores, Maria Cláudia, de 27, e Maria Vitoria, 23, foi impiedosamente contestada por algumas das pessoas que mais prezo, a começar por minha filha Maria Cláudia, que estuda jornalismo e tem um certo orgulho do seu pai, sempre comentado, bem ou mal, nas rodas de estudantes e amigas. Na sequência, ouvi conselhos de diretores como Cláudio Thomas e Marcos Barboza, da RBS, e de colegas como Pedro Sirotsky, que me fez ver que já devemos ter mais leitores no blog do que no jornal impresso, de venda avulsa, e que não tem mais volta: o futuro, que já chegou, está na internet, na comunicação instântanea, 24 horas por dia, sete dias por semana.

Pedro é um dos meus gurus. Tenho muito carinho e respeito por ele. Carlos Alberto, diretor da rádio CBN/Diário, me disse hoje pela manhã que eu tirasse o cavalinho da chuva, porque nosso destino é trabalhar até o fim da vida. O jornalismo não admite mais preguiçosos. É dedicação, sacrifício, doação e que, para quem como eu trabalha desde os 13 anos de idade, sair agora poderia representar um ato de covardia.

Porra, meu. Fiquei intrigado. Covarde nunca fui. Frouxo também não. Meu pai não ia gostar de me ver amarelando. E sempre trabalhei no que gosto, me divertindo. Foi o trabalho que salvou a minha vida e me permitiu construir uma família que preservo há 30 anos. Foi o trabalho que me levou a cinco Copas do Mundo, a ter milhares de fãs, amigos, anônimos e importantes, Vips e Nips, artistas, jogadores de futebol, políticos, magnatas e gente humilde, muito humilde. A conhecer os prazeres da vida. A ter uma casa, um bom carro, uma vida de felicidade. Minha mãe adora dizer que é a mãe do Cacau. Quero ver essa mesma felicidade por parte dos meus filhos. Quero que se orgulhem de mim, esse velho playboy vagabundo, chegado em chope, futebol, microfone e nas coisas boas da vida.

Acabei de dar a mesada para Maria Vitória sair no seu carrinho, um Fox, com as amigas para a Praia da Vila, curtir o WCT. Fiquei tão feliz em vê-la botando a mochila no carro com seus R$ 150 de mesada como nos meus tempos de rock, surf e brotos. Pensei nas carinhosas manifestações dos leitores deste blog, pedindo para que seu criado continuasse a servi-los com suas besteiras, mesmo que com as deficiências conhecidas, mas com as melhores e mais atualizadas notícias da nossa cidade, da nossa gente, do nosso passado, do nosso presente, do nosso Estado, do Brasil e, às vezes, do mundo, onde o jornalismo me fez conhecido.

E, mais do que isso, pensei nesta nova fase do grupo RBS, nestes novos veículos, novos comandantes, novas marcas, novos desafios. Ano que vem vou completar 30 anos nesta casa. E se nunca me botaram para rua, se me deram todas essas oportuniddes, se me ajudaram a ser um cidadão, então não vou pedir para sair, logo eu que o que mais sempre quis foi trabalhar aqui essa máquina de malucos belezas.

Nem ingratidão, nem medo, nem acomodação. Agora é que está começando o segundo tempo. E, mais experiente, mais seguro, mais observado, quero mais é arrebentar. É o que me cabe fazer para dizer muito obrigado pelo voto de confiança. E que assim seja até que a morte nos separe.

Conte comigo, RBS. Não seria justo desprezar tão qualificada audiência. Ela custou muito tempo e esforço para ser construída. Quero continuar aprendendo muito com todos e, agora, pelo blog, com os meus magníficos leitores.

Vamos continuar remando. Porque o bom cabrito não berra.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Agenda internacional

31 de outubro de 2008 19

Agenda internacional movimentada por esses dias. O governador Luiz Henrique e o reeleito prefeito Dário Berger embarcam para Londres e Paris; o vice-governador Leonel Pavan segue rumo à Itália; o ex-governador e presidente da maior estatal do Estado Eduardo Pinho Moreira vai para a China; o senador Raimundo Colombo viaja à Alemanha e o secretário do turismo, Gilmar Knaesel, e o presidente da Santur, Valdir Walendowsky, retornam à Itália e Alemanha.

Afinal, são negócios ou é comemoração?

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Ficaram

31 de outubro de 2008 6


Sandra e Toninho Cavallazzi, Aninha e Celsinho Ramos foram dois casais que começaram a namorar na mesma e boa época do Kioski, década de 1970, e até hoje estão juntos, curtindo a vida na maior felicidade.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

O que você acha: cai ou não?

31 de outubro de 2008 10


Vários especialistas estão quebrando a cabeça para entender a crise econômico-financeira. A pergunta que deve ser respondida com urgência é: o dólar vai cair ou não?

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Corintianos

31 de outubro de 2008 7

Essa a turma do Pretinho Básico deu agora no programa do início da tarde:

Comemorar a ascensão do Corinthians para a primeira divisão é como fazer churrasco quando um primo é solto da cadeia. A gente compra a carne, a cerveja, comemora, mas…dá uma vergonha dizer o motivo da festa!

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Reage, Brasil

31 de outubro de 2008 4

Prezado Cacau.

 

A propósito de tua justa indignação contra o abuso no uso de fotossensores de trânsito em Balneário Camboriú, e em Itajaí não é diferente, encaminho ao prezado colega a íntegra de artigo publicado em “O TEMPO”, ainda recentemente, sobre o tema. É relevante destacar a ilegalidade das autuações, como verás.
 
Antonio Carlos de Campos Silva
 

ESCLARECEDORA DECISÃO JUDICIAL

Auto de infração de trânsito lavrado diretamente pelo Medidor Autônomo de Velocidade, instalado em rua de Itajaí, ocasionou substancioso pronunciamento da Justiça itajaiense de autoria do dedicado e competente Juiz de Direito Dr. Paulo Afonso Sandri.

O mérito da questão residia na verificação da legitimidade, ou não, por parte do órgão de trânsito, a Coordenadoria de Trânsito de Itajaí (CODETRAN), na aplicação de penalidade aferida por medidor de velocidade de operação autônoma, bem como, a necessidade, ou não, da lavratura do Auto de Infração de Trânsito por agente da autoridade de trânsito na cidade.

O zeloso Juiz apreciou o fato de o serviço haver sido terceirizado, com repasse de percentual dos valores arrecadados com as multas para empresa privada, sendo que tais aparelhos estariam funcionando na ilegalidade, desviando o foco principal, a prevenção de acidentes, para o de locuple-tamento ilícito.

Ressaltou o MM.Juiz que a competência para a lavratura do auto de infração de trânsito é exclusiva de servidor público, policial militar, conforme preconizado no Art.280 § 4º. do CTB, sendo um despautério atribuir-se caráter humano às máquinas fotossensoras.

Ressaltou, igualmente, que no Auto de Infração em apreciação, o ato administrativo sancionador foi expedido pelo Coordenador da Codetran, não identificando a autoridade ou agente administrativo, competente, que, de fato, realizou a lavratura do auto de infração, o que autoriza a concluir-se que o ato sancionador praticado foi inválido. Restou claro, na exposição do Dr.Paulo Sandri, que a expedição do ato administrativo sancionador somente poderia ser realizado por meio de um agente ou de um órgão, não possuindo o instrumento eletrônico de fiscalização autoridade para imputar uma sanção administrativa sem o referendo de Agente da Autoridade de Trânsito.

Comenta ainda o ilustrado Julgador em sua elogiada sentença que, admitir que a Administração Pública possa atuar da maneira que atua, no tocante aos radares, seria admitir que tais aparatos sejam infalíveis, o que, em suma, caracterizaria afronta ao Art. 22, XI, da CF que estabelece a competência privativa da União no que respeita a legislar em matéria de trânsito. E, admitir-se que uma Resolução do Contran, órgão federal absolutamente ilegítimo para a delegação de competência a radares, possa tornar válida a lavratura de Autos de Infração, seria o mesmo que derrubar o contido na CF e no CTB, seria, por outro lado, decapitar a democracia.

Registra o cuidadoso Juiz Paulo Sandri em seu exaustivo pronunciamento, que dentre as finalidades da Guarda Municipal não figura o policiamento de trânsito em geral, nem a autuação de condutores e lançamento de multas, de competência exclusiva da Polícia Militar a teor do Art. 107, I, “e”, da Constituição Estadual de SC.

O Julgador “a quo” ilustra sua decisão favorável ao autuado-motorista com Pareceres da Consultoria Jurídica, do Ministério das Cidades, que concluem falecer à Guarda Municipal competência para atuar na fiscalização de trânsito, incluindo o procedimento relativo à aplicação de multa. Juntou, igualmente, jurisprudência.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Floripa, anos 70

31 de outubro de 2008 2

Márcio Collaço, que faleceu terça-feira, foi o melhor presidente do Clube Doze de Agosto, que era a melhor diversão da melhor época de Floripa, que, por coincidência, também foi a minha melhor época como pessoa.

Quem aprontava no clube — brigar ou emprestar a carteirinha para um que não era sócio — o presidente costumava dar um gancho, de um a 12 meses. O porteiro era o Nicasso. Carrasco. Uma fera. Pegava todo mundo. Ser suspenso do Doze era pior do que ser preso pelo delegado Eloy de Azevedo.

Muitas vezes Cacau, que de santo não tinha nada, implorava, nas vésperas dos grandes carnavais, para ser anistiado. Chorava tanto que o Dr. Márcio acabava perdoando. E não tinha nada melhor na vida do que ser anistiado no Doze.

Saudades!

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Humor

31 de outubro de 2008 3

Sendo humilhada há 10 anos consecutivos pelas mais diversas e criativas gozações, a torcida do Avaí nem quis esperar o seu jogo de hoje contra a Ponte Preta, para entrar em campo, criando as mais variadas piadas sobre os acontecimentos do Estreito:

— Para o jornalista Márcio Dison, um apagão salvou o velório.
— Para o Morvam, o jogo do Figueira será domingo porque fica mais perto da segunda.
— Para o jornalista Mário Motta, o jogo teve apagão porque foi entre dois lanternas.

Ao Figueirense só resta vencer o Grêmio em Porto Alegre para recuperar o respeito, da sua torcida e dos secadores. Nada impossível, hoje, no futebol.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

É hoje

31 de outubro de 2008 4

Ricardo Silva, divulgação

Manezinho que sou, não poderia deixar de mostrar a felicidade que tive, quando com a minha câmera registrei umas das imagens mais lindas que já vi. Uni o prazer de ver o manto sagrado e ao fundo nosso cartão postal, e não menos bonita diga-se de passagem, nossa ponte que por ela também tenho muitas lembranças e um amor incondicional.

Ricardo Silva

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Parabéns

31 de outubro de 2008 1

A Justiça Federal determinou ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) que não impeça a população de Quilombo e visitantes de usarem as águas minerais do balneário da Praça Antonio Farezin. A medida, concedida em ação cautelar, vigora até o julgamento da ação a ser proposta para discutir a questão ou nova manifestação judicial. A decisão é do juiz Alexandre Pereira Dutra, da 2ª Vara Federal de Chapecó, e foi proferida quinta-feira, dia 30, em ação do município contra o DNPM. Cabe recurso.

Postado por Cacau Menezes – Floripa