Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Lagoa da Conceição

30 de janeiro de 2009 15

Diego Redel

A Lagoa é o ponto de encontro e convergência de tudo o que acontece na Ilha. É uma caixa de ressonância. Suas histórias são de uma criatividade ímpar. O patriarca Andrino conta que nas boas épocas as tainhas entravam pela tubulação branca da pia de seu restaurante e pulavam sobre a bancada, prontas para o preparo. Seu filho, conhecido como Caçula, quando tem dificuldade física ou emocional de ir pescar miraguaia no costão da Joaquina, coloca um grão de milho no anzol e pesca algumas galinhas do terreiro do irmão mais velho, o Lelo. Este, ajudante fiel da paróquia da freguesia da Lagoa da Conceição, quase sacerdote por prática e vocação, fica apavorado cada vez que aparece um maluco de fora querendo comprar a Igreja, o Adro e o padre, para transformar em residência particular…

Temos por lá uma farmácia-hospital que acaba de eleger um vereador, o Renato. Figuras ilustres da vida catarinense têm casa por lá: políticos safados, pintores, escritores, larápios, falsários, atletas, gourmets, peruas e gatas de todos os tipos. E ainda, uma rica fauna de todas as ordens: macrobióticas, lunáticas, evangélicas, pirotécnicas e transcendentalistas… Na Lagoa dá para aprender desde Tai Chi Chuan até bordado de bilro…

A comunidade trabalha e sempre gostou de fazer uma fézinha no bicho, o César que é o mais conhecido operador da sorte por lá, sempre joga fora os bilhetinhos do jogo quando as apostas são muito altas, para não ter que pagar a conta… Se o cliente reclama, ele diz que deu na loteria gaúcha, ou na paulista, ou ainda na carioca, conforme a necessidade de escapar do pagamento…

No ano retrasado, a comunidade que havia feito diversas aplicações financeiras com o Samuka, na ordem de 4% ao mês, e teve um violento baque: a pirâmide ruiu. O assessor internacional do governo ligou para o FMI tentando uma “cobertura” temporária. Não obteve sucesso. O rombo era muito grande. Chamaram o publicitário pra tentar enganar “os” pessoal. Em vão também. Então, entre um misto de pânico e desespero, todos correram para a “empresa” financeira tentando resgatar as aplicações de open market. Dias se passaram e nada de devolução. Foi quando o Piá, o garçom mais bem informado da vila e do restaurante Oliveira — um centro de informações de excelência na comunidade, apoiou o braço no balcão, colocou a mão sob o queixo e disse pro Ademir: Hummm… O Samuka carcô…

(Carcar: verbo utilizado pelos nativos quando querem se referir a econometria)

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Comentários (15)

  • Gilson de Souza diz: 4 de fevereiro de 2009

    Fiquei “pasmo” com o que um cabeça de camarão esqueveu aqui sobre o farmaceutico da lagoa. Não é só gente simples, como diz o Berloque, que consulta com ele. E não venham me dizer que ele não cobra nada pq ganha na venda do remédio. Muitas vzs, fui atendido por ele e perguntou se tinha determinado produto, chá, ou remédio em casa, p/ não termos que gastar. E isso vale p/ todas as pessoas de minha familia e pessoas conhecidas que comentam. E ele saiu vereador por pressão de moradores agradecidos.

  • LUIZ diz: 1 de fevereiro de 2009

    andrino e lelo?
    esses ai que estao vendendo a nossa lagoa,um tem material de construção,o outro tem predios e apartamentos em todo o bairro,muito suspeitissimos,a começar pelo terreno do supewrmercado magia,que é de um dos irmaos andrino,muita coisa irregular no nome dessa familia…

    ja nosso vereador,nunca deu d emedico,mas muitas vezes achava a cura pra problemas mais rapido que qualquer dooutor.
    abraços

  • marcel diz: 2 de fevereiro de 2009

    Parabens pela materia de sabado do Diario Catarinense. Florianopolis a Capital da praia suja. É melhor mostrar a realidade e começarmos a tomarmos as devidas providências. Do q ficar escondendo o descaso com a natureza.

  • Picareta diz: 31 de janeiro de 2009

    Hehehehhee, Farmaceutico que consulta como médico nos fundos da farmácia e ainda é eleito vereador!!! Exercicio ilegal da medicina, deveria é ser preso!! Por isto que ladrões estão na política, analfabeto presidente!!

    DA-LHE BRASIL!!

  • Berloque Gomes diz: 2 de fevereiro de 2009

    Quanto ao farmacêutico, Pasmo escreveu: “O povo simples confia como se médico ele fosse”. Na verdade, não é só o “povo simples”. Pessoas de todos os níveis sociais, intelectuais e financeiros confiam no `médico`. Eu sei que é um assunto delicado, mas o cara da farmácia é uma exceção: não faz isso por dinheiro, é altamente competente no que faz e a taxa de sucesso é maior do que à da maioria dos médicos. Por princípio, não defendo essa prática. Mas o `médico` da Lagoa é exceção. E dá um banho…

  • Walter P. Carpes Jr. diz: 31 de janeiro de 2009

    Pô, Cacau, eu também moro na Lagoa, mas não me enquadro em nenhum tipo das tribos que citaste. O bom da Lagoa é que ela independe de modas e é linda e interessante em qualquer época do ano. Diferente de alguns bairros da ilha, que só são badalados 2 meses por ano, a Lagoa pulsa o ano todo. Pena que seja tão descuidada pelos governantes. Não tem ciclovia, não tem passagem pra pedestre na Osni Ortiga e a rede de esgotos nunca sai do papel. Uma pena, pois a Lagoa é um lugar mágico. Um abraço.

  • astolfo diz: 2 de fevereiro de 2009

    Cacau, a lagoa não é um ponto de encontro, é um ponto de saida de esgoto. Não é uma caixa de ressoância, é uma caixa de esgoto. É tão bom ir lá comer um camarão com um cheirinho de cocô no ar.

    atée

  • Osni Dutra diz: 30 de janeiro de 2009

    Não sei direito o significado de econometria, mas, carcô que me ensinava meu avô, significa se mandou, escafedeu-se, deu de pinote, se mandou ou caiu fora.
    Esta minha ilha de casos e ocasos.
    Cacau! tens é que procurar saber umas histórias hilárias que conta o “Mais Velho” (ou Jamica), o cozinheiro aposentado do restaurante Andrino, podes encontrá-lo na Ilha do Campeche… É de rolar de rir.

  • Denis diz: 2 de fevereiro de 2009

    Fiquei bem triste, muita poluição, corrupção, Floripa não é sonho que projetei para meus filhos, a Ilha será um novo Rio de Janeiro, será destruida pela violência, sujeira e falta de carater.

  • carlão diz: 31 de janeiro de 2009

    Cacau, venho aqui p parabenizar a matéria de hj do DC, veículo de comunicação na qual vc trabalha, pela matéira. Florianopolis Capital da praia suja. É uma vergonha o estado de 90% das nossas praias, esgoto , ruas e calçadas uma calamidade. Antes q aqueles bairristas senssacionalista venham aqui, eu digo o seguinte. Temos q parar c essa farsa de achar q está tdo ótimo aqui. Chega de acobertar os descasos do setor público. Não adianta jogar o lixo pra debaixo do tapete. Vamos encarar a realidade.

  • adelia rosa diz: 1 de fevereiro de 2009

    É Cacau, a lagoa é linda mesmo , morar aqui é um astral.Passamos por dificuldades no momento, lutamos pela instalação do esgoto e o que a CASAN tem feito na parte aonde o esgoto já foi inplantado, é uma vergonha.Vasa cheiro de m…Vasa m…por vários lugare por aqui.Estão acabando com o encanto que é viver em um dos umbigos da Ilha, conforme cromica ma-ra-vi-lho-sa do Sergio da Costa Ramos colunista do DC, anos atrás…
    CASAN COM A PALAVRA!!!

  • Gilson de Souza diz: 1 de fevereiro de 2009

    Picareta, vc faz jus ao nome, vc não sabe o que fala. Vc não sabe o quanto esse farmaceutico faz pelas pessoas, sem cobrar nada por isso. Vá se informar primeiro antes de falar merda, seu retardado. Vc é um imbecil, p/ não chama-lo de outra coisa.

  • ramluz diz: 6 de fevereiro de 2009

    NÃO CONHEÇO ESTE FARMACEUTICO, MAS ELE NÃO PODE DAR UMA DE MEDICO RECEITANDO MEDICAMENTOS,SE ASSIM ELE FAZ ELE ESTÁ ERRADO, CONSELHO DE MEDICINA EMCIMA DELE, AGORA SE O ANDRINO E O IRMÃO TEM ALGUNS PATRIMONEO NA LAGOA FOI DEIXADO PELO PAI DELES E TAMBEM ADQUIRIDO COM MUITO SUOR, AGORA SE A LAGOA ESTÁ POLUIDA ISSO É MENTIRA PQ O PREFEITO DISSE ESSES DIAS NA TV QUE NÃO ESTÁ, PERGUNTE AO GILSO DE SOUZA QUE É ARREGADO COM O PREFEITO.

  • adellia rosa diz: 2 de fevereiro de 2009

    Fico pasma pela leviandade com que se escreve sobre o farmaceutico da lagoa.Se ele não pretasse um serviço excelente a comunidade, não teria sido vereador eleito e um dos mais bem votados da Cidade!Coisa ruim é despeito hem?Quem escreva apontando maldades contra ele deve morder o rabo de inveja…

  • Pasmo diz: 1 de fevereiro de 2009

    Sempre se escutou na Lagoa a denúncia de exercício ilegal da medicina na Farmácia-hospital. O povo simples confia como se médico ele fosse. O problema é que tem gente que deixa de ir a um profissional credenciado, muitas vezes retornando para casa com uma doença séria logicamente não diagnosticada. Se fizessem uma enquete sobre as histórias mal sucedidas que tal prática provoca dava um livro… E o CRM o que pensa disso?

Envie seu Comentário