Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Feliz ano novo

31 de dezembro de 2012 14
 

Esse cara sou eu

Começa amanhecer na Ilha de Santa Catarina. Os pássaros são os primeiros a organizar a sinfonia matinal. Na água, presumo, os peixes devem fazer igual.
Entre um acorde e outro, passam pela cabeça cinquenta anos de vida, lutas, vitórias, derrotas, risos e prantos.
Floripa era única, movia-se em bloco. Festa em Canasvieiras, nos Boabaid, todos pra lá. Festa em Santo Antonio, no Janga, vamos lá. Todos se viam nos rostos de todos.
Até os nossos governadores interagiam com a cidade. O Konder Reis, mais contido, prestigiava as artes. O JKB ia tomar cerveja e caipirinha na Joaquina, no meio da raça, o Amin ajudou na estrada e nos campeonatos de surf.
Mesmo com a “Novembrada” filmada pelo Eduardo Paredes, o Jorge participou da vida da cidade. O Esperidião nem se fala… O povo e o poder se encontravam, diariamente…
Florianópolis era uma ilha semi deserta. Casas no centro formavam uma pequena concentração entre a Mauro Ramos, a Beira-Mar Norte, as pontes e o Morro da Cruz. A vida urbana era neste triângulo. As praias eram paraíso, puros e limpos, como são os santuários.
Começaram as construtoras, casarões abaixo, chegou a Eletrosul, a RBS, e outras tribos. A cidade mudava. Beto Stodieck contava diariamente esta ópera do absurdo. Vá morar em apto, é mais seguro.
A cidade recebia algumas pessoas famosas. Lisa Minelli, Paulo Autran e Tônia Carrero. E assim foi, devagar, chegaram Gil, Caetano, Gal e Bethania.
De repente, uma explosão não planejada aconteceu. Na metade dos anos 90, do século passado. Floripa virou moda, virou destino…
A cidade ficou seccionada em bairros. Cada um com sua característica. Já não se andava em blocos. Aliás, já não se andava mais… A cidade parou. Criou turnos, diurno e noturno.
Todo mundo quis ser Mané. Mas, Mané é um estado de espírito e nem todos o têm…
Hoje, chegando 2013, com luz, magia, folia, falta d’água e engarrafamentos, assaltos, armados ou nas contas dos restaurantes, duas imagens definem Floripa: Alessandra Ambrosio, dançando em Jurere e a nossa Fernandinha Goeth  sob o sol da praia Mole. Páreo duro, cumpadre…

Comentários (14)

  • Almanaque do Roberto diz: 31 de dezembro de 2012

    FELIZ ANO NOVO !!!

    ORAÇÃO DO PAI NOSSO :
    Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

    FONTE : http://www.radiocatedral.com.br

  • gafanhoto diz: 31 de dezembro de 2012

    matou a pau cacau! eu sou meio bairrista. nascido e criado na ilha. antigamente se encontrava um conhecido no avião de sp para fpolis ou no calçadão.
    ACABOU! MATARAM FLORIANÓPOLIS! MAIS DA METADE QUE MORA AQUI É DE FORA!!!

  • Dudu diz: 31 de dezembro de 2012

    Cacau,
    Definitivamente esse cara não é ele nem tu….

  • Matungo diz: 31 de dezembro de 2012

    Rei Roberto…qdo.cinegrafista da TV Catarinense (RBS) junto a Adriana Guinle…fizemos uma materia …anos 80 ..no Hotel FLOPH…na ocasião o rei se apresentou no Ginasio do SESC….otimo ano novo com muita SAUDE…..

  • Luiz Carvalho diz: 31 de dezembro de 2012

    Cacau, aproveitando o assunto “ano novo”, você bem que poderia colocar o seu serviço secreto para tentar descobrir para onde vai TODA a grana arrecadada em jogos com o patrocínio do Governo através da Caixa Econômica Federal.
    Veja só a informação no site UOL: O valor arrecadado foi de R$ 640 MILHÕES e o valor pago foi de R$ 241 MILHÕES. Para onde foram os R$ 399 MILHÕES da diferença?
    “Os números sorteados na noite desta segunda (31) em São Paulo (SP) foram: 14 – 32 – 33 – 36 – 41 – 52.
    As apostas começaram no dia 29 de novembro e foram encerradas às 14h de hoje. O prêmio, que é o maior já pago pelas loterias da Caixa em toda a sua história, ficou acima do valor esperado pela Caixa –de R$ 230 milhões.
    Os bilhetes vendidos superaram as expectativas e arrecadaram R$ 640,5 milhões no total. São Paulo foi o Estado que teve maior arrecadação –R$ 202,5 milhões, seguido por Minas Gerais, que arrecadou R$ 76,1 milhões em apostas.

  • da ilha diz: 1 de janeiro de 2013

    que legal ter um cara como o Cacau na ilha, se liga RBS esse é nosso e ninguém mexe

  • vladmir diz: 1 de janeiro de 2013

    e nos aqui hoje como minoria, onde imperam o sotaque gaucho
    o e paulista….. fazer o que ?

  • Paulo Sérgio/São José/SC diz: 1 de janeiro de 2013

    QUANDO A TUA FEIJOADA, VAI VOLTAR A SER FEITA PELA PEGORINI? A QUALIDADE DELES
    É INQUESTIONÁVEL…

  • Antonio Luiz diz: 1 de janeiro de 2013

    Aqui no Rio de Janeiro o Reivellon é show de bola. Sem violência, com um público de 2,3 milhões de pessoas ocupando o mesmo espaço. Floripa tem muito o que aprender com o Rio. Feliz Ano Novo!

  • da ilha diz: 1 de janeiro de 2013

    Por falar em assaltos e crimes no geral, a primeira morte de 2013 aconteceu no Ingleses um gaucho foi esfaqueado em briga de bar, o assassino o tal bainhinho, logo mais um rapaz leva tiro seria um Paulista, sendo assim só lamento e digo que os manezinhos estão assistindo esses aventureiros vir e destruir nossa bela cidade.

  • marco diz: 1 de janeiro de 2013

    Não entendo como permitem construir prédios para abrigar federação de indústria, polícia federal e outros na ilha. Todos poderiam se instalar no continente.

  • vi’sào do inferno diz: 1 de janeiro de 2013

    Esse R C é a visão do inferno.
    É o cão chupando manga.

  • Luciano diz: 2 de janeiro de 2013

    O Cara e o outro Cara!

    Cacau, ninguem vive de passado a não ser ex jogador de futebol, mas segue uns links de filmes do Rei que estão postados no Yotube. Já que outro dia falaste que assistisse no Rio enquanto estavas indo para Vitória na tua infancia.

    Roberto Carlos em rítmo de aventura:
    http://www.youtube.com/watch?v=Ub5zFT8OQkI

    Roberto Carlos e o diamante cor de rosa:
    http://www.youtube.com/watch?v=QpKBYBWgrrM

    Roberto Carlos a 300 Km por hora:
    http://www.youtube.com/watch?v=UzT6zj0XOKw

    Não são obras primas, mas fazer rir e divertem. Eu não vivi muito esta época, nasci em 65, mas vi alguma coisa porque estes filmes no final dos anos 70 foram exibidos na tv.
    Boa diversão.

  • maneca diz: 2 de janeiro de 2013

    Casagrande entrevistando o índio Raoni.

Envie seu Comentário