Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A filha e o estresse

01 de agosto de 2010 6

Os estudos da neurociência apontam o estresse como uma das causas das doenças, principalmente o câncer. Coincidência ou não, faz 9 anos que o vice-presidente da República, José Alencar, teve seu primeiro câncer diagnosticado — mesma data em que a professora aposentada Rosimary de Morais, de 56 anos, recorreu à justiça para ser reconhecida como sua filha.

Comentários (6)

  • Jacques H diz: 2 de agosto de 2010

    Estresse agora é tentar se livrar da horrível propaganda da DECANTER ( quanto maior, pior, ninguém olha mesmo ) que teima em ficar na página inicial do ClicRBS e não fecha de jeito nenhum.

  • Luiz Carlos Rodrigues diz: 2 de agosto de 2010

    Cacau, o que pode fazer uma pessoa com recursos financeiros suficientes para assumir a paternidade de um filho, uma excelente imagem pessoal e política, se negar a fazê-lo?
    Depois não sabem porque estão estressados, doentes e gastando rios de dinheiro com hospitais, médicos e medicamentos que poderiam ser evitados com uma simples decisão de assumir o que fez.
    E ser autêntico, ao invés de ficar criticando os juros de um governo do qual faz parte, por exemplo, sem saber se deve se comportar como empresário ou político, também ajudaria bastante.

  • Rodrigo Santanna diz: 2 de agosto de 2010

    “O advogado do vice-presidente, José Alencar, entrou nesta quinta (29) com um pedido na Justiça para que se torne pública a ação de paternidade que envolve seu cliente.
    Conforme divulgado nesta coluna, a justiça determinou que Alencar reconheça a paternidade de Rosemary de Morais.
    Segundo o advogado, José Diogo Bastos, a intenção de tornar pública a ação é devido ao vazamento das informações do processo para a imprensa, que é contrária aos autos, por isso, segundo ele, a divulgação de todo o processo poderia ajudar a entender melhor o caso” – Cláudio Humberto 30/07/2010.

  • Carlos Teixeira diz: 2 de agosto de 2010

    Cacau, até nessa hora (à procura de emprego), o Governo dá um jeito de “garfar” o contribuinte/usuário:
    “As taxas de inscrição para concursos públicos viraram fonte de receita para União, Estados e municípios.
    De janeiro a maio deste ano, só o Tesouro Nacional recebeu R$ 75,6 milhões provenientes da cobrança das taxas, informa reportagem de Elvira Lobato, publicada nesta segunda-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL)”.

  • Claudio diz: 2 de agosto de 2010

    Tá, e dai, o que EU e seus demais leitores temos a ver com ISSO????
    FORO Íntimo, problema dele/dela e da Justiça! FUI, ler algo de importância!

  • Luís diz: 2 de agosto de 2010

    Anos atrás, Paulo Maluf, foi acusado de ter uma filha ou filho, fora do casamento e de não reconhece-la. Hoje, vetustas figuras, alguns acusadores, aparecereram com filhos, frutos de relações extra-conjugais. Alguns pressionados pela opinião pública reconheceram a paternidade. Outros, negam a seus filhos o reconhecimento. O que mais essas figuras nos escondem ?

Envie seu Comentário