Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de janeiro 2013

Assalto com requinte

31 de janeiro de 2013 26

Quem ainda não teve o desprazer de ser assaltado em área de extrema segurança, que peça um refrigerante em lata no Bar Paneria, localizado na área de embarque do Aeroporto de Congonhas. Para beber 350ml de um refrigerante, o indefeso cliente pagará R$ 6,80. Isso significa, que um litro de refrigerante, tendo como ponto de partida o preço praticado para a lata de 350ml, vai custar mais de R$ 20,00.

 Isso nem em Tóquio, Londres ou Paris. Mas como aqui tudo vale, esta nota serve apenas para registro.

Atraso

31 de janeiro de 2013 17

Em decorrência das sucessivas greves, 2012 ainda não terminou para os universitários da UFSC. As aulas do ano passado só serão concluídas em fevereiro. E assim caminha a humanidade: os professores fingem que ensinam e os alunos fingem que aprendem.

GRANDE, COMO O CÉU

31 de janeiro de 2013 2

Por     Ademar A. Cirimbelli

 Aquariano, completando hoje  83 anos, titular da cadeira nº 15 da Academia Catarinense de Letras (ACL) e com mais de vinte livros publicados, o neoveneziano CELESTINO SACHET lançou, no final de outubro, o mais completo painel da literatura catarinense: “A Literatura dos Catarinenses – Espaços e Caminhos de uma Identidade”. É resultado de “extensa pesquisa que levou mais de uma década  para ser concluída, contemplando prosa, poema e teatro de cerca de 1600 autores catarinenses. O estudo ganhou também uma versão reduzida, com ilustração de Rodrigo de Haro” (DC 25/10/2012) . Entrevistado, declarou: “Namoro com a literatura e tenho paixão pelo livro. Sempre gostei muito de ler”. A obra, da Editora Unisul, rendeu-lhe o prêmio “Othon Gama D´Eça de 2012”, concedido pela ACL aos destaques do ano, que lhe será outorgado no próximo dia 12.

Recentemente, lhe mandei cópia do ato de provisão dos primeiros “fabriqueiros” da Capela de Nossa Senhora de Caravaggio – Nova Veneza, datado de 17/2/1915, que obtive no Arquivo Histórico Eclesiástico de Santa Catarina (Matéria publicada, em novembro, neste Portal Veneza: 2014 – Centenário na Colina Sagrada). Decidi compartilhar a resposta que dele recebi, por carta manuscrita de 03/12: … “Meus parabéns por mais essa vitória: você conseguiu localizar meu avô, Celeste Sachetti, pai de meu pai e que me deixou metade da herança vocabular para chegar a Celestino. Aliás, na família , três netos dele receberam-lhe o nome: um Celeste e dois Celestinos. Não cheguei a conhecê-lo. Ele já era falecido, quando a cegonha me desembarcou por aquelas bandas venezianas. Mas papai sempre se referia a ele. Aliás,  papai era caçula da família e, em 1915, estava com 9 anos. Muito obrigado pelo documento. …. Um abraço do Celestino”.

Pensei em dar outros títulos a este modesto artigo, como: Do Tamanho do Céu; O Céu  por Limite; Dom Celestial; Dádiva Celestial. Você também está convidado(a) a participar!

 

 

 

Cuidado!

31 de janeiro de 2013 11

Cacau,

Li a sua coluna hoje com a matéria “Vidro Quebrado” sobre a Hammer furtada no estacionamento da Tok Stok.

Aconteceu a mesma coisa comigo na ultima sexta-feira, dia 25/01. Furtaram o meu I30 e levaram o que estava dentro.

E na ocasião, eles me disseram que já tinha ocorrido na semana retrasada também com outro carro.

Estou tomando as providencias!

Att.,

Thai Pasin

Na ponta da agulha

31 de janeiro de 2013 26


Não está dando para entender a situação no governo do Estado. Nas primeiras semanas do ano tudo parecia às mil maravilhas, com obras sendo anunciadas em todos os cantos. Ontem, no entanto, o secretário Derly Anunciação convocou entrevista coletiva para dizer que o reajuste dos servidores públicos para 2013 está suspenso. A hipótese de atraso dos salários já é um fantasma que começa a arrastar correntes. Enquanto isso, oficiais da Polícia Militar e delegados da Polícia Civil manifestam insatisfação com seus vencimentos. Com os professores não é diferente.

Goleiro do Figueira

31 de janeiro de 2013 19

Frase batida no futebol, porém verdadeira: ” Todo grande time começa com um grande goleiro “. O bom goleiro Ricardo, eu disse BOM. É apenas bom em sua posição. Portanto GAVIÃO só tem um, WILSON. ” Não é mole não o meu goleiro voa igual a um Gavião ” . Portanto, Mobilização Já : VOLTA WILSON .

obrigado

saudações alvinegras

LUZ E AMOR

andre luiz morfim tavares

O BEIJO AMARGO DA MORTE

31 de janeiro de 2013 2

Do poeta Alcides Buss, tentando dizer o indizível:



Vocês que se foram
assim, de repente,
sem que parentes ou amigos
lhes pudessem socorrer,
foi por engano do amor?

Vocês que se foram
assim, nos anos verdes
da vida, sem alcançar
as veredas largas do tempo,
foi por erro de alguém?

Vocês que se foram
assim, no calar
das canções, sem os raios
da lua cheia, foi
o preço rarefeito do todo?

Vocês que se foram 
assim, desfeitos do sopro
interior, indiferentes amados
agora, foi por ciúme
dos deuses do além?

Por vocês, que só me ouvem
no aparato alheio da sorte,
a minha alma chora,
o meu corpo chora,
o meu silêncio, incontido, chora.

Alcides Buss

EQUIPAMENTO AUTOMÁTICO CONTRA INCÊNDIO

31 de janeiro de 2013 14

Entre as várias exigências que os bombeiros fazem para a liberação de uma casa de shows, por que não incluir os sprinklers? Eles hoje fazem parte de muitos hotéis e prédios comerciais em todo o mundo, pois agem automaticamente, funcionando como um pequeno chuveiro que apaga os incêndios ainda no início, assim que a temperatura se eleva (no Brasil, geralmente estão programados para disparar jatos circulares de água a partir dos 68 graus).

Não raro, dois ou três são suficientes para apagar o início de um incêndio, pois cada um tem um raio de ação de aproximadamente 16 metros quadrados. E o custo compensa. Numa construção nova, o preço fica em torno de 1% da construção – o mesmo valor de um carpete, por exemplo. O uso uso de sprinklers reduz em até 78% o prejuízo causado pelos incêndios. E eles podem ser a diferença entre a vida e a morte das pessoas – o que não têm preço.

Que fase!

30 de janeiro de 2013 26

Nossos irmaos do RS precisam se benzer. Depois da tragedia de Santa Maria, quando 234 jovens inocentes morreram de bobeira, numa festa, um incendio destrui vari os barracos numa favela ao redor da nova Arena do Gremio, onde alguns torcedores se feriram agora , quando a grade de protecao da arquibancada cedeu na hora do gol gremista. Jogo de Libertadores. Ficou interrompido cinco minutos. Tem gente indo para a hospital. Ninguem merece, pura urucubaca!

Algo errado

30 de janeiro de 2013 37

Epa, tem poste mijando no cachorro, de novo aqui na Capital. Os 158 donos de lojas num dos camelódromos estão cobrando do Poder Público uma relocação de espaço. Eles estão em uma área pública de maneira irregular há muitos anos, onde não poderiam estar, e a Justiça deu prazo final para a desocupação.

Ora, se alguém quiser se estabelecer com uma loja, tem que comprar ou alugar espaço e seguir as leis de mercado. Com que direito estes ocupantes de um camelódromo, que por sinal adoram mercadorias do Paraguai e não gostam muito de notas fiscais, podem usufruir de área pública em região central e privilegiada em detrimento de todos os outros comerciantes que precisam cumprir as leis para se estabelecer?