Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mudanças

31 de janeiro de 2010 7

Um dos responsáveis pela seca no verão da chuva, o delegado Alexandre Kalle está saindo da DRE (Delegacia de Repressão a Entorpecentes), onde não dava moleza para os traficantes, indo agora para o GDE ( Grupo de Diligências Especias), também dentro da Deic. O motivo da surpreendente troca de Kalle de uma divisão onde era fera para outra ainda não se sabe.

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Comentários (7)

  • Marcela diz: 2 de fevereiro de 2010

    Pior é que tá uma seca mesmo.

  • Berloque Gomes diz: 2 de fevereiro de 2010

    De fonte segura, foram atritos internos, Cacau. E este tipo de “atrito interno” não se resolve com vaselina, não tem? Ou seja, nem todo mundo se bica e na polícia não é diferente. Sem contar que o GDE realmente estava precisando de um delegado. Daí foi só associar os atritos na DRE com a necessidade do GDE que a transferência do Kojak se justifica.

  • João Tenório de Souza diz: 31 de janeiro de 2010

    Cacau, só a cúpula da segurança pública de SC não sabe que “em time que está ganhando não se mexe”…
    Ou faz de conta que não sabe?

  • Névio Fernandes diz: 2 de fevereiro de 2010

    Que eu saiba nunca se controlou o comércio de drogas em Florianópolis. Só estão puxando o saco deste delegado que é carioca.

  • Osvaldo Peixoto diz: 1 de fevereiro de 2010

    Vai ver o homem tava a fim de parar de subir morro prá subir em coberturas. Daí, incomoda muita gente. É a velha máxima: promover para remover.

  • Bernardo Torres diz: 31 de janeiro de 2010

    Vai ver incomodou alguém e não gostaram…

  • Fernando diz: 1 de fevereiro de 2010

    Qdo o cara aparece de mais tira a vizibilidade das autoridas é é preciso ofuscar o brilho do competente profissional.

Envie seu Comentário