Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

E ninguém faz nada

31 de maio de 2010 8

A Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro se apresentou sábado pela manhã no Parque de Coqueiros. Trouxe um grupo de aproximadamente 130 músicos, três ônibus e um caminhão de equipamentos e instrumentos.  Com toda essa estrutura não pode tocar mais de 40 minutos.  Motivo:  visita do representante do Ecad… é brincadeira, einhôôô, Brito…

Héctor Palomino
Bancário
Floripa

Comentários (8)

  • Abdul Zido diz: 31 de maio de 2010

    Isso aconteceu mesmo? Caraca, daqui a pouco tão cobrando de cantor de chuveiro.

  • Alexandre diz: 31 de maio de 2010

    Até quando essa palhaçada vai continuar?? Daqui a pouco vão querer cobrar de quem escuta música no rádio do carro….

  • Osni Dutra diz: 31 de maio de 2010

    Queria saber quanto a CBF paga ao ECAD para tocar o Hino Nacional na abertura dos jogos.

  • fernando diz: 1 de junho de 2010

    Dim ,dim nêgo é que pode mais tirar do outro, ainda mais amparado por lei e é igual multa de transito tudo mundo sabe para onde tem que ir , mais nao sabe se vai.

  • Antônio Carlos Ribeiro diz: 1 de junho de 2010

    Cacau, cadê o Ministério Público que se mete até em briga de marido e mulher?
    Será que o ECAD é tão “poderoso” assim?
    Ou paga muitas propinas?

  • silverio antunes diz: 1 de junho de 2010

    Cacau,uma pergunta que não quer calar: Por que não se reunem os donos de estabelecimentos comerciais e entram na justiça contra estes LADROES? Ou simplesmente dizem que não pagarão e não irião parar com o show? Quem impedirá? A polícia? Então os (des)governantes, como sempre estão do lado destes PODRES URUBÚS! Só não podem é colocar políticos nesta jogada. Daí estaremos todos ferrados, pois eles irão “querer o deles” também.

  • Rodrigo diz: 2 de junho de 2010

    O problema não é o ECAD arrecadar, é o ECAD não explicar nos mínimos detalhes. E a banda da marinha é da UNIÃO, o dinheiro vai para o próprio governo? ou vai para parentes de Mozart, Bach, Bethoven? Outra coisa, “legal” a mídia que em nenhum momento divulgou essa bela apresentação.

  • Caio Pires diz: 7 de junho de 2010

    Eu fico indignado de ver. O ecad faz o que bem entente e os profissionais ameaçados pelas cruzadas jurídicas dos “fiscais” do ecad nada fazem, não se unem, não criam sindicatos ou ONGs.

    Assim não dá, a reforma da LDA tinha que ser aprovada logo e o ecad tinha que ser extinto de uma só vez para nunca mais existir algo igual.

Envie seu Comentário