Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de julho 2011

Dia do Orgasmo

31 de julho de 2011 7
 
    Parece ter sido providenciado pela natureza. Neste domingo, com cara de inverno e com chuva em muitas regiões de Santa Catarina, é o Dia do Orgasmo. O que pode ser mais gostoso que um domingo chovendo lá fora, uma música preferida na vitrola (CD) e vários, ou apenas um, orgasmos debaixo do edredon? E, mesmo que de mim discordem, um orgasmo pode não significar obrigatoriamente um gozo fenomenal, mas apenas um abraço, uma conchinha, um cruzar de pernas. Mas, se é para ser orgasmo, que seja, sem receios e sem preconceitos. E, mesmo que você não chegue lá, o importante terá sido o caminho. E, se chegar ou não, vire-se para o lado, abrace seu companheiro(a) e curta-o como um anjo que Deus enviou. Como sou chegado a Roberto Carlos, sinto-me quase obrigado a cantarolar, escrevendo esta nota, uma pedaço da canção Os Seus Botões: “…chovia lá fora e a capa pendurada, assistia tudo, não dizia nada; e aquela blusa que você usava, num canto qualquer, tranquila esperava”.

Buemba

31 de julho de 2011 18

O jogo sucessório majoritário da Capital no ano que vem está com um de seus principais protagonistas, no momento, fora de combate. Ele foi pego numa gravação pedindo propina para a liberação de uma verba pública. É pior que batom na cueca, conforme quem teve acesso ao material. As opções:

1) um ´acerto´ com o dono da fita recoloca o potencial candidato no jogo. 2) A ´oposição´ pode atravessar o samba com uma proposta melhor pela fita para depois chantagear o tagarela ganancioso, ou expor o seu pecado para tirá-lo da frente. 3) O alvo rechaça as chantagens e sai da disputa.

O tema é pule de 10 entre as principais lideranças políticas estaduais no momento, todos já conhecem o caso. O autor da gravação já percebeu que se trata de chance única na vida de sair muito bem recompensado do processo.

Porque fiquei

31 de julho de 2011 13

A quem interessar possa: nunca botei o dinheiro acima das minhas conviccões. Já disse ano passado e repito: se eu precisar de R$ 300 mil, amanhã, não teria, embora a Receita Federal pense diferente. Sempre trabalhei por amor, diversão, nunca fui mercenário. Nunca pedi aumento de salário. Também nunca dei muita importância para o dinheiro. Já rejeitei propostas tentadoras. Fiquei. Até a hora que  achar que as razões  que me fizeram trabalhar ganhando menos deixarem de existir, vou embora.  Estou na RBS há 32 anos não por dinheiro, mas pela  maneira como sempre fui tratado. Se mudar o tratamento do que sei que sou e mereço, saberei acionar o meu desconfiometro e procurar um novo lar. Se não tiver nenhum. Tem o meu. Hoje se ganha bem trabalhando em casa e pra si mesmo, não é?

Pedido feito, pedido aceito!

31 de julho de 2011 10

Cacau levou sexta-feira para o Jornal do Almoço a imagem de Nossa Senhora da Ressacada, pedindo a ela que começasse a operar um novo milagre. Acabou agora na Ressacada Avaí 3×2 no líder Corinthians. Obrigado Nossa Senhora da Ressacada.

E quem tem que começar a rezar é a torcida do Figueirense, que joga daqui a pouco na Bahia e se não vencer vai começar a preocupar.

TAL E QUAL

31 de julho de 2011 3

Não são apenas os proprietários que estão acima do peso. Não é raro encontrar cães obesos se arrastando lentamente pelas ruas da Capital, puxados por seus donos também fora de forma.

Flamengo x Grêmio

31 de julho de 2011 9

O Flamengo e nem seu ídolo Ronaldinho Gaúcho precisaram jogar 20% do que mostraram no jogo do século contra o Santos, semana passada na Vila Belmiro, para ganhar ontem do Grêmio de Porto Alegre, no Rio, por 2×0, quando o Flamengo jogou como Flamengo.

Curioso foi o excesso de Ronaldinho na comemoração do seu gol contra o ex-clube. Outros preferem não comemorar os gols quando jogam contra ex-clubes. Ontem com Ronaldinho foi diferente. Chegou a dançar samba.

Anos dourados em Floripa

31 de julho de 2011 13

Antecipando detalhes do meu livro – e esse realmente quero fazer para marcar, contando tudo – Cacau criou na época do Rock, Surf & Botos, na década de 1970, a Festa dos Destaques. Geralmente no mês de dezembro. Era excitante para mim, ainda sem tevê, lotar o Teatro Álvaro de Carvalho com o nosso beautiful  people e homenagear aquelas pessoas que se destacavam durante o ano. Da praia, política, jornalismo, publicidade, artes, esporte, moda, negócios…Sempre com uma atração nacional ao vivo, o que aumentava o interesse pela festa. Lulu Santos, Gilberto Gil, ator Lauro Corona, que fazia dupla com Sônia Braga na novela Dancing Days,e que era amigo do Beto Stodieck, que também morreu cedo, com a mesma doença, Aids; os jogadores Claudio Adão, que trouxe a mulher Paula Barreto, filha do cineasta Luiz Carlos Barretos, e até Zico, que também veio com Sandra, sua esposa. Claudio Adão, que andava de patins e só frequentava as praias e festas da Zona Sul, foi recebido no Palácio da Agronômica pela primeira dama Dea Barreto Bornhausen, mulher do Jorge, já que sua filha Fernanda namorava outro jogador, Renato Sá. Aliás, eu que fiz o namoro, que acabou em casamento. Os convites para a Festa dos Destaques se esgotavam com rapidez.  A platéia  era uma festa. Havia expectativa em conhecer os melhores. A cidade era só nossa, uma deliciosa e festiva provincia.  A festa começava com uma retrospectiva do ano, geralmente feita em conjunto com o médico Rômulo Coutinho de Azevedo, Raul Caldas Filho e até Beto Stodieck.  Que era o cara que conduzia a cidade. Estar com o Beto era estar com Deus. E ele sabia como promover meus eventos, gostava da minha onda, sempre falava em mim no jornal. Fomos juntos para os Estados Unidos – Seattle, Los Angeles e Honolulu no ano que entrei para a RBS,1979. Foi minha primeira vez  nos EUA. Inesquecível tudo.  Cacau namorava a Silvinha Madeira Neves, de 13 anos, que todos queriam pela beleza. Era riquissima e morava no Kioski. Até  quando íamos jogos do Avaí no velho estádio Adolfo Konder, lá estava o Paulo Dutra com uma máquina para nos fotografar. Fui o único a levar a namorada para os jogos de futebol, reduto onde mulher nunca entrava. E quando ia, era logo xingada. Mudamos a coisa.  No dia seguinte era jornal na certa. ‘”acau Menezes e a namorada Silvinha vendo Avaí x Juventus de Rio do Sul no Pasto do Bode…” Saímos também, eu e ela numa grande foto na revista O Cruzeiro, de circulação nacional, numa reportagem assinada por Salim Miguel, que era daqui, mas brilhava no Rio.

 Então, voltando a festa do teatro, ela começava comigo sozinho apresentando de forma bem humorada – era época de Paulo Francís, Tarso de Castro, Carlos Eduardo Novaes -  a retrospectiva, prosseguia com a chamada individual dos destaques, com texto diferenciado, que prendia o público e terminava com um show musical – um deles foi com Juliana Wosgraus tocando Beatles e Rolling Stones no piano. Até Janis Joplin botei no palco do TAC. A nossa, claro. E depois todos iam para a mesma boate. Chandom, Le 88, Dizzy, Baturité e Shampoo… No dia que veio o Zico, maior jogador de futebol do mundo, na época, fomos jantar depois do teatro na churrascaria A Grelha, na Beira mar Norte, e foi quando apresentei ao Galo o nosso destaque catarinense, Lico, que três meses depois estava no Flamengo. Enfím, as histórias são muitas. Deixemos para o livro.

Na foto Cacau e o recém nomeado prefeito de Floripa, Esperidião Amin, numa das festas no TAC. Amin quero crer bateu o recorde de premiações porque, de fato,  tanto na prefeitura como no governo estadual , chegou inovando.  Sabia como poucos fazer o seu marketing pessoal.

Apareceu a margarida...

31 de julho de 2011 10

Bruna Steinbach – 20 anos, Estudante de Administração, Musa do Campeonato Catarinense 2011, representa o Figuera, na disputa da mais bela do Brasileirão 2011. Observem: as sobrancelhas são pretas.

Morri

31 de julho de 2011 9

O jornal Notícias do Dia brindou seus leitores na edição de ontem, com direito a foto na capa, com uma reportagem sobre os 35 anos do Rock, Surf & Brotos, evento que Cacau criou e promoveu junto com seu amigo de festas na época, Ricardinho Machado. Curiosamente Cacau, o organizador do festival que serve como símbolo de uma época, não foi ouvido, como se estivesse morto. Certamente é pelo fato de estar trabalhando hoje na concorrência. Mas na época não trabalhava na RBS. Não trabalhava pra nínguém. Trabalhava era pela cidade.  Aliás, quem é da outra não pode ser citado. e quem é daqui tá ferrado. Resumindo: morremos! 

Mesmo assim valeu, mas foi uma pena. Tenho tanta coisa pra dizer do Rock, Surf & Brotos…Fica para os 40!

 


Centro Administrativo no centro

31 de julho de 2011 16
 
   Repórter de Política do Diário Catarinense, Natália Viana deu um furo de reportagem neste final de semana. O projeto da quarta ponte entre a Ilha e o Continente prevê a construção de um prédio para abrigar o Palácio do Governo do Estado, hoje chamado de Centro Administrativo. A medida, no entanto, descobriu o Serviço Secreto do Cacau, está causando briga dentro do Executivo. Muitos acham que a construção do palácio na região central da Capital, seja na parte insular, ou no continente, vai tornar o trânsito ainda mais caótico. Acham que a sede do governo deve ficar próximo ou às margens da BR-101, o que diminuiria em quase 35% o número de veículos atravessando as pontes. O ideal, sugere Cacau, é que a questão seja submetida à apreciação do povo. Quem está com a palavra agora é o secretário de Fazenda, Ubiratan Rezende, além, é claro, do governador.