Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Quintana, um dia

31 de dezembro de 2009 6

“Eterno é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata….

Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem.

Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela…

Um dia nós percebemos que as mulheres têm instinto “caçador” e fazem qualquer homem sofrer …

Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável…

Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples…

Um dia percebemos que o comum não nos atrai…

Um dia saberemos que ser classificado como “bonzinho” não é bom…

Um dia perceberemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você…

Um dia saberemos a importância da frase: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas…”

Um dia percebemos que somos muito importante para alguém, mas não damos valor a isso…

Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais…

Enfim…

Um dia descobrimos que apesar de viver quase um século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer o que tem de ser dito…

O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras…

Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação.”

(Mario Quintana)

HAPPY NEW YEAR, DEAR

Peace, love, health, money, sex and rock`n`roll

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Comentários (6)

  • Catarina Desterrense diz: 1 de janeiro de 2010

    Oi Cacau, depois das lindas palavras do poeta Mário Quintana, precisavas terminar o post em inglês? “Feliz Ano Novo, querido / Paz, amor, saúde, sex, e rock`n`roll”… esqueceste das drogas… esta é a língua oficial do Jurerê? Não é á-toa que é internacional…

  • Jaime Wagner diz: 1 de janeiro de 2010

    Que Deus perdoe nossos excessos, nos abençoe nas nossas loucuras e nos dê tempo suficiente para viver nossos sonhos.

    grande abraço brother!!!

  • Roberto diz: 2 de janeiro de 2010

    Cacau, as palavras são bonitas, sem dúvida merecem serem lembradas, mas… sempre algo que persegue… não são do Mario Quintana!
    A primeira frase falando sobre o eterno, é de Carlos Drummond.
    O restante; o texto “um dia” é de autor desconhecido, atribuído por algum engano a Quintana em vários sítios da internet.
    Como jornalista que és, aposto que gostarias de passar a informação correta para teu público.
    Abraço

  • nara lisbôa diz: 1 de janeiro de 2010

    Cacau querido!
    so tu pra publicar essas coisas maravilhosas!
    que faças um 2010 fantastico!
    beijos gigantes

  • caco diz: 31 de dezembro de 2009

    yes………

  • Berloque Gomes diz: 1 de janeiro de 2010

    Acho que a primeira frase é do Carlos Drummond de Andrade.

Envie seu Comentário