Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ar puro em Florianópolis

31 de julho de 2009 5

O vereador Aurélio Valente (PP) está encaminhando ao Executivo uma indicação para que a prefeitura de Florianópolis implante o modelo de política ambiental de Natal que, através da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), realiza desde 2005 a “Operação Ar Puro”.

A operação fiscaliza através do método da escala de Ringelmann, as emissões gasosas provenientes dos ônibus urbanos da cidade.

A operação ocorre nas garagens das empresas, de modo a não trazer transtornos ao trânsito da cidade e a partir da constatação de algum veículo com emissões acima do estabelecido como padrão, a empresa recebe uma notificação e tem 20 dias para tomar as providências e apresentar um laudo mostrando que foram feitas as correções nos veículos.

Através dessa indicação este vereador busca estar contribuindo para a melhoria da qualidade do ar de Florianópolis e por consequência as condição de vida dos munícipes.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Comentários (5)

  • Velci Nunes diz: 2 de agosto de 2009

    O ar puro em Florianópolis tem que começar, por uma boa limpeza na Prefeitura Municipal e na Câmara de Vereadores… abrindo as janelas e portas… e os olhos dos vereadores para o desgoverno e a corrupção…e para deixarem de ser capachos dos caciques políticos locais…eles foram escolhidos pelo povo , são pagos pelo, e para o povo devem trabalhar…

  • Bernardo Torres diz: 31 de julho de 2009

    Dário Transol Berger fiscalizando os ônibus? E multando??? Essa eu quero ver!

  • Tiago Masutti diz: 1 de agosto de 2009

    Bastaria apenas uma medida para tornar o ar de Florianópolis, no mínimo, 50% mais puro: retirar imediatamente a estação de tratamento de esgotos da Casan do aterro da Baía Sul. Para onde leva-la? Não sei. Mas uma “capital turística”, como se pretende Florianópolis, não pode jamais ter algo tão inapropriado na entrada da cidade. Imaginem a má impressão que passamos aos recém chegados através da ponte. E o desconforto diário dos moradores ao passar pelo local? Saneamento básico, SIM. Burrice, NÃO.

  • helena c..h.f. diz: 2 de agosto de 2009

    pois é, não adianta viajar para tão longe só para ver como funciona o trânsito nesses lugares. Mas tudo bem. Quando a viagem “a negócios” junta com viagem de lua de mel, daí fica melhor ainda. E os tolos continuam acreditando…e a vida segue…

  • Mariana Souza – Assessora Ver. Aurélio Valente diz: 5 de agosto de 2009

    A respeito do comentário da Sra. Helena, venho informar que o ver.Aurélio Valente não VIAJOU para a capital do RN para fazer a Indicação ao Executivo.A indicação foi resultado de uma PESQUISA DE BENCHMARKING de modelos de prefeituras brasileiras.Muito se vem criticando a CMF pela grande quantidade de projetos de lei que visam apenas denominação de rua, enquanto isso uma iniciativa busca uma alternativa de melhoria para nossa Capital é criticada sem fundamento NENHUM..Ai fica difícil..!

Envie seu Comentário