Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Barbaridade

30 de junho de 2013 16

Caro Cacau

Venho através de sua coluna mostrar, como pai que sou, minha total indignação com a falta de respeito com a vida.
Te pergunto: Que direto tem um FDP de atirar na cabeça de uma criança de 5 ANOS que desesperadamente pedia para o assaltante não matar a “mamãe”??
Esse caso do menino boliviano é revoltante. O ser humano, se é que podemos chamar esse animal de humano, perde seu próprio direito de viver. É urgência que precisamos mudar antes de tudo nosso comportamento se queremos que nosso país mude!
Forte abraço!
Daniel Pozzobon.

 

Vou dizer uma coisa, meu caro Daniel: não fui a festa nenhuma, não entrei em único bar, não falei com ninguém neste final de semana, deprimido com esse caso da famíla boliviana em São Paulo. Assim não dá para ser feliz neste país.   

Comentários (16)

  • Mané Estrangeiro diz: 30 de junho de 2013

    Segundo inúmeras inteligencias coroadas deste país, que infelizmente tem o poder de amedrontar o Estado e mantê-lo inerte, este FDP é apenas “fruto do meio injusto e opressivo em que vive”. Opressão essa mantida pelos membros “daselite” e da direita capitalista para garantir sua sanha consumista.
    Não passa pela cabeça deles que aquele FDP é menos que um animal. Sim, porque até os animais tidos como irracionais, jamais praticariam um gesto tão abominável.
    E assim, justificam o direito que o senhor questiona, Sr. Daniel. Pela ótica deles, aquele animal tem todos os direitos sim, pois é visto como vítima.
    Talvez até aleguem legítima defesa, sei lá. Se ainda não o fizeram, dia menos dia o farão.

    Assim como nosso querido Cacau, também caí em depressão pela família boliviana, na verdade apenas mais uma a passar por tal desumanidade.

    Até quando?

  • Adriana diz: 30 de junho de 2013

    Fiz o comentário no post errado…
    Cacau, parafraseando a mão daquele jovem que foi EXECUTADO na porta de casa por um “di menor” que completou 18 anos dali a UMA semana, não foi só esse ANIMAL que apertou o gatilho dar arma, mas TODOS os políticos que TEIMAM em não mudar esse código penal brasileiro da década de 40, onde os bandidos andavam com canivete e jogavam capoeira.
    Mas, por tabela, TODOS NÓS somos culpados, afinal os políticos são eleitos por nós, que não acompanhamos o que eles fazem – ou deixam de fazer (a maior parte do mandato) depois de eleitos e nem nos lembramos em quem votamos.
    Infelizmente quem APERTOU o gatilho, junto com esse bandido que vai morrer quando entrar no presídio, pois nem bandido “aceita” esse tipo de crueldade.
    A não ser que já tenham “arranjado” outro “di menor” para assumir a culpa, daí daqui a uns meses esquecemos tudo e a vida segue, como diria aquele jornalista.
    O lamentável de tudo é saber que, passada a euforia dessas manifestações, TUDO VOLTA A SER COMO SEMPRE FOI e o Governo sabe disso, tanto que já chamou para “aparecer na foto” ao lado dos “representantes dos manifestantes e contando com a tradicional e já conhecida AMNÉSIA da sociedade brasileira.
    O Governo e os políticos que são a verdadeira PRAGA no Brasil (não pela representatividade da democracia, mas pela BAIXA qualificação dos representantes) sabe que com obras faraônicas (aquelas que rendem muita propina) a maior parte se ilude de que o Brasil está progredindo, enquanto falta saúde, educação, segurança, saneamento básico, etc, etc.
    Depois vem ao carnaval, a copa do mundo, as eleições e …N_A_D_A !!!
    Abraço.

  • GAÚCHO diz: 30 de junho de 2013

    Pois é,assim é o Brasil. O Estado não pode aplicar a pena de morte em alguém que já ficou provado que não se recupera mais. Só os bandidos podem aplicar,e aplicam sem dó nem piedade. Será que alguém relacionado com os direitos humanos vai prestar solidariedade àquela família boliviana? Duvido!!! Até vão na delegacia prestar toda assistência aos vagabundos quando presos. Vão representar os “direitus dus manus”. Que cachorrada. DIREITOS HUMANOS, SÓ PARA QUEM É HUMANO!!!!

  • Ricardo diz: 30 de junho de 2013

    Cacau, concordo com o comentário da Adriana e, num País sério, honesto e politizado, a sociedade deveria EXIGIR, paralisando TODAS as atividades, que a Justiça saísse dessa paralisia, pois o povo não pode propor um projeto de lei para mudar o código penal, então porque ficam apenas em passeatas?
    “Menino boliviano deu suas economias a assaltante, diz advogada – O menino Brayan Yanarico Capcha deu as moedas que havia juntado para comprar presentes de seu aniversário ao assaltante que o matou, segundo Patrícia Vega, advogada do consulado boliviano.
    Um tio do garoto, que não quis se identificar, confirmou. Brayan faria seis anos em 6 de julho.
    De acordo com Patrícia, o menino queria comprar uma roupa com imagem do personagem infantil Pica-Pau e um caminhão de brinquedo.
    A advogada disse que, quando o assaltante, irritado com os R$ 4.500 que havia recebido, exigiram mais dinheiro, o garoto lhe entregou suas moedas – UOL On Line”.

  • Gualter diz: 30 de junho de 2013

    E ainda tem gente que é contra a pena de morte para casos como este . Vai ressocializar um monstro desses como? A família dele ainda vai ganhar bolsa presidiário!

  • wilson diz: 30 de junho de 2013

    PT, PSTU, PSOL, chamam aqueles que pedem redução da maioridade de retrógrados. Pois é…

  • Rutger Hauer diz: 30 de junho de 2013

    Antes que algum iluminado apareça para colocar a culpa na Dilma, fiquem sabendo que a responsabilidade pela segurança é do governador tucano Geraldo Alckmin. Tem que explicar, né? Afinal o pessoal do feice pede creche pra Dilma…

  • da ilha diz: 1 de julho de 2013

    Pra bandido desse tipo não tem justificativa

  • MCS diz: 1 de julho de 2013

    Tá surpreso? Esse é o tipo psicopata que estão formando por todo o lado com os narcisismos de Instagram, Twitter, Facebook, filminhos de Hollywood, videos de rappers e hip-hop etc. Se vocês acham que agora está mal, esperem pelos próximos 10 anos. Mas vocês adoram essa cultura brega de Hollywood que enfiam em suas goelas, não é?

  • GAÚCHO diz: 1 de julho de 2013

    Voçê aí Rutger Hauer, PT de meia pataca. É culpa da Dilma sim. Basta lembrar que a quadrilha dela (base aliada), é composta de 80% dos votos do Congresso Nacional. Ela tem força para implatar, se tivesse coragem, uma ditadura. Imagina mexer no Código Penal. É muito fácil, só que ela e o falastrão de Garanhuns seriam os primeiros a serem presos. Aliás, até implantou uma ditadura PTista, mas com passe livre só para roubar. Nada para o povo, só prus cumpanero!!!

  • Aurélio diz: 1 de julho de 2013

    Aí, Cacau, desculpe-me a franqueza, mas ao invés de ficar deprimido e não falar com ninguém, o que absolutamente não resolve nada, você não passa a empunhar a bandeira da pena de morte (prisão perpétua não, pena de morte mesmo) para esses monstros, com a mesma voracidade com a qual você empunhou a bandeira contra os pardais? Você é formador de opinião e seria um guerreiro a mais para eliminar esses vermes que não têm a menor consideração pela vida humana. Ou será que você também é da turma dos “direitos dos manos”?

  • Aurélio diz: 1 de julho de 2013

    É seu direito ficar só e inconformado com essa situação, mas é nosso dever, seu e meu, fazer alguma coisa. Ou vamos fazer alguma coisa somente quando tais atrocidades baterem à nossa porta? Vá acreditando que só acontece com os outros…

  • Mané Cachaça diz: 1 de julho de 2013

    Õ Gaucho. O que estás colocando no teu chimarrão?
    Eu quando tomo cachaça, fico bom no dia seguinte…..

  • Farias diz: 2 de julho de 2013

    Aurélio já ouviste falar do caso dos irmãos Naves? Pena de morte no Brasil não funciona, perpétua sim, morte não. Neste caso ( do menino) até o PCC vai eliminar o sujeito, este já era. Pena não ter ido antes.
    Como o Cacau, também fiquei solitário em minhas orações e dor. E tu Aurélio não tens direito nenhum de questionar isto.

  • Aurélio diz: 3 de julho de 2013

    O caso dos irmão Naves foi um caso isolado (único de que tenho conheciemento) de aplicação equivocada da pena capital, em uma época muito remota (ditadura Vargas) quando se amarrava cachorro com linguiça. E não é por causa de um erro de meados do século passado que não se deve adotar medidas drásticas contra esses vermes. Pena de morte sim! Pena proporcional ao delito. E a grande maioria está ao meu lado. Aproveitemos o iminente plebiscito para votar a matéria. Vai ser goleada.

Envie seu Comentário