Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Espaço público

26 de fevereiro de 2010 26

Se depender da vontade de alguns vereadores de Florianópolis, que aprovariam qualquer iniciativa vinda do Executivo, a Praça XV de Novembro, atualmente quase que território exclusivo de mendigos, viciados em drogas e prostitutas do cair da tarde até as primeiras horas do dia seguinte, teria suas entradas fechadas durante a noite. Um vereador propôs algo mais radical: que o mais famoso logradouro público da Capital ganhe uma cerca. Só se for para prendê-lo. Ou nem mais a praça é do povo?

Postado por Cacau Menezes – Floripa

Comentários (26)

  • Daniel Santos diz: 26 de fevereiro de 2010

    Mas quando o Prefeito vai a algum programa de tv, os “entrevistadores” só perguntam amenidades e maravilhas da administração municipal…
    Ah! A Praça XV vai sair muito bem num carro alegórico da Beija Flor de Nilópolis.
    Divulgar o paraíso e “esconder” os absurdos de uma administrãção municipal é bem a cara do jornalismo independente do Brasil.
    O PT está afzendo escola, tanto que tem até vereador do Partido apoiando o Prefeito do PMDB.
    Vá entender essa “suruba” ideológica!!!

  • Dauth Emmendorfer diz: 27 de fevereiro de 2010

    Preliminarmente, inobstante ter uma postura positiva com relação à cidade, estou ficando preocupado com seu destino. Prioridades estão sendo ignoradas mas supérfluos abundam – arvores natalinas milionárias, andrésis bocellis em local inapropriado, calçadão em frente ao TICEN e até calçadão da Beira Mar. Ás vezes penso num movimento de desobediência civil pelo povo. No mérito, basta policiamento na Praça XV, pois a perturbação dos intrusos ocorre exatamente de dia, onde comumente frequentamos.

  • Jean Moriarty diz: 28 de fevereiro de 2010

    Seria por fim a nossa Place des Voges.

  • glaiton santos diz: 27 de fevereiro de 2010

    Viciados não são problemas para segurança ou PMs e sim problemas de saude publica, ai que as coisas ficam mais complicadas para resolver, o certo até pode ser fechar a partir das 23 horas e abrir as 6 horas e colocar algum administrador ali para controlar nosso patrimonio, nos grandes centros já tem esse problema a tempos,é dificil resolver o que fazer com esses viciados e desocupados.

  • Luiz diz: 26 de fevereiro de 2010

    Não se pode confundir locais públicos com locais que algumas pessoas se apropriam. Quando o uso de uma praça é dominado por práticas anti-sociais, nada mais correto do que regular seu funcionamento. Em muitos lugares do mundo as praças e parques são fechados à noite, pois são locais difíceis de vigiar e o excesso de iluminação afeta plantas e animais que ali se abrigam. Portanto, fechar uma praça no período noturno ajuda mantê-la adequada para o uso da maioria da população.

  • beto diz: 26 de fevereiro de 2010

    cacau, vc viaja p caramba e sabe que quase todas as praças por esse mundo são cercadas,,, jd luxembourg e parque monceau em Paris, por exemplo,,, nem por isso as praças deixam de ser do povo…abraço!

  • MARCIO diz: 27 de fevereiro de 2010

    PARABÉN PRA QUEM TEVE ESSA INFELIZ IDÉIA, ISSO MEMSO CERQUEM A PRAÇA E ASSIM SERÁ OFICIALIZADO, QUE O ESPAÇO É DE QUEM ESTA MENDIGANDO, SE PROSTITUINDO E SE DROGANDO, OS CIDADÃOS DE BEM IRÃO VER TUDO DO LADO DE FORA, COMOO SE FOSSE O CIRCO DE HORRORES, PORQUE ESSA TURMA É OBVIO IRA ARRANJAR UM JEITO DE FURAR AS GRADE E CONTINUAR ALI.

  • Evandro Araujo Santos diz: 27 de fevereiro de 2010

    Caro cacau, acho muito facil resolver esse problema na praça xv. Passo diariamente pela praça e raramente vejo algum policial, tenho certeza se for colocado um efetivo policial permanente e cevero esse problema será resolvido.

  • Anubis Pereira diz: 27 de fevereiro de 2010

    Cacau,vi seu blog enquanto estava navegando num site especializado em administração,onde li o seguinte:Ninguém quer trabalhar com líderes que impõe uma linha baseada no medo.O verdadeiro líder sabe ganhar respeito,mas sem tolher a liberdade e individualidade de seus chefiados e ele também não os transforma em puxa-sacos,observoua sócia-proprietária da Corporativa RH, administradora Soraia Albuquerque.A grande conclusão que podemos chegar é que a sociedade pode fracassar.Por má liderança-e voto.

  • Angela diz: 28 de fevereiro de 2010

    Jean!

    Se falas da Place des Voges de Paris, lá não tem grades.

  • Jean Moriarty diz: 1 de março de 2010

    Angela querida, só se retiraram na semana passada. Aquela que é a mais antiga praça de Paris possui grades e portões, ainda que baixos.

  • DECIO diz: 26 de fevereiro de 2010

    cacau, tem a piada do portugues que jogou o sofá pela janela. É igual em floripa. Para resolver o problema dos mendigos, viciados, prostitutas, o prefeito resolveu fechar a praça. grande idéia, par qquem não as tem. Não seria melhor chamar a policia, assistencia social e as familias desse desamparados tentar resolvedr o problema. Nada disso. O mais fácil é fechar a praça.
    abs

  • Antônio Carlos Ribeiro diz: 1 de março de 2010

    Cada capital ainda terá a sua “cacolândia” e Floripa não será diferente com esses administradores QI de ameba, que por falta de bons projetos, prefere fazer m…, como aquele fechamento da paulo Fontes.
    Além de uma PM despreparada e com boa parte do seu efetivo à disposição de tribunais, Assembléia Legislativa, Câmara Municipal, motorista de Coronéis e até em hospitais.
    Bastava colocar um posto da PM dentro da praça e a prefeitura recolhesse todos os desocupados que quisessem morar ali.

  • Fernão Justino diz: 27 de fevereiro de 2010

    Qual o problema? Já foi cercada até 1912 e as partes da cerca estão espalhadas pela cidade – Maternidade Carlos Correa, igrejas e o portão no cemitério do Itacorubi. Quem vai lá depois de 21h…??? Melhor cercar, tomar conta e revitalizar a região. Todo centro histórico deveria ser bem cuidado, habitado e ter grande valor imobiliário – no Brasil, infelizmente, funciona exatamente ao contrário. Abandonam, deixam ocupar de qualquer forma, demolem ou então “tombam” – ou seja, esperam cair.

  • PAULO SECADOR diz: 26 de fevereiro de 2010

    Cade a segurança???Onde vão parar os PMs que são aprovados nos concurssos??? Estão aquartelados? Ou estes que foram aprovados seriam sómente para administração da PM. Cade a guarda municipal???

  • Angela diz: 28 de fevereiro de 2010

    E quem é o tal vereador que teve a idéia? Será que é aquele que sempre apoiou o Dário, mas jura ser da oposição?

  • aurelio pereira diz: 1 de março de 2010

    Os vereadores que derrubaram o defeso devem ter a solução para o problema dos mendigos e drogados da Praça XV! Ah, me esqueci, o sindicato da construção civil não tem interesse no local! Em Floripa, graças à Deus não temos mendigos locais, todos vindo de fora, principalmente, em meados dos anos 80, um iluminado político local, trouxe uma carrada e largou às margens da via expressa, só prá prejudicar o governo do Andrino, aí o resultado, agora ele deveria levá-los para o Bom Abrigo, ao seu lado!

  • Luiz Basten diz: 27 de fevereiro de 2010

    A soluçao, mandar de volta as suas cidades de origem( floripa é unica cidade do Brasil que nao tem e nunca teve nativo mendigo), chamar a policia, assistencia social e as familias desse desamparados e especialmente aquela politica que distribuia leitinho para as crianças de invasores dessa cidade. Essa gente pensava que aqui é terra de ninguem e demagogos. Como seria bom se alguem que ficou 20 anos no poder houvesse se preocupado com a cidade que vive.

  • IRINEU JOSE NUN ES diz: 28 de fevereiro de 2010

    O Vice Prefeito qd fica sózinho e igualzinho a criança sozimha em casa: Sempre pensa e faz alguma besteira. Acorda João e reza p/ São João Batista tê iluminar meu pombo, pois do jeito que está indo a vaca vai para o brejo c/ corda balde e tudo mais, e disso voce entende, se é que me compreendes.

  • Carlos diz: 27 de fevereiro de 2010

    Depois que li no DC de hoje o incompetente Comandante da PM dizer que não pode fazer nada, pois são apenas usuários de drogas e não traficantes e usar drogas não é crime, fiquei preocupado. Quer dizer que o cara pode usar droga onde quiser e a PM não pode fazer nada, porque não é crime? Todos são obrigados a compartilhar um local público com um cara usando drogas? Que use reservadamente. Esse comandante é pior que eu pensava.

  • Valtinho diz: 27 de fevereiro de 2010

    isto é um grande absurdo.Um prefeito que no segundo mandato não trabalhou.Uma administração municipal que está entregando o mais famoso cartão postal do centro de Florianopolis a mendigos, viciados e desocupados e ainda quer ser governador.A população de nossa cidade tem que abrir bem o olho.

  • Alexandre diz: 28 de fevereiro de 2010

    Tá igual a o problema do trânsito. Tem engarrafamento? -Fecha a rua! Tem marginal na praça? -Fecha praça! Quero ver aonde vão os marginais… Claro que para a praça mais próxima…

  • Manoel da Costa e Silva diz: 27 de fevereiro de 2010

    Seria legal, colacar a cerca e poderiam cobrir uma parte, assim daríamos mais atenção aos mendigos, pois eles dormiriam mais seguros e quentinhos.

  • Paulão diz: 27 de fevereiro de 2010

    Se a idéia fosse boa, deveriam cercar a rodoviária (um antro de viciados e desocupados sem policiamento) a Hercílio Luz e um monte de quebradas no Centro ABANDONADO pelas autoridades. É o SUPRASUMO DA INCOMPETÊNCIA. Se vão cercar e policiar, deveriam começar APENAS POLICIANDO, revitalizando o Centro. Ontem três smurfs da guarda municipal passeavam nas imediações do mercado ao cair da tarde (três no mesmo local tranquilamente) e quando uns latinos foram começar a tocar, fizeram o barraco típico..

  • Carlos diz: 27 de fevereiro de 2010

    Complementando: duvido que se a polícia cumprisse com seu papel e fizesse rodas periódicas na Praça, se não para prender os usuários de drogas, mas pelo menos para apreender as drogas, se eles usariam drogas no local. Ou será que nem isso a PM pode fazee? Seria o fim da picada.

  • Névio Fernandes diz: 1 de março de 2010

    Vamos pegar o Dário Berguer e o garçom João Batista e trancá-los na Praça, para que eles nunca saiam dalí.

Envie seu Comentário