Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Nós já sabiamos

29 de fevereiro de 2012 11

Advogado Tullo Cavallazzi Filho está com tudo e não está prosa. Site do jornal Folha de S.Paulo repercutiu a decisão da Justiça Federal permitindo à blumenauense Conrélia Conrad Lowndes cuidar de um papagaio e duas cacatuas herdadas dos pais, notícia divulgada na semana passada pela coluna e pelo blog do Cacau. Na sentença, o juiz federal Clenio Jair Schulze registrou: “Aliás, a prova em audiência demonstrou que as aves objeto da lide são tratadas de forma equiparável aos seres humanos”.


O link da matéria
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1054732-justica-anula-multa-e-manda-que-aves-fiquem-com-a-dona-em-sc.shtml

Comentários (11)

  • Laricão diz: 29 de fevereiro de 2012

    Equiparável aos seres humanos?
    Então corta a perna da Dona Cornélia e bota ela numa jaula também, será que ela acharia legal? Bichos são bichos, não seres humanos.
    E como essas cacatuas vieram lá da Oceania?
    Mesmo que tenham vindo de forma legal, só em existir gente que quer aprisionar os bichos em casa já é incentivo para o mercado ilegal e a caça continuarem existindo. Sempre vão ter aqueles que que querem pagar menos, ganhar mais, etc…
    Por isso não deveria ser permitido, ainda mais aqui onde sabemos como tudo NÃO funciona como deveria.

  • Laricão diz: 29 de fevereiro de 2012
  • Alanna diz: 29 de fevereiro de 2012

    A sociedade está mudando seus padrões se tornando individualista. Os bichinhos estão se tornando cada vez mais essenciais.

  • Juliano C diz: 29 de fevereiro de 2012

    Ê, Cacau velho, fazendo campanha pro Tullo? Saiba que ela ainda nem começou. Pagador de pau.

  • Observador Ilhéu diz: 29 de fevereiro de 2012

    Sr. Juliano, se o Cacau está fazendo “campanha” para o Tullo isso quer dizer que a Folha de S.Paulo também, certo?
    Sujeito forte, esse Tullo…
    Peço desculpas, mas seu comentário parece muito coisa de despeitado, não tem?
    ….

  • O Mané diz: 1 de março de 2012

    Laricão, você está coberto de razão! É uma aberração mantêr um animal alado preso! Daqui a pouco vem os sádicos apreciadores de canto de passarinho dizerem aqui que a criação em cativeiro “salva” as espécies da extinção”. Só queria saber quantos animais essas ricas associações introduzem na vida selvagem por ano! Ainda não divulgaram nenhum número. A sociedade quer saber! Dizem que criam animais e, desa forma, estão salvando as espécies. Então queremos saber: Quantos Curiós foram soltos na natureza em 2011 pela Sociedade Amigos do Curió? E as outras associações, poderiam publicar aqui seus dados? Criam animais nativos em cativeiro e ainda se julgam “heróis da natureza”. Cadê a contrapartida para o meio ambiente? Queremos dados estatísticos e não argumentos fajutos…

  • Observador Ilhéu diz: 1 de março de 2012

    Sr. Laricão, andas fumando palha, não?….

  • Laricão diz: 1 de março de 2012

    Aí Observador… troca de óculos.
    Se não tem argumentos, não posta bobagem.

  • Maria Aparecida nery diz: 1 de março de 2012

    Ô, ô, ô Cacau! Mas se o Ibama ATÉ HOJE não estruturou-se para criar as condições necessárias para recolocar na natureza esses bichos de estimação que “apreende”, não é melhor parar de apreender? Ou está de sócia do Beto Carrero?

  • Maria Aparecida Nery diz: 1 de março de 2012

    Êpa! O Ibama está de “sócio” do Beto Carrero?

  • Juliano C diz: 1 de março de 2012

    Obvervador da Ilha, os advogados de São Paulo não votam nas eleições da Seccional de Santa Catarina, “mô nego quiridus”.

Envie seu Comentário