Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de maio 2013

Sentença

31 de maio de 2013 12

Vez por outra aparece uma luz no fim do tunel, alguma pessoa sensata que nos dá a esperança de que nem tudo está perdido.  



Na ação movida pelo filho de Lula contra a revista Veja, pedindo indenização por danos morais pela matéria publicada a respeito do seu enriquecimento milagroso, e também sobre a frase dita pelo ex-presidente “Meu filho  é o Ronaldo dos negócios”.
Abaixo, trecho da sentença da Drª Luciana Novakoski Ferreira Alves de Oliveira, MMª  Juíza de Direito Auxiliar:
“…O  autor (Lulinha) precisa compreender que é de interesse de toda a população brasileira saber como o filho do Presidente da República obteve tamanha ascensão coincidente ao mandato de seu  pai. E há de concordar que uma imprensa livre para investigar tais fatos é fator essencial  para que vivamos num Estado Democrático de Direito, ideal outrora defendido por tantos  que, agora, ao que se vê, parecem se incomodar com ele.”
    Desse modo, examinando-se o conflito dos interesses constitucionais envolvidos na publicação da matéria, verifica-se que a conduta dos réus não foi abusiva e apenas buscou informar seus leitores sobre assunto de relevante interesse público. Logo, inexiste direito à reparação civil.
Ante o exposto, JULGO IMPROCEDENTE o pedido, nos termos do art. 269, inciso I, do Código de Processo Civil.
“Em razão da sucumbência, arcará o autor com o pagamento das custas e despesas processuais e de honorários advocatícios, que fixo, por equidade, em R$ 10.000,00.?


 Drª Luciana Novakoski Ferreira Alves de Oliveira,
MMª  Juíza de Direito Auxiliar,

 Drª Luciana Novakoski Ferreira Alves de Oliveira,
MMª  Juíza de Direito Auxiliar,

 

Família referência

31 de maio de 2013 1

A juíza Caroline Bündchen Felisbino Teixeira, da comarca de Araranguá, acaba de lançar o projeto “Família Referência”, que tenta oferecer para meninos e meninas que se encontram em abrigos uma oportunidade de conviver em família. A juíza implantou o projeto em Canoinhas, em 2012, e agora replicou no Sul do Estado. Serão avaliados e cadastrados os interessados em retirar os acolhidos das entidades temporariamente para conviver com eles em feriados ou datas religiosas, como o Natal, durante um fim de semana ou simplesmente num evento comemorativo, como um aniversário. “A adoção tardia no Brasil é muito difícil. A partir de certa idade, essas crianças não são mais adotadas e ficam mais tempo na entidade. E por isso elas têm a necessidade dessa referência afetiva e familiar. A ideia é criar vínculos com uma mesma família, sem que haja rotatividade, mas sem compromissos com adoção”, explica Caroline. A previsão é de que, inicialmente, oito meninos e meninas oriundos da Comarca de Araranguá possam ser imediatamente inclusos no projeto. 

O grito é livre

31 de maio de 2013 3

Com a marcação cerrada do Procon, Ministério Público e a imprensa (inclusive a coluna), o preço do litro da gasolina em Brusque, em média, está a R$ 2,70, havendo postos que vendem até por R 2,70. Há um mês, o litro chegou a R$ 2,92.

É sso ai: é chiar, denunciar, pressionar, defendendo o bolso anti a ganância que campeia à nossa volta.

Um susto

31 de maio de 2013 9

Quem saia da ponte na parte continental e logo olhava pra cima no viaduto da Av. Eng Max de Souza tomou um susto e tanto , ja que uma jovem tentava se jogar do mesmo, onde em baixo, uma outra mulher pedia desesperadamente para que saísse de lá. Dois homens conseguiram conversar com a jovem,  retiraram como numa cena de cinema e um deles a agarrou e conseguiu retirá-lá de lá . Logo após viaturas da policia chegaram para verificação do caso.

A lista aumenta

31 de maio de 2013 11



A grandiosa BMW começa as obras de sua fábrica em Araquari em novembro, prometendo carro produzido aqui em 2014. Técnicos da Mercedes- Benz, outra gigante alemã, estiveram dias atrás em Joinville estudando a cidade que poderá sediar sua fábrica catarinense.
E no momento, o governador Raimundo Colombo flerta também com a Red Bull, para quem ofereceu – na Áustria – as mesmas
vantagens que a BMW recebeu para se instalar aqui. A líder mundial de energéticos produziu ano passado 5,1 bilhões de latas, e o Brasil é o quarto maior consumidor.
A Red Bull já utiliza em seus produtos essências exportadas pela Duas Rodas, de Jaraguá do Sul.
Pode dar muito certo.



Queixa do consumidor

31 de maio de 2013 5

Vejam só, consumidores mal atendidos estão se rebelando cada vez mais, até mesmo a turma do palheiro diferente. Uma galera veio do Paraná com um carregamento de maconha para vender aqui na capital. O produto era tão ruim que consumidores denunciaram à polícia e os traficantes foram presos.

Neste caso, por razões óbvias, não foram usadas as prerrogativas do Código de Defesa do Consumidor, até porque não houve necessidade.

Só pra lembrar que hoje é o Dia mundial Contra o Fumo e amanhã vai ter a Marcha da Maconha na Beira mar Norte.

A dor das cobaias

31 de maio de 2013 3

Li tua nota de hoje “a dor das cobaias”. Sou cirurgião, fiz cirurgias em cães. Até hoje tenho remorso do que fiz, pois gosto muito de animais, principalmente cães. Hoje tenho a convicção que foi desnecessário, pois o treinamento recebido após foi muito mais importante. Quando aprendemos, ninguém começa fazendo cirurgia. inicia entregando os instrumentos, depois cortando fios cirúrgicos, afastando os tecidos, auxiliando o cirurgião. Somente após adquirir boa experiência é que fará cirurgia, assim mesmo orientado por um cirurgião mais experiente. Não acho que se um estudante não fizer a cirurgia em cães  será prejudicado. Concordo com uso de animais para outras finalidades científicas que não a cirurgia experimental. Edgard Vicente de Souza. CREMESC 4785

É piada ou realidade???

31 de maio de 2013 14

TRABALHO EM EQUIPE


Foi realizada uma competição entre a equipe de remo do Japão e a equipe de remo brasileira.
A competição se inicia, mas o resultado não é favorável para a equipe brasileira. Ela chegou com uma hora de atraso em relação aos japoneses.Indignados, os brasileiros fizeram várias reuniões para averiguar a causa da derrota. Assim ficou o resumo do relatório que fazia a comparação das equipes:

Japão:
* 1 Chefe de Equipe
* 10 Remadores

Brasil:
* 10 Chefes de Equipe
* 1 Remador

Descoberto o grande erro, a equipe brasileira foi remodelada para a próxima competição. Porém, perderam novamente e,dessa vez, o atraso foi de 2 horas.Mais uma vez foram convocadas reuniões e viagens para o estudo das causas. Segue o resumo:

Japão:
* 1 Chefe de Equipe
* 10 Remadores

Brasil:
* 1 Chefe de Equipe
* 3 Chefes de Departamento
* 6 Auxiliares de Chefia
* 1 Remador

Outra vez o erro foi identificado e uma nova equipe foi montada.Tudo foi levado em conta: resizing, downsizing, GQT e ainda economistas opinando, conceitos de modernidade e globalização passaram a ser considerados.Porém, na hora da competição, o Brasil chegou com 3 horas de atraso. Mais reuniões, encontros, etc. Foi feito outro levantamento:

Japão:
* 1 Chefe de Equipe
* 10 Remadores

Brasil:
* 1 Chefe de Equipe
* 3 Chefes de Departamento
* 2 Analistas de O&M
* 2 Controllers
* 1 Auditor Independente
* 1 Gerente de Qualidade Total
* 1 Remador

Depois de muitos argumentos e discussões, chegaram às seguintes conclusões definitivas:

1.O problema era, claro e evidente, a incapacidade do remador, que, com certeza, por culpa de influência do Sindicato e por causa de sua falta de treinamento generalista não era capaz de exercer sua atividade com eficiência.

2.A solução era privatizar ou terceirizar e/ou contratar um remador que não fosse da folha do clube.

Agora o pior:
Essa história veio dos EUA, e foi apresentada por um professor da Universidade de Maryland, sobre a administração no Brasil, como piada em sala de aula.


O Galo do Brasil

31 de maio de 2013 10

Goleiro Vitor do Atlêtico Mineiro pega pênalti com o pé esquerdo aos 46 minutos do segundo tempo e com a defesa leva seu time a aumentar o sonho de ganhar a Libertadores, que estava indo pro saco em casa diante de sua enlouquecida torcida. Não mereciam. Vitor chorou e foi ovacionado e cumprimentado até pelos adversários, que souberam perder. Saíram como vencedores.

Assisti ao jogo pela tevê. Time tinhoso o Tijuana. Sabem jogar e vieram mostrar. Já tinham eliminados outros brasileiros.  Arena chorou de tristeza e pulou de alegria em um minuto. Torcida do Gale é foda. Ronaldinho, como cantei a bola ao Castiel,  estava indo  para o time certo. Agora também sou Galo. O Galo do Brasil!


No Reino da Dinamarca

30 de maio de 2013 16
    Deputados estaduais catarinenses viajaram para uma turnê pela Suécia, Finlândia e Dinamarca. O estranho, além do gasto do dinheiro público para benefícios duvidosos, é que a viagem não foi noticiada pela assessoria de comunicação da Assembléia Legislativa. Sequer os nomes dos viajantes foram levados ao conhecimento da imprensa.