Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Desabafo

30 de junho de 2009 13

Caro Cacau:

Faz cinco anos que moro na Itália, mas 2009 esta surprendendo, não apenas os italianos, mas todos que adotaram este país como morada. Como se não bastasse o terrível terremoto de 6 de abril na região do Abruzzo, que destruiu cidades como Áquila; o verão que iniciou com temporais de granizo, alagamentos e mortes; ontem um acidente ferroviário com um trem que transportava gás matou 15 pessoas em Villaregio, na belíssima região da Toscana. Isso sem falar dos problemas cotidianos como o desemprego recorde; trânsito assassino que mata mais que nossa BR-101; estrangeiros, principalmente romenos, que cometem crimes bárbaros; africanos que desembarcam clandestinamente na ilha de Lampedusa; pessoas que perdem o trabalho e se suicidam e tantas outras coisas que estão transformando a Itália no verdadeiro inferno aqui na terra. Isso sem falar dos políticos da direita que estão preocupados em esclarecer que Berlusconi não faz festas com belas modelos e a oposição que se empenha em provar que o “Papi” faz festas que fariam inveja a qualquer imperador romano. Isso tudo explica por que a Liga Norte, um partido que não esconde ser racista e a favor de uma Região Norte independente, foi o grande vencedor das últimas eleições. E assim, em meio ao terremoto, se fará em Áquila a reunião do G8. Em contrapartida, os italianos têm muito de se orgulharem: Rita Levi Montalcino, Enio Morricone, Federico Fellini, Sofia Loren, Pavaroti, Valentino Rossi e tantos, tantos outros. Isso sem falar do design made in Italy e da moda, indiscutíveis. Quanto a Ferrari, tu bem sabes, não é um bom momento para falarmos dela… Por tudo isso lembro sempre, ao ler as tuas colunas, da Ilha que adotei por 14 anos e que foi a minha verdadeira escola de jornalismo. Espero que quando eu torne a morar em Floripa — e isso certamente irá acontecer — encontre ainda uma Ilha mágica e acolhedora. Sinto dor no coração ao ver espaços tomados sem escrúpulos, como aquele em Coqueiros onde tem uma escola Visão. Não sou contra os estrangeiros, mesmo porque eu sou gaúcho, mas tem certas coisas que não podem ser modificadas. Podemos e temos a obrigação de contribuir para o desenvolvimento da cidade e país que adotamos, entretanto quem nasce num local deve ter sempre a preferência. Penso que se a ocupação continuar desigual e os “estrangeiros” tiverem sempre mais direitos que os nativos não me surpreenderão movimentos parecidos com “A Itália para os italianos” aí em Santa Catarina. Com certeza eu assinaria e faria parte de uma campanha “a Ilha para os manezinhos” sem ofensa a ninguém apenas na defesa de um povo que com seu sotaque típico, simpatia e muito trabalho construiu e divulga Floripa no mundo. Que saudades…

Um grande abraço

André Guillamelau
Vicenza (Itália)

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Comentários (13)

  • Highsecret diz: 1 de julho de 2009

    Ao meu ver, o maior problema da Itália vem de longe e sabe qual: um país tão pequeno cheio de TRIBOS diferentes. Não dá para acreditar como conseguiram formar tantos grupinhos diferentes e que no final (com a globalização) se tornou incapaz de unir e criar uma politica de interesse nacional . É íncrivel ver que cada currutela tinha que ter seu banco, uma família cacique, uma cidade rival vizinha (ex. Firenze e Siena)…e no fim um atraso geral tipo o nordeste brasileiro!

  • André Guillamelau diz: 1 de julho de 2009

    Tania querida: realmente voce nao vive no mesmo pais. Vives na lua? Nao les jornal, nao acompanhas o que acontece diariamente? Eu tambèm amo a Italia senao nao estaria mais aqui mas temos que ver a realidade como ela se apresenta. Nao podemos fazer de conta que aqui tudo é uma maravilha mas mostrar que como todos os paises do mundo aqui tambem tem problemas. Afinal, nao somos Alices no pais das maravilhas. Baci.

  • Tania Nienkotter Rocha diz: 2 de julho de 2009

    Nao precisa ser cinico, pois os cinicos sao pessoas com baixa auto estima (sabias?). Eu nao vivo na lua, mas vc demonstra viver na maior tristeza, roeado de m… Eu sou escritora e publico todos os dias no meu blog as noticias terriveis de violencia contra as mulheres, tenho contato com a realidade mundial. Nao de liçao à mim, mal educado!!Volta pra casa e nao encha o saco de quem é feliz!!

  • Renato diz: 30 de junho de 2009

    Caro André, não acredito que o caminho para o desenvolvimento seja a “preferência” para os manezinhos. Soa preconceituoso e num momento delicado, que vivemos o ressurgimento de grupos nazistas no mundo, que acreditam fazer parte de uma raça superior a outras. O camiho é aumentar o acesso a Florianópolis com respeito. Senão manda derrubar as pontes e isola de uma vez….

  • Tania Nienkotter Rocha diz: 1 de julho de 2009

    Mamma mia, eu nunca tinha lido nada igual sobre a Italia. Eu sou manezinha e moro na Italia ha 8 anos e posso te afirmar que nao vivo no mesmo pais que voce vive. Apesar dos problemas com os estrangeiros que a esquerda deixou invadir a Italia, este pais é maravilhoso, belo e nao penso em voltar, como voce. Amo a nossa ilha, mas la tambem tem problemas de corrupçao, violencia, etc. Todos os paises no planeta tem seus problemas. Curta a Italia bela e esqueça de Berlusconi. Beijo, Tania

  • Osni Dutra diz: 30 de junho de 2009

    André… Esta (minha) cidade é assim mesmo.
    Uma M… quando se está aqui, mas, quando se está longe….. Ah que saudades daquele paraiso perfeito.
    Floripa, cidade MANÉ, é perfeita e por isto não saiu daqui e nem a troco por nenhuma Bagdá ou RJ

  • Paulo diz: 30 de junho de 2009

    André, vamos trocar de lugar??? Você vem para a sua adorada Floripa e eu vou aí para Vicenza, na minha adorada Itália. Que tal? Você fica satisfeito e eu me livro desse mico e estelionato chamado Florianópolis. “Vamo” combinar, meu chapa?

  • Enzo diz: 1 de julho de 2009

    É tão óbvio. Os estrangeiros destruirão Floripa (e SC e Itália), assim como destruiram suas cidades e seus Estados inicialmente. Ou vcs ainda não notaram que só fica pior e mais caro? Se os estrangeiros tivessem alguma coisa boa para oferecer, não teriam que mudar de suas cidades em busca de cidades melhores. Esses “gênios” ficariam nas mesmas para torna-las tão boas quanto foi Floripa. Ponham nas suas cabecinhas que os estados inteiros do RS e SP não cabem dentro de SC.

  • Jaques Adriano do Nascimento diz: 1 de julho de 2009

    Caro amigo Andre,Sabes que falando sobre morar em Florianopolis,hoje vejo que e uma das melhores Capitais para se morar e viver igual a qualquer pais de primeiro mundo.A natureza de Florianopolis e linda,pra mim como morei em Jurere e todas as partes da Ilha de Norte a Sul e maravilhoso as pessoas sao ospitaleiras e educadas.AMO FLORIPA!!!!

  • Nelson Rodrigues diz: 30 de junho de 2009

    A questão é simplesmente de educação e de respeito a princípios básicos da boa convivência social…e isso vale para os dois lados…

  • JOSE CARLOS diz: 2 de julho de 2009

    SR:OSNI DUTRA
    ACOMPANHO SEMPRE OS COMENTARIOS DESTE BLOG, E VEJO QUE VOCE TAMBEM ACOMPANHA, SÓ NÃO ENTENDI PORQUE SEMPRE TEM QUE FAZER COMPARAÇÃO DE FLORIPA COM O RIO DE JANEIRO. VOCE JÁ FOI AO RIO ALGUMA VEZ E SOFREU ALGUM PROBLEMA, OU ENTÃO PERGUNTOU A UM CARIOCA O QUE ELE ACHA DE FLORIANOPOLIS. CADA UM VIVE ONDE QUIZER, OU ENTÃO VAMOS VOLTAR A 150 ANOS ATRAZ E O RIO DE JANEIRO NÃO VAI PERMITIR QUE TAMBEM NINGUEM VÁ MORAR LÁ OU FAZER QUALQUER CURSO DE EXPECIALIZAÇÃO OU EXPLORAR TRABALHO.

  • André Guillamelau diz: 3 de julho de 2009

    Tania: nao gosto de usar blogs para discussoes e bate-boca mas desta vez sou obrigado. Penso que começamos de forma erronea nosso contato. Confesso que fui estupido contigo mas faz parte do meu carater reconhecer quando erro e pedir desculpas. Visitei o teu blog e vi que tu defendes assuntos tao reais e gravissimos. Nao pretendia ser ofensivo mas infelizmente fui e esclareço que sou feliz. Nao sou rascista pois acredito que a uniao de forças e as diferenças è que fazem o progresso. Abraços.

  • JOSE CARLOS diz: 2 de julho de 2009

    CONTINUANDO:
    QUANTO MAIS VOCES FAZEM COMENTARIOS DIZENDO QUE NÃO GOSTAM DE NINGUEM DO RG ,PR, SP, E RIO DE JANEIRO , MAIS VOCES DEMONSTRAM QUE SÃO INFERIOS, TEM MEDO DE CONCORRENCIA, OU VOCES ESQUECERAM QUE AS EMPRESAS, CONSTRUTORAS, POLITICOS QUE ESTÃO ESPALHADOS POR ESSE PAÍS AFORA TAMBEM NÃO SAÕ CATARINENSES.
    PS: LEMBREI DE UM DETALHE VOCES DE FLORIPA NÃO GOSTAM NEM DOS OUTROS CATARINENSES QUE MORAM FORA DA ILHA.

Envie seu Comentário