Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Turma boa

21 de julho de 2010 7

Material de imprensa distribuído agora pelo governo do Estado de Santa Catarina informa que o nesta quarta-feira, último dia de visitas da missão oficial do governo catarinense à Ucrânia, no Leste Europeu, o governador Leonel Pavan firmou protocolo de cooperação econômica, portuária e turística com a Província de Odessa, no Sul do país. A comitiva catarinense foi recebida pela vice-governadora de Odessa, Liudmila Varrava, e pela direção dos portos de Odessa e Ilichevsk, os dois mais importantes em movimentação de cargas do país.

Leonel Pavan tem viajado tanto ou um pouco mais do que seu antecessor Luiz Henrique que, também, a cada dois ou três meses botava o chapéu, o sobretudo, convidada os amigos — no caso políticos e empresários — e em missão oficial voava pelo mundo. Itália, Rússia, Emirados, França, Estados Unidos…

Comentários (7)

  • Candinho diz: 21 de julho de 2010

    Foi até a Ucrânia e não conseguiu ser recebido pelo Governador? Teve que contentar-se com a vice-governadora? Talvez o governador de lá seja também um inveterado turista, ou então descobriu que o visitante era um ex-vice….. O release não esclarece.

  • fernando diz: 21 de julho de 2010

    Só não consigo entender que com um desempenho desses que teve Luiz Henrique da Silvera como governador, alem de fraquissimo ainda deixou uma aposentadoria vitalicia de governador para Pinho Moreira e Leonel Pavan entregando o cargo de governador de mão beixada como acordo pessoal e ainda a aposentadoria dele mesmo, não entendo como ele consegue esta em primeiro lugar “segundo pesquisas” para ser senador? Nos Catrinneses ficamos com uma divida de R$ 1 milhao por ano so de aposentadorias para os 3 governadores sendo que , Pavan ira governar 10 meses e Pinho moreira ficou 8 meses no governo, isso em país sério este LHS estaria preso e nao ganharia eleições nem para sindico de prédio. isso é uma vergonha, na minha casa somos em 15 ninguem vota nele e em laguna onde tomoliii uma camassada de pauliii tambem não rola voto para ele, espero que tenhamos surpresas para o senado comofoi em 2003 com edeli onde Paulinho Bornhausen sai sempre diiisparado em primeiro nas pesquisas e tomou aqule toco, vamos aguardar.

  • Josué Alves de Albuquerque diz: 21 de julho de 2010

    Cacau, o mais grave desse festival de viagens internacionais, sempre acompanhada de inúmeros assessores, amigos, parentes e empresários e com tudo pago pelo nosso bolso de contribuinte, é saber que não existe estatística confiável que mostre se tudo isso resulta em retorno financeiro compatível, pelo menos, com os gastos efetuados.
    E essa “epidemia turística” ataca TODOS os adminstradores públicos e demais privilegiados que podem se dar ao luxo de viajar por nossa conta, do Presidente da República ao vereador da cidade com 500 habitantes.
    Claro que a importância, distãncia e custo dos locais visitados são proporcionais ao cargo do cidadão tão preocupado com a divulgação do nosso país mundo afora.
    Abraço.

  • Jonas Silva Ribeiro diz: 21 de julho de 2010

    O pior é grande parte da Imprensa se cala, os Tribunais de Contas e de Justiça e Ministério Público nada fazem, aprovam tudo, o povo paga a conta, completamente desinformado ou enganado, com futebol, eleição de garota, crimes que chocam, etc., e ficam esses enganadores viajando e nada produzindo com o nosso imposto, enquanto Saúde, Segurança e Educação estão uma vergonha.

  • Felipe Oliveira diz: 21 de julho de 2010

    Boa noite Cacau!
    Discordo de algumas citações que se referem às viagens do LHS como “passeios” sem propósitos algum para SC. Devemos lembrar que foram estas viagens trouxeram grandes benefícios pro nosso estado, como a vinda do Grupo Perini, que está instalando um estaleiro em Itajaí, a instalação da filial da ENA no Estado – famosa escola de administração pública da França e o fim do embargo russo à carne suína de Santa Catarina. Sem contar o sucesso da descentralização, que integrou municípios do interior do estado no plano de governo, que nas administrações anteriores à do Sr. LHS eram esquecidas. Grande abraço!

  • Rodrigo Santanna diz: 22 de julho de 2010

    Cacau, sobre as declarações do Indio (vice do Serra) de que o PT adora uma ilegalidade e não se importa com o tipo de “aliado”:
    “Em 2005, depois que a “Veja” publicou que o PT teria recebido US$ 5 milhões das Farc, o então deputado Zé Dirceu teve um encontro no Rio, a caminho de Juiz de Fora, onde ia se reunir com o ex-presidente Itamar.
    No encontro, Dirceu negou que a direção petista tivesse recebido a grana.
    Mas disse que sabia que as Farc enviaram dinheiro para candidatos do PT no Pará e no interior de São Paulo”.
    Um Partido que tem relações com esste tipo de gente merece mais cuidado e atenção…
    Abraço.

  • Berloque Gomes diz: 22 de julho de 2010

    O Pavan, com aquele quengo enorme, deveria mesmo era se preocupar com um problema de saúde bastante comum lá na Ucrânia: O “traumatismo ucraniano”.

Envie seu Comentário